15105
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - O jardim de chás: brincadeiras com bebês despertando o olhar

Ao cuidar de uma horta de ervas, as crianças irão exercitar a observação atenta sobre as plantas.

Plano 02 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Bruna Bonfá Terra da Silva

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Dê continuidade a atividade anterior (O jardim de chás: brincadeiras com bebês potencializando o tato) empregando os cuidados necessários para a manutenção e crescimento da horta. Adube a terra com elementos naturais, regue as mudas com frequência e retire ervas daninhas. Sempre que possível, leve o grupo de bebês para observar e regar o jardim de chás, para que possam acompanhar o desenvolvimento das plantas e contribuir com os cuidados. Verifique outras informações sobre hortas e algumas sugestões de músicas para a atividade no material de apoio. Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

O jardim de chás: brincadeiras com bebês potencializando o tato

O jardim de chás: brincadeiras com bebês despertando o olhar

O jardim de chás: brincadeiras com bebês sensibilizando o olfato

O jardim de chás: brincadeiras com bebês experimentando sabores

O jardim de chás: brincadeiras com bebês motivando a escuta

Materiais:

Balde e materiais de jardinagem: pá de mão, garfo de mão, tesoura de poda e alguns regadores. Duas bacias de plástico ou alumínio, sendo uma vazia e outra com água. Lupas de brinquedo. Câmera fotográfica para documentação pedagógica e aparelho sonoro (rádio, notebook ou celular) para as músicas sugeridas no plano.

Espaços:

Coloque os materiais de jardinagem dentro do balde e deixe em um dos cantos do jardim de chás. Em outro canto, disponhas os regadores vazios, organize as duas bacias e as lupas na lateral da horta para os bebês brincarem. Posicione o aparelho sonoro um pouco distante do local para evitar que caia água, mas o deixe de fácil acesso a você.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 50 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como acontece a brincadeira de imitação pelos bebês? Qual diferença da imitação espontânea e da incentivada pelo professor ou colega?

2. Que explorações os bebês fazem no cenário da atividade? De que forma eles observam e interagem com o ambiente?

3. Como os bebês comunicam suas descobertas e desejos no contexto da brincadeira?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Permita a exploração dos materiais de jardinagem e dos elementos naturais por meio de sua manipulação e descrição, para que os bebês possam se apropriar desses recursos. Incentive os cuidados com a natureza, propiciando momentos de interação do grupo com essa vivência. Garanta que todos os bebês possam, cada um a seu modo, observar o ambiente e sentir sua dinâmica.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Organize o espaço do jardim de ervas conforme indicado neste plano. Para o desenvolvimento desta atividade, é essencial ter a presença de mais de um professor contribuindo com a turma para garantir que todos os bebês disponham do apoio necessário. Em sala, reúna o grupo em um círculo para mostrar a eles o varal de fotos e o mural de informações do jardim de chás da turma (elaborado no plano de atividade anterior e posto na sala de referência para apreciação e acompanhamento). Com esse material em mãos, faça algumas perguntas para o grupo sobre a atividade na horta: se gostaram de plantar, como imaginam que as mudas estão, se acham que elas cresceram bastante, se gostam de cuidar do jardim, se lembram da música da atividade etc. Desperte o interesse e curiosidade do grupo pelo assunto e, então, pergunte se gostariam de ir até a horta para cuidar dela e verificar o crescimento das plantas. Auxilie os bebês que necessitam de ajuda para locomoção a se encaminharem até o local.


2

Deixe o grupo interagir com os elementos naturais presentes no ambiente e coloque a música que contempla o contexto da atividade proposta: "Para Germinar", do grupo Palavra Cantada. Ofereça suporte corporal, auxilie a busca pelo objeto de interesse e favoreça o deslocamento dos bebês menores, contribuindo para que eles participem de forma dinâmica da brincadeira. Viabilize situações exploratórias em que os bebês possam se envolver na atividade, como, por exemplo, acariciar e cheirar uma planta ou afofar a terra. Incentive a observação do jardim de chás e faça indagações sobre diferenças perceptíveis em relação ao dia do plantio. Instigue o grupo a reconhecer o quanto as ervas cresceram e a explorar o ambiente, cada um a seu modo. Desperte a curiosidade dos bebês pelas modificações da horta, intensificando os momentos de observação atenta e cuidadosa.

Possíveis falas do professor neste momento: Vejam, turma! Como nosso jardim de ervas cresceu! Está lindo, não acham? Observem essa planta aqui (mostrar), vejam como ela é bem diferente dessa outra aqui (mostrar). O que mais está diferente na horta?

Possíveis ações da criança neste momento: Os bebês podem apontar alguns elementos, balbuciar e falar para comunicar descobertas. Podem ainda observar alguns elementos naturais com atenção, de acordo com suas curiosidades.


3

Oriente os bebês para que se organizem em um círculo e apresente as lupas, explicando suas possibilidades. Faça a demonstração de como ela deve ser usada e a ofereça para brincarem, principalmente aos bebês maiores, ficando atento para o uso desse objeto. Faça as mediações necessárias para que o grupo comunique suas descobertas, inspirando outras observações. Permita que eles brinquem com os elementos naturais dispersos no ambiente, com as bacias disponibilizadas (com e sem água) e com os materiais de jardinagem (exceto a tesoura de poda, visto que essa deve ser de uso exclusivo do professor). Apoie as diversas situações investigativas, fazendo os devidos questionamentos para que os bebês continuem a se envolver na proposta. Ajude os bebês menores a vivenciarem esses momentos de observação e de contato com os elementos da natureza, aproximando-os do jardim de chás. Convide o grupo a contribuir com a rega, indicando que é preciso encher os regadores de água. Colabore para esse processo e permita que os bebês aguem a horta como preferirem. Continue incentivando-os a tocarem nas mudas e a sentirem os cheiros delas.

Possíveis falas do professor neste momento: Olhem pessoal, o (nome do bebê) percebeu que tem uma folha da (nome da planta) mordida! Será que tem algum inseto se alimentando das ervas do nosso jardim? Talvez uma lagarta? O que vocês imaginam? E vejam, o (nome do bebê) verificou algumas partes amareladas na (nome da planta). Será que o sol está queimando ela? Vamos investigar o que aconteceu?

Possíveis ações da criança neste momento: Alguns bebês podem demonstrar encantamento pela proposta ao cuidar de uma planta, analisando as características físicas. Outros podem, se movimentar no espaço em busca de uma observação de diferentes ângulos e de interação com os elementos presentes.


Para finalizar:

Informe ao grupo que a atividade será encerrada em breve e indique o que será feito no momento seguinte. O planejamento prévio contribui para uma organização interna dos acontecimentos, preparando para a transição de momentos e etapas subsequentes. Deixe o bebê que porventura se interesse por outra coisa brincar e ficar livre em suas escolhas. Desta forma, leve outras possibilidades para a atividade, como brinquedos de jardinagemou cesto de brinquedos favoritos etc. Coloque a música escolhida que marca o término da atividade (sugestão: "Lavar as Mãos", também do grupo Palavra Cantada). Após um momento, comunique novamente o término da brincadeira e incentive os bebês a ajudarem na organização do espaço e dos materiais. Valorize as iniciativas e esforços que possam surgir como forma de participação. Encaminhe o grupo para um momento de higiene pessoal realizando as intervenções necessárias para o bem-estar dos bebês.

Desdobramentos

Escolha algumas fotografias que contemplam os registros pedagógicos e acrescente ao varal de fotos do jardim de chás - permanente na sala de referência. Deste modo, os bebês continuarão vivenciando e acompanhando o desenvolvimento da horta ao observarem as fotos. No mural, feito de cartolina ou papel pardo, inclua novas, diferentes e importantes informações sobre a horta: como as mudas estão crescendo, se alguma cresce mais rápido que outra e se alguma delas já apresenta aroma. Para compreender a necessidade e inspirar outras brincadeiras com a natureza e seus elementos, acesse: Benefícios de uma infância rica em Natureza.

Engajando as famílias

Exponha o varal de fotos e o mural de informações do jardim de chás na parede lateral externa da sala da turma ou em algum outro lugar que julgar interessante. Assim, famílias, funcionários e as outras crianças da creche poderão apreciar e acompanhar a sequência de atividades e brincadeiras envolvendo uma horta. Depois de alguns dias de exposição do material, coloque-o na sala de referência.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês :

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01CG03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01ET03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01EO04 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano