14854
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Rodada de caretas da despedida

Antes de irem embora, as crianças exploram possibilidades de comunicação por expressões faciais em frente ao espelho.

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Leda Barbosa

O que fazer antes?

Contextos prévios:

É importante que o professor tenha um olhar sensível para os momentos de despedida da escola e início da chegada dos responsáveis, pois eles podem gerar muita ansiedade e sensibilidade nas crianças.

Materiais:

Sala com espelhos, se a escola possuir, ou um espelho médio para cada criança, ou um espelho de corpo inteiro, brinquedos, livros e materiais presentes na sala de atividades.

Espaços:

Organize a sala de atividades em centros de interesse, de modo a permitir que a criança fique livre para brincar e explorar diferentes propostas, brinquedos de encaixe, brincar simbólico de casinha, desenho livre, cantinho de leitura e demais brinquedos presentes na sala do grupo. Considere que um desses centros de interesse será com espelhos, para observação dos desejos e sentimentos por meio de caretas e que você necessitará de espaço para acomodar o grande grupo, ou pequenos grupos, para o caso da utilização do espelho de corpo inteiro, de modo que todos possam explorá-lo.

Tempo sugerido:

Entre 20 minutos e 40 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Qual é o principal sentimento percebido na turma durante o momento de despedida da escola? De que modo o momento lúdico contribui ou não para esse sentimento?

2. Como as crianças demonstram se apropriar de gestos e movimentos de sua cultura no cuidado de si e nas brincadeiras de caretas?

3. Quais estratégias usam para dialogar com outras crianças e com adultos, expressando desejos, necessidades, sentimentos e opiniões em relação ao momento de despedida da escola e ao encontro com seu responsável durante a proposta de interação com espelhos?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Procure acolher e atender às diferentes necessidades das crianças, emocionais e físicas, pois esse momento pode gerar ansiedade, medo e insegurança, e também muito entusiasmo e curiosidade. Ajude-as a reconhecer o ambiente escolar como seguro e acolhedor. Busque alinhar as intervenções com objetivo de ajudá-las crianças a ampliar e a aprofundar suas investigações e descobertas no ambiente escolar.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Na sala de espelhos ou na sala do grupo, planeje a disposição de centros de interesse, de modo a permitir que a criança fique livre para brincar e explorar diferentes propostas, brinquedos de encaixe, brincar simbólico de casinha, desenho livre, cantinho de leitura e demais brinquedos presentes na sala do grupo.Um desses centros será o dos espelhos e das propostas de elaboração de caretas com o rosto e expressões corporais. Desse modo, o grande grupo poderá se organizar como preferir dentro desses centros, dando leveza e descontração ao momento delicado de transição entre a escola e a casa de cada um de uma forma mais tranquila e prazerosa.


2

No primeiro momento, permita que as crianças fiquem livres para fazer o reconhecimento dos centros de interesses dispostos e do ambiente de modo geral.

Depois desse pequeno momento livre, convide o grande grupo para sentar em roda com você, informando que as crianças farão uma conversa sobre como foi o nosso dia na escola. De maneira sucinta, repasse com as crianças as principais atividades e as brincadeiras, sempre na perspectiva de enfatizar os momentos prazerosos do dia. Por fim, conte a elas que esse é o momento de despedida da escola e que logo, logo os responsáveis por elas chegarão e todos irão para casa. Conte quais foram seus momentos preferidos, como você está se sentindo diante do fim do dia e seu sentimento ao saber que irá para sua casa. Acolha e dê espaço às crianças que se manifestaram neste momento com falas e expressões sobre o dia e a despedida da escola. Chame atenção delas para o espelho e convide o grande grupo para explorar esse centro de interesse.

Possíveis falas do professor nesse momento: Na roda de conversa com o grande grupo: Eu gostei muito das nossas brincadeiras, fiquei até cansada do tanto que brinquei. Estou muito feliz porque daqui a pouco vou para minha casa descansar e em saber que amanhã voltarei para brincar mais.


3

Durante a exploração dos espelhos deixe que as crianças se organizem como preferirem, em duplas, em pequenos grupos ou individualmente. Brinque junto elas, buscando introduzir as caretas como forma de comunicação corporal. Atenção para não tornar esse momento lúdico artificial demais. A brincadeira com as caretas tem que ser algo espontâneo. Cuidado para não estereotipar, com comentários que busquem guiar as caretas, por exemplo: essa careta é triste, essa é feliz, essa demonstra cansaço e assim por diante. Lance proposta de brincadeiras com desafios, buscando entreter todas as crianças e manter a diversão e a descontração no momento da despedida, na pretensão de finalizar o dia na escola com muita alegria.

Possíveis falas do professor nesse momento: Diante da interação com o espelho: Nossa quando eu vi o parque eu fiquei assim (fazendo uma careta de frente para o espelho). E você? como está agora? Hahahahahahaha, muito boa essa careta será que eu consigo fazer também?

Possíveis ações da criança neste momento: Investigar, experimentar, explorar o espelho seu próprio rosto, seu próprio corpo e movimentos durante as caretas.


4

Diante da exploração dos espelhos, garanta espaço para que as crianças se expressem livremente, com o rosto e com o corpo, e para que mostrarem a todos a forma como se sentem. Participe, observe e fotografe essas caretas. É provável que parte do grupo esteja envolvido em outras brincadeiras dispostas nos cantos, atente-se também para as demandas dessas crianças. Ao perceber que algumas já finalizaram suas interações com algum dos centros de interesse, convide-as para explorar as demais propostas. Caso a criança já tenha terminado suas brincadeiras, pergunte se ela quer ajudar os colegas quando os responsáveis chegarem. Informe que ela pode pegar os pertences da criança ou ajudá-las a calçar os sapatos, por exemplo.


Para finalizar:

Conforme os familiares vão chegando, sugira que a criança mostre a eles uma expressão de como se sente ao se despedir e ir embora da escola para voltar no dia seguinte. Fique atento aos bebês cujas famílias costumam chegar mais tarde, para que não fiquem ansiosos neste momento. De acordo com seus conhecimentos sobre eles, proponha brincadeiras que atendam aos interesses deles e cuide para que possam se divertir até a hora de efetivamente se despedirem da escola.

Desdobramentos

Repita essa atividade oferecendo imagens de crianças com características físicas diversas e com diferentes expressões, para complementar e ampliar as possibilidade de brincadeiras e caretas da turma. Fotografe as crianças e construa um mural intitulado Como estou me sentindo? E preencha-o com imagens de caretas. Sempre no momento de despedida, convide as crianças para se dirigir ao mural e permita que brinquem com seus sentimentos e expressões.

Engajando as famílias

Converse com as famílias sobre como a criança ficou na escola, seu humor, sua interação com os colegas dela e com você. Informe sobre o mural com as fotos das caretas e faça o convite para que visitem-no junto com os pequenos e conversem sobre as caretas e os sentimentos expressados por eles.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) :

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EF01 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02CG01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano