15550
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 3º ano > Produção de textos

Plano de aula - Receita: revisão da produção escrita

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 3º ano do Fundamental sobre revisão da escrita da receita

Plano 15 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Luciane Cristina Panes Dos Santos Lopes

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a décima quinta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero “Receitas culinárias” e no campo de atuação “Vida cotidiana”. A aula faz parte do módulo de produção de textos (escrita autônoma e compartilhada).

Materiais necessários: Folhas de papel sulfite com pauta, papel craft ou cartolina, ficha impressa de atividade, canetas hidrocores e/ou lápis de cor.

Informações sobre o gênero: A Receita culinária é um texto injuntivo/ instrucional, cuja proposta comunicativa se define pela instrução de um determinado procedimento, sugerindo como algo deve ser feito pelo interlocutor. Possui como característica básica o uso de linguagem simples e objetiva, indicativa dos ingredientes e da sequência dos procedimentos a serem seguidos.

Dificuldades antecipadas: Uma dificuldade que poderá surgir é em relação ao nível de alfabetização de alguns alunos da turma, que poderá dificultar na escrita autônoma.

Referências sobre o assunto:

BARBOSA, Maria Lúcia Ferreira de Figueiredo. Práticas de leitura no ensino fundamental. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. 144 p. Disponível em: <http://www.portalceel.com.br/publicacoes/#ancora>. Acesso em: 30 jul /2018.

DOLZ, J.; GAGNON, R.; DECÂNDIO, F. Produção escrita e dificuldades de aprendizagem. Campinas, SP: Mercado de Letras 2010.

LEAL, Telma Ferraz; BRANDÃO, Ana Carolina. Usando textos instrucionais na alfabetização sem manual de instruções. In: BRANDÃO, Ana Carolina Perrusi; ROSA, Ester Calland de Souza. Leitura e produção de textos na alfabetização. Belo Horizonte: Autêntica, 2005. pp.127 - 142.

SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação. Aprender os padrões da linguagem escrita de modo reflexivo: unidade IV. São Paulo : SME/ DOT, 2011, 56p. Disponível em: <http://portal.sme.prefeitura.sp.gov.br/Portals/1/Files/16469.pdf>. Acesso em 30 jul 2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Escreva no quadro o tema da aula, deixando explicitado aos alunos que irão realizar a revisão textual da receita culinária por eles produzida.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Apresente o texto “Fantasmas e abóboras de frutas, disponível nos materiais complementares. Na impossibilidade de projetá-lo com data show, transcreva a receita no quadro para que os alunos possam analisar todos os elementos presentes.
  • Solicite que seja realizada a leitura individual do texto, estabelecendo o primeiro contato da turma com seu conteúdo.
  • Organize uma Roda de conversa com os alunos, objetivando acionar os conhecimentos que possuem acerca do gênero textual “receita culinária”. Incentive a participação dos alunos lançando algumas questões:
  • Alguém já conhecia essa receita? (Espera-se que a receita seja inédita para a maioria da turma, a fim de despertar o interesse das crianças).
  • Quais leitores se interessam por textos desse gênero? (Espera-se que percebam se tratar de cozinheiros profissionais ou amadores, de diferentes faixas etárias).
  • Onde podemos encontrar esse tipo de texto? (Espera-se que além de sites, citem revistas, livros, blogs e vídeos culinários).
  • Para que serve esse tipo de texto? (Espera-se que afirmem que a finalidade das receitas culinárias é ensinar procedimentos necessários para o preparo de um determinado alimento).
  • O que nos faz acreditar que realmente se trata de uma receita culinária? (Espera-se que citem e localizem no texto os elementos compositores principais desse gênero textual: título (define o tema da receita), ingredientes (listados e quantificados), modo de preparo (descrição detalhada, na sequência em que os procedimentos devem ser executados), ações em forma de ordens e ilustração da comida referenciada).
  • Concomitante ao diálogo proposto acima, transcreva no quadro as características do texto culinário, de acordo com as reflexões e discussões dos alunos. Tais informações serão importantes para consulta na etapa seguinte de revisão textual que realizarão.

Materiais complementares:

Fantasmas e Abóboras de frutas. Disponível em: <https://mdemulher.abril.com.br/receitas/fantasmas-e-aboboras-de-frutas/>. Acesso em: 18 dez 2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 32 minutos

Orientações:

  • Organize os alunos em duplas produtivas para que seja iniciada a revisão textual das receitas de comidas apetitosas para bruxas que foram produzidas por eles.
  • Retome com os alunos que a ideia é criar receitas do mundo do faz-de-conta, inventando seu conteúdo, mas mantendo a estrutura característica desse texto culinário (título, lista e medidas dos ingredientes, modo de preparo na ordem de execução, verbos no imperativo e ilustração).
  • DIstribua as folhas com a primeira versão do texto produzido e solicite a cada dupla que releia sua produção e faça uma autoavaliação de acordo com os elementos presentes na ficha “Avaliando nossa receita” (modelo disponível no material complementar), que será entregue aos alunos. Oriente para que sejam o mais crítico possível do seu próprio trabalho, a fim de obter melhoras na qualidade textual.
  • Circule por entre as duplas para auxiliar nesta reflexão, questionando os alunos em relação aos aspectos avaliados (por que julgam ter atendido ou não o critério descrito na ficha?).
  • Proponha às duplas que exponham o que refletiram e sentiram ao longo dessa tarefa de autoavaliação (se julgaram importante, adequado, coerente, necessário...), justificando suas respostas. O objetivo aqui é o de levar os alunos a perceberem que a releitura do texto é aspecto essencial dentro o processo de revisão textual, uma vez que propicia ao leitor o detectar de falhas e incoerências que necessitam ser corrigidas ao longo de uma nova escrita.
  • Entregue a cada dupla uma nova folha sulfite com pauta para que possam iniciar o processo de edição do texto que fará parte do livro de receitas de bruxas da turma. Solicite que reescrevam a receita por eles criada observando na ficha de autoavaliação o que necessita ser acrescentado, omitido ou alterado no texto. Se necessário, auxilie diretamente na organização textual, lançando questões que ajudem-nos a recuperar informações que já possuem acerca desse gênero textual.
  • Oriente os alunos que releiam o texto durante e após a escrita da receita para que possam realizar uma última checagem e garantir a qualidade textual, sendo por fim produzida e colorida a ilustração da comida de bruxa por eles criada.
  • Defina com a turma a ordem que cada receita ocupará no livro, solicitando que coloquem o número da página na margem inferior, à direita. Combine também que deixem explícito quem são os autores do texto, registrando essas informações ao término da receita culinária.
  • Proponha a produção coletiva da capa do livro, de acordo com o planejamento realizado. Relembre a turma que o objetivo é fazer essa coletânea de receitas do faz-de-conta circular por toda a escola e seus lares, sendo lidas e divulgadas entre muitos leitores.

Material complementar: Para impressão da ficha “Avaliando nossa receita”, clique aqui.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Proponha aos alunos que elaborem coletivamente algumas dicas que ajudem as pessoas a escreverem uma receita culinária, seja ela do mundo real ou do faz-de-conta. Essas dicas farão parte do cartaz intitulado “Nossas descobertas” que será confeccionado em cartolina ou papel kraft, podendo conter informações como:

- Toda receita deve ter um título que define o que será preparado.

- Os ingredientes devem estar listados um abaixo do outro.

- Todo ingrediente tem que ser quantificado.

- O modo de preparo, também chamado de modo de fazer, vem depois da lista de ingredientes.

- O modo de preparo deve conter orientações claras e detalhadas dos procedimentos a serem feitos.

- As ações que serão executadas devem ser escritas em forma de ordem.

- A ilustração da receita faz referência ao alimento que está sendo ensinado.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a décima quinta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero “Receitas culinárias” e no campo de atuação “Vida cotidiana”. A aula faz parte do módulo de produção de textos (escrita autônoma e compartilhada).

Materiais necessários: Folhas de papel sulfite com pauta, papel craft ou cartolina, ficha impressa de atividade, canetas hidrocores e/ou lápis de cor.

Informações sobre o gênero: A Receita culinária é um texto injuntivo/ instrucional, cuja proposta comunicativa se define pela instrução de um determinado procedimento, sugerindo como algo deve ser feito pelo interlocutor. Possui como característica básica o uso de linguagem simples e objetiva, indicativa dos ingredientes e da sequência dos procedimentos a serem seguidos.

Dificuldades antecipadas: Uma dificuldade que poderá surgir é em relação ao nível de alfabetização de alguns alunos da turma, que poderá dificultar na escrita autônoma.

Referências sobre o assunto:

BARBOSA, Maria Lúcia Ferreira de Figueiredo. Práticas de leitura no ensino fundamental. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. 144 p. Disponível em: <http://www.portalceel.com.br/publicacoes/#ancora>. Acesso em: 30 jul /2018.

DOLZ, J.; GAGNON, R.; DECÂNDIO, F. Produção escrita e dificuldades de aprendizagem. Campinas, SP: Mercado de Letras 2010.

LEAL, Telma Ferraz; BRANDÃO, Ana Carolina. Usando textos instrucionais na alfabetização sem manual de instruções. In: BRANDÃO, Ana Carolina Perrusi; ROSA, Ester Calland de Souza. Leitura e produção de textos na alfabetização. Belo Horizonte: Autêntica, 2005. pp.127 - 142.

SÃO PAULO (SP). Secretaria Municipal de Educação. Aprender os padrões da linguagem escrita de modo reflexivo: unidade IV. São Paulo : SME/ DOT, 2011, 56p. Disponível em: <http://portal.sme.prefeitura.sp.gov.br/Portals/1/Files/16469.pdf>. Acesso em 30 jul 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Escreva no quadro o tema da aula, deixando explicitado aos alunos que irão realizar a revisão textual da receita culinária por eles produzida.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Apresente o texto “Fantasmas e abóboras de frutas, disponível nos materiais complementares. Na impossibilidade de projetá-lo com data show, transcreva a receita no quadro para que os alunos possam analisar todos os elementos presentes.
  • Solicite que seja realizada a leitura individual do texto, estabelecendo o primeiro contato da turma com seu conteúdo.
  • Organize uma Roda de conversa com os alunos, objetivando acionar os conhecimentos que possuem acerca do gênero textual “receita culinária”. Incentive a participação dos alunos lançando algumas questões:
  • Alguém já conhecia essa receita? (Espera-se que a receita seja inédita para a maioria da turma, a fim de despertar o interesse das crianças).
  • Quais leitores se interessam por textos desse gênero? (Espera-se que percebam se tratar de cozinheiros profissionais ou amadores, de diferentes faixas etárias).
  • Onde podemos encontrar esse tipo de texto? (Espera-se que além de sites, citem revistas, livros, blogs e vídeos culinários).
  • Para que serve esse tipo de texto? (Espera-se que afirmem que a finalidade das receitas culinárias é ensinar procedimentos necessários para o preparo de um determinado alimento).
  • O que nos faz acreditar que realmente se trata de uma receita culinária? (Espera-se que citem e localizem no texto os elementos compositores principais desse gênero textual: título (define o tema da receita), ingredientes (listados e quantificados), modo de preparo (descrição detalhada, na sequência em que os procedimentos devem ser executados), ações em forma de ordens e ilustração da comida referenciada).
  • Concomitante ao diálogo proposto acima, transcreva no quadro as características do texto culinário, de acordo com as reflexões e discussões dos alunos. Tais informações serão importantes para consulta na etapa seguinte de revisão textual que realizarão.

Materiais complementares:

Fantasmas e Abóboras de frutas. Disponível em: <https://mdemulher.abril.com.br/receitas/fantasmas-e-aboboras-de-frutas/>. Acesso em: 18 dez 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 32 minutos

Orientações:

  • Organize os alunos em duplas produtivas para que seja iniciada a revisão textual das receitas de comidas apetitosas para bruxas que foram produzidas por eles.
  • Retome com os alunos que a ideia é criar receitas do mundo do faz-de-conta, inventando seu conteúdo, mas mantendo a estrutura característica desse texto culinário (título, lista e medidas dos ingredientes, modo de preparo na ordem de execução, verbos no imperativo e ilustração).
  • DIstribua as folhas com a primeira versão do texto produzido e solicite a cada dupla que releia sua produção e faça uma autoavaliação de acordo com os elementos presentes na ficha “Avaliando nossa receita” (modelo disponível no material complementar), que será entregue aos alunos. Oriente para que sejam o mais crítico possível do seu próprio trabalho, a fim de obter melhoras na qualidade textual.
  • Circule por entre as duplas para auxiliar nesta reflexão, questionando os alunos em relação aos aspectos avaliados (por que julgam ter atendido ou não o critério descrito na ficha?).
  • Proponha às duplas que exponham o que refletiram e sentiram ao longo dessa tarefa de autoavaliação (se julgaram importante, adequado, coerente, necessário...), justificando suas respostas. O objetivo aqui é o de levar os alunos a perceberem que a releitura do texto é aspecto essencial dentro o processo de revisão textual, uma vez que propicia ao leitor o detectar de falhas e incoerências que necessitam ser corrigidas ao longo de uma nova escrita.
  • Entregue a cada dupla uma nova folha sulfite com pauta para que possam iniciar o processo de edição do texto que fará parte do livro de receitas de bruxas da turma. Solicite que reescrevam a receita por eles criada observando na ficha de autoavaliação o que necessita ser acrescentado, omitido ou alterado no texto. Se necessário, auxilie diretamente na organização textual, lançando questões que ajudem-nos a recuperar informações que já possuem acerca desse gênero textual.
  • Oriente os alunos que releiam o texto durante e após a escrita da receita para que possam realizar uma última checagem e garantir a qualidade textual, sendo por fim produzida e colorida a ilustração da comida de bruxa por eles criada.
  • Defina com a turma a ordem que cada receita ocupará no livro, solicitando que coloquem o número da página na margem inferior, à direita. Combine também que deixem explícito quem são os autores do texto, registrando essas informações ao término da receita culinária.
  • Proponha a produção coletiva da capa do livro, de acordo com o planejamento realizado. Relembre a turma que o objetivo é fazer essa coletânea de receitas do faz-de-conta circular por toda a escola e seus lares, sendo lidas e divulgadas entre muitos leitores.

Material complementar: Para impressão da ficha “Avaliando nossa receita”, clique aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Proponha aos alunos que elaborem coletivamente algumas dicas que ajudem as pessoas a escreverem uma receita culinária, seja ela do mundo real ou do faz-de-conta. Essas dicas farão parte do cartaz intitulado “Nossas descobertas” que será confeccionado em cartolina ou papel kraft, podendo conter informações como:

- Toda receita deve ter um título que define o que será preparado.

- Os ingredientes devem estar listados um abaixo do outro.

- Todo ingrediente tem que ser quantificado.

- O modo de preparo, também chamado de modo de fazer, vem depois da lista de ingredientes.

- O modo de preparo deve conter orientações claras e detalhadas dos procedimentos a serem feitos.

- As ações que serão executadas devem ser escritas em forma de ordem.

- A ilustração da receita faz referência ao alimento que está sendo ensinado.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Produção de textos do 3º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 3º ano:

3º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

3º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

3º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF15LP06 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF15LP07 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF15LP08 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano