14504
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Texto dramático: um arranjo linguístico característico

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do EF sobre Texto dramático: um arranjo linguístico característico

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Carolina Silva

Sugestão de adaptação para ensino remoto

Recursos indicados
Serão necessários: canais de envio de mensagens, vídeos e áudios, como o WhatsApp ou similares; mapa mental (o tutorial de como criar um mapa mental está disponível aqui).

Introdução
Disponibilize aos alunos, por WhatsApp, algumas imagens de cenas de peças teatrais. Em seguida, no mesmo material que poderá ser feito em slides de PPT, Word ou PDF, questione-os: 1. Qual diferença pode ser notada na estrutura de um texto dramático quando comparado a outros, em prosa, na tipologia narrativa? (Espera-se que os estudantes percebam que, diferentemente de outras narrativas, o texto dramático se estrutura a partir de sequências dialogais, ou seja, das falas das personagens, dispostas sequencial e alternadamente.) 2. Em se tratando de textos dramáticos, nas falas das personagens, que detalhes podem ser notados? (As falas são, às vezes, acompanhadas de rubricas que dão orientações sobre o que os atores devem fazer ou como devem se comportar durante uma encenação.) Explique que esta aula aprofundará as sequências dialogais e como estas colaboram para a construção dos perfis dos personagens por meio de suas falas e seus níveis de linguagem. Peça que as respostas sejam encaminhadas a você, em mensagem privada, pelo WhatsApp.

Desenvolvimento
Faça uma apresentação em PowerPoint, adicionando narração às imagens e falas, com o fragmento da cena IV da peça “O Judas em sábado de aleluia” (veja no plano original). A reprodução do fragmento deverá ter as rubricas (Finge que chora / Enternecido / Ajoelha-se, e enquanto fala, Maricota ri-se, sem que ele veja) ocultadas. Peça que leiam o texto em questão e descrevam, em seus cadernos de aula, o que acontece entre os personagens na cena. Os alunos podem sinalizar que se trata de um diálogo no qual Maricota declara-se a Faustino, que desconfia do amor da moça. Diante dos argumentos da jovem, o rapaz arrepende-se enquanto ela segue aborrecida. Em seguida, ainda na apresentação narrada, revele aos alunos a versão completa do fragmento, com as rubricas exibidas. Peça que releiam o trecho, debruçando-se sobre as seguintes questões: com o trecho completo, a interpretação da cena se mantém? Espera-se que os alunos reparem que não. A presença das rubricas dá nova noção sobre as atitudes e os sentimentos dos personagens na cena. O que a versão completa do fragmento revela aos leitores? Como essa revelação se dá, no nível do texto? Faustino desconfia do amor de Maricota ao passo que esta lhe jura seu amor por meio de perguntas retóricas e argumentação consistente. No entanto, as rubricas, que revelam as atitudes sutis da personagem em cena, bem como os sentimentos que ela é capaz de dissimular, mostram uma Maricota astuta e mentirosa, que finge amor pela figura de Faustino, colocando-se como inocente diante dele. A partir dessas noções, pergunte à turma se é possível arriscar interpretações sobre a função das rubricas e das sequências dialogais no texto dramático. Peça que enviem a você um relato sobre as impressões percebidas ao assistir à apresentação em PPT. Reencaminhe ao grupo da turma no WhatsApp algumas das impressões dos colegas. Em um segundo momento, oriente a turma a fazer a leitura da cena X, de “O Judas em sábado de aleluia”. Peça que relacionem, em seus cadernos, todas as rubricas constantes na presente cena. Peça também que respondam às seguintes perguntas: Sabemos que as rubricas dão orientações sobre os personagens na peça. Na cena X, liste, do primeiro slide, quais são as rubricas atribuídas a Faustino: “à parte”, “aproxima-se pé ante pé”. As rubricas referentes a Faustino, listadas na resposta anterior, orientam o personagem no mesmo sentido? Por quê? Talvez os alunos tenham mais dificuldade com essa questão. As rubricas podem ser identificadas, visualmente, pela mudança do tipo de letra utilizado ou por outros destaques gráficos como o uso de parênteses, por exemplo. No caderno, relacione separadamente as rubricas de interpretação e as de movimento que aparecem na totalidade da cena X. (Rubricas de movimento: “entra”, “senta-se”, “cose”, “aproxima-se pé ante pé”, “cai”, “levanta-se”, “retém”, “forcejando-se para fugir”, “tirando o chapéu”, “de joelhos”, “escondendo o rosto nas mãos”, “levanta-se”. Rubricas de interpretação: “suspirando”, “à parte”, “ouve com prazer”, “grita”, “assustada”, “reconhecendo-o”.) De acordo com as rubricas relacionadas e divididas acima, qual delas foi a mais utilizada no texto? As rubricas de movimento. O uso maior desse tipo de rubrica traz algum efeito à encenação? Espera-se que os alunos concluam que, com mais rubricas de movimento, a cena parecerá mais dinâmica e agitada, atraindo a atenção do espectador. Você pode salientar também que rubricas de movimento são bem presentes no texto teatral porque nele não há narrador. Logo, a história é contada pela própria dramatização dos fatos representados pelos personagens na cena. A respeito da linguagem empregada nas falas dos personagens, proponha aos alunos as seguintes questões: No presente slide, estão algumas falas de personagens da peça “O Judas em sábado de aleluia”, escrita no século XIX. Você nota diferenças linguísticas entre aquela linguagem e a que utilizamos hoje em dia? Espera-se que os alunos respondam que sim, que a linguagem daquela época era diferente da nossa. No entanto, apesar das divergências, é possível perceber semelhanças com nossa forma de falar nos dias de hoje, além de notar traços de formalidade e informalidade presentes na peça. Ao observar o conteúdo do slide, pode-se dizer que a linguagem empregada ali é mais formal ou mais informal? Mais informal. Copie das falas acima as palavras ou expressões que justifiquem sua resposta anterior. Sugestões: “pra”, “tua”, “Continua”, “vai ver”, “estás vadia”. Como você classificaria a fala de Faustino? Ela se distingue das demais? Por quê? Discuta a história com seus familiares ou com colegas, via WhatsApp, e responda a essa questão. Sugestão: a fala de Faustino é mais formal, comparada às outras. Isso se deve ao fato de ela estar inserida num outro contexto, buscando atingir outro objetivo: o personagem dirige-se à sua nova amada e, tal como a maioria dos homens citados na peça, passam parte do tempo a cortejar suas pretendentes. As moças da peça preocupam-se com bons partidos, ocupantes de um lugar valorizado na sociedade. Assim, a linguagem formal e elegante remete à tradição, ao domínio de uma variante de prestígio social que impressiona, encanta e contribui para o cumprimento dos quesitos da conquista. Estimule-os a enviar suas anotações a você, em mensagem privada, para que possa auxiliá-los em possíveis dúvidas. Escolha novamente algumas possibilidades de resposta e compartilhe-as com a turma via WhatsApp.

Fechamento
Compartilhe com os alunos o segundo quadro do diagrama presente no plano original. Peça que reflitam sobre os conteúdos abordados durante esta aula. Solicite que eles façam uma síntese do que foi aprendido, citando a relação entre estes três pontos: linguagem, níveis de formalidade e caracterização dos personagens. Finalize a aula, apresentando um esquema (mapa mental  veja o tutorial em Recursos indicados) sobre suas impressões.

Convite às famílias
As famílias podem ser convidadas a também ler os trechos enviados aos alunos e auxiliá-los com suas impressões.

Sugestão Enviada Por: Michele Batista


Código: LPO8_02SQA04

(EF89LP34) Analisar a organização de texto dramático apresentado em teatro, televisão, cinema, identificando e percebendo os sentidos decorrentes dos recursos linguísticos e semióticos que sustentam sua realização como peça teatral, novela, filme etc.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 8º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas