15924
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Creche - Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Atividade - Conhecendo a ciranda Cacuriá do Maranhão

Nesta atividade, apresente em vídeos essa brincadeira típica do nordeste e convide as crianças a experimentá-la.

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Renata Braga Fonseca

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Brincando com cantigas de rodas conhecidas

Pesquisa sobre cirandas

Conhecendo a ciranda Coco de roda

Conhecendo a ciranda Cacuriá do Maranhão

Explorando as letras das cirandas de roda

Materiais:

Salve vídeos da ciranda Cacuriá do Maranhão e apresente-os em um computador, tablet ou data-show. Sugestões de vídeos: Jabuti, de Dona Teté (disponível aqui), Jacaré Poiô, de Dona Teté (disponível aqui), Bananeira, de Dona Teté (disponível aqui). Materiais para a pesquisa das crianças como: imagens impressas da ciranda Cacuriá que mostrem os participantes, os instrumentos, as vestimentas etc. Fotos da estado do Maranhão. Catálogos e revistas com imagens de ciranda. Alguns modelos de tambor (instrumento musical típico do Cacuriá). Algumas letras de músicas do Cacuriá impressas em papel A3 (sugestões: Ladeira, Jabuti, Divino, Bananeira, Formiga, Valsa). Celular para registrar fotos e vídeos.

Espaços:

Sala ou área externa ampla. Separe quatro cantos e organize-os com uma boa quantidade e variedade de materiais que serão usados para a pesquisa. Deixe o centro livre para as crianças brincarem de roda.

Tempo sugerido:

Entre 40 minutos e uma hora.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como as crianças se deslocam no espaço enquanto dançam? Como realizam gestos e movimentos seguindo as orientações dadas pela música? Percebem essas orientações sozinhas ou imitam os movimentos de algum colega?

2. Como as crianças exploram os os instrumentos musicais? Acompanham as letras das músicas com os instrumentos? Imitam o ritmo da ciranda? Tiram sons de outros objetos disponíveis no espaço?

3. De que forma as crianças reagem aos comandos de deslocamento no espaço como entrar e sair da roda? Identificam o espaço que estão ocupando e reagem espontaneamente seguindo o comando ou imitam a ação de um colega?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Observe o envolvimento das crianças nas etapas da atividade, assegurando a todas os direitos de participar, de explorar e de se expressar. Fique atento caso alguma criança queira continuar brincando de roda no momento da pesquisa ou vice versa, respeite e incentive-a para que participe em seu próprio tempo.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Reúna as crianças em grande grupo e convide-as para se sentarem em roda com você. Diga que a atividade de hoje é de brincadeira de roda e de pesquisa sobre a ciranda Cacuriá do Maranhão. Faça perguntas especulando o que elas conhecem sobre essa ciranda e ouça o que dizem. Incentive as crianças a participar e respeite as que neste momento não quiserem se expressar.

Possíveis falas do professor neste momento: Hoje nós vamos brincar de roda com a ciranda Cacuriá. Esse nome é bem engraçado, né? Quem já ouviu falar dessa ciranda? Onde será que ela surgiu? Como será seu ritmo? E como se dança?

Possíveis ações da criança neste momento: Algumas crianças podem cantar cirandas conhecidas por elas, outras podem usar a imaginação e criar alguma história sobre o Cacuriá respondendo a sua pergunta.


2

Apresente o vídeo com a música e a coreografia da ciranda Jabuti (disponível aqui). As crianças podem começar a dançar livremente ou imitando gestos e movimentos da coreografia, algumas podem escolher seus pares formando rodas em pequenos grupos e outras podem ficar paradas apreciando o vídeo. Aproveite esse primeiro momento para observá-lasenquanto dançam e brincam de roda. Perceba como exploram as formas de deslocamento no espaço e como percebem as orientações de movimentos e de espaços indicados na letra da música. Algumas crianças podem pular, bater palmas, bater os pés, outras podem entrar e sair da roda seguindo a indicação da música. Fique atento também para o que as expressões faciais revelam neste momento, verifique como ocorrem as interações entre elas e como oferecem apoio umas às outras. Registre o momento com fotos e pequenos vídeos.


3

Entre na brincadeira e convide todos para formar uma roda em grande grupo. Peça para que as crianças fiquem atentas ao que diz a música e diga que no decorrer da brincadeira você vai sugerir ações, tais como: quando a música disser tô entrando, só quem está feliz entra na roda, quando disser tô saindo, as crianças que estão dentro saem da roda e outros como, quem está de sapato, quem está de cabelo preso . Diga que as crianças também podem sugerir essas ações e deixe-as à vontade paraformar pequenos grupos para entrar e sair da roda. Continue a observar como exploram o espaço e combinam os movimentos seguindo as orientações. Algumas podem ficar bem atentas ao que vai ser dito como chave para entrar na roda, outras podem entrar e sair a todo momento. Acolha todas as iniciativas e seja brincante também. Amplie o repertório da brincadeira de roda incluindo outras músicas do Cacuriá como: Jacaré Poiô (disponível aqui) e Bananeira (disponível aqui).


4

Ainda na roda em grande grupo convide as crianças para iniciar a pesquisa.Retome as perguntas sobre quem gostou de dançar as cirandas do Cacuriá e quem já conhecia esse ritmo. Peça para que as crianças se dividam em quatro pequenos grupos e deixe-as fazer isso com autonomia. Fique atento à quantidade delas em cada grupo e caso haja algum com uma quantidade de integrantes bem maior que os outros, indique a necessidade de que os grupos fiquem mais ou menos com a mesma quantidade de membros.

Possíveis falas do professor neste momento: Olha, nesse grupo aqui parece que tem muitas crianças e nesse aqui tem poucas, o que vocês acham? Quem quer vir para esse grupo? E agora, já está igual? Então podemos começar nossas pesquisas!


5

Apresente os materiais que você organizou nos cantos. Dê informações simples que possam instigar as crianças a aprofundar suas pesquisas e descobertas sobre o Cacuriá e que possam despertar o interesse delas pelos cantos, como: Olha, essa é uma foto do Maranhão onde nasceu o Cacuriá ou esse é um instrumento usado nas rodas de Cacuriá e aqui tem um catálogo com imagens de pessoas dançando o Cacuriá. Deixe as crianças e seus pequenos grupos à vontade para manipular os materiais e escolher autonomamente o canto no qual desejam fazer a pesquisa. Respeite o tempo das crianças até que se organizem. Lance quatro desafios para os grupos: Descobrir de onde vem a ciranda Cacuriá, como ela surgiu, quais são os instrumentos usados nela e quais são as outras músicas conhecidas no Cacuriá. Deixe que os grupos decidam sobre o querem pesquisar e anote a decisão deles. Se algum grupo quiser pesquisar sobre duas ou mais questões deixe-os à vontade, mas fique atento para que todas os tópicos sejam pesquisadas.


6

Reveze-se entre os pequenos grupos. Faça perguntas sobre o que mais chama a atenção das crianças nas fotos, revistas, vídeos e nos demais materiais e fique atento ao que elas comunicam. Lembre-as sobre o desafio que escolheram pesquisar e socialize com o grupo as diferentes hipóteses levantadas pelos colegas. Assuma um papel de mediador dos saberes, instigando as crianças a fazer uma boa exploração dos materiais e seja responsivo aos comentários delas. Anote as falas das crianças, principalmente as que indicam constatações acerca das pesquisas.

Possíveis ações da criança e do professor neste momento: Algumas crianças podem manusear objetos e instrumentos musicais imitando o ritmo da ciranda, outras podem segurar os papéis com as letras das músicas imitando a ação de ler ou podem pedir que você os leia. Faça desse momento de pesquisa lúdico. Enquanto você lê a letra de uma música, algumas crianças podem acompanhar a leitura dela fazendo sons com os instrumentos musicais.


Para finalizar:

Ao se aproximar do tempo estimado para a atividade ou quando as crianças já não estiverem mais tão envolvidas nas pesquisas, convide-as para uma roda de conversa em grande grupo,para que possam socializar suas descobertas. Faça perguntas sobre o que cada grupo descobriu em suas pesquisas. Garanta que esse seja um momento de trocas e diálogos em que as crianças possam sentir-se seguras para se expressar. Em alguns momentos você pode ler as anotações que fez das falas das crianças e, se elas desejarem, podem falar como chegaram a tal conclusão. Deixe-as livres para se expressarem como quiserem e incentive a participação de todas. Disponibilize um bom tempo para essa socialização e, ao final da roda de conversa, convide as crianças para organizar o espaço junto com você, fazendo uma brincadeira ou cantando músicas do Cacuriá do Maranhão: elas formam rodas em pequenos grupos e dentro de cada roda fica uma ou duas crianças. As crianças que estão dentro da roda juntam os materiais e toda a roda anda até o local que você indicou para guardar os materiais.

Desdobramentos

Caso você queira repetir a atividade, é importante proporcionar outras formas de exploração. Em outro momento você pode propor que as crianças brinquem com a letra da música criando novas rimas ou inventando novas formas de movimento com o corpo. Utilize a mesma atividade com uma ciranda da sua região, valorizando o repertório cultural das crianças.

Engajando as famílias

Organize um aparelho de som e uma mesa com instrumentos musicais usados na ciranda em um local onde os pais tenham acesso. Nos momentos em que os responsáveis estiverem na escola (entrada ou saída), coloque para tocar algumas cirandas do Cacuriá do Maranhão. Pergunte para os familiares se eles conseguem identificar os instrumentos usados na ciranda e deixe que as crianças os apresentem. Proponha que elas façam uma pesquisa em casa e descubram se há algum familiar que toque outros instrumentos para convidá-lo para fazer uma apresentação na escola, em outro momento.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) :

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02CG03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02ET04 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02TS01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano