15111
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Pré Escola - Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Atividade - Definindo o conto de fadas da peça teatral

Nesta atividade, proponha a elaboração de uma peça com base em uma história conhecida e faça uma votação para escolhê-la.

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Maria de Lourdes Carvalho Pereira

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Esta sequência de atividades apresenta como proposta a construção de uma peça teatral, a partir da escolha de um conto de fadas preferido pelas crianças. Para tal, é importante que você tenha uma prática diária de leitura de histórias e tenha formado um repertório com o seu grupo de crianças, para que elas escolham um conto entre os que já conhecem. Ler para os pequenos requer uma preparação: você precisa ter domínio do texto para garantir uma leitura envolvente, com entonações adequadas, que encantam-nos e convidam-nos a brincar com os personagens. Portanto, é fundamental que você conheça bem a história. Selecione previamente imagens sobre teatro, organizando um painel para apresentar à turma na roda de conversa. Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Nossa peça teatral: Definindo o conto de fadas

Nossa peça teatral: Descrevendo personagens e cenários

Nossa peça teatral: cenário, figurino e sonoplastia

Nossa peça teatral: O roteiro e falas das personagens

Nossa peça teatral: Ensaiar, convidar, apresentar

Materiais:

Imagens sobre teatro:Recortes de revistas ou gravuras impressas da internet contendo encenações, cenários, personagens e figurinos, palcos e platéias. É interessante incluir nessas imagens fotos de peças teatrais realizadas na escola às quais as crianças tenham assistido.

Cinco opções de livros de contos de fadas conhecidos pelo seu grupo.

Canetinhas, tiras de sulfite ou outro retalho de papel, para ser usado no momento de votação. Cartolinas, ou papel craft para cartazes, pincéis atômicos. Caixas com fantasias, tecidos e acessórios para brincadeiras espontâneas.

Espaços:

A atividade ocorrerá na própria sala do grupo, ou em outros espaços disponíveis, como: a biblioteca escolar ou um auditório, se houver. Conforme as possibilidades, disponha fantasias, acessórios, e até mesmo partes de cenários de peças que já foram produzidas anteriormente na escola, para tornar o momento de contextualização sobre o tema ainda mais inspirador e atraente para a turma. Organize fantasias e acessórios em cabides ou varais, de forma esteticamente agradável e acessível às crianças. Os cenários, podem estar dispostos sobre uma mesa ou um tapete, para que as crianças escolham-nos e organizem-nos conforme suas próprias preferências.

Tempo sugerido:

Aproximadamente uma hora e 20 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Durante o primeiro momento de exploração das fantasias, cenários e acessórios pela turma, como acontece o brincar de teatro e a interação das crianças? Que enredos surgem nesta brincadeira?

2. Que estratégias as crianças fazem uso para o registro de seu voto para a escolha do conto de fadas? Como são expressas suas hipóteses de escrita nesse momento?

3. Durante a leitura do conto, que reações e expressões são manifestas pelo grupo de crianças? E como se organizam para criar o roteiro de produção da peça de teatro a partir dessa história?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança.

A proposta de montagem de uma peça de teatro mexe com o imaginário infantil. Assim, naturalmente a criança é atraída pelo brincar de faz-de-conta e por criar, com objetos concretos (cenários, fantasias), um mundo próprio para explorar sua imaginação. Desse modo, esta proposta favorece envolvimento e participação de toda a turma, tanto na brincadeira como na intenção de se montar uma peça de teatro, sendo essenciais combinados e decisões coletivas durante todo o processo. Caso uma ou mais crianças prefiram ficar observando e sejam menos ativas na hora de falar ou escrever, proponha que atuem em duplas, tendo o cuidado de promover parcerias em que uma criança mais participante seja colaboradora de outra que necessite de apoio.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Tendo o espaço previamente organizado, organize as crianças no grande grupo para conhecer os materiais com os quais vão brincar. Ao observarem fantasias, acessórios e partes de cenários, elas provavelmente irão dizer que podem brincar de faz-de-conta ou de teatro. Dialogue com elas sobre quais histórias podem ser contadas com eles e proponha que brinquem e criem suas próprias histórias como preferirem. Nesse momento, pequenos recontos de histórias que já conhecem podem surgir, instigue-as na construção desses pequenos enredos para as brincadeiras, em pequenos grupos, conforme as crianças, de forma espontânea, vão explorando e interagindo com os materiais e com os colegas.

Quando estiver faltando alguns minutos para terminar o tempo de brincar, todos serão avisados para que possam organizar os materiais e retomar a roda inicial para conversar sobre a proposta. Garanta que, no final desta atividade, a turma poderá brincar de teatro outra vez.


2

Retomando o grande grupo, interaja com a turma sobre a brincadeira de teatro, comente que você percebeu que as crianças se divertiram criando personagens e histórias e favoreça que, durante os diálogos, elas tragam elementos do teatro, como os personagens da história, algumas falas, o lugar em que estavam, utilizando, inclusive o corpo e suas expressões para comunicar ideias. Convide-as para observar o painel que você organizou na sala com as imagens sobre teatro (encenações, personagens, cenários e figurinos). Durante a observação do painel, problematize com a turma a respeito das gravuras, sobre o que os pequenos veem nas imagens e nos cenários, o que pensam sobre eles, se já estiveram em um ambiente de teatro e como foi essa experiência; o que viram e sentiram enquanto assistiam a uma apresentação teatral.


3

Em uma roda, no grande grupo, peça para que as crianças compartilhem um pouco mais sobre as vivências que tiveram no teatro, com suas famílias e algumas que tiveram na própria escola. Comente que seria muito bom aprender como se faz uma peça teatral. Após manifestações, dialoguem sobre como se constrói uma apresentação, como se definem os personagens, suas falas, suas roupas, cenários etc. Conduza a conversa de maneira envolvente, para encantar as crianças e motivá-las na construção da peça teatral. Faça com que eles se motivem a apresentá-la posteriormente para as outras turmas da escola.


4

Após a conversa sobre teatro,problematize a respeito de qual será a peça que o grupo quer produzir, qual história gostariam de encenar, e proponha a escolha de uma para se tornar o enredo da turma. Disponha sobre uma mesa cinco livros de contos de fadas selecionados por você dentre os que as crianças já conhecem e gostam, para que possam escolher o que mais lhes agrada. Interaja com a turma sobre cada história, apresentando os títulos para que as crianças antecipem os acontecimentos,comentem-nos e recontem algum momento marcante do qual se lembram.


5

Feita a conversa investigativa sobre cada título, proponha uma votação individual para eleger o conto de fadas que será o enredo da peça. Distribua tiras de papel sulfite para cada criança escrever, de forma espontânea, o título do conto que mais gosta.

O momento de escrita envolve reflexões pessoais e interações com as hipóteses dos colegas, no entanto, as crianças buscam recursos adicionais, como a opinião do professor, para confirmar suas hipóteses. Apoie sempre que alguém solicitar, utilizando diferentes estratégias como, por exemplo, observar como um colega escreveu, lembrar palavras conhecidas que possuam as mesmas letras, buscar suportes na sala, ler para a criança o que já escreveu até o momento. Os livros também são um caminho de pesquisa, portanto, devem estar sempre acessíveis para os pequenos usarem, caso queiram, como opção de consulta para escrever o título que desejam.

Logo que tiverem escrito, combine com a turma, que cada uma das crianças irá ler seu próprio voto e colocá-lo sobre o livro do conto de fadas. Após todos terminarem a leitura, faça junto com a turma a contagem dos votos de cada conto, comparando os resultados para a definição daquele que será o enredo da peça teatral que irão montar. Pode acontecer um empate, nesse caso, é possível fazer uma rodada de argumentos sobre por que as crianças escolheram aquela história e combinar com o grupo, se assim desejarem, fazer uma nova votação entre os dois livros empatados.

Caso a proposta de escrita espontânea não seja aplicável à sua turma neste momento, uma variação seria convidar as crianças para escrever seu próprio nome nas tiras de papel e colocarem-nas sobre o livro de preferência.


6

Feita a escolha, convide o grande grupo para conhecer bem a história, para que todos possam criar uma peça teatral a partir dela.Leia o conto para as crianças, com destaque para a entonação e a expressão durante a leitura, dando ênfase aos cenários e aos personagens,demonstrando bem suas características, emoções, gentileza, maldade, alegria, entre outros. Após a leitura, explore bem as imagens, chamando atenção para o que as ilustrações nos contam sobre o ambiente da história.

Possíveis falas do professor neste momento: Crianças, vamos olhar o que está acontecendo nesta imagem. Pelos desenhos que estão aqui, conseguimos saber o que o personagem vai fazer? Alguém gostaria de contar para os colegas algo importante sobre este desenho que nos ajudaria a entender a história?


7

Convide o grupo para pensar com você no que será preciso organizar para produzir uma peça de teatro. Acolha as ideias apresentadas e, atuando como escriba, planeje com as crianças um roteiro de produção do teatro. A partir da história que o grupo escolheu, instigue-as a pensar em algumas ações, propondo questionamentos, se necessário: já definimos o conto para nosso teatro, mas como essa história vai virar peça de teatro, o que precisamos fazer para ter uma peça bem legal para apresentarmos às outras turmas da escola? Compartilhe com a turma que o roteiro estará fixado no painel da sala, para que todos possam acompanhar e conferir as ações de montagem e de organização dos personagens e cenários.


Para finalizar: Convide as crianças para se organizarem em pequenos grupos e brincarem um pouco mais de teatro com as fantasias, tecidos e acessórios. Se não houver tempo disponível, proponha que organizem os materiais e que guardem em caixas o que for necessário para brincar em outro momento, inclusive durante as próximas atividades desta sequência.

Desdobramentos

Você pode propor que as crianças façam desenhos do conto de fadas que foi selecionado como enredo para o teatro, inserindo-os no painel das fotos e imagens de teatro, junto com o roteiro que elaboraram.

Engajando as famílias

Organize, em parceria com as crianças, um bilhete para compartilhar com as famílias

que nas atividades desse dia elas puderam conhecer mais sobre teatro e que irão montar uma peça teatral para apresentarem na escola. Para isso, escolheram um conto de fadas para se tornar o enredo. Proponha que as crianças recontem em casa a história escolhida. Como suporte, envie uma cópia da capa do livro ou uma ilustração bem significativa, para apoiá-las no momento do reconto.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses) :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF04 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF08 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF09 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano