14057
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 7º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Elementos constitutivos, paralinguísticos e cinésicos de uma videoaula

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do EF sobre Elementos constitutivos, paralinguísticos e cinésicos de uma videoaula

Plano 06 de 14 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Juliana Ormastroni De Carvalho Santos

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero infográfico estático e animado e no campo de atuação das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Projetor/datashow ou laboratório de informática com acesso à internet para acessar as videoaulas “Como fazer um infográfico [tutorial completo]”, disponível no link https://www.youtube.com/watch?v=F9N_vrLd240. Câmera filmadora ou celular.

Informações sobre o gênero: O Infográfico é um gênero que integra modalidades semióticas. Ele pode ser constituído por textos, quadros, legendas, mapas, números, ícones, ilustrações, fotografias, fundos e tabelas. É preciso esclarecer aos alunos que o gênero infográfico representa uma mistura, de forma dinâmica, do texto verbal com o não verbal, originando um universo visualmente chamativo. Explique aos seus alunos sobre as esferas em que esse gênero circula, principalmente no campo das práticas de estudo e pesquisa, com o objetivo de transmitir informações amplas e precisas e promover a compreensão de processos, experiências e fatos científicos. Não esqueça de mostrar-lhes que existem tanto o infográfico estático quanto o infográfico em movimento/animado (em vídeos), além do infográfico interativo, que demanda uma ação do leitor para acessar, digitalmente, as informações e explicações.

Para saber mais sobre os elementos constitutivos dos gêneros do discurso relacionados ao universo digital, recomendamos a leitura da obra “Hipermodernidade, multiletramentos e gêneros discursivos”, de Roxane Rojo e Jaqueline P. Barbosa.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem apresentar falta de atenção em elementos importantes para a compreensão da videoaula, tais como a abertura, a introdução, o desenrolar do vídeo e seu fechamento. É preciso que ele compreenda que esses elementos não estão dispostos de forma aleatória e esse entendimento contribuirá para quando for fazer sua produção.

Referências sobre o assunto:

DIONISIO, A. P. Gêneros Textuais e Multimodalidade. In: KARWOSKI, A. M; GAYDECZKA, B. ; BRITO, K. S. (Org.). Gêneros textuais: reflexões e ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2011, p.137-152.

MANFRÉ, Priscila; SAITO, Cláudia L. Nascimento. Para um estudo do gênero textual infográfico. In: CELLI – COLÓQUIO DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS E LITERÁRIOS. 3, 2007, Maringá. Anais... Maringá, 2009, p. 1955-1964. Disponível em: http://www.ple.uem.br/3celli_anais/trabalhos/estudos_linguisticos/pfd_linguisticos/085.pdf. Acesso em 05 ago 2018.

MUSSIO, Simone Cristina. Transformações contemporâneas: as ressignificações do conceito videoaula tendo em vista a alteração do mídium. In.: VI Colóquio da ALED Brasil. Trabalhos completos.São Carlos, 2014. Ed. 2, v. 1, n. 2, s/n. Disponível em: http://www.revistaaledbr.ufscar.br/index.php/revistaaledbr/article/viewFile/59/54.Acesso em 05 ago 2018.

OLIVEIRA, Alexandre; SRADLER, Pâmela de Carvalho. Videoaulas: uma forma de contextualizar a teoria na prática. In: 20o CIAED–Congresso Internacional ABED de Educação a distância. 2014, Curitiba. Anais... Curitiba, 2014, p. 1-8. Disponível em: http://www.abed.org.br/hotsite/20-ciaed/pt/anais/pdf/352.pdf . Acesso em: 05 ago 2018.

PACHECO, Mariana do Carmo. Gênero textual infográfico. Brasil Escola. Disponível em . Acesso em: 25 nov. 2018.

PAIVA, F. A. O gênero textual infográfico: leitura de um gênero textual multimodal por alunos da 1ª série do ensino médio. Revista L@el em (Dis-)curso. Volume 3, 2011, p. 87-101. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/revlael/article/view/1905. Acesso em: 12 ago 2018.

ROJO, R. BARBOSA, J. P. Hipermodernidade, multiletramentos e gêneros discursivos. 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2015. p. 85-114.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações:

  • Apresente o tema da aula aos alunos e solicite que respondam a pergunta do slide. Conduza a discussão de modo a levantar o conhecimento prévio dos alunos sobre os dois gêneros mencionados e, ao compará-los, percebam a similaridade de ambos ao atuarem no campo de práticas de estudo e pesquisa.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Ao desenvolver essa aula, supõe-se que o aluno já tenha entrado em contato com o gênero do discurso infográfico. Retome com eles as possíveis relações entre a videoaula e o infográfico, como o objetivo voltado ao campo de atuação de práticas de estudo e pesquisa, o emprego de modos multimodais (texto verbal e não verbal) e a linguagem objetiva.
  • Disponha os alunos em grupos compostos por 3 (três) membros, pois acreditamos que esse tipo de agrupamento favorece a interação entre os alunos e o acompanhamento do professor a todos os grupos.
  • Faça uma enquete com os alunos: Peça que levantem as mãos os alunos que assistem a videoaulas e anote no quadro a quantidade de alunos que responderem positivamente. Questione os alunos por que o fazem, com qual objetivo, com qual frequência, se esse é um bom meio para garantir a aprendizagem e se indicariam a prática para os que não têm esse hábito.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 32 minutos

Orientações:

  • Informe os alunos que assistirão a trechos de uma videoaula e que o título da videoaula é “Como fazer um infográfico [tutorial completo]”. Solicite-lhes que tentem antecipar que tipo de conteúdos será abordado. A videoaula sugerida encontra-se disponível no link https://www.youtube.com/watch?v=F9N_vrLd240. Os trechos a que os alunos assistirão serão os seguintes: 0” a 37”’; 1’27” a 4’05” e 6’48” a 7’12”.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • O objetivo dessa atividade é promover a análise de uma videoaula, com foco na sua estrutura. Para isso, apresente ao aluno um roteiro de perguntas que servirão como um direcionamento para que ele possa analisar o gênero. Antes, esclareça que os elementos paralinguísticos são realizações ou manifestações não verbais que contribuem para a unidade temática da enunciação, uma vez que o sentido de um enunciado é definido por unidades verbais e também por elementos não verbais presentes em toda e qualquer situação de fala. Como elementos paralinguísticos podem ser citados tom e volume da voz, modulação de voz e entonação, ritmo, respiração, pausas e hesitações etc. Dentre os cinésicos, é possível citar a postura corporal, movimentos e gestualidade significativa, expressão facial, contato de olho com plateia, modulação de voz e entonação, sincronia da fala com ferramenta de apoio, etc.
  • Projete ou anote as perguntas do slide no quadro.
  • Solicite que os alunos discutam sobre as respostas nos grupos e anotem-nas nos cadernos.
  • Solicite que os grupos exponham suas respostas, observando os elementos cinésicos e colocando em prática suas observações sobre os elementos paralinguísticos e cinésicos.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Solicite que cada grupo escreva cerca de quatro dicas de como produzir uma videoaula de qualidade com objetivos educacionais. Para essa atividade, precisarão retomar tudo o que aprenderam sobre os elementos discursivos, ou seja, as partes de uma videoaula, e paralinguísticos e cinésicos, isto é, como colocar a voz, a fala e as expressões corporais e faciais. Solicite que cada grupo verbalize uma das dicas produzidas. Você pode organizar para que os grupos falem, primeiro, os conhecimentos discursivos e depois os cinésicos e paralinguísticos. Anote as dicas dos alunos e depois as reproduza para que colem no caderno. Caso não seja possível reproduzi-las, envie-lhes por email ou WhatsApp, ou deixe-as disponibilizadas para que as anotem em outro momento.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero infográfico estático e animado e no campo de atuação das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Projetor/datashow ou laboratório de informática com acesso à internet para acessar as videoaulas “Como fazer um infográfico [tutorial completo]”, disponível no link https://www.youtube.com/watch?v=F9N_vrLd240. Câmera filmadora ou celular.

Informações sobre o gênero: O Infográfico é um gênero que integra modalidades semióticas. Ele pode ser constituído por textos, quadros, legendas, mapas, números, ícones, ilustrações, fotografias, fundos e tabelas. É preciso esclarecer aos alunos que o gênero infográfico representa uma mistura, de forma dinâmica, do texto verbal com o não verbal, originando um universo visualmente chamativo. Explique aos seus alunos sobre as esferas em que esse gênero circula, principalmente no campo das práticas de estudo e pesquisa, com o objetivo de transmitir informações amplas e precisas e promover a compreensão de processos, experiências e fatos científicos. Não esqueça de mostrar-lhes que existem tanto o infográfico estático quanto o infográfico em movimento/animado (em vídeos), além do infográfico interativo, que demanda uma ação do leitor para acessar, digitalmente, as informações e explicações.

Para saber mais sobre os elementos constitutivos dos gêneros do discurso relacionados ao universo digital, recomendamos a leitura da obra “Hipermodernidade, multiletramentos e gêneros discursivos”, de Roxane Rojo e Jaqueline P. Barbosa.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem apresentar falta de atenção em elementos importantes para a compreensão da videoaula, tais como a abertura, a introdução, o desenrolar do vídeo e seu fechamento. É preciso que ele compreenda que esses elementos não estão dispostos de forma aleatória e esse entendimento contribuirá para quando for fazer sua produção.

Referências sobre o assunto:

DIONISIO, A. P. Gêneros Textuais e Multimodalidade. In: KARWOSKI, A. M; GAYDECZKA, B. ; BRITO, K. S. (Org.). Gêneros textuais: reflexões e ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2011, p.137-152.

MANFRÉ, Priscila; SAITO, Cláudia L. Nascimento. Para um estudo do gênero textual infográfico. In: CELLI – COLÓQUIO DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS E LITERÁRIOS. 3, 2007, Maringá. Anais... Maringá, 2009, p. 1955-1964. Disponível em: http://www.ple.uem.br/3celli_anais/trabalhos/estudos_linguisticos/pfd_linguisticos/085.pdf. Acesso em 05 ago 2018.

MUSSIO, Simone Cristina. Transformações contemporâneas: as ressignificações do conceito videoaula tendo em vista a alteração do mídium. In.: VI Colóquio da ALED Brasil. Trabalhos completos.São Carlos, 2014. Ed. 2, v. 1, n. 2, s/n. Disponível em: http://www.revistaaledbr.ufscar.br/index.php/revistaaledbr/article/viewFile/59/54.Acesso em 05 ago 2018.

OLIVEIRA, Alexandre; SRADLER, Pâmela de Carvalho. Videoaulas: uma forma de contextualizar a teoria na prática. In: 20o CIAED–Congresso Internacional ABED de Educação a distância. 2014, Curitiba. Anais... Curitiba, 2014, p. 1-8. Disponível em: http://www.abed.org.br/hotsite/20-ciaed/pt/anais/pdf/352.pdf . Acesso em: 05 ago 2018.

PACHECO, Mariana do Carmo. Gênero textual infográfico. Brasil Escola. Disponível em . Acesso em: 25 nov. 2018.

PAIVA, F. A. O gênero textual infográfico: leitura de um gênero textual multimodal por alunos da 1ª série do ensino médio. Revista L@el em (Dis-)curso. Volume 3, 2011, p. 87-101. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/revlael/article/view/1905. Acesso em: 12 ago 2018.

ROJO, R. BARBOSA, J. P. Hipermodernidade, multiletramentos e gêneros discursivos. 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2015. p. 85-114.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações:

  • Apresente o tema da aula aos alunos e solicite que respondam a pergunta do slide. Conduza a discussão de modo a levantar o conhecimento prévio dos alunos sobre os dois gêneros mencionados e, ao compará-los, percebam a similaridade de ambos ao atuarem no campo de práticas de estudo e pesquisa.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Ao desenvolver essa aula, supõe-se que o aluno já tenha entrado em contato com o gênero do discurso infográfico. Retome com eles as possíveis relações entre a videoaula e o infográfico, como o objetivo voltado ao campo de atuação de práticas de estudo e pesquisa, o emprego de modos multimodais (texto verbal e não verbal) e a linguagem objetiva.
  • Disponha os alunos em grupos compostos por 3 (três) membros, pois acreditamos que esse tipo de agrupamento favorece a interação entre os alunos e o acompanhamento do professor a todos os grupos.
  • Faça uma enquete com os alunos: Peça que levantem as mãos os alunos que assistem a videoaulas e anote no quadro a quantidade de alunos que responderem positivamente. Questione os alunos por que o fazem, com qual objetivo, com qual frequência, se esse é um bom meio para garantir a aprendizagem e se indicariam a prática para os que não têm esse hábito.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 32 minutos

Orientações:

  • Informe os alunos que assistirão a trechos de uma videoaula e que o título da videoaula é “Como fazer um infográfico [tutorial completo]”. Solicite-lhes que tentem antecipar que tipo de conteúdos será abordado. A videoaula sugerida encontra-se disponível no link https://www.youtube.com/watch?v=F9N_vrLd240. Os trechos a que os alunos assistirão serão os seguintes: 0” a 37”’; 1’27” a 4’05” e 6’48” a 7’12”.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • O objetivo dessa atividade é promover a análise de uma videoaula, com foco na sua estrutura. Para isso, apresente ao aluno um roteiro de perguntas que servirão como um direcionamento para que ele possa analisar o gênero. Antes, esclareça que os elementos paralinguísticos são realizações ou manifestações não verbais que contribuem para a unidade temática da enunciação, uma vez que o sentido de um enunciado é definido por unidades verbais e também por elementos não verbais presentes em toda e qualquer situação de fala. Como elementos paralinguísticos podem ser citados tom e volume da voz, modulação de voz e entonação, ritmo, respiração, pausas e hesitações etc. Dentre os cinésicos, é possível citar a postura corporal, movimentos e gestualidade significativa, expressão facial, contato de olho com plateia, modulação de voz e entonação, sincronia da fala com ferramenta de apoio, etc.
  • Projete ou anote as perguntas do slide no quadro.
  • Solicite que os alunos discutam sobre as respostas nos grupos e anotem-nas nos cadernos.
  • Solicite que os grupos exponham suas respostas, observando os elementos cinésicos e colocando em prática suas observações sobre os elementos paralinguísticos e cinésicos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Solicite que cada grupo escreva cerca de quatro dicas de como produzir uma videoaula de qualidade com objetivos educacionais. Para essa atividade, precisarão retomar tudo o que aprenderam sobre os elementos discursivos, ou seja, as partes de uma videoaula, e paralinguísticos e cinésicos, isto é, como colocar a voz, a fala e as expressões corporais e faciais. Solicite que cada grupo verbalize uma das dicas produzidas. Você pode organizar para que os grupos falem, primeiro, os conhecimentos discursivos e depois os cinésicos e paralinguísticos. Anote as dicas dos alunos e depois as reproduza para que colem no caderno. Caso não seja possível reproduzi-las, envie-lhes por email ou WhatsApp, ou deixe-as disponibilizadas para que as anotem em outro momento.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 7º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP40 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP42 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano