13396
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Atividade - Conhecendo novas parlendas

POR: Danielle Moreira de Oliveira 15/12/2018
Código: EDI2_23UND01

Creche / Educação Infantil

Atividade alinhada à BNCC:

(EI02EF03) Demonstrar interesse e atenção ao ouvir a leitura de histórias e outros textos, diferenciando escrita de ilustrações, e acompanhando, com orientação do adulto-leitor, a direção da leitura (de cima para baixo, da esquerda para a direita).

(EI02EF08) Manipular textos e participar de situações de escuta para ampliar seu contato com diferentes gêneros textuais (parlendas, histórias de aventura, tirinhas, cartazes de sala, cardápios, notícias etc.).

(EI02EF07) Manusear diferentes portadores textuais, demonstrando reconhecer seus usos sociais.

Plano de atividades de Educação Infantil com atividades para Crianças bem Pequenas sobre Demonstração de interesse ao ouvir a leitura de histórias e outros textos

Resumo

ilustracao

Nesta atividade, as crianças vão relembrar parlendas conhecidas e conhecer outras novas.

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para realizar esta atividade, éimportante que você já tenha trabalhado com algumas parlendas e que as crianças já as conheçam e já as tenham utilizado durante a rotina. É preciso que você escolha,ao menos, três parlendas já conhecidas pelas crianças e duas para apresentar a elas nesta atividade.Caso você ainda não tenha utilizado este tipo de texto no dia a dia da turma (para escolher um ajudante do dia, recitando em diversos momentos, ou lendo em livros), inclua essa prática em sua rotina para seguir com a realização desta atividade.

Materiais:

Escolha as duas novas parlendas que serão lidas para o grupo e separe diferentes livros de parlendas que, preferencialmente, possuam imagens para a apreciação e a antecipação das crianças. Você também pode levar os livros das parlendas já conhecidas. Uma boa sugestão seria o livro “Parlendas para brincar”, de Josca Ailine Baroukh e Lucila Silva de Almeida (distribuição PNBE - 2014). Separe papéis, giz de cera e brinquedos de encaixes para a transição das crianças no fim da atividade. Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Conhecendo novas parlendas 

Leitura de poesias 

Brincando com rimas

Preparando um recital de poesias

Gravando um recital de poesias 

Espaços:

Planeje um espaço onde a atividade começará no grandegrupo, em roda, com as crianças. Pode ser na própria sala ou em uma área externa, como embaixo de uma árvore. É importante que as crianças estejam confortáveis.Depois, elas irão trabalhar em pequenosgrupos. Organize também um espaço voltado para o desenho livre com giz de cera e outro para brinquedos de encaixes. Se possível, solicite ajuda de outro profissional da escola para acompanhar as crianças nessas atividades de livre escolha enquanto um grupo está com você.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 40 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

De quais parlendas as crianças se lembram? Que estratégias utilizam para recitá-las?

Como as criançasinteragem umas com as outras?Trocam livros? Leem para o colega? Recitam para outra criança ouvir?

Como as crianças exploram os portadores? Reconhecem o sentido da escrita? Identificam títulos? Diferenciam ilustração de texto?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir uma criança ou um grupo de participar e aprender. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Observe e apoie as crianças que não se lembram das parlendas ou as que não conseguem recitá-las. Algumas podem não conseguir falar com clareza, mas podem se expressar com o corpo. Recite a parlenda junto com elas, caso seja necessário, e incentive que uma criança ajude a outra.

O que fazer durante?

1

Convide as crianças para sentar em roda com você. Fale que hoje conhecerão novas parlendas, mas antes irão se lembrar das que já conhecem. Estimule o grupo a relembrar as parlendas conhecidas, que são utilizadas em diferentes momentos da rotina. Deixe que as crianças comentem, falem das parlendas conhecidas e as recitem. Caso não lembrem ou não falem nenhuma, você pode ajudá-las relembrando-as, recitando com elas as parlendas conhecidas, mostrando um livro de parlendas e comentando sobre algumas já trabalhadas com o grupo.

Possíveis ações das crianças nesse momento: As crianças podem confundir as parlendas com as cantigas conhecidas por elas ou com outros textos. Isso é muito comum, pois a memória delas sobre esse tipo de texto está diretamente relacionada à frequência com que entram em contato com o mesmo. Deixe que falem, valorizando suas hipóteses.

Possíveis falas do professor neste momento: Vocês se lembram da parlenda que lemos no outro dia? Vocês se lembram qual parlenda utilizamos para escolher o ajudante do dia? E na hora de sair para o parque, qual é?


2

Mostre os livros das parlendas conhecidas pelo grupo que você vai ler. Exponha também as ilustrações que representam e antecipam a parlenda escolhida por você. Permita que as crianças elejam qual parlenda será lida primeiro. A partir das imagens, pergunte às crianças, se elas se lembram do que trata a parlenda. Possibilite que deem opiniões, dialogando com o grupo. Inclua todas elas nesses diálogos, inclusive as que, em vez de falar, gesticulam ou se movimentam. Algumas podem apontar para a parlenda que gostariam de escutar. Respeite e considere seus interesses.Nesse momento você lerá o título (caso haja, pois algumas parlendas, por serem textos de tradição oral, não possuem títulos, outras, em versão escrita, têm um título atribuído), incentivando que a criança tente pronunciá-lo. Aponte para o título da parlenda, mostrando a direção da leitura, para que as crianças acompanhem-na.

Possíveis falas do professor neste momento: O que está acontecendo aqui? Sobre o que vocês acham que é essa parlenda (mostrando a imagem para as crianças)? . Ah, você acha que é a parlenda do sapato?Será?Por que você acha isso?


3

Após as considerações realizadas pelas crianças por meio das imagens, diga a elas que agora vocês farão a leitura de duas novas parlendas. Leia uma de cada vez, algumas vezes, mas, observando o interesse das crianças e a forma como interagem com a leitura. Incentive que repitam e recitem com você. Mas lembre-se de que esse pode ser o primeiro contato das crianças com a parlenda. Sugira algumas brincadeiras, como recitar depressa, devagar, baixinho, com voz grossa, apoiando a apropriação das parlendas pelas crianças. Ao terminar, relembre o que elas falaram sobre a ilustração.

Possíveis ações das crianças nesse momento: Algumas podem utilizar expressões faciais ou movimentos com o corpo para se expressar, por exemplo, mexer os braços, imitando um animalzinho da parlenda. Fique atento a esse tipo de linguagem e incentive a participação dessas crianças.


4

Ao término da leitura, convide as crianças a recitar suas parlendas preferidas em pequenos grupos. Ao dividir as equipes, coloque crianças mais autônomas e com desenvolvimento da linguagem oral mais avançada com outras que estão iniciando o processo da fala. Algumas parlendas serão mais queridas que outras. Respeite o interesse e as preferências do grupo. Proponhaque as crianças recitem a parlenda para os colegas e observe se há interação. É normal que algumas crianças não memorizem a parlenda, pois é o primeiro contato com ela. Caso perceba que alguma criança não está participando ou que se distraiu com um brinquedo, convide-a para recitar com você, junto com o grupo ou com um colega. Se necessário, peça ajuda de uma outra criança nesse momento. No entanto, não obrigue-a a fazer. Incentive-a e respeite-a.


5

Ainda em grupos, disponibilizeos livros utilizados durante a leitura. Deixe que as crianças os manuseiem livremente. Após observá-las em pequenos grupos, comece a realizar algumas intervenções, sempre considerando a iniciativa dos pequenos. Convide-as, por exemplo, para folhear as obras, recitando e conversando sobre as ilustrações ou lendo com você para encontrar a parlenda que foi lida. Acompanhe os grupos e observe a interação das crianças. Se observar que uma criança se interessa por um outro livro ou parlenda, sugira que os grupos troquem as obras. Caso necessário, auxilie-as no manuseio e na troca dos livros. Pode haver algum conflito, já que as crianças estão trabalhando em grupos. Fique atento e auxilie a resolvê-los.


Para finalizar:

Ao perceber que algumas crianças vão procurando outras explorações, como os cantos de livre escolha que você organizou, respeite essa iniciativa. As crianças que ainda estão interessadas podem explorar mais um pouco a atividade.Fale que ela está terminando e que em cinco minutos precisarão guardar os livros. Peça ajuda e incentive-as a recolhê-los. Enquanto recolhem, você pode retomar a parlenda preferida da turma. É possível que algumas crianças queiram continuar na interação com os livros. Se isso acontecer, você pode cantar uma música de passagem para outra atividade, já conhecida pelas crianças, sinalizando que a atividade acabou.

Desdobramentos

Caso queira repetir a atividade, proponha-a semanalmente e a insira no cotidiano das crianças, em situações de escolha, recitação durante produções, contagem de crianças, contagem do tempo que cada um vai usar o balanço, em brincadeiras no ambiente externoetc.Um exemplo é recitar a parlenda em diferentes vozes e acompanhar a entonação com o movimento do corpo. Ex: recitar baixinho (com todo mundo agachadinho), recitar rápido (com todo mundo correndo) etc. Observe as preferências do seu grupo e escolha as variações com as crianças.

Engajando as famílias

Escreva um bilhete com as crianças para compartilhar com as famílias que elas estão conhecendo novas parlendas. Comente também que a cada semana será escolhida uma parlenda, por meio de votação, para ser lida junto com os familiares. Aqueles que conhecerem alguma parlenda poderão enviá-la para ser lida para o grupo, aumentando o repertório das crianças.


Este plano de atividade foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:  Danielle Moreira de Oliveira Barroso

Mentor: Nilcileni Aparecida Ebani Brambilla

Especialista do subgrupo etário: Karina Rizek

Sugestão de idade: 3 anos a 3 anos e 11 meses

Campos de Experiência: Escuta, fala, pensamento e imaginação

Objetivos e códigos da Base
Centrais:

(EI02EF03) Demonstrar interesse e atenção ao ouvir a leitura de histórias e outros textos, diferenciando escrita de ilustrações, e acompanhando, com orientação do adulto-leitor, a direção da leitura (de cima para baixo, da esquerda para a direita).

(EI02EF08) Manipular textos e participar de situações de escuta para ampliar seu contato com diferentes gêneros textuais (parlendas, histórias de aventura, tirinhas, cartazes de sala, cardápios, notícias etc.).

Transversal:

(EI02EF07) Manusear diferentes portadores textuais, demonstrando reconhecer seus usos sociais.

Abordagem didática: O trabalho com poesias e parlendas ajuda a sensibilizar as crianças em relação ao mundo cultural e suas diversas formas de expressão. É importante que os professores ofereçam textos poéticos de maneira acolhedora e desafiadora, envolvendo as crianças na beleza das palavras e na estrutura desses tipos de textos. São várias as estratégias para desenvolver as atividades: trabalhar com títulos ou com partes dos textos, conversar para colocar as ideias em confronto e destacar rimas e aliterações, entre outras.

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS ATIVIDADES DESSA UNIDADE:

ATIVIDADES DESSA DISCIPLINA:

ATIVIDADES RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes