15246
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Planejar a escrita de estrofe de uma cantiga

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 1º ano do EF sobre Planejar a escrita de estrofe de uma cantiga

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Nadia Camargo

 

Sobre este plano select-down

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é décima terceira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco gênero letra de canção / cantigas e no campo de atuação Vida Cotidiana / Artístico literário / Todo os campos. A aula faz parte do módulo de produção de texto.

Informações sobre o gênero: Cantigas ou cantigas de roda são um tipo de canção popular diretamente relacionada com a brincadeira de roda. Tais músicas fazem parte do folclore brasileiro. Além de ser uma letra simples de memorizar, apresenta rimas, repetições e trocadilhos, fazendo desta uma brincadeira.

Dificuldades antecipadas: Encontrar novas palavras adequadas à melodia da música que produzam sentido e formem rimas.

Referências sobre o assunto:

QUEIROZ, B.C. Manifesto por um Brasil Literário. Parati - RJ, 2009. Disponível em: <http://www.brasilliterario.org.br/wp-content/uploads/2015/09/manifesto_brasil_literario.pdf>. Acesso em: 27 nov. 2018.

Tema da aula select-down

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Nesta aula as crianças irão planejar a produção de um texto. Baseada em uma cantiga conhecida (Cantiga Popular - Baratinha), os alunos irão recriar uma estrofe, alterando algumas palavras mantendo o ritmo e a melodia e conferindo sentido.
  • A ideia é que cada dupla planeje e produza uma nova versão para uma estrofe da cantiga popular - A barata diz que tem.
  • As novas versões juntas irão compor um livreto musical da turma que será entregue à biblioteca. Uma outra opção é presentear uma outra turma com o livreto.

Introdução select-down

Tempo sugerido: 14 minutos

Orientações:

  • No coletivo ou na roda de conversa, compartilhe com os alunos a ideia de produzir um livreto com “cantigas” criadas por eles. Apresente o motivo para a confecção desse livreto, dizendo que fará parte do acervo da biblioteca, ou que irão presentear uma outra turma, por exemplo.
  • Pergunte aos alunos o que eles acham da ideia e permita que se expressem.
  • Relembre com os alunos a cantiga popular “A barata diz que tem”. Cantem juntos uma ou duas vezes para relembrar a letra.
  • Explique aos alunos que, baseados nessa canção, vocês irão criar uma nova estrofe substituindo as partes referentes ao animal e ao que ela diz que tem. Por exemplo:

O cachorro diz que tem um osso bem grandão

É mentira do cachorro ele tem bastão.

Há, ra, ra, ró, ró, ró ele tem é um bastão.

  • Faça um exemplo como o mostrado acima coletivamente. Certifique-se que todos compreenderam a proposta da atividade.
  • Chame a atenção para a necessidade de manter o ritmo e a melodia da canção e também de utilizar palavras que façam sentido.

Materiais complementares:

A Barata Diz Que Tem. Disponível em: <https://www.letras/.com.br/cantigas-populares/a-barata-diz-que-tem>. Acesso em: 26 nov. 2018.

Desenvolvimento select-down

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações:

  • Organize os alunos em duplas. Garanta que um dos alunos de cada dupla tenha conhecimentos mais avançados em relação ao sistema de escrita alfabética. Isso facilitará no momento de registrar o texto produzido. O foco dessa aula não é a reflexão sobre a escrita e sim sobre a composição textual. A elaboração do texto no âmbito oral, no entanto, poderá ser feita por qualquer aluno independente de sua hipótese de escrita, visto se tratar de um processo criativo
  • Como esta é uma aula de planejamento, as crianças deverão se concentrar no processo da criação da letra e não na escrita. Peça apenas para as crianças anotarem o nome do animal escolhido e qual será a “coisa” que esse animal diz que tem e o que ele tem de fato. Caso ache interessante entregue uma folha para o registro como a do MODELO.
  • Caso as crianças tenham dificuldade, ajude-as a encontrar um animal e a combiná-lo com o restante da canção. Faça perguntas do tipo: Que animal conhecemos? Qual destes animais vocês querem escolher? O que será que esse animal vai dizer que tem?
  • Passe pelas duplas para intervir, caso seja necessário, na produção de sentido e na garantia da conservação do ritmo e da melodia. Cante com as duplas fazendo as substituições sugeridas por elas para avaliarem juntos se a criação está boa.
  • Anote as estrofes criadas por cada dupla. Assim, caso os alunos se esqueçam no momento de registro, que será em uma outra aula, será possível ajudá-los a se lembrar.

Fechamento select-down

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Para finalizar a aula, organize as crianças em roda para que cada dupla socialize sua criação. Oriente os alunos ao que eles devem observar que são dois pontos:
  • se o ritmo e a melodia foram preservados;
  • se o animal escolhido, a coisa que ele diz que tem e o que ele tem de fato faz sentido, apresenta lógica.
  • Comece as apresentações e faça as adequações no coletivo sempre que necessário. É importante que o professor já tenha feito esse trabalho quando passou pelas duplas durante o processo de criação, para que sobrem poucos ajustes a serem feitos no coletivo. Dessa forma essa etapa não fica muito longa.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é décima terceira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco gênero letra de canção / cantigas e no campo de atuação Vida Cotidiana / Artístico literário / Todo os campos. A aula faz parte do módulo de produção de texto.

Informações sobre o gênero: Cantigas ou cantigas de roda são um tipo de canção popular diretamente relacionada com a brincadeira de roda. Tais músicas fazem parte do folclore brasileiro. Além de ser uma letra simples de memorizar, apresenta rimas, repetições e trocadilhos, fazendo desta uma brincadeira.

Dificuldades antecipadas: Encontrar novas palavras adequadas à melodia da música que produzam sentido e formem rimas.

Referências sobre o assunto:

QUEIROZ, B.C. Manifesto por um Brasil Literário. Parati - RJ, 2009. Disponível em: <http://www.brasilliterario.org.br/wp-content/uploads/2015/09/manifesto_brasil_literario.pdf>. Acesso em: 27 nov. 2018.

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações:

  • Nesta aula as crianças irão planejar a produção de um texto. Baseada em uma cantiga conhecida (Cantiga Popular - Baratinha), os alunos irão recriar uma estrofe, alterando algumas palavras mantendo o ritmo e a melodia e conferindo sentido.
  • A ideia é que cada dupla planeje e produza uma nova versão para uma estrofe da cantiga popular - A barata diz que tem.
  • As novas versões juntas irão compor um livreto musical da turma que será entregue à biblioteca. Uma outra opção é presentear uma outra turma com o livreto.

Tempo sugerido: 14 minutos

Orientações:

  • No coletivo ou na roda de conversa, compartilhe com os alunos a ideia de produzir um livreto com “cantigas” criadas por eles. Apresente o motivo para a confecção desse livreto, dizendo que fará parte do acervo da biblioteca, ou que irão presentear uma outra turma, por exemplo.
  • Pergunte aos alunos o que eles acham da ideia e permita que se expressem.
  • Relembre com os alunos a cantiga popular “A barata diz que tem”. Cantem juntos uma ou duas vezes para relembrar a letra.
  • Explique aos alunos que, baseados nessa canção, vocês irão criar uma nova estrofe substituindo as partes referentes ao animal e ao que ela diz que tem. Por exemplo:

O cachorro diz que tem um osso bem grandão

É mentira do cachorro ele tem bastão.

Há, ra, ra, ró, ró, ró ele tem é um bastão.

  • Faça um exemplo como o mostrado acima coletivamente. Certifique-se que todos compreenderam a proposta da atividade.
  • Chame a atenção para a necessidade de manter o ritmo e a melodia da canção e também de utilizar palavras que façam sentido.

Materiais complementares:

A Barata Diz Que Tem. Disponível em: <https://www.letras/.com.br/cantigas-populares/a-barata-diz-que-tem>. Acesso em: 26 nov. 2018.

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações:

  • Organize os alunos em duplas. Garanta que um dos alunos de cada dupla tenha conhecimentos mais avançados em relação ao sistema de escrita alfabética. Isso facilitará no momento de registrar o texto produzido. O foco dessa aula não é a reflexão sobre a escrita e sim sobre a composição textual. A elaboração do texto no âmbito oral, no entanto, poderá ser feita por qualquer aluno independente de sua hipótese de escrita, visto se tratar de um processo criativo
  • Como esta é uma aula de planejamento, as crianças deverão se concentrar no processo da criação da letra e não na escrita. Peça apenas para as crianças anotarem o nome do animal escolhido e qual será a “coisa” que esse animal diz que tem e o que ele tem de fato. Caso ache interessante entregue uma folha para o registro como a do MODELO.
  • Caso as crianças tenham dificuldade, ajude-as a encontrar um animal e a combiná-lo com o restante da canção. Faça perguntas do tipo: Que animal conhecemos? Qual destes animais vocês querem escolher? O que será que esse animal vai dizer que tem?
  • Passe pelas duplas para intervir, caso seja necessário, na produção de sentido e na garantia da conservação do ritmo e da melodia. Cante com as duplas fazendo as substituições sugeridas por elas para avaliarem juntos se a criação está boa.
  • Anote as estrofes criadas por cada dupla. Assim, caso os alunos se esqueçam no momento de registro, que será em uma outra aula, será possível ajudá-los a se lembrar.

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações:

  • Para finalizar a aula, organize as crianças em roda para que cada dupla socialize sua criação. Oriente os alunos ao que eles devem observar que são dois pontos:
  • se o ritmo e a melodia foram preservados;
  • se o animal escolhido, a coisa que ele diz que tem e o que ele tem de fato faz sentido, apresenta lógica.
  • Comece as apresentações e faça as adequações no coletivo sempre que necessário. É importante que o professor já tenha feito esse trabalho quando passou pelas duplas durante o processo de criação, para que sobrem poucos ajustes a serem feitos no coletivo. Dessa forma essa etapa não fica muito longa.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Produção de textos do 1º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 1º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano