13265
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Língua e cultura em romance

POR: Nathália Gasparini 13/11/2018
Código: ING8_02UND01

8º ano / Inglês

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF08LI20) Examinar fatores que podem impedir o entendimento entre pessoas de culturas diferentes que falam a língua inglesa.

(EF08LI05) Inferir informações e relações que não aparecem de modo explícito no texto para construção de sentidos.

Plano de aula de Inglês com atividades para 8o ano do EF sobre Língua e cultura em romance

 

Sobre este plano select-down

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Objective select-down

Tempo sugerido: 2 minutos.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula com a turma.
Orientações: Leia o objetivo da aula. Explique que essa aula será de leitura, e que a discussão será sobre diferenças culturais e de comportamento entre falantes de língua inglesa.

Context select-down

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Leia a pergunta em voz alta. Você pode usar o slide ou escrever a pergunta no quadro.

As ilustrações servem de impulsionamento para os alunos pensarem em diferenças culturais mais lembradas no geral. Escreva no quadro os elementos citados pelos alunos. (Por exemplo: Cultural differences: food.)

Caso os alunos sintam dificuldade, você pode escrever as palavras que descrevem as imagens do slide, transformando-as em perguntas:

a) Is food different from one country to another? For example, do you know anything about food in the United States?

b) Are popular sports different from one country to another? For example, do you know any winter game which is popular in Canada?

c) Is clothing different from one country to another?
d) Is music different from one country to another?

Material complementar:

Em geral, quando falamos de diferenças culturais, lembramos de pratos típicos (arroz e feijão, pizza, hambúrguer), esportes valorizados nacionalmente (curling, baseball, futebol, corrida), modos de vestir (hijab, roupas folclóricas, roupas de povos originários) e manifestações culturais características (danças, músicas, hábitos). Se você quiser fornecer outros exemplos antes da leitura, nesse site você encontra exemplos e curiosidades sobre diferenças culturais de diversos países para ilustrar esse momento: https://www.adventureinyou.com/travel-tips/cultural-differences/



Context select-down

Tempo sugerido: Context

Orientações: Leia a frase e apresente o livro para a turma. Você pode imprimir o slide ou consultar a biblioteca da escola por uma edição do romance. Uma opção é oferecer um breve resumo do livro e da trajetória da autora (que você encontra abaixo). Para melhor andamento da tarefa, informe os alunos que, embora existam centenas de línguas faladas no país da autora, o inglês é a língua oficial da Nigéria.

Americanah é um romance que conta a história de Ifemelu, uma jovem nigeriana que, no ensino secundário, se apaixona por um garoto chamado Obinze. Morando em Lagos durante a ditadura militar, Ifemelu vai embora da Nigéria para estudar nos Estados Unidos. Lá, começa a refletir e a escrever um blog sobre negritude e identidade nos Estados Unidos e no seu país natal, através do qual reflete e dialoga com leitores sobre muitas questões culturais e interculturais. Obinze acaba indo morar na Inglaterra e, depois de anos, Ifemelu decide encontrar Obinze em uma Nigéria totalmente diferente, assim como eles - agora adultos, com modos de ver o mundo também extremamente transformados. Chimamanda Adichie (1977) é uma escritora nigeriana que se tornou mundialmente conhecida graças aos livros Hibisco Roxo (2003) e Meio Sol Amarelo (2007).

Material complementar:

Você pode saber mais sobre a autora do livro através dessa matéria do El Pais Brasil: https://brasil.elpais.com/brasil/2017/10/01/cultura/1506882356_458023.html, ou conhecer mais sobre sua obra na Revista Polen http://revistapolen.com/676/

Também é possível saber mais sobre o livro Americanah no site do Estadão http://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,americanah-e-um-alivio-da-ficcao-contra-o-racismo,1559274 e ler essa resenha publicada no The Guardian https://www.theguardian.com/books/2013/apr/11/americanah-chimamanda-ngozi-adichie-reviewA autora também tem vídeos publicados pelo Ted, em que trata de cultura: https://www.youtube.com/watch?v=D9Ihs241zeg e https://www.youtube.com/watch?v=hg3umXU_qWc

Input select-down

Tempo sugerido: 18 minutos

Propósito: Orientar a tarefa de leitura.

Orientações: Leia as instruções do slide. Distribua uma cópia do texto (no próximo slide) para cada aluno. Explique que os alunos lerão um pequeno trecho do romance e que devem utilizar estratégias de leitura. Os estudantes terão mais facilidade se tiverem passado pelo desenvolvimento das competências EF06LI09 (Unidade 2 do 6º ano), e F07LI07 (unidade 5 do 7º ano), relacionadas ao desenvolvimento da leitura em língua inglesa. Dependendo da proficiência leitora de sua turma, você pode pedir que prestem atenção às falas reportadas por Ifemelu, explicando que elas são marcadas textualmente por aspas. Distribua ou peça que utilizem lápis ou canetas destaca-texto de cores diferentes para realizar a tarefa.

Input select-down

Tempo sugerido: Input

Propósito: Ler o excerto do romance, procurando por exemplos de choques culturais entre Ifemelu, falante de inglês, e seus colegas estadunidenses.

Expectativa: Que os alunos leiam o trecho buscando elementos textuais que demonstram o choque cultural da personagem nigeriana.

Orientações: Oriente a leitura: silenciosa e individual. Deixe a tarefa do slide anterior projetada durante a leitura ou à vista no quadro, para que os alunos possam voltar às orientações da atividade enquanto leem.

Caso os alunos encontrem dificuldade em perceber textualmente as marcas da expectativa da personagem em contraponto com os comportamentos com que se deparou, você pode ler o primeiro trecho com eles (até a palavra “knowledge”), mostrando as marcas textuais do discurso reproduzido (as aspas) e o uso da negação (“they did not say”, “they never said”), que demonstram como Ifemelu esperava outra coisa a partir de sua perspectiva cultural.

Output select-down

Tempo sugerido: 17 minutos

Propósito: Discutir o resultado da tarefa realizada individualmente com um par e sistematizar as respostas.

Expectativa: Que os alunos compartilhem sua leitura e que aqueles com menos proficiência leitora possam contar com a ajuda de pares para encontrar as informações no texto.

Orientações: Separe os estudantes em duplas. A organização desta e da próxima atividade serão mais breves se eles já estiverem sentados em pares. Leia os questionamentos no slide ou escreva-os no quadro. Em duplas, peça para que comparem suas frases destacadas. Depois de 5 minutos, peça para que algumas duplas socializem suas respostas com os colegas da turma, retomando a última pergunta. Você pode voltar ao slide do texto e apontar para os exemplos fornecidos, conforme os alunos forem relatando suas respostas.

Output select-down

Tempo sugerido: Output

Propósito: Refletir sobre os entendimentos implícitos e divergentes da mesma palavra utilizada pela narradora, que denota diferenças culturais.

Orientações: a) Peça que os alunos voltem ao trecho reproduzido no slide. Você pode indicar onde começa o trecho (no final do excerto) e ler em voz alta. Chame atenção para o fato de que, nesse trecho, Ifemelu não explicita qual a causa do estranhamento (ou seja, qual era sua expectativa de reação), e que precisaremos investigar no texto ideias implícitas (que não estão totalmente expressas textualmente), para compreender sua causa. Caso necessário, use o glossário abaixo para compreensão do trecho.

b) Questione sobre o porquê do estranhamento de Ifemelu: Why did Ifemelu feel weird about how people use the word sorry? Explique que a palavra pode ser usada de duas formas e isso é que causa o desentendimento entre ela e seus novos colegas.

c) Mostre e leia o slide ou escreva no quadro as duas acepções da palavra, retiradas do dicionário Oxford Online (https://en.oxforddictionaries.com/definition/sorry). Foque nos exemplos utilizados e procure explicitar que, no primeiro grupo de significados, (1 e 1.1), a acepção tem relação com as palavras sympathy e compassion, de modo que significa sentir empatia pela situação ruim de alguém (misfortune), algo como “sinto muito por você”, enquanto no segundo grupo de significados (2 e 2.2), a acepção tem relação com as palavras regret e apology, de modo que é utilizada para pedir desculpas.

d) Divida os alunos em duplas entre alunos A e alunos B. Oriente os alunos A a indicarem (eles podem anotar na cópia do texto) qual sentido (1 ou 2) está implícito no uso que Ifemelu faz da palavra. Para os alunos B, peça que indiquem qual acepção é utilizada pelas pessoas que a personagem encontrou nos Estados Unidos. Dê aproximadamente 3 minutos para essa atividade.

e) Em seguida, peça para que aluno A e aluno B comparem suas respostas. Solicite que uma ou mais duplas de alunos relatem sua discussão para a turma. Ao final, retome a tarefa: Ifemelu was expressing that she was feeling sad or had compassion for her friends, while her colleagues understood “sorry” as a way of apologizing. This was an implicit idea, not expressed in the text. It represents a cultural difference among speakers of the same language, though.

Glossário:

Choked: engasgavam

Tripped: tropeçavam

Feedback select-down

Tempo sugerido: 3 minutos

Propósito: Organizar os saberes ativados durante a leitura e o estudo do texto.

Expectativa: Que os alunos saiam da aula com a noção de que o ato de ler envolve compreender camadas mais profundas do que a superfície do texto, pois muitas vezes os autores pressupõem certos conhecimentos de seu leitor; que nos alunos seja despertada também a consciência de que existem diferenças linguísticas e culturais entre falantes de inglês.

Orientações: Encerre a aula com uma sistematização do conteúdo trabalhado. Você pode fazer essa sistematização em uma conversa coletiva (os alunos falam e você registra) ou, então, apresentar esse slide final já com as respostas. Se você desejar, pode retomar o significado das palavras implícito e explícito, citando o trecho do excerto estudado. Você pode voltar para o quadro, caso tenha registrado as ideias iniciais dos alunos sobre quais poderiam ser diferenças culturais entre pessoas de diferentes países mencionadas no começo da aula e adicionar o que pode caracterizar uma diferença cultural não citada (understandings, behaviour, use of words etc.).

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Tempo sugerido: 2 minutos.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula com a turma.
Orientações: Leia o objetivo da aula. Explique que essa aula será de leitura, e que a discussão será sobre diferenças culturais e de comportamento entre falantes de língua inglesa.

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Leia a pergunta em voz alta. Você pode usar o slide ou escrever a pergunta no quadro.

As ilustrações servem de impulsionamento para os alunos pensarem em diferenças culturais mais lembradas no geral. Escreva no quadro os elementos citados pelos alunos. (Por exemplo: Cultural differences: food.)

Caso os alunos sintam dificuldade, você pode escrever as palavras que descrevem as imagens do slide, transformando-as em perguntas:

a) Is food different from one country to another? For example, do you know anything about food in the United States?

b) Are popular sports different from one country to another? For example, do you know any winter game which is popular in Canada?

c) Is clothing different from one country to another?
d) Is music different from one country to another?

Material complementar:

Em geral, quando falamos de diferenças culturais, lembramos de pratos típicos (arroz e feijão, pizza, hambúrguer), esportes valorizados nacionalmente (curling, baseball, futebol, corrida), modos de vestir (hijab, roupas folclóricas, roupas de povos originários) e manifestações culturais características (danças, músicas, hábitos). Se você quiser fornecer outros exemplos antes da leitura, nesse site você encontra exemplos e curiosidades sobre diferenças culturais de diversos países para ilustrar esse momento: https://www.adventureinyou.com/travel-tips/cultural-differences/



Tempo sugerido: Context

Orientações: Leia a frase e apresente o livro para a turma. Você pode imprimir o slide ou consultar a biblioteca da escola por uma edição do romance. Uma opção é oferecer um breve resumo do livro e da trajetória da autora (que você encontra abaixo). Para melhor andamento da tarefa, informe os alunos que, embora existam centenas de línguas faladas no país da autora, o inglês é a língua oficial da Nigéria.

Americanah é um romance que conta a história de Ifemelu, uma jovem nigeriana que, no ensino secundário, se apaixona por um garoto chamado Obinze. Morando em Lagos durante a ditadura militar, Ifemelu vai embora da Nigéria para estudar nos Estados Unidos. Lá, começa a refletir e a escrever um blog sobre negritude e identidade nos Estados Unidos e no seu país natal, através do qual reflete e dialoga com leitores sobre muitas questões culturais e interculturais. Obinze acaba indo morar na Inglaterra e, depois de anos, Ifemelu decide encontrar Obinze em uma Nigéria totalmente diferente, assim como eles - agora adultos, com modos de ver o mundo também extremamente transformados. Chimamanda Adichie (1977) é uma escritora nigeriana que se tornou mundialmente conhecida graças aos livros Hibisco Roxo (2003) e Meio Sol Amarelo (2007).

Material complementar:

Você pode saber mais sobre a autora do livro através dessa matéria do El Pais Brasil: https://brasil.elpais.com/brasil/2017/10/01/cultura/1506882356_458023.html, ou conhecer mais sobre sua obra na Revista Polen http://revistapolen.com/676/

Também é possível saber mais sobre o livro Americanah no site do Estadão http://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,americanah-e-um-alivio-da-ficcao-contra-o-racismo,1559274 e ler essa resenha publicada no The Guardian https://www.theguardian.com/books/2013/apr/11/americanah-chimamanda-ngozi-adichie-reviewA autora também tem vídeos publicados pelo Ted, em que trata de cultura: https://www.youtube.com/watch?v=D9Ihs241zeg e https://www.youtube.com/watch?v=hg3umXU_qWc

Tempo sugerido: 18 minutos

Propósito: Orientar a tarefa de leitura.

Orientações: Leia as instruções do slide. Distribua uma cópia do texto (no próximo slide) para cada aluno. Explique que os alunos lerão um pequeno trecho do romance e que devem utilizar estratégias de leitura. Os estudantes terão mais facilidade se tiverem passado pelo desenvolvimento das competências EF06LI09 (Unidade 2 do 6º ano), e F07LI07 (unidade 5 do 7º ano), relacionadas ao desenvolvimento da leitura em língua inglesa. Dependendo da proficiência leitora de sua turma, você pode pedir que prestem atenção às falas reportadas por Ifemelu, explicando que elas são marcadas textualmente por aspas. Distribua ou peça que utilizem lápis ou canetas destaca-texto de cores diferentes para realizar a tarefa.

Tempo sugerido: Input

Propósito: Ler o excerto do romance, procurando por exemplos de choques culturais entre Ifemelu, falante de inglês, e seus colegas estadunidenses.

Expectativa: Que os alunos leiam o trecho buscando elementos textuais que demonstram o choque cultural da personagem nigeriana.

Orientações: Oriente a leitura: silenciosa e individual. Deixe a tarefa do slide anterior projetada durante a leitura ou à vista no quadro, para que os alunos possam voltar às orientações da atividade enquanto leem.

Caso os alunos encontrem dificuldade em perceber textualmente as marcas da expectativa da personagem em contraponto com os comportamentos com que se deparou, você pode ler o primeiro trecho com eles (até a palavra “knowledge”), mostrando as marcas textuais do discurso reproduzido (as aspas) e o uso da negação (“they did not say”, “they never said”), que demonstram como Ifemelu esperava outra coisa a partir de sua perspectiva cultural.

Tempo sugerido: 17 minutos

Propósito: Discutir o resultado da tarefa realizada individualmente com um par e sistematizar as respostas.

Expectativa: Que os alunos compartilhem sua leitura e que aqueles com menos proficiência leitora possam contar com a ajuda de pares para encontrar as informações no texto.

Orientações: Separe os estudantes em duplas. A organização desta e da próxima atividade serão mais breves se eles já estiverem sentados em pares. Leia os questionamentos no slide ou escreva-os no quadro. Em duplas, peça para que comparem suas frases destacadas. Depois de 5 minutos, peça para que algumas duplas socializem suas respostas com os colegas da turma, retomando a última pergunta. Você pode voltar ao slide do texto e apontar para os exemplos fornecidos, conforme os alunos forem relatando suas respostas.

Tempo sugerido: Output

Propósito: Refletir sobre os entendimentos implícitos e divergentes da mesma palavra utilizada pela narradora, que denota diferenças culturais.

Orientações: a) Peça que os alunos voltem ao trecho reproduzido no slide. Você pode indicar onde começa o trecho (no final do excerto) e ler em voz alta. Chame atenção para o fato de que, nesse trecho, Ifemelu não explicita qual a causa do estranhamento (ou seja, qual era sua expectativa de reação), e que precisaremos investigar no texto ideias implícitas (que não estão totalmente expressas textualmente), para compreender sua causa. Caso necessário, use o glossário abaixo para compreensão do trecho.

b) Questione sobre o porquê do estranhamento de Ifemelu: Why did Ifemelu feel weird about how people use the word sorry? Explique que a palavra pode ser usada de duas formas e isso é que causa o desentendimento entre ela e seus novos colegas.

c) Mostre e leia o slide ou escreva no quadro as duas acepções da palavra, retiradas do dicionário Oxford Online (https://en.oxforddictionaries.com/definition/sorry). Foque nos exemplos utilizados e procure explicitar que, no primeiro grupo de significados, (1 e 1.1), a acepção tem relação com as palavras sympathy e compassion, de modo que significa sentir empatia pela situação ruim de alguém (misfortune), algo como “sinto muito por você”, enquanto no segundo grupo de significados (2 e 2.2), a acepção tem relação com as palavras regret e apology, de modo que é utilizada para pedir desculpas.

d) Divida os alunos em duplas entre alunos A e alunos B. Oriente os alunos A a indicarem (eles podem anotar na cópia do texto) qual sentido (1 ou 2) está implícito no uso que Ifemelu faz da palavra. Para os alunos B, peça que indiquem qual acepção é utilizada pelas pessoas que a personagem encontrou nos Estados Unidos. Dê aproximadamente 3 minutos para essa atividade.

e) Em seguida, peça para que aluno A e aluno B comparem suas respostas. Solicite que uma ou mais duplas de alunos relatem sua discussão para a turma. Ao final, retome a tarefa: Ifemelu was expressing that she was feeling sad or had compassion for her friends, while her colleagues understood “sorry” as a way of apologizing. This was an implicit idea, not expressed in the text. It represents a cultural difference among speakers of the same language, though.

Glossário:

Choked: engasgavam

Tripped: tropeçavam

Tempo sugerido: 3 minutos

Propósito: Organizar os saberes ativados durante a leitura e o estudo do texto.

Expectativa: Que os alunos saiam da aula com a noção de que o ato de ler envolve compreender camadas mais profundas do que a superfície do texto, pois muitas vezes os autores pressupõem certos conhecimentos de seu leitor; que nos alunos seja despertada também a consciência de que existem diferenças linguísticas e culturais entre falantes de inglês.

Orientações: Encerre a aula com uma sistematização do conteúdo trabalhado. Você pode fazer essa sistematização em uma conversa coletiva (os alunos falam e você registra) ou, então, apresentar esse slide final já com as respostas. Se você desejar, pode retomar o significado das palavras implícito e explícito, citando o trecho do excerto estudado. Você pode voltar para o quadro, caso tenha registrado as ideias iniciais dos alunos sobre quais poderiam ser diferenças culturais entre pessoas de diferentes países mencionadas no começo da aula e adicionar o que pode caracterizar uma diferença cultural não citada (understandings, behaviour, use of words etc.).

Contents

  1. INPUT: Excerpt of the book  “Americanah”, by Chimamanda Adichie
  2. OUTPUT: Debate in pairs

Habilidade da Base Nacional Comum Curricular

(EF08LI05) Inferir informações e relações que não aparecem de modo explícito no texto para construção de sentidos.

(EF08LI20) Examinar fatores que podem impedir o entendimento entre pessoas de culturas diferentes que falam a língua inglesa.

Este plano foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Professor-autor: Nathália Gasparini

Mentor: Newton Murce

Especialista: Celina Fernandes


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes