14600
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 4º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - O sumiço dos sinais de pontuação!

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 4º ano do EF sobre O sumiço dos sinais de pontuação!

Plano 09 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Alexandre Tolentino de Carvalho

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a nona aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero carta pessoal e de reclamação, no campo de atuação da vida cotidiana e vida pública. A aula faz parte do módulo Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: slide, retroprojetor.

Carta de reclamação para ser pontuada aqui

Álbum de figurinhas aqui

Informações sobre o gênero: É inegável o prazer que podemos sentir com o recebimento de uma carta física ou com a espera por uma resposta de alguém com quem nos correspondemos. A troca de cartas entre remetente e destinatário é uma forma antiga, mas eficaz de comunicação. Atualmente ela vem perdendo seu espaço para a troca de emails e mensagens por celular, o que permite uma interação comunicativa quase em tempo real. A carta é um gênero que pode cumprir com diferentes funções sociais, entretanto, neste conjunto de aulas, priorizamos as cartas e e-mails de reclamação, reivindicação e de solicitação. Cartas como essas, fazem parte da vida cotidiana, e oportunizam ao autor o uso de tal forma de comunicação como meio de exercício de sua cidadania. É possível, no entanto, que essas cartas ganhem muito mais força ao serem enviadas para publicação em diferentes mídias (jornais, revistas, televisão e internet), expondo dessa forma o problema para a sociedade e cobrando, sob a vista de muitos, os responsáveis pelo problema. Nesse caso, o gênero passa a pertencer ao campo da vida pública. É possível que em uma mesma edição, de um jornal, por exemplo, venha publicada a carta de reclamação (editada) e a resposta do responsável por solucionar o problema, demonstrando, desse modo, que o envio da carta original e a cobrança da resposta foi realizada anteriormente à publicação do jornal.

Dificuldades antecipadas: Em uma carta de reclamação, o emprego de sinais de pontuação, como a vírgula e ponto final, contribui para uma boa comunicação entre remetente e destinatário. Desse modo, pontuações mal empregadas podem fazer com que as informações sejam deturpadas e, desse modo, o objetivo da carta, que é solucionar alguma demanda, pode não ser atingido. De tal modo, alguns alunos podem não discriminar os efeitos de sentidos possibilitados pelo emprego dos sinais de pontuação. Assim, é possível que alguns alunos compreendam o uso da vírgula ou do ponto final, por exemplo, como mera atribuição de pausa para descanso, o que de fato poderia ser feito em qualquer lugar da frase ou desprezado, uma vez que alguns alunos podem argumentar que não precisam de pausa na frase porque não se sentiram cansados ao lê-las.

Referências sobre o assunto:

MIRANDA, Neusa Salim. Reflexão metalingüística do ensino fundamental: caderno do professor. Belo Horizonte : Ceale/FaE/UFMG, 2006. (Coleção Alfabetização e Letramento). Aborda a pontuação entre as páginas P.75-79. Disponível em: http://www.ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/files/uploads/Col.%20Alfabetiza%C3%A7%C3%A3o%20e%20Letramento/Col%20Alf.Let.%2016%20Reflexao_Metalinguistica.pdf Acesso em 25 de setembro de 2018

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Nessa aula os alunos irão empregar sinais de pontuação comumente presentes em cartas de reclamação. Espera-se que consigam pensar sobre o uso de pontos finais para separar as partes de uma carta, vírgulas para separar local de data, para isolar o vocativo do restante da carta, para isolar aposto destacando explicações essenciais para a compreensão dos sentidos construídos, para separar itens de uma lista de reclamações ou de sugestões.
  • Leia título da aula para os alunos e pergunte: O que aconteceria com um texto se seus sinais de pontuação fossem apagados?
  • Espera-se que digam que o texto ficaria confuso e que as pessoas não entenderiam as informações que se pretendia transmitir.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • O objetivo dessa introdução é permitir aos alunos que compreendam que o emprego dos sinais de pontuação é importante para que o destinatário da mensagem possa compreender os sentidos atribuídos ao texto pelo remetente. Assim, espera-se que entendam que Paola ficou em dúvida para onde ir devido à falta de pontuação que a permitisse entender o que a mãe de seu namorado estava tentando dizer.
  • Os alunos podem deduzir que Paola iria tanto para a casa de seu namorado quanto para o hospital, dependendo do modo como atribuirão os sinais de pontuação ao texto. Assim, para que Paola conclua que deve ir para o hospital, o texto deve ter a seguinte pontuação:

  • Oi. O que aconteceu?
  • O Pedro quebrou a perna.
  • Mas vocês estão no hospital? Vocês estão em casa?
  • Não, estamos no hospital.
  • Então vou aí na sua casa.
  • Não estamos em casa não, no hospital.
  • E estão onde?
  • No hospital, não em casa.
  • Entendi nada.

Para que conclua que deve ir para a casa da mãe de seu namorado, a pontuação deve assumir a seguinte forma:

  • Oi. O que aconteceu?
  • O Pedro quebrou a perna.
  • Mas vocês estão no hospital? Vocês estão em casa?
  • Não estamos no hospital.
  • Então vou aí na sua casa.
  • Não, estamos em casa, não no hospital.
  • E estão onde?
  • No hospital não, em casa.
  • Entendi nada.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 34 minutos

Orientações:

  • Deixe que os alunos leiam a carta silenciosamente. Depois peça para que leiam um para o outro. Observe se aparecem versões diferentes de leitura para o mesmo texto. Isso pode ocorrer porque a ausência de sinais de pontuação pode permitir que cada um leia da forma que achar adequada.
  • Pergunte aos alunos:

A falta de pontuação atrapalha a leitura da carta?

Que sinais de pontuação seriam utilizados para pontuar corretamente esse texto?

  • Espera-se que percebam que serão utilizados pontos finais e vírgulas.
  • Entregue cópias do texto sem pontuação e peça para os alunos, em duplas, pontuarem o texto conforme julguem ser a forma correta. Peça para pensarem sobre a função de cada sinal utilizado, de modo que as escolhas sejam feitas reflexivamente.
  • Em seguida, peça para alguns colegas ler suas respostas justificando porque utilizaram tal sinal de pontuação.

Materiais complementares:

Texto sem pontuação. Clique aqui.

GUERRA, Severina Érika M.S. Produção Coletiva de Carta de Reclamação: Interação professoras/alunos. 2009. 180 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009. Disponível em: <https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/4198/1/arquivo3401_1.pdf> . Acesso em: 12 dez. 2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Após alguns alunos apresentarem suas soluções, mostre a carta original devidamente pontuada para os alunos. Peça para comparar com suas soluções.
  • Em seguida, peça para lembrarem daquilo que discutiram a respeito dos motivos para se utilizar os sinais em cada situação.
  • Espera-se que entendam que na primeira ocorrência de vírgula houve a separação do local e data. Na segunda ocorrência, houve separação do vocativo, ou seja, momento em que se chama atenção do destinatário da reclamação. A terceira e quarta vírgula empregadas separam um aposto, ou seja, a explicação sobre quem seria o “nós” ao qual se refere na carta. Não é necessário que aprendam, nesse momento, as nomenclaturas (aposto e vocativo). Restrinja-se a levá-los a compreender a função da vírgula nesse caso. As próximas ocorrências de vírgulas separam itens de uma enumeração dos problemas dos quais se reclama.
  • A primeira ocorrência de ponto final vem encerrar a apresentação dos problemas separando-a da apresentação das sugestões. Em seguida, surge uma sequência de vírgulas separando uma lista de sugestões. Ao final da lista, é empregado um ponto final separando a apresentação das sugestões da despedida. A última ocorrência de ponto final marca o encerramento da carta.

Materiais complementares:

GUERRA, Severina Érika M.S. Produção Coletiva de Carta de Reclamação: Interação professoras/alunos. 2009. 180 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009. Disponível em: <https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/4198/1/arquivo3401_1.pdf> . Acesso em: 12 dez. 2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue cópias do texto pontuado para os alunos (acesse-o aqui).
  • Em seguida, mostre a legenda para os alunos e peça para, em dupla, pintarem os sinais de pontuação conforme os sentidos que atribuem ao texto.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Após terminarem de pintar, peça para se reunirem com outra dupla para comparar as respostas.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Faça cópias do álbum e das figurinhas e entregue aos alunos.
  • Espera-se que os alunos sistematizem os conhecimentos sobre os sinais de pontuação construídos ao decorrer dessa e das aulas anteriores se o professor estiver seguindo essa sequência de aulas.
  • Explique aos alunos que, para cada espaço no álbum (em cinzas), existem duas opções de figurinhas (figuras azuis), e que eles precisam decidir a melhor combinação. Os espaços em cinzas tem o mesmo formato das figurinhas, mas existem duas figurinhas que cabem em cada espaço. O desafio é descobrir a melhor correspondência. Assim, o aluno deve se basear pela legenda dos espaços que correspondem a função da pontuação, buscando nas figurinhas uma frase que exemplifique essa função.
  • Exemplo: no espaço quadrado a legenda é “ vírgula usada para separar listas de reivindicações ou sugestões” e as opções de figurinha são:

1- Nossa sala de aula está pichada, cheia de buracos nas paredes e no teto, sem cestos de lixo, as tomadas sem funcionar direito, os ventiladores estão tremendo.

2- Nós, alunos do 4º ano, pedimos para reformar nossa sala de aula.

A opção correta seria a número 1, uma vez que as vírgulas presentes nesse trecho se encaixam na função descrita nesse espaço do álbum.

Material necessário:

Álbum de figurinhas. Nesse arquivo, o professor encontrará o álbum e, logo abaixo, as figurinhas para serem recortadas e coladas aqui

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a nona aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero carta pessoal e de reclamação, no campo de atuação da vida cotidiana e vida pública. A aula faz parte do módulo Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: slide, retroprojetor.

Carta de reclamação para ser pontuada aqui

Álbum de figurinhas aqui

Informações sobre o gênero: É inegável o prazer que podemos sentir com o recebimento de uma carta física ou com a espera por uma resposta de alguém com quem nos correspondemos. A troca de cartas entre remetente e destinatário é uma forma antiga, mas eficaz de comunicação. Atualmente ela vem perdendo seu espaço para a troca de emails e mensagens por celular, o que permite uma interação comunicativa quase em tempo real. A carta é um gênero que pode cumprir com diferentes funções sociais, entretanto, neste conjunto de aulas, priorizamos as cartas e e-mails de reclamação, reivindicação e de solicitação. Cartas como essas, fazem parte da vida cotidiana, e oportunizam ao autor o uso de tal forma de comunicação como meio de exercício de sua cidadania. É possível, no entanto, que essas cartas ganhem muito mais força ao serem enviadas para publicação em diferentes mídias (jornais, revistas, televisão e internet), expondo dessa forma o problema para a sociedade e cobrando, sob a vista de muitos, os responsáveis pelo problema. Nesse caso, o gênero passa a pertencer ao campo da vida pública. É possível que em uma mesma edição, de um jornal, por exemplo, venha publicada a carta de reclamação (editada) e a resposta do responsável por solucionar o problema, demonstrando, desse modo, que o envio da carta original e a cobrança da resposta foi realizada anteriormente à publicação do jornal.

Dificuldades antecipadas: Em uma carta de reclamação, o emprego de sinais de pontuação, como a vírgula e ponto final, contribui para uma boa comunicação entre remetente e destinatário. Desse modo, pontuações mal empregadas podem fazer com que as informações sejam deturpadas e, desse modo, o objetivo da carta, que é solucionar alguma demanda, pode não ser atingido. De tal modo, alguns alunos podem não discriminar os efeitos de sentidos possibilitados pelo emprego dos sinais de pontuação. Assim, é possível que alguns alunos compreendam o uso da vírgula ou do ponto final, por exemplo, como mera atribuição de pausa para descanso, o que de fato poderia ser feito em qualquer lugar da frase ou desprezado, uma vez que alguns alunos podem argumentar que não precisam de pausa na frase porque não se sentiram cansados ao lê-las.

Referências sobre o assunto:

MIRANDA, Neusa Salim. Reflexão metalingüística do ensino fundamental: caderno do professor. Belo Horizonte : Ceale/FaE/UFMG, 2006. (Coleção Alfabetização e Letramento). Aborda a pontuação entre as páginas P.75-79. Disponível em: http://www.ceale.fae.ufmg.br/app/webroot/files/uploads/Col.%20Alfabetiza%C3%A7%C3%A3o%20e%20Letramento/Col%20Alf.Let.%2016%20Reflexao_Metalinguistica.pdf Acesso em 25 de setembro de 2018

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Nessa aula os alunos irão empregar sinais de pontuação comumente presentes em cartas de reclamação. Espera-se que consigam pensar sobre o uso de pontos finais para separar as partes de uma carta, vírgulas para separar local de data, para isolar o vocativo do restante da carta, para isolar aposto destacando explicações essenciais para a compreensão dos sentidos construídos, para separar itens de uma lista de reclamações ou de sugestões.
  • Leia título da aula para os alunos e pergunte: O que aconteceria com um texto se seus sinais de pontuação fossem apagados?
  • Espera-se que digam que o texto ficaria confuso e que as pessoas não entenderiam as informações que se pretendia transmitir.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • O objetivo dessa introdução é permitir aos alunos que compreendam que o emprego dos sinais de pontuação é importante para que o destinatário da mensagem possa compreender os sentidos atribuídos ao texto pelo remetente. Assim, espera-se que entendam que Paola ficou em dúvida para onde ir devido à falta de pontuação que a permitisse entender o que a mãe de seu namorado estava tentando dizer.
  • Os alunos podem deduzir que Paola iria tanto para a casa de seu namorado quanto para o hospital, dependendo do modo como atribuirão os sinais de pontuação ao texto. Assim, para que Paola conclua que deve ir para o hospital, o texto deve ter a seguinte pontuação:

  • Oi. O que aconteceu?
  • O Pedro quebrou a perna.
  • Mas vocês estão no hospital? Vocês estão em casa?
  • Não, estamos no hospital.
  • Então vou aí na sua casa.
  • Não estamos em casa não, no hospital.
  • E estão onde?
  • No hospital, não em casa.
  • Entendi nada.

Para que conclua que deve ir para a casa da mãe de seu namorado, a pontuação deve assumir a seguinte forma:

  • Oi. O que aconteceu?
  • O Pedro quebrou a perna.
  • Mas vocês estão no hospital? Vocês estão em casa?
  • Não estamos no hospital.
  • Então vou aí na sua casa.
  • Não, estamos em casa, não no hospital.
  • E estão onde?
  • No hospital não, em casa.
  • Entendi nada.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 34 minutos

Orientações:

  • Deixe que os alunos leiam a carta silenciosamente. Depois peça para que leiam um para o outro. Observe se aparecem versões diferentes de leitura para o mesmo texto. Isso pode ocorrer porque a ausência de sinais de pontuação pode permitir que cada um leia da forma que achar adequada.
  • Pergunte aos alunos:

A falta de pontuação atrapalha a leitura da carta?

Que sinais de pontuação seriam utilizados para pontuar corretamente esse texto?

  • Espera-se que percebam que serão utilizados pontos finais e vírgulas.
  • Entregue cópias do texto sem pontuação e peça para os alunos, em duplas, pontuarem o texto conforme julguem ser a forma correta. Peça para pensarem sobre a função de cada sinal utilizado, de modo que as escolhas sejam feitas reflexivamente.
  • Em seguida, peça para alguns colegas ler suas respostas justificando porque utilizaram tal sinal de pontuação.

Materiais complementares:

Texto sem pontuação. Clique aqui.

GUERRA, Severina Érika M.S. Produção Coletiva de Carta de Reclamação: Interação professoras/alunos. 2009. 180 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009. Disponível em: <https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/4198/1/arquivo3401_1.pdf> . Acesso em: 12 dez. 2018.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Após alguns alunos apresentarem suas soluções, mostre a carta original devidamente pontuada para os alunos. Peça para comparar com suas soluções.
  • Em seguida, peça para lembrarem daquilo que discutiram a respeito dos motivos para se utilizar os sinais em cada situação.
  • Espera-se que entendam que na primeira ocorrência de vírgula houve a separação do local e data. Na segunda ocorrência, houve separação do vocativo, ou seja, momento em que se chama atenção do destinatário da reclamação. A terceira e quarta vírgula empregadas separam um aposto, ou seja, a explicação sobre quem seria o “nós” ao qual se refere na carta. Não é necessário que aprendam, nesse momento, as nomenclaturas (aposto e vocativo). Restrinja-se a levá-los a compreender a função da vírgula nesse caso. As próximas ocorrências de vírgulas separam itens de uma enumeração dos problemas dos quais se reclama.
  • A primeira ocorrência de ponto final vem encerrar a apresentação dos problemas separando-a da apresentação das sugestões. Em seguida, surge uma sequência de vírgulas separando uma lista de sugestões. Ao final da lista, é empregado um ponto final separando a apresentação das sugestões da despedida. A última ocorrência de ponto final marca o encerramento da carta.

Materiais complementares:

GUERRA, Severina Érika M.S. Produção Coletiva de Carta de Reclamação: Interação professoras/alunos. 2009. 180 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009. Disponível em: <https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/4198/1/arquivo3401_1.pdf> . Acesso em: 12 dez. 2018.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue cópias do texto pontuado para os alunos (acesse-o aqui).
  • Em seguida, mostre a legenda para os alunos e peça para, em dupla, pintarem os sinais de pontuação conforme os sentidos que atribuem ao texto.
Slide Plano Aula

Orientações:

  • Após terminarem de pintar, peça para se reunirem com outra dupla para comparar as respostas.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Faça cópias do álbum e das figurinhas e entregue aos alunos.
  • Espera-se que os alunos sistematizem os conhecimentos sobre os sinais de pontuação construídos ao decorrer dessa e das aulas anteriores se o professor estiver seguindo essa sequência de aulas.
  • Explique aos alunos que, para cada espaço no álbum (em cinzas), existem duas opções de figurinhas (figuras azuis), e que eles precisam decidir a melhor combinação. Os espaços em cinzas tem o mesmo formato das figurinhas, mas existem duas figurinhas que cabem em cada espaço. O desafio é descobrir a melhor correspondência. Assim, o aluno deve se basear pela legenda dos espaços que correspondem a função da pontuação, buscando nas figurinhas uma frase que exemplifique essa função.
  • Exemplo: no espaço quadrado a legenda é “ vírgula usada para separar listas de reivindicações ou sugestões” e as opções de figurinha são:

1- Nossa sala de aula está pichada, cheia de buracos nas paredes e no teto, sem cestos de lixo, as tomadas sem funcionar direito, os ventiladores estão tremendo.

2- Nós, alunos do 4º ano, pedimos para reformar nossa sala de aula.

A opção correta seria a número 1, uma vez que as vírgulas presentes nesse trecho se encaixam na função descrita nesse espaço do álbum.

Material necessário:

Álbum de figurinhas. Nesse arquivo, o professor encontrará o álbum e, logo abaixo, as figurinhas para serem recortadas e coladas aqui

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 4º ano :

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 4º ano:

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04LP05 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano