15684
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 4º ano > Oralidade

Plano de aula - Características linguísticas da produção de um vídeo para os canais de youtubers

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 4º ano do EF sobre Características linguísticas da produção de um vídeo para os canais de youtubers

Plano 10 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Márcia Regina Pereira

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a décima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero verbete (resumo) e no campo de atuação Estudo e práticas de pesquisa/ Todos os campos. A aula faz parte do módulo de Oralidade.

Materiais necessários: Computador, projetor, acesso à internet, atividades impressas, flip-chart, canetas.

Informações sobre o gênero: O conhecimento científico foi por muito tempo restrito a poucos, a organização da enciclopédia (e seus verbetes) foi uma das primeiras tentativas de compilação de conhecimentos de diversas áreas, de uma forma simples e breve, com o intuito de divulgação para o público leigo. O verbete é, portanto, um gênero específico da esfera de divulgação científica. Verbetes são encontrados principalmente em enciclopédias, dicionários comuns da língua ou em específicos de determinadas áreas do conhecimento, sendo utilizados quando não se consegue fazer inferências sobre o significado de uma expressão ou de uma palavra a partir do seu contexto ou para se obter dados mais específicos a respeito de algum vocábulo. É considerado o 1º hipertexto do qual se tem notícia: sua leitura pode seguir muitos caminhos e o uso de remissões a outras palavras tem a função de “linkagem”, recurso muito comum hoje na internet. Para dialogar com o gênero será importante se familiarizar também com outros textos de divulgação científica, como as reportagens científicas, que nessa sequência serão fonte de informações para a produção de verbetes.

Dificuldades antecipadas: O trabalho sistemático com os gêneros orais ainda está em construção nas escolas brasileiras. As práticas orais escolares costumam ser o seminário ou debate, performances difíceis de serem executadas por alunos mais tímidos. Tendo isso em vista, esse plano tem uma proposta de realizar uma “performance” menos formal e mais conectada com a linguagem descontraída de vídeos do youtube. Mesmo assim, ainda é possível que certos alunos não queiram realizar a filmagem, se esse for o caso, convide-os a participar exercendo diferentes funções na produção do vídeo: ilustradores, narradores, pesquisadores, roteiristas etc.

Referências sobre o assunto: CAVALCANTE, M. C. B. MELO,C.T.V. Gêneros orais na escola. In: Diversidade textual : os gêneros na sala de aula / organizado por Carmi Ferraz Santos, Márcia Mendonça, Marianne C.B. Cavalcanti — Belo Horizonte : Autêntica , 2007. p. 89 - 102. Disponível em: http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/11.pdf

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 min.

Orientações: Leia o título da aula para os alunos.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Apresente o vídeo: “Como será que a Lua muda?” (duração 2:27) . O objetivo é mostrar aos alunos uma maneira diferente de apresentar informações científicas para diferentes públicos. Nas aulas anteriores, os alunos entraram em contato com o verbete de enciclopédia e com textos originados de pesquisas científicas. Nessa aula a proposta é explorar a modalidade oral do gênero textos de divulgação científica.
  • Após assistirem, pergunte aos alunos o que eles acreditam ser necessário para a produção de um vídeo desse tipo. Provavelmente respondam que é preciso selecionar um tema interessante, pesquisar, estudar o conceito, reescrever adequando-o à linguagem oral e ao gênero selecionado.

Comentário: Durante essa sequência de 3 aulas os alunos entrarão em contato com alguns vídeos que veiculam informações científicas. É interessante, em cada um dos vídeos, salientar: quem são as pessoas responsáveis pela elaboração do conteúdo? Verifique que muitas vezes os responsáveis são pesquisadores de renome que elaboram o conteúdo e trabalham em parceria com uma equipe que é responsável por pensar nos recursos da animação, design, etc... Observe também que pode haver, nos vídeos, o apoio de agências do governo, que trabalham para o fomento da divulgação científica. Desse modo, os alunos poderão desenvolver um olhar mais crítico a respeito de quem elabora os conteúdos, que propriedade essas pessoas têm para abordar este ou aquele determinado tema, ou se seu objetivo é mais comercial ou de promoção da própria imagem, etc...

Materiais complementares: Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=MMlVC7a4MyU. Acesso em 8/11/2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Mostre-lhes o vídeo do biólogo Vinícius Ferreira, apresentando as características de uma aranha caranguejeira (duração 7:00).
  • Após assistirem, pergunte-lhes como ele fez para apresentar as características da aranha caranguejeira (Onde ele está? Fala de maneira formal ou informal? Apresenta informações científicas ou opiniões?). Ouça as observações.
  • Pergunte sobre os recursos digitais de edição (inserção de imagens de abertura e áudio de fundo).
  • Distribua-lhes uma atividade impressa cujo conteúdo guiará as observações sobre as características de dois vídeos.
  • No próximo slide, oriente o preenchimento da 1ª coluna da tabela.

Materiais complementares:

Atividade para impressão, clique aqui.

Vídeo “Papo de Biólogo: Aranha Caranguejeira”, youtube, 2017. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=GJqnIyTU2-s. Acesso em 10/11/2018. Clique a

qui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Proponha-lhes que realizem essa atividade em duplas. Organize-as de acordo com os níveis de conhecimento dos alunos. Garanta que aqueles que apresentam dificuldade para registrar sejam agrupados com quem possa auxiliá-los. Entretanto, cada um deve fazer o seu registro.
  • Apresente-lhes a tabela, lendo cada linha, e verificando se há dúvidas sobre o preenchimento. Informe que eles devem preencher apenas a 1ª coluna, tendo em vista o vídeo que acabaram de assistir.
  • Como os alunos não costumam vivenciar o estudo da linguagem oral, talvez apresentem dificuldade para reconhecer cada um desses aspectos na apresentação do biólogo. Estipule o tempo para o preenchimento da 1ª coluna e caso seja necessário, volte ao vídeo para evidenciar alguns aspectos.
  • Socialize as respostas:
  • Tema: assunto do vídeo (o programa “papo de biólogo” traz nesse vídeo informações sobre a aranha caranguejeira);
  • Conteúdos apresentados (informações sobre a aranha caranguejeira como: habitat, características físicas, efeitos que causa nas pessoas);
  • Objetivo do apresentador (mostrar ao seu público informações e curiosidades sobre a aranha caranguejeira, desmistificando alguns fatos sobre o contato dessa aranha com os humanos);
  • Maneira como expõe as informações e os recursos que utiliza (o biólogo informa e descreve as características da aranha no habitat natural dela, há uma vinheta do programa no início do vídeo, efeitos sonoros e música com tambores ao fundo da fala do apresentador);
  • Marcas linguísticas (uso de linguagem informal e com marcas conversacionais como por exemplo “cara”, “epa!”, ”ela deixa você no chinelo”, mas com uso de vocabulário específico em outros momentos);
  • Marcas corporais e ambiente (o biólogo anda pela floresta, manuseia a aranha e mostra estar seguro com um contato tão próximo com a aranha, colocando ela inclusive sobre seu rosto).

5. A socialização vai proporcionar maior autonomia para o preenchimento da 2ª coluna da tabela.

Materiais complementares: Atividade para impressão, clique aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Em seguida, apresente-lhes o segundo vídeo que se trata do resultado de uma pesquisa coordenada pela bioquímica Adriana Lopes, do Instituto Butantan, em São Paulo. Duração de 4:45.
  • Introduza o vídeo informando-lhes que o assunto continua sendo as aranhas, mas que o estilo dos vídeos é diferente. Este informa os resultados de uma pesquisa mais específica sobre o processo digestivo da aranha gigante, realizada por uma equipe de cientistas especialistas em aracnídeos.
  • Saliente a participação da coordenadora da pesquisa, que é focalizada pela câmera, explicando quais foram as hipóteses iniciais da pesquisa e qual foi a conclusão surpreendente e inesperada comprovada ao longo do estudo. Nesse slide aparece uma caixa mostrando ao interlocutor a relevância da fala de Adriana Lopes: Professora do Instituto Butantan; Bioquímica.
  • Explique-lhes que o vídeo é dividido em três momentos, sinalizados aos interlocutores por pequenas legendas na tela:
  • A primeira mostra o nome popular da aranha e o científico: Aranha-gigante - Nephilingis Cruentata
  • A segunda evidencia o papel das teias em todo o processo de caça: Fiandeiras - produção de tipos de seda.
  • A terceira apresenta a sequência onde a haverá a injeção de veneno: Queliceres- injeção de veneno e manipulação de alimentos.

Materiais complementares: Disponível em: https://www.youtube.com/watch?time_continue=3&v=MhQrJ-z14gY. Acesso em 11/11/2018. Clique

aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Chame atenção para as estratégias de diálogo que o vídeo utiliza para se comunicar com seus interlocutores. Há a presença da voz de um narrador, mas não o vemos. Tudo o que verbaliza é validado com a filmagem dos movimentos da aranha no processo de caça à presa, de sua degustação desde o momento quando o líquido, fluido digestivo, é jogado sobre sua caça. Outro interessante recurso utilizado para ressaltar informações no vídeo, foi o acréscimo de tarjas com a síntese escrita do texto que estava sendo oralizado.
  • Após breve discussão oriente para o preenchimento da 2ª coluna da tabela.
  • Socialize as respostas:
  • Tema: assunto do vídeo (o vídeo “pesquisa fapesp” traz informações sobre as aranhas gigantes);
  • Conteúdos apresentados (informações sobre as aranhas gigantes como características físicas e comportamentais);
  • Objetivo do apresentador (informar sobre a aranha, contando características e curiosidades descobertas na pesquisa);
  • Maneira como expõe as informações e os recursos que utiliza (há um narrador do vídeo que informa sobre a aranha, ao mesmo tempo que vemos imagens e ouvimos uma música divertida ao fundo. Também há uma breve vinheta do programa no início do vídeo. Há também a edição de partes de uma entrevista com a pesquisadora em um ambiente externo, como se estivesse no ambiente natural da aranha. Há ainda quadros com pequenos textos ressaltando informações apresentadas pelo narrador);
  • Marcas linguísticas (uso de linguagem mais formal e com uso de vocabulário específico, mas com apelo ao público com expressões como por exemplo “fique tranquilo!”);
  • Marcas corporais e ambiente (a pesquisadora aparece sentada em um ambiente externo enquanto fala sobre marcos de sua pesquisa, não apresenta movimentos corporais, mas a câmera muda ora focando mais seu rosto, ora filmando com um plano mais aberto).

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Finalize a aula retomando com os alunos o aspectos gerais presentes nos dois vídeos.
  • Para isso, distribua o impresso de outra tabela para que anotem as conclusões. Esse material irá guiá-los quando forem produzir um vídeo sobre um determinado animal com o objetivo de apresentá-lo a um público específico.
  • Cuide para que as conclusões sejam genéricas, relevantes e compreensíveis para eles.
  • Enquanto os alunos fazem suas anotações na ficha, você pode ir anotando o que dizem em uma tabela maior, projetada com auxílio de um computador ou em um flip chart, com o objetivo de que essas informações fiquem em um mural e que sejam retomadas sempre que forem necessárias.

Materiais complementares:

Atividades impressas, uma para cada aluno; projetor, computador com programa word ou um fli-chart e canetas ou quadro.

Impresso para atividade. Clique aqui.

Resolução da atividade. Clique aqui.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a décima aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero verbete (resumo) e no campo de atuação Estudo e práticas de pesquisa/ Todos os campos. A aula faz parte do módulo de Oralidade.

Materiais necessários: Computador, projetor, acesso à internet, atividades impressas, flip-chart, canetas.

Informações sobre o gênero: O conhecimento científico foi por muito tempo restrito a poucos, a organização da enciclopédia (e seus verbetes) foi uma das primeiras tentativas de compilação de conhecimentos de diversas áreas, de uma forma simples e breve, com o intuito de divulgação para o público leigo. O verbete é, portanto, um gênero específico da esfera de divulgação científica. Verbetes são encontrados principalmente em enciclopédias, dicionários comuns da língua ou em específicos de determinadas áreas do conhecimento, sendo utilizados quando não se consegue fazer inferências sobre o significado de uma expressão ou de uma palavra a partir do seu contexto ou para se obter dados mais específicos a respeito de algum vocábulo. É considerado o 1º hipertexto do qual se tem notícia: sua leitura pode seguir muitos caminhos e o uso de remissões a outras palavras tem a função de “linkagem”, recurso muito comum hoje na internet. Para dialogar com o gênero será importante se familiarizar também com outros textos de divulgação científica, como as reportagens científicas, que nessa sequência serão fonte de informações para a produção de verbetes.

Dificuldades antecipadas: O trabalho sistemático com os gêneros orais ainda está em construção nas escolas brasileiras. As práticas orais escolares costumam ser o seminário ou debate, performances difíceis de serem executadas por alunos mais tímidos. Tendo isso em vista, esse plano tem uma proposta de realizar uma “performance” menos formal e mais conectada com a linguagem descontraída de vídeos do youtube. Mesmo assim, ainda é possível que certos alunos não queiram realizar a filmagem, se esse for o caso, convide-os a participar exercendo diferentes funções na produção do vídeo: ilustradores, narradores, pesquisadores, roteiristas etc.

Referências sobre o assunto: CAVALCANTE, M. C. B. MELO,C.T.V. Gêneros orais na escola. In: Diversidade textual : os gêneros na sala de aula / organizado por Carmi Ferraz Santos, Márcia Mendonça, Marianne C.B. Cavalcanti — Belo Horizonte : Autêntica , 2007. p. 89 - 102. Disponível em: http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/11.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 min.

Orientações: Leia o título da aula para os alunos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Apresente o vídeo: “Como será que a Lua muda?” (duração 2:27) . O objetivo é mostrar aos alunos uma maneira diferente de apresentar informações científicas para diferentes públicos. Nas aulas anteriores, os alunos entraram em contato com o verbete de enciclopédia e com textos originados de pesquisas científicas. Nessa aula a proposta é explorar a modalidade oral do gênero textos de divulgação científica.
  • Após assistirem, pergunte aos alunos o que eles acreditam ser necessário para a produção de um vídeo desse tipo. Provavelmente respondam que é preciso selecionar um tema interessante, pesquisar, estudar o conceito, reescrever adequando-o à linguagem oral e ao gênero selecionado.

Comentário: Durante essa sequência de 3 aulas os alunos entrarão em contato com alguns vídeos que veiculam informações científicas. É interessante, em cada um dos vídeos, salientar: quem são as pessoas responsáveis pela elaboração do conteúdo? Verifique que muitas vezes os responsáveis são pesquisadores de renome que elaboram o conteúdo e trabalham em parceria com uma equipe que é responsável por pensar nos recursos da animação, design, etc... Observe também que pode haver, nos vídeos, o apoio de agências do governo, que trabalham para o fomento da divulgação científica. Desse modo, os alunos poderão desenvolver um olhar mais crítico a respeito de quem elabora os conteúdos, que propriedade essas pessoas têm para abordar este ou aquele determinado tema, ou se seu objetivo é mais comercial ou de promoção da própria imagem, etc...

Materiais complementares: Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=MMlVC7a4MyU. Acesso em 8/11/2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Mostre-lhes o vídeo do biólogo Vinícius Ferreira, apresentando as características de uma aranha caranguejeira (duração 7:00).
  • Após assistirem, pergunte-lhes como ele fez para apresentar as características da aranha caranguejeira (Onde ele está? Fala de maneira formal ou informal? Apresenta informações científicas ou opiniões?). Ouça as observações.
  • Pergunte sobre os recursos digitais de edição (inserção de imagens de abertura e áudio de fundo).
  • Distribua-lhes uma atividade impressa cujo conteúdo guiará as observações sobre as características de dois vídeos.
  • No próximo slide, oriente o preenchimento da 1ª coluna da tabela.

Materiais complementares:

Atividade para impressão, clique aqui.

Vídeo “Papo de Biólogo: Aranha Caranguejeira”, youtube, 2017. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=GJqnIyTU2-s. Acesso em 10/11/2018. Clique a

qui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Proponha-lhes que realizem essa atividade em duplas. Organize-as de acordo com os níveis de conhecimento dos alunos. Garanta que aqueles que apresentam dificuldade para registrar sejam agrupados com quem possa auxiliá-los. Entretanto, cada um deve fazer o seu registro.
  • Apresente-lhes a tabela, lendo cada linha, e verificando se há dúvidas sobre o preenchimento. Informe que eles devem preencher apenas a 1ª coluna, tendo em vista o vídeo que acabaram de assistir.
  • Como os alunos não costumam vivenciar o estudo da linguagem oral, talvez apresentem dificuldade para reconhecer cada um desses aspectos na apresentação do biólogo. Estipule o tempo para o preenchimento da 1ª coluna e caso seja necessário, volte ao vídeo para evidenciar alguns aspectos.
  • Socialize as respostas:
  • Tema: assunto do vídeo (o programa “papo de biólogo” traz nesse vídeo informações sobre a aranha caranguejeira);
  • Conteúdos apresentados (informações sobre a aranha caranguejeira como: habitat, características físicas, efeitos que causa nas pessoas);
  • Objetivo do apresentador (mostrar ao seu público informações e curiosidades sobre a aranha caranguejeira, desmistificando alguns fatos sobre o contato dessa aranha com os humanos);
  • Maneira como expõe as informações e os recursos que utiliza (o biólogo informa e descreve as características da aranha no habitat natural dela, há uma vinheta do programa no início do vídeo, efeitos sonoros e música com tambores ao fundo da fala do apresentador);
  • Marcas linguísticas (uso de linguagem informal e com marcas conversacionais como por exemplo “cara”, “epa!”, ”ela deixa você no chinelo”, mas com uso de vocabulário específico em outros momentos);
  • Marcas corporais e ambiente (o biólogo anda pela floresta, manuseia a aranha e mostra estar seguro com um contato tão próximo com a aranha, colocando ela inclusive sobre seu rosto).

5. A socialização vai proporcionar maior autonomia para o preenchimento da 2ª coluna da tabela.

Materiais complementares: Atividade para impressão, clique aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Em seguida, apresente-lhes o segundo vídeo que se trata do resultado de uma pesquisa coordenada pela bioquímica Adriana Lopes, do Instituto Butantan, em São Paulo. Duração de 4:45.
  • Introduza o vídeo informando-lhes que o assunto continua sendo as aranhas, mas que o estilo dos vídeos é diferente. Este informa os resultados de uma pesquisa mais específica sobre o processo digestivo da aranha gigante, realizada por uma equipe de cientistas especialistas em aracnídeos.
  • Saliente a participação da coordenadora da pesquisa, que é focalizada pela câmera, explicando quais foram as hipóteses iniciais da pesquisa e qual foi a conclusão surpreendente e inesperada comprovada ao longo do estudo. Nesse slide aparece uma caixa mostrando ao interlocutor a relevância da fala de Adriana Lopes: Professora do Instituto Butantan; Bioquímica.
  • Explique-lhes que o vídeo é dividido em três momentos, sinalizados aos interlocutores por pequenas legendas na tela:
  • A primeira mostra o nome popular da aranha e o científico: Aranha-gigante - Nephilingis Cruentata
  • A segunda evidencia o papel das teias em todo o processo de caça: Fiandeiras - produção de tipos de seda.
  • A terceira apresenta a sequência onde a haverá a injeção de veneno: Queliceres- injeção de veneno e manipulação de alimentos.

Materiais complementares: Disponível em: https://www.youtube.com/watch?time_continue=3&v=MhQrJ-z14gY. Acesso em 11/11/2018. Clique

aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Chame atenção para as estratégias de diálogo que o vídeo utiliza para se comunicar com seus interlocutores. Há a presença da voz de um narrador, mas não o vemos. Tudo o que verbaliza é validado com a filmagem dos movimentos da aranha no processo de caça à presa, de sua degustação desde o momento quando o líquido, fluido digestivo, é jogado sobre sua caça. Outro interessante recurso utilizado para ressaltar informações no vídeo, foi o acréscimo de tarjas com a síntese escrita do texto que estava sendo oralizado.
  • Após breve discussão oriente para o preenchimento da 2ª coluna da tabela.
  • Socialize as respostas:
  • Tema: assunto do vídeo (o vídeo “pesquisa fapesp” traz informações sobre as aranhas gigantes);
  • Conteúdos apresentados (informações sobre as aranhas gigantes como características físicas e comportamentais);
  • Objetivo do apresentador (informar sobre a aranha, contando características e curiosidades descobertas na pesquisa);
  • Maneira como expõe as informações e os recursos que utiliza (há um narrador do vídeo que informa sobre a aranha, ao mesmo tempo que vemos imagens e ouvimos uma música divertida ao fundo. Também há uma breve vinheta do programa no início do vídeo. Há também a edição de partes de uma entrevista com a pesquisadora em um ambiente externo, como se estivesse no ambiente natural da aranha. Há ainda quadros com pequenos textos ressaltando informações apresentadas pelo narrador);
  • Marcas linguísticas (uso de linguagem mais formal e com uso de vocabulário específico, mas com apelo ao público com expressões como por exemplo “fique tranquilo!”);
  • Marcas corporais e ambiente (a pesquisadora aparece sentada em um ambiente externo enquanto fala sobre marcos de sua pesquisa, não apresenta movimentos corporais, mas a câmera muda ora focando mais seu rosto, ora filmando com um plano mais aberto).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Finalize a aula retomando com os alunos o aspectos gerais presentes nos dois vídeos.
  • Para isso, distribua o impresso de outra tabela para que anotem as conclusões. Esse material irá guiá-los quando forem produzir um vídeo sobre um determinado animal com o objetivo de apresentá-lo a um público específico.
  • Cuide para que as conclusões sejam genéricas, relevantes e compreensíveis para eles.
  • Enquanto os alunos fazem suas anotações na ficha, você pode ir anotando o que dizem em uma tabela maior, projetada com auxílio de um computador ou em um flip chart, com o objetivo de que essas informações fiquem em um mural e que sejam retomadas sempre que forem necessárias.

Materiais complementares:

Atividades impressas, uma para cada aluno; projetor, computador com programa word ou um fli-chart e canetas ou quadro.

Impresso para atividade. Clique aqui.

Resolução da atividade. Clique aqui.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 4º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 4º ano:

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF35LP10 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF15LP09 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF15LP13 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano