13906
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Conhecendo novos contos de fadas

POR: Cibele Diogo Kimura 27/11/2018
Código: LPO2_02SQA03

2º ano / Língua Portuguesa / Sequência de Atividades

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF15LP02) Estabelecer expectativas em relação ao texto que vai ler (pressuposições antecipadoras dos sentidos, da forma e da função social do texto), apoiando-se em seus conhecimentos prévios sobre as condições de produção e recepção desse texto, o gênero, o suporte e o universo temático, bem como sobre saliências textuais, recursos gráficos, imagens, dados da própria obra (índice, prefácio etc.), confirmando antecipações e inferências realizadas antes e durante a leitura de textos, checando a adequação das hipóteses realizadas.

(EF15LP03) Localizar informações explícitas em textos.

(EF02LP26) Ler e compreender, com certa autonomia, textos literários, de gêneros variados, desenvolvendo o gosto pela leitura.

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 2º ano do EF sobre Conhecendo novos contos de fadas

 

Sobre este plano select-down

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a 3ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Contos de Fadas e no campo de atuação Artístico-literário. A aula faz parte do módulo de Leitura / escuta (compartilhada e autônoma)

Materiais necessários: livro de um conto de fadas contemporâneo ainda não apresentado para turma, folha de atividade para leitura com autonomia.

Informações sobre o gênero: Contos de fadas é um gênero textual formado por narrativas simples. Segundo Nelly Novaes, são narrativas que, há milênios, surgiram anonimamente e passaram a circular entre os povos da Antiguidade, transformando-se consideravelmente com o passar do tempo. Atualmente, versões adaptados dos contos de fadas são vinculadas a literatura infantil, tendo como uma das funções apresentar um esboço compreensível da sociedade e das várias relações intersociais com uma linguagem leve e simplificada. Uma das suas principais característica é seu inicio com o famoso “Era uma vez” ou outra frase curta que demonstra um tempo indeterminado, possui também um enredo ficcional, que normalmente apresenta seus personagens e os aspectos mágicos do conto, em seguida traz um conflito que recorrerá com momentos de tensão, deixando explícita a relação do bem e do mal e por fim o desfecho que revela a solução para o conflito.

Dificuldades antecipadas:

  • Dificuldade em inferir possíveis hipóteses sobre os contos que não conhecem.
  • Dificuldade em realizar a leitura com certa autonomia.
  • Dificuldade em compreender as informações por meio da leitura realizada.

Referências sobre o assunto:

REGO,L.L.B.Literatura Infantil: uma nova perspectiva da alfabetização São Paulo:FTD,1988.

SOLÉ.; I.;Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artmed, 1998.

KAUFMAN.;A.M.; RODRIGUEZ.;M.E. Escola, leitura e produção de textos.Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

CUNHA,R. Deu a louca na narrativa infantil? Revista Ciência, Cultura.; jan/mar,vol.59,nº1,p.59-60. 2007.

LEAL.;T.F.; BRANDÃO.;A.C.P.; É Possível ensinar a produzir textos!Os objetivos didáticos e a questão da progressão escolar no ensino da escrita.In:Produção de textos na escola:reflexões e práticas no ensino fundamental.(org) LEAL.;T.F.BRANDÃO.;C.P. Belo Horizonte: Autêntica,2007.

BETTELHEIM, B. A psicanálise dos contos de fada. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

COELHO, Nelly Novaes. O conto de fadas: Símbolo, mitos e arquétipos. São Paulo: Difusão Cultural do Livro, 2003. ______. Literatura infantil. São Paulo: Moderna, 2000

Título da aula select-down

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Apresente a proposta da aula para os alunos. Diga que na aula de hoje vamos conhecer novos contos com diferentes versões dos contos tradicionais.

Introdução select-down

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações:

  • Relembre com as crianças alguns contos de fadas bem conhecidos. Caso as crianças não se recordem, selecione uma versão do conto de fadas para ler para elas, preferencialmente o conto de fadas da Cinderela, assim os alunos poderão fazer inferências no decorrer da atividade. Esse cuidado permitirá que possam compreender a releitura contemporânea e apreciar os efeitos de humor.
  • Questione a turma se eles conhecem alguma releitura dessa obra.
  • Pergunte o que há de diferente nessas versões.
  • Será que podemos imaginar, que nessas novas versões, acontecerão os mesmos episódios do conto de fadas que já conhecemos?
  • Apresente a imagem acima do livro “Os oito pares de sapatos de Cinderela”* escrita por José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, publicado pela Companhia das Letrinhas.
  • Diga aos alunos que esse livro traz uma versão um pouco diferente da que conhecemos do conto de fadas da Cinderela.
  • Relembre com as crianças a versão tradicional desse conto de fadas.
  • Converse sobre o que a imagem e o título trazem de dicas para levantar algumas hipóteses do que pode ser apresentado nessa nova versão. A estratégia é antecipar o conteúdo do livro a partir da observação de elementos paratextuais, como título da obra ou dos capítulos, capa, ilustração, sumário, informações presentes na quarta capa etc.
  • Qual o título do livro?
  • Será que esse título – Os oito pares de sapatos de Cinderela – dá uma pista sobre o que vamos encontrar na história?
  • Observe a ilustração da capa. Há oito pares de sapato desenhados? (Na verdade, a imagem reproduz oito tipos diferentes de sapatos, mas apenas um pé de cada par. Verifique se as crianças notam isso.)
  • O que esses pares de sapato sugerem a respeito da história que vamos ler? Será que vai ser parecido com o conto de fadas da Cinderela? Que tipo de baile será esse em que se vai calçado com sapatos com molas ou rodinha?

* Caso não seja possível a leitura desse livro, o professor deve antecipadamente fazer a escolha de um outro conto de fadas com uma versão contemporânea que seja possível trazer alguma relação com o conto tradicional.

Sugere-se os livros dos autores José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, no qual os mesmos trazem em suas obras diferentes versões de alguns contos de fadas tradicionalmente conhecidos. Nessas versões os autores procuram estimular a imaginação das crianças, trazendo diferentes pontos de vistas e consequentemente diferentes desfechos para histórias, sendo que em muitos momentos serão os pequenos que irão escolher a versão que mais agrada, fazendo de um único livro, diferentes finais.

Outras sugestões de títulos: Branca de Neve e as sete versões, O Patinho feio que não era patinho nem feio, Os 33 porquinhos, As Belas Adormecidas (e alguma acordadas), Joões e Marias e João e os pés de Feijão, todos títulos escritos por José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, publicado pela Companhia das Letrinhas.

Desenvolvimento select-down

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Com as crianças sentadas em círculo, apresente o livro “Os oito pares de sapatos de Cinderela”.
  • Apresente o título para as crianças e passe na roda para que os alunos possam observar a imagem da capa.
  • Faça uma roda de conversa procurando instigar as expectativas das crianças para a leitura, buscando inferir sentido de possíveis acontecimentos, personagens, enredos e final esperado.
  • Leia para as crianças o texto da quarta capa. Que pistas ele dá sobre o conto que vamos ler?
  • A partir do que acabamos de ler, é possível afirmar que vai ter baile nesse livro?
  • E fada madrinha? Tem fada madrinha nesse livro?

Aqui já há uma diferença: parece que vão aparecer muitas fadas e cada uma vai dar um sapato diferente para Cinderela. Será que as crianças conseguem considerar essas dicas?

  • Quais personagens possivelmente encontraremos ao ler a história?
  • Será que já podemos prever que haverá elementos mágicos nessa história?
  • E qual o final que podemos esperar?
  • Escreva no quadro as hipóteses levantadas pelos alunos.
  • Após permitir a manifestação dos alunos, realize a leitura do conto de fadas contemporâneo “Os oito pares de sapatos de Cinderela” .

Fechamento select-down

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Após realização da leitura, retome as anotações do quadro com as hipóteses previamente levantadas por eles e verifique juntos aos alunos o que foi possível confirmar com a realização da leitura,checando a adequação das hipóteses realizadas. O objetivo desse momento da aula é confirmar as hipóteses levantadas durante e após a leitura do conto, trazendo as hipóteses prévias discutidas com os alunos e constatando com o que realmente se confirmou após a leitura realizada.
  • Em seguida, entregue uma folha contendo a seguinte comanda:

“As situações abaixo, são hipóteses levantadas pelas crianças do 1º ano antes de conhecer a história que acabamos de ler. Agora que vocês também já conhecem a história, circule as ideias que se confirmam.”

Esta folha, deve apresentar situações de hipóteses reais e outras equivocadas com relação ao conto de fadas lido. Clique aqui para ver um exemplo dessa folha de impressão e sua resolução. Esse modelo de atividade está relacionada a leitura do livro “Os oito pares de sapatos de Cinderela” escrita por José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta. Será necessário mudar as frases, caso seja outro livro escolhido para leitura.

  • Peça que as crianças façam a leitura das frases e circule as que são verdadeiras ao conto de fadas que acabaram de conhecer. A proposta é que nesse momento as crianças façam a leitura com autonomia e compreendam o que foi lido, identificando as informações referentes ao conto.
  • Em seguida, faça coletivamente a leitura das frases e compare com as marcações feitas pelas crianças.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a 3ª aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Contos de Fadas e no campo de atuação Artístico-literário. A aula faz parte do módulo de Leitura / escuta (compartilhada e autônoma)

Materiais necessários: livro de um conto de fadas contemporâneo ainda não apresentado para turma, folha de atividade para leitura com autonomia.

Informações sobre o gênero: Contos de fadas é um gênero textual formado por narrativas simples. Segundo Nelly Novaes, são narrativas que, há milênios, surgiram anonimamente e passaram a circular entre os povos da Antiguidade, transformando-se consideravelmente com o passar do tempo. Atualmente, versões adaptados dos contos de fadas são vinculadas a literatura infantil, tendo como uma das funções apresentar um esboço compreensível da sociedade e das várias relações intersociais com uma linguagem leve e simplificada. Uma das suas principais característica é seu inicio com o famoso “Era uma vez” ou outra frase curta que demonstra um tempo indeterminado, possui também um enredo ficcional, que normalmente apresenta seus personagens e os aspectos mágicos do conto, em seguida traz um conflito que recorrerá com momentos de tensão, deixando explícita a relação do bem e do mal e por fim o desfecho que revela a solução para o conflito.

Dificuldades antecipadas:

  • Dificuldade em inferir possíveis hipóteses sobre os contos que não conhecem.
  • Dificuldade em realizar a leitura com certa autonomia.
  • Dificuldade em compreender as informações por meio da leitura realizada.

Referências sobre o assunto:

REGO,L.L.B.Literatura Infantil: uma nova perspectiva da alfabetização São Paulo:FTD,1988.

SOLÉ.; I.;Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artmed, 1998.

KAUFMAN.;A.M.; RODRIGUEZ.;M.E. Escola, leitura e produção de textos.Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

CUNHA,R. Deu a louca na narrativa infantil? Revista Ciência, Cultura.; jan/mar,vol.59,nº1,p.59-60. 2007.

LEAL.;T.F.; BRANDÃO.;A.C.P.; É Possível ensinar a produzir textos!Os objetivos didáticos e a questão da progressão escolar no ensino da escrita.In:Produção de textos na escola:reflexões e práticas no ensino fundamental.(org) LEAL.;T.F.BRANDÃO.;C.P. Belo Horizonte: Autêntica,2007.

BETTELHEIM, B. A psicanálise dos contos de fada. São Paulo: Paz e Terra, 2010.

COELHO, Nelly Novaes. O conto de fadas: Símbolo, mitos e arquétipos. São Paulo: Difusão Cultural do Livro, 2003. ______. Literatura infantil. São Paulo: Moderna, 2000

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Apresente a proposta da aula para os alunos. Diga que na aula de hoje vamos conhecer novos contos com diferentes versões dos contos tradicionais.

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações:

  • Relembre com as crianças alguns contos de fadas bem conhecidos. Caso as crianças não se recordem, selecione uma versão do conto de fadas para ler para elas, preferencialmente o conto de fadas da Cinderela, assim os alunos poderão fazer inferências no decorrer da atividade. Esse cuidado permitirá que possam compreender a releitura contemporânea e apreciar os efeitos de humor.
  • Questione a turma se eles conhecem alguma releitura dessa obra.
  • Pergunte o que há de diferente nessas versões.
  • Será que podemos imaginar, que nessas novas versões, acontecerão os mesmos episódios do conto de fadas que já conhecemos?
  • Apresente a imagem acima do livro “Os oito pares de sapatos de Cinderela”* escrita por José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, publicado pela Companhia das Letrinhas.
  • Diga aos alunos que esse livro traz uma versão um pouco diferente da que conhecemos do conto de fadas da Cinderela.
  • Relembre com as crianças a versão tradicional desse conto de fadas.
  • Converse sobre o que a imagem e o título trazem de dicas para levantar algumas hipóteses do que pode ser apresentado nessa nova versão. A estratégia é antecipar o conteúdo do livro a partir da observação de elementos paratextuais, como título da obra ou dos capítulos, capa, ilustração, sumário, informações presentes na quarta capa etc.
  • Qual o título do livro?
  • Será que esse título – Os oito pares de sapatos de Cinderela – dá uma pista sobre o que vamos encontrar na história?
  • Observe a ilustração da capa. Há oito pares de sapato desenhados? (Na verdade, a imagem reproduz oito tipos diferentes de sapatos, mas apenas um pé de cada par. Verifique se as crianças notam isso.)
  • O que esses pares de sapato sugerem a respeito da história que vamos ler? Será que vai ser parecido com o conto de fadas da Cinderela? Que tipo de baile será esse em que se vai calçado com sapatos com molas ou rodinha?

* Caso não seja possível a leitura desse livro, o professor deve antecipadamente fazer a escolha de um outro conto de fadas com uma versão contemporânea que seja possível trazer alguma relação com o conto tradicional.

Sugere-se os livros dos autores José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, no qual os mesmos trazem em suas obras diferentes versões de alguns contos de fadas tradicionalmente conhecidos. Nessas versões os autores procuram estimular a imaginação das crianças, trazendo diferentes pontos de vistas e consequentemente diferentes desfechos para histórias, sendo que em muitos momentos serão os pequenos que irão escolher a versão que mais agrada, fazendo de um único livro, diferentes finais.

Outras sugestões de títulos: Branca de Neve e as sete versões, O Patinho feio que não era patinho nem feio, Os 33 porquinhos, As Belas Adormecidas (e alguma acordadas), Joões e Marias e João e os pés de Feijão, todos títulos escritos por José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta, publicado pela Companhia das Letrinhas.

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações:

  • Com as crianças sentadas em círculo, apresente o livro “Os oito pares de sapatos de Cinderela”.
  • Apresente o título para as crianças e passe na roda para que os alunos possam observar a imagem da capa.
  • Faça uma roda de conversa procurando instigar as expectativas das crianças para a leitura, buscando inferir sentido de possíveis acontecimentos, personagens, enredos e final esperado.
  • Leia para as crianças o texto da quarta capa. Que pistas ele dá sobre o conto que vamos ler?
  • A partir do que acabamos de ler, é possível afirmar que vai ter baile nesse livro?
  • E fada madrinha? Tem fada madrinha nesse livro?

Aqui já há uma diferença: parece que vão aparecer muitas fadas e cada uma vai dar um sapato diferente para Cinderela. Será que as crianças conseguem considerar essas dicas?

  • Quais personagens possivelmente encontraremos ao ler a história?
  • Será que já podemos prever que haverá elementos mágicos nessa história?
  • E qual o final que podemos esperar?
  • Escreva no quadro as hipóteses levantadas pelos alunos.
  • Após permitir a manifestação dos alunos, realize a leitura do conto de fadas contemporâneo “Os oito pares de sapatos de Cinderela” .

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Após realização da leitura, retome as anotações do quadro com as hipóteses previamente levantadas por eles e verifique juntos aos alunos o que foi possível confirmar com a realização da leitura,checando a adequação das hipóteses realizadas. O objetivo desse momento da aula é confirmar as hipóteses levantadas durante e após a leitura do conto, trazendo as hipóteses prévias discutidas com os alunos e constatando com o que realmente se confirmou após a leitura realizada.
  • Em seguida, entregue uma folha contendo a seguinte comanda:

“As situações abaixo, são hipóteses levantadas pelas crianças do 1º ano antes de conhecer a história que acabamos de ler. Agora que vocês também já conhecem a história, circule as ideias que se confirmam.”

Esta folha, deve apresentar situações de hipóteses reais e outras equivocadas com relação ao conto de fadas lido. Clique aqui para ver um exemplo dessa folha de impressão e sua resolução. Esse modelo de atividade está relacionada a leitura do livro “Os oito pares de sapatos de Cinderela” escrita por José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta. Será necessário mudar as frases, caso seja outro livro escolhido para leitura.

  • Peça que as crianças façam a leitura das frases e circule as que são verdadeiras ao conto de fadas que acabaram de conhecer. A proposta é que nesse momento as crianças façam a leitura com autonomia e compreendam o que foi lido, identificando as informações referentes ao conto.
  • Em seguida, faça coletivamente a leitura das frases e compare com as marcações feitas pelas crianças.

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Cibele Kimura
Mentor: Anie Paruta
Especialista: Tânia Rios
Título da aula: Conhecendo novos contos de fadas
Finalidade da aula: Descrever expectativas em relação à leitura, buscando inferir sentido de possíveis acontecimentos, personagens, final esperado, por meio de conhecimentos prévios sobre o tema e confirmar as hipóteses levantadas durante e após a leitura do conto.
Ano: 2º ano do Ensino Fundamental
Gênero: Contos de fadas
Objeto(s) do conhecimento: Estratégia de leitura / Compreensão em leitura / Formação do leitor literário.
Prática de linguagem: Leitura/escuta (compartilhada e autônoma)
Habilidade(s) da BNCC: EF15LP02, EF02LP26, EF15LP03
Esta é a aula de uma sequência de 15 planos de aula. Recomendamos o uso desse plano em sequência.  

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

1º ano / Língua Portuguesa / Atividade de Sistematização

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes