13899
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Revisão e exercícios de fixação sobre pontuação

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 2º ano do EF sobre Revisão e exercícios de fixação sobre pontuação

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Ingrid Da Silva Ramalho

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é terceira aula de um conjunto de três planos de aula com foco em Análise linguística e semiótica. A finalidade deste conjunto de planos é trabalhar os usos e as finalidades do ponto final, do ponto de exclamação e do ponto de interrogação.

Materiais necessários:

Observação: Indicamos uma versão da Chapeuzinho Vermelho que está disponível na internet visando ampliar o acesso e, assim, o uso deste plano. No entanto, caso tenha disponibilidade, utilize versões impressas, tendo em vista que é uma história bem conhecida e popular (às vezes, até as crianças têm em casa e podem trazer para a aula). Uma versão que poderia ser utilizada é a de Charles Perrault, editada pela Companhia das Letrinhas.

Dificuldades antecipadas: Dificuldade em utilizar os pontos adequados, de acordo com o sentido solicitado, por não saber qual ponto usar (desconhecimento dos sinais de pontuação); confundir os aspectos gráficos dos sinais de pontuação (exclamação e interrogação em particular), utilizando-os de forma trocada, ainda que demonstrem conhecimento do sentido que determinada frase deveria ter.

Referências sobre o assunto: Fonte: “Como usar a pontuação para melhorar a compreensão de um texto”, Fundação Lemann, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=n8HF8jxnBNY. Acesso em: 22 de setembro de 2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: 1. Projete ou leia o tema da aula para a turma.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Para esta aula, é importante que as crianças já tenham compreendido os usos e as funcionalidades do ponto final, do ponto de interrogação e do ponto de exclamação. Inicie a aula com a turma organizada em cinco grupos como forma de ganhar tempo, de modo que as crianças de um mesmo grupo sejam inseridas em pequenos círculos. Opte por colocar em um mesmo grupo estudantes organizados em etapas diferentes de aprendizagem (estudantes que já demonstram certa facilidade com o conteúdo e cometam poucas inadequações e estudantes que ainda apresentam certa dificuldade e trocam sinal frequentemente, por exemplo) para que juntas, as crianças possam trocar conhecimentos.
  • Tenha em mente que a habilidade de usar adequadamente o ponto final, o ponto de interrogação e o ponto de exclamação inclui a identificação dos sinais gráficos, o reconhecimento destes sinais na leitura e suas funcionalidades, o uso destes sinais na produção escrita para garantir legibilidade e provocar os sentidos/efeitos desejados, ponderando estas questões durante toda a aula. Considere que a análise dos efeitos de sentidos provocados na leitura de textos é um momento inicial e fundamental à organização deste saber.
  • Inicie a aula retomando o conhecimento prévio das crianças sobre os sinais que serão trabalhados nesta aula (ponto final, ponto de exclamação e ponto de interrogação). Você pode, por exemplo, pronunciar algumas frases e perguntar qual sinal seria utilizado caso aquela frase estivesse escrita em um papel ou no quadro. Assim, após pronunciar a frase “Qual é a data de hoje?”, você deve perguntar para as crianças qual seria o ponto utilizado se a frase estivesse escrita e pedir uma breve explicação. Solicite também que elas citem, como exemplo, algumas outras frases que levariam o mesmo sinal. Faça isso também para o ponto final e para o ponto de exclamação. Espera-se que as crianças exponham, por exemplo, que o ponto final marca o fim de uma frase; que o ponto de interrogação serve para fazer perguntas e que o ponto de exclamação expressa uma ordem, um desejo ou uma surpresa e que tentem explicar o formato de cada sinal ou mesmo desenhá-los no ar.
  • Projete ou insira no quadro e entregue para as crianças (ver Materiais complementares) um pequeno texto sem a pontuação utilizada nesta aula (ou seja, o texto deverá conter a pontuação que não será trabalhada aqui - vírgulas, travessões etc.). Como exemplo, usaremos um trecho do conto Chapeuzinho Vermelho.
  • Pergunte se a turma conhece a história, se gosta ou não dela etc.
  • Peça para que um integrante de cada grupo dirija-se até uma caixa localizada na mesa do professor e pegue, sem olhar, um dos papéis (ver Materiais complementares) com o nome de um sinal de pontuação (para o exemplo sugerido é necessário que na caixa constem cinco papéis, um escrito ponto de exclamação, outro, ponto de interrogação e três, ponto final. Cada um corresponde à uma ocorrência no texto).
  • Logo após, as crianças deverão levar seus papéis até seus grupos, para que possam, juntas, ler o que está escrito e desenhar no quadrado que sucede o nome do sinal sua representação gráfica. Se o grupo pegar um papel escrito ponto de exclamação, por exemplo, as crianças deverão discutir sobre o formato do ponto e na frente de seu nome, no espaço destinado ? desenharem o sinal !.
  • Após as discussões sobre o formato do sinal e seu desenho no espaço adequado, solicite que cada grupo corte o papel que receberam, separando o nome do sinal do quadrado onde inseriram sua representação gráfica, isto facilitará o momento da inserção do sinal no quadro.
  • Cada grupo terá uma cópia do texto (modelo disponibilizado) para facilitar a leitura, uma vez que algumas crianças podem apresentar dificuldades no acompanhamento da leitura do texto projetado ou inserido no quadro.
  • Com o texto ainda projetado ou inserido no quadro, de modo que todas as crianças consigam visualizá-lo, solicite que os grupos discutam sobre o local do texto que precisa do sinal que eles têm nas mãos (aqui você pode distribuir papéis com cores diferentes para cada grupo, facilitando a identificação de cada um na hora em que forem colocar seus papéis no quadro/projeção). Como os sinais podem aparecer em mais de um local, deixe isso claro para as crianças, de modo que elas compreendam que se outro grupo já colocou o sinal no local que pretendiam, o grupo deve refletir sobre outro local que pode levar o mesmo sinal. Peça que as crianças dirijam-se ao quadro para colocarem o sinal que ficaram responsáveis (aqui você pode pedir para o estudante responsável de cada grupo desenhar no local adequado o sinal ou mesmo colá-lo no quadro com uma fita). Após a inserção, cada grupo deverá junto ler a frase que pontuou para toda a turma. Ressalte a importância de respeitar a entonação adequada no momento da leitura.
  • Após todos os grupos colocarem seus pontos no texto, inicie a análise/discussão da atividade realizada, perguntando para cada grupo (com base na cor do papel) o motivo da escolha em colocar, naquele lugar, o ponto. Você pode fazer isso relendo cada frase, no caso do exemplo sugerido, após a releitura de FINALMENTE, CHAPEUZINHO CHEGOU À CASA DA VOVÓ E BATEU DE LEVE NA PORTA., peça que o grupo responsável pela escolha do ponto final explique os motivos que o levaram a escolher esta resposta. Não interfira ainda, pois, neste momento, o foco é ouvir as argumentações dos grupos. Caso os grupos portadores dos papéis com ponto de exclamação ou ponto de interrogação tenham se manifestado acreditando que suas respostas para o exemplo sugerido eram as corretas, pergunte às crianças os motivos que as levaram a pensar nestas respostas, identifique as dúvidas e tente saná-las.
  • Após todos os grupos terem justificado suas escolhas, peça para que, juntas, as crianças analisem toda a pontuação utilizada no texto e caso concordem com as escolhas da turma, leiam o texto coletivamente. Caso notem que há algum sinal colocado de forma errônea, peça para que as crianças digam qual é o sinal utilizado de forma equivocada e por que. Caso elas não notem o uso equivocado de um sinal, questione as crianças sobre sua colocação e o sentido que aquela frase está expressando, de modo que elas compreendam a inadequação. Você pode fazer perguntas como: Vocês acham que o sinal colocado aqui está correto?, Quando utilizamos esse sinal?, Qual é o sentido que a frase expressa?, Qual é o sinal que corresponde ao sentido da frase?.
  • Realize a atividade de correção com todos os grupos, de modo que, no final desta etapa, as crianças possam visualizar no quadro o texto correto, contendo a pontuação que inseriram.

Materiais complementares: Fonte: “Chapeuzinho Vermelho”, Smart Kids, disponível em: https://www.google.com/url?q=https://www.smartkids.com.br/trabalho/contos-de-fadas-chapeuzinho-vermelho&sa=D&ust=1537634005908000&usg=AFQjCNHp9ZCqkhpTcE3GlJC2MVuOOcidpw. Acesso em: 22 de setembro de 2018.

Papéis para impressão - dinâmica de introdução aqui.

Texto da introdução aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos.

Orientações:

  • Permanecendo com os mesmos grupos, a partir do Jogo dos cinco erros da pontuação, trabalharemos a revisão dos pontos (final, interrogação e exclamação) em um texto escrito. Entretanto, apesar de estar em grupos, cada criança terá sua própria folha (ver Materiais complementares), para registro particular da atividade.
  • Pergunte para as crianças se elas conhecem o Jogo dos sete erros. Caso algum estudante se manifeste, peça que explique aos demais como funciona. Complemente explicando de forma mais detalhada e acrescentando que nesta aula eles participarão do Jogo dos cinco erros de pontuação.
  • Explique que entregará para cada um um texto contendo cinco erros de pontuação e que, após a leitura em grupos, eles deverão corrigir, em suas folhas, os sinais utilizados, marcando com um X os pontos inseridos incorretamente e desenhando no espaço adequado o ponto correto. Também comente com as crianças que nem todos os pontos de interrogação, exclamação e final utilizados no texto estão inseridos de forma equivocada e que o desafio delas é justamente identificar, com o auxílio do grupo, quais sinais estão sendo utilizados de forma correta e quais estão sendo utilizados de forma incorreta, corrigindo-os.
  • Além de entregar o texto a ser trabalhado para cada criança, projete-o ou insira-o também no quadro.
  • Entregue uma folha (modelo disponibilizado) para cada estudante e peça que eles, em grupo, leiam o texto escrito. Depois de cada frase lida, os estudantes deverão discutir com os membros de seu grupo se o sinal que aparece marcado ali está correto ou não. Caso acreditem que o sinal está incorreto, deverão assinalar no texto (marcando um X) onde está o erro e, com outra cor de lápis, escreverem o sinal que acreditam ser o adequado no espaço destinado ?.
  • Note que as crianças podem recontextualizar os sentidos expressos no texto, no caso do trecho MAMÃE, ESTE SUCO É DE LARANJA?, por exemplo, há a possibilidade de os estudantes interpretarem como uma afirmação ou mesmo como uma surpresa, mudando o sentido do texto original. Caso isso ocorra, no momento do fechamento, onde as crianças justificarão suas escolhas, considere o item correto se elas conseguirem relacionar suas explicações com o sinal utilizado, mesmo que o sentido original do texto tenha trazido um outro sinal. O importante é que as crianças tenham compreendido as funcionalidades de cada sinal e justifiquem as suas escolhas de forma coerente, isto é, que aquele sinal, ainda que não seja o utilizado no texto original, caso faça sentido com a argumentação da criança, possa ser considerado no contexto.

Materiais complementares: Fonte: “Colorir desenho pinte conforme a legenda”, Smart Kids, disponível em: https://www.smartkids.com.br/colorir/desenho-pinte-conforme-a-legenda. Acesso em: 22 de setembro de 2018.

Atividade aqui.

Resolução da atividade aqui.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos.

Orientações:

  • Permaneça com o texto com as inadequações inserido/projetado no quadro, de forma que, no final da correção, as crianças visualizem o texto correto, com a revisão que elas mesmas fizeram.
  • Para a correção da atividade, faça uma leitura compartilhada. Assim, inicie lendo o título e a primeira frase até a pontuação a ser analisada. Solicite, então, que algum voluntário do primeiro grupo possa assinalar no texto projetado/inserido no quadro o erro cometido, se houver (marcando o local com um x) e inserindo o sinal correto ao lado, no ? , reproduzindo no quadro/projeção o que fez em sua ficha. Após a ação da criança, pergunte ao grande grupo se todos concordam, fazendo perguntas, como: Todos concordam com o que o grupo disse?, Qual foi o sinal que vocês marcaram aqui?, Como é o desenho deste sinal?, Como seria a frase se colocássemos um ponto de interrogação?, O sentido da frase mudaria?, Qual seria o novo sentido?. Peça, então, para esta criança que foi ao quadro ler a próxima frase, até a pontuação a ser analisada e solicite a um voluntário do segundo grupo que assinale no texto o erro cometido, se houver. Repita esta ação até todo o texto ter sido lido/analisado pelos grupos. Você pode optar também por fazer esta correção aleatoriamente, isto é, sem chamar grupo por grupo na ordem, deixando as crianças se organizarem, no entanto, é preciso equilibrar a participação de todos os grupos, de modo que participem igualmente.
  • No final do momento de correção com os estudantes, o texto corrigido por eles deverá se assemelhar à versão original, exceto se algum grupo tiver recontextualizado o sentido da frase original e justificado suas escolhas de forma coerente.
  • Termine o momento levantando as impressões acerca da atividade, com questionamentos como: O que vocês acharam da atividade?; O que mais gostaram de fazer?; O que não gostaram de fazer?; Alguém sentiu dificuldade em achar os erros?; Alguém teve dúvidas na hora de colocar a pontuação adequada?, entre outros. Comente ainda que os sentidos das frases nem sempre são fixos, como eles mesmos já viram; uma mesma frase, no mesmo texto, pode ter o ponto final, de exclamação e interrogação e ressalte a importância de lermos atentamente os textos para compreendermos os sentidos que ocorrem neles, dentro daquele contexto.
  • Ressalte que na fala as intenções são expressas por meio de uma entonação específica, mas que, no texto escrito, marcamos isso com os usos dos sinais de pontuação, por isso é importante utilizarmos os sinais de pontuação de forma adequada. Aproveite o texto escrito para mostrar também outros sinais, expondo que o ponto final, o ponto de exclamação e o ponto de interrogação são apenas alguns dos sinais de pontuação da língua portuguesa.

Materiais complementares:

Fonte: “Colorir desenho pinte conforme a legenda”, Smart Kids, disponível em: https://www.smartkids.com.br/colorir/desenho-pinte-conforme-a-legenda. Acesso em: 22 de setembro de 2018.

Atividade aqui.

Resolução da atividade aqui.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é terceira aula de um conjunto de três planos de aula com foco em Análise linguística e semiótica. A finalidade deste conjunto de planos é trabalhar os usos e as finalidades do ponto final, do ponto de exclamação e do ponto de interrogação.

Materiais necessários:

Observação: Indicamos uma versão da Chapeuzinho Vermelho que está disponível na internet visando ampliar o acesso e, assim, o uso deste plano. No entanto, caso tenha disponibilidade, utilize versões impressas, tendo em vista que é uma história bem conhecida e popular (às vezes, até as crianças têm em casa e podem trazer para a aula). Uma versão que poderia ser utilizada é a de Charles Perrault, editada pela Companhia das Letrinhas.

Dificuldades antecipadas: Dificuldade em utilizar os pontos adequados, de acordo com o sentido solicitado, por não saber qual ponto usar (desconhecimento dos sinais de pontuação); confundir os aspectos gráficos dos sinais de pontuação (exclamação e interrogação em particular), utilizando-os de forma trocada, ainda que demonstrem conhecimento do sentido que determinada frase deveria ter.

Referências sobre o assunto: Fonte: “Como usar a pontuação para melhorar a compreensão de um texto”, Fundação Lemann, disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=n8HF8jxnBNY. Acesso em: 22 de setembro de 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: 1. Projete ou leia o tema da aula para a turma.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Para esta aula, é importante que as crianças já tenham compreendido os usos e as funcionalidades do ponto final, do ponto de interrogação e do ponto de exclamação. Inicie a aula com a turma organizada em cinco grupos como forma de ganhar tempo, de modo que as crianças de um mesmo grupo sejam inseridas em pequenos círculos. Opte por colocar em um mesmo grupo estudantes organizados em etapas diferentes de aprendizagem (estudantes que já demonstram certa facilidade com o conteúdo e cometam poucas inadequações e estudantes que ainda apresentam certa dificuldade e trocam sinal frequentemente, por exemplo) para que juntas, as crianças possam trocar conhecimentos.
  • Tenha em mente que a habilidade de usar adequadamente o ponto final, o ponto de interrogação e o ponto de exclamação inclui a identificação dos sinais gráficos, o reconhecimento destes sinais na leitura e suas funcionalidades, o uso destes sinais na produção escrita para garantir legibilidade e provocar os sentidos/efeitos desejados, ponderando estas questões durante toda a aula. Considere que a análise dos efeitos de sentidos provocados na leitura de textos é um momento inicial e fundamental à organização deste saber.
  • Inicie a aula retomando o conhecimento prévio das crianças sobre os sinais que serão trabalhados nesta aula (ponto final, ponto de exclamação e ponto de interrogação). Você pode, por exemplo, pronunciar algumas frases e perguntar qual sinal seria utilizado caso aquela frase estivesse escrita em um papel ou no quadro. Assim, após pronunciar a frase “Qual é a data de hoje?”, você deve perguntar para as crianças qual seria o ponto utilizado se a frase estivesse escrita e pedir uma breve explicação. Solicite também que elas citem, como exemplo, algumas outras frases que levariam o mesmo sinal. Faça isso também para o ponto final e para o ponto de exclamação. Espera-se que as crianças exponham, por exemplo, que o ponto final marca o fim de uma frase; que o ponto de interrogação serve para fazer perguntas e que o ponto de exclamação expressa uma ordem, um desejo ou uma surpresa e que tentem explicar o formato de cada sinal ou mesmo desenhá-los no ar.
  • Projete ou insira no quadro e entregue para as crianças (ver Materiais complementares) um pequeno texto sem a pontuação utilizada nesta aula (ou seja, o texto deverá conter a pontuação que não será trabalhada aqui - vírgulas, travessões etc.). Como exemplo, usaremos um trecho do conto Chapeuzinho Vermelho.
  • Pergunte se a turma conhece a história, se gosta ou não dela etc.
  • Peça para que um integrante de cada grupo dirija-se até uma caixa localizada na mesa do professor e pegue, sem olhar, um dos papéis (ver Materiais complementares) com o nome de um sinal de pontuação (para o exemplo sugerido é necessário que na caixa constem cinco papéis, um escrito ponto de exclamação, outro, ponto de interrogação e três, ponto final. Cada um corresponde à uma ocorrência no texto).
  • Logo após, as crianças deverão levar seus papéis até seus grupos, para que possam, juntas, ler o que está escrito e desenhar no quadrado que sucede o nome do sinal sua representação gráfica. Se o grupo pegar um papel escrito ponto de exclamação, por exemplo, as crianças deverão discutir sobre o formato do ponto e na frente de seu nome, no espaço destinado ? desenharem o sinal !.
  • Após as discussões sobre o formato do sinal e seu desenho no espaço adequado, solicite que cada grupo corte o papel que receberam, separando o nome do sinal do quadrado onde inseriram sua representação gráfica, isto facilitará o momento da inserção do sinal no quadro.
  • Cada grupo terá uma cópia do texto (modelo disponibilizado) para facilitar a leitura, uma vez que algumas crianças podem apresentar dificuldades no acompanhamento da leitura do texto projetado ou inserido no quadro.
  • Com o texto ainda projetado ou inserido no quadro, de modo que todas as crianças consigam visualizá-lo, solicite que os grupos discutam sobre o local do texto que precisa do sinal que eles têm nas mãos (aqui você pode distribuir papéis com cores diferentes para cada grupo, facilitando a identificação de cada um na hora em que forem colocar seus papéis no quadro/projeção). Como os sinais podem aparecer em mais de um local, deixe isso claro para as crianças, de modo que elas compreendam que se outro grupo já colocou o sinal no local que pretendiam, o grupo deve refletir sobre outro local que pode levar o mesmo sinal. Peça que as crianças dirijam-se ao quadro para colocarem o sinal que ficaram responsáveis (aqui você pode pedir para o estudante responsável de cada grupo desenhar no local adequado o sinal ou mesmo colá-lo no quadro com uma fita). Após a inserção, cada grupo deverá junto ler a frase que pontuou para toda a turma. Ressalte a importância de respeitar a entonação adequada no momento da leitura.
  • Após todos os grupos colocarem seus pontos no texto, inicie a análise/discussão da atividade realizada, perguntando para cada grupo (com base na cor do papel) o motivo da escolha em colocar, naquele lugar, o ponto. Você pode fazer isso relendo cada frase, no caso do exemplo sugerido, após a releitura de FINALMENTE, CHAPEUZINHO CHEGOU À CASA DA VOVÓ E BATEU DE LEVE NA PORTA., peça que o grupo responsável pela escolha do ponto final explique os motivos que o levaram a escolher esta resposta. Não interfira ainda, pois, neste momento, o foco é ouvir as argumentações dos grupos. Caso os grupos portadores dos papéis com ponto de exclamação ou ponto de interrogação tenham se manifestado acreditando que suas respostas para o exemplo sugerido eram as corretas, pergunte às crianças os motivos que as levaram a pensar nestas respostas, identifique as dúvidas e tente saná-las.
  • Após todos os grupos terem justificado suas escolhas, peça para que, juntas, as crianças analisem toda a pontuação utilizada no texto e caso concordem com as escolhas da turma, leiam o texto coletivamente. Caso notem que há algum sinal colocado de forma errônea, peça para que as crianças digam qual é o sinal utilizado de forma equivocada e por que. Caso elas não notem o uso equivocado de um sinal, questione as crianças sobre sua colocação e o sentido que aquela frase está expressando, de modo que elas compreendam a inadequação. Você pode fazer perguntas como: Vocês acham que o sinal colocado aqui está correto?, Quando utilizamos esse sinal?, Qual é o sentido que a frase expressa?, Qual é o sinal que corresponde ao sentido da frase?.
  • Realize a atividade de correção com todos os grupos, de modo que, no final desta etapa, as crianças possam visualizar no quadro o texto correto, contendo a pontuação que inseriram.

Materiais complementares: Fonte: “Chapeuzinho Vermelho”, Smart Kids, disponível em: https://www.google.com/url?q=https://www.smartkids.com.br/trabalho/contos-de-fadas-chapeuzinho-vermelho&sa=D&ust=1537634005908000&usg=AFQjCNHp9ZCqkhpTcE3GlJC2MVuOOcidpw. Acesso em: 22 de setembro de 2018.

Papéis para impressão - dinâmica de introdução aqui.

Texto da introdução aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos.

Orientações:

  • Permanecendo com os mesmos grupos, a partir do Jogo dos cinco erros da pontuação, trabalharemos a revisão dos pontos (final, interrogação e exclamação) em um texto escrito. Entretanto, apesar de estar em grupos, cada criança terá sua própria folha (ver Materiais complementares), para registro particular da atividade.
  • Pergunte para as crianças se elas conhecem o Jogo dos sete erros. Caso algum estudante se manifeste, peça que explique aos demais como funciona. Complemente explicando de forma mais detalhada e acrescentando que nesta aula eles participarão do Jogo dos cinco erros de pontuação.
  • Explique que entregará para cada um um texto contendo cinco erros de pontuação e que, após a leitura em grupos, eles deverão corrigir, em suas folhas, os sinais utilizados, marcando com um X os pontos inseridos incorretamente e desenhando no espaço adequado o ponto correto. Também comente com as crianças que nem todos os pontos de interrogação, exclamação e final utilizados no texto estão inseridos de forma equivocada e que o desafio delas é justamente identificar, com o auxílio do grupo, quais sinais estão sendo utilizados de forma correta e quais estão sendo utilizados de forma incorreta, corrigindo-os.
  • Além de entregar o texto a ser trabalhado para cada criança, projete-o ou insira-o também no quadro.
  • Entregue uma folha (modelo disponibilizado) para cada estudante e peça que eles, em grupo, leiam o texto escrito. Depois de cada frase lida, os estudantes deverão discutir com os membros de seu grupo se o sinal que aparece marcado ali está correto ou não. Caso acreditem que o sinal está incorreto, deverão assinalar no texto (marcando um X) onde está o erro e, com outra cor de lápis, escreverem o sinal que acreditam ser o adequado no espaço destinado ?.
  • Note que as crianças podem recontextualizar os sentidos expressos no texto, no caso do trecho MAMÃE, ESTE SUCO É DE LARANJA?, por exemplo, há a possibilidade de os estudantes interpretarem como uma afirmação ou mesmo como uma surpresa, mudando o sentido do texto original. Caso isso ocorra, no momento do fechamento, onde as crianças justificarão suas escolhas, considere o item correto se elas conseguirem relacionar suas explicações com o sinal utilizado, mesmo que o sentido original do texto tenha trazido um outro sinal. O importante é que as crianças tenham compreendido as funcionalidades de cada sinal e justifiquem as suas escolhas de forma coerente, isto é, que aquele sinal, ainda que não seja o utilizado no texto original, caso faça sentido com a argumentação da criança, possa ser considerado no contexto.

Materiais complementares: Fonte: “Colorir desenho pinte conforme a legenda”, Smart Kids, disponível em: https://www.smartkids.com.br/colorir/desenho-pinte-conforme-a-legenda. Acesso em: 22 de setembro de 2018.

Atividade aqui.

Resolução da atividade aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos.

Orientações:

  • Permaneça com o texto com as inadequações inserido/projetado no quadro, de forma que, no final da correção, as crianças visualizem o texto correto, com a revisão que elas mesmas fizeram.
  • Para a correção da atividade, faça uma leitura compartilhada. Assim, inicie lendo o título e a primeira frase até a pontuação a ser analisada. Solicite, então, que algum voluntário do primeiro grupo possa assinalar no texto projetado/inserido no quadro o erro cometido, se houver (marcando o local com um x) e inserindo o sinal correto ao lado, no ? , reproduzindo no quadro/projeção o que fez em sua ficha. Após a ação da criança, pergunte ao grande grupo se todos concordam, fazendo perguntas, como: Todos concordam com o que o grupo disse?, Qual foi o sinal que vocês marcaram aqui?, Como é o desenho deste sinal?, Como seria a frase se colocássemos um ponto de interrogação?, O sentido da frase mudaria?, Qual seria o novo sentido?. Peça, então, para esta criança que foi ao quadro ler a próxima frase, até a pontuação a ser analisada e solicite a um voluntário do segundo grupo que assinale no texto o erro cometido, se houver. Repita esta ação até todo o texto ter sido lido/analisado pelos grupos. Você pode optar também por fazer esta correção aleatoriamente, isto é, sem chamar grupo por grupo na ordem, deixando as crianças se organizarem, no entanto, é preciso equilibrar a participação de todos os grupos, de modo que participem igualmente.
  • No final do momento de correção com os estudantes, o texto corrigido por eles deverá se assemelhar à versão original, exceto se algum grupo tiver recontextualizado o sentido da frase original e justificado suas escolhas de forma coerente.
  • Termine o momento levantando as impressões acerca da atividade, com questionamentos como: O que vocês acharam da atividade?; O que mais gostaram de fazer?; O que não gostaram de fazer?; Alguém sentiu dificuldade em achar os erros?; Alguém teve dúvidas na hora de colocar a pontuação adequada?, entre outros. Comente ainda que os sentidos das frases nem sempre são fixos, como eles mesmos já viram; uma mesma frase, no mesmo texto, pode ter o ponto final, de exclamação e interrogação e ressalte a importância de lermos atentamente os textos para compreendermos os sentidos que ocorrem neles, dentro daquele contexto.
  • Ressalte que na fala as intenções são expressas por meio de uma entonação específica, mas que, no texto escrito, marcamos isso com os usos dos sinais de pontuação, por isso é importante utilizarmos os sinais de pontuação de forma adequada. Aproveite o texto escrito para mostrar também outros sinais, expondo que o ponto final, o ponto de exclamação e o ponto de interrogação são apenas alguns dos sinais de pontuação da língua portuguesa.

Materiais complementares:

Fonte: “Colorir desenho pinte conforme a legenda”, Smart Kids, disponível em: https://www.smartkids.com.br/colorir/desenho-pinte-conforme-a-legenda. Acesso em: 22 de setembro de 2018.

Atividade aqui.

Resolução da atividade aqui.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 2º ano :

2º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 2º ano:

2º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano