15573
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Creche - Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Atividade - Jogo de memória com desenhos autorais

Nesta atividade, cada criança irá elaborar um par de cartas com um desenho próprio para compor um jogo de memória

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Adamari Rodolfo Depetris

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para esta proposta as crianças precisam estar familiarizadas com o processo de desenho livre com diferentes suportes e riscantes, sendo essa uma atividade de seu cotidiano. Também devem estar familiarizadas com o jogo da memória, conhecendo suas características e regras básicas. Peça ajuda de um outro professor que esteja disponível para que seja possível o desenvolvimento da proposta em pequenos grupos.

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Desenho com lápis grafite

Desenho e natureza

O desenho e o corpo

Jogo de memória com desenhos autorais

Desenhando com arame

Materiais:

Jogo de memória disponível na escola, com o qual as crianças estejam familiarizadas, ou trazido pelo professor. Pedaços de papel como cartão ou cartolina (precisa ter a espessura mais grossa para não ficar transparente o desenho, de modo que não fique visível do outro lado do papel) cortados em quadrados iguais, do mesmo tamanho e cor (os papéis precisam estar disponibilizados em quantidades maiores do que apenas o par por criança, pois elas podem ter que utilizar vários até chegar a versão final do desenho). Lápis grafite ou caneta hidrográfica de ponta grossa preta. Materiais para cantos de atividades como faz de conta (bonecas, carrinhos, utensílios de cozinha, mamadeiras, dentre outros), leitura e jogos. Folhas no tamanho A3, A4, papel kraft e/ou outros modelos de papéis e tamanhos que tiver disponível, lápis grafite e caneta hidrográfica ponta grossa. Material para observação e registro: câmera, caneta, papel. Material para plastificar: durex ou papel contact. Papel cartão e caneta permanente para lista com os nomes das crianças.

Espaços:

A atividade se iniciará com todo o grupo em roda de conversa na própria sala, depois, para a divisão da proposta em pequenos grupos, esses poderão se deslocar para outro espaço disponível na escola ou ficar na própria sala em um espaço da mesma reservado para isso, dependendo da disponibilidade de espaços e de outro profissional para ficar com as outras crianças na sala brincando nas propostas de cantos de atividades.

Tempo sugerido:

Aproximadamente uma hora.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como as crianças descrevem o jogo da memória e o processo que terão que realizar para construir sua própria versão da brincadeira?

2.De que maneira elas escolhem os materiais que utilizarão para desenhar e definem que marcas deixarão no papel, demonstrando que possuem segurança e confiança para fazer o seu desenho?

3. De que forma elas demonstram conhecer as características dos seus desenhos e dos colegas, reconhecendo-os no momento do jogo?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Incentive todos a participar da proposta, respeitando o interesse de cada um. Respeite as escolhas das crianças e suas idéias, além de auxiliá-las, caso necessário, para que os desenhos fiquem o mais parecido possível. Perceba todas as formas de comunicação que elas possam usar para expressar vontades e opiniões.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Com o grande grupo sentado em roda na sala, conte que a atividade da qual irão participar é a confecção de um jogo da memória com os seus próprios desenhos autorais e informe que depois irão jogá-lo com os colegas. Aproveite para relembrar os jogos da memória com o quais eles já brincaram e conhecem, quais imagens tinham, se lembram como se joga, as regras, como é o material dele. Leve para a roda um jogo de memória conhecido das crianças, com o qual elas já estão familiarizadas, para que possam visualizar, manipular e relembrar as suas características e regras, para a conversa ter ainda mais sentido.


2

Ainda na roda, mostre os papéis recortados em tamanhos iguais e convide-as a expor como acham que o jogo será confeccionado por elas. Espere até que cheguem à conclusão de que elas farão um desenho, uma marca, então estimule-as a pensar na quantidade de desenhos que farão, se podem ser iguais ou diferentes, de acordo com as regras do jogo que já conhecem.

Possíveis falas do professor neste momento: Estão vendo esses papéis aqui? Quais são as características deles? Como vocês acham que o jogo será confeccionado? Quantos papéis cada um pode pegar para desenhar e fazer sua marca? Os desenhos podem ser diferentes?


3

Convide-as então para elaborar alguns cantos de atividades na sala, como de jogos, leitura, faz de conta, para que, em pequenos grupos, você possa chamá-los para fazer a sua parte do jogo. Se tiver algum professor disponível, peça que lhe auxilie participando ativamente do momento de cantos com as crianças enquanto você faz a atividade com as demais.


4

Sugira que eles mesmos escolham seus pares para os pequenos grupos, se atentando para que os grupos sejam formados visando a diversidade, com crianças que se dedicam a desenhar com atenção aos detalhes com outras que em geral dedicam menos tempo à atividade, considerando a evolução do traçado delas, assim, é possível que elas aprendam umas com as outras ao vivenciar as experiências com os colegas. Então leve-as até um local previamente preparado, que pode ser um espaço na própria sala ou outro ambiente da escola com mesa e cadeiras. Coloque os papéis, o lápis grafite e a caneta hidrográfica de ponta grossa preta para que eles escolham com qual material farão os desenhos. Relembre-as de que os desenhos nos dois papéis precisam estar iguais.


5

No momento do desenho, fique por perto das crianças conversando sobre o que vão desenhar, o porquê da escolha dos materiais, as ideias que tiveram, oferecendo novos materiais, se necessário, auxiliando-as e lembrando-as de que os dois desenhos precisam ficar parecidos. Pode ser que elas utilizem muitos papéis até chegar à versão final, então, esteja sempre por perto para oferecer outros pedaços quando for necessário ou deixando os materiais livres na mesa, para que elas possam escolhê-los à vontade. É provável que um desenho não fique exatamente igual ao outro, mas o importante é que ele possua os mesmos traços, marcas e as mesmas idéias, e que se diferencie dos demais, para ser possível encontrar o par certo no momento do jogo. Caso alguma criança não queira participar, incentive-a mostrando os desenhos dos colegas, pedindo para que os amigos a convidem, respeitando sua vontade, mas estimulando seu interesse pela proposta.


6

Repita o momento do desenho com todos os grupos. Guarde separadamente as partes do jogo, de acordo com a confecção dos grupos, para que eles possam jogar o que foi feito por eles. Depois de finalizados, chame novamente a turma nos mesmos pequenos grupos para jogar o jogo confeccionado por eles. Perceba a reação das crianças ao confeccionar o próprio jogo, ao ver sua marca, o seu desenho nele, ao reconhecer o desenho do amigo.

<inicio-h1>

Para finalizar:

Cuide para que todos os grupos joguem o jogo confeccionado por eles. Instrua-os e os auxilie, se necessário. Avise-os antecipadamente, cerca de cinco minutos antes, que irá começar a guardar os materiais e o jogo. Depois guarde-o para ser jogado novamente em outros momentos.

Desdobramentos

Os jogos confeccionado pelas crianças podem fazer parte do acervo de jogos da sala ou da escola, sendo usados em partes ou com todos os desenhos outras vezes, em outros momentos, como nos cantos de atividades com jogos. Para que os jogos durem mais, plastifique-o com durex ou papel contact. Também podem ser usados nos momentos de integração com as demais turmas da escola, garantindo que todos apreciem as criações das crianças e que elas possam se sentir autoras do jogo e ensiná-lo aos demais. É possível ainda reproduzir os jogos em preto e branco para que, ao final do ano ou do semestre, cada criança leve para casa uma cópia do jogo criado por ela e por seus colegas.

Engajando as famílias

O jogo confeccionado pelas crianças pode ser levado para casa, para elas jogarem com a família. Sugira isso em roda de conversa com a turma, então envie para casa o mesmo. Pode ser enviado o jogo todo ou, se preferir, conforme as características da sua turma e o tempo hábil disponível para que todas possam levar, o jogo dividido pelos grupos, para que possa ser enviado para mais de uma criança no dia, se atentando para que o jogo enviado tenha os desenhos autorais da criança. Converse com elas que cada dia uma levará o jogo e, que ao final, todos terão levado e jogado com a família. Para facilitar esse entendimento, crie com elas um cartaz com os nomes escritos em ordem alfabética para que, a cada vez que uma levar o jogo, elas possam registrar no cartaz e acompanhar os empréstimos até que chegue a sua própria vez. Para ficar democrático, faça um sorteio com os nomes que faltam, para ver quem levará o jogo no dia. Oriente as famílias que quiserem que registrem esse momento com fotos para expor no mural, incentivando as outras que levarão o jogo depois e compartilhando os registros para apreciação das crianças.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) :

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EF01 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EO02 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EF09 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano