Atividade 2: Interagindo e brincando com caixas no retorno

Incentivar a interação entre as crianças da mesma faixa etária respeitando protocolos de saúde será fundamental após o isolamento social

POR:
Nairim Bernardo
A higienização das caixas será importante para desenvolver a atividade. Ilustração: Nathalia Takeyama/NOVA ESCOLA

Em uma possível volta à escola, será importante promover atividades em que os bebês possam interagir bastante uns com os outros, já que muitos não estão tendo contato com crianças da mesma faixa etária durante a quarentena. Além disso, a exploração de objetos, espaços e diferentes materiais é essencial para o desenvolvimento físico e motor do bebês.

Pensando nisso, NOVA ESCOLA adaptou o plano de atividade Exploração de Caixas com a ajuda de Jéssica Ribeiro Carnevale, professora-autora da proposta. “A caixa é um acessório de fácil acesso a todas as famílias e escolas e é um plano de atividade de possível realização”, diz a professora. Segundo ela, outro motivo da escolha é a ressignificação do objeto, o que é uma característica da infância. 



ATIVIDADE: Exploração de caixas

Nesta proposta, as crianças irão brincar com caixas de diversos tipos e tamanhos


Indicado para: Bebês (zero a 1 ano e 6 meses)

Material: Caixas de diversos tamanhos - pequenas, médias e grandes (de sapato, de remédio, de produtos diversos, nas quais a criança consiga entrar), papéis coloridos para encapar as caixas

Na BNCC: EI01CG03, EI01EO02, EI01EO03


PASSO A PASSO

1. Prepare o material: Arrecade caixas de diversos tamanhos entre a comunidade escolar. Encape algumas com papéis de cores lisas e estampadas para que sejam mais atrativas. Certifique-se de que haverá pelo menos uma caixa para cada bebê.

PONTO DE ATENÇÃO: como os bebês estão na fase oral e podem levar as caixas à boca, higienize todas elas antes e após a atividade. 

2. Organize o espaço: A proposta pode acontecer em uma área externa da escola ou em uma sala ampla. A disposição do material pelo espaço irá depender dos protocolos de saúde recomendados. Caso haja a necessidade de trabalhar com pequenos agrupamentos, disponha uma certa quantidade de caixas distante da outra e divida a turma. Se for possível promover uma interação maior entre os bebês,  fique atento para não deixar as caixas muito distantes umas das outras. Isso pode dificultar a interação.

3. Convide a turma: Leve os bebês até esse espaço e diga que todos brincarão com as caixas doadas pela comunidade escolar. Espere que eles se aproximem e comecem a interagir livremente com os objetos. Lembre-se de separar caixas menores (como caixa de palito de dentes, de sabonete, de creme dental) para que os bebês que ainda não engatinham possam participar também. 

4. Observe e registre: O professor precisa observar as interações entre os bebês para planejar suas intervenções. “É natural do bebê buscar interação, seja pelo olhar, por expressão facial ou pelo toque. Quando ele começa a descobrir coisas, ele mostra para o outro o que descobriu através de ações”, comenta a professora Jéssica. Portanto, fique atento a gestos que os bebês repetem. Isso indica que eles estão fazendo uma descoberta e querem compartilhá-la com outro bebê ou com o adulto. Fotografe e filme pequenos trechos da atividade. 

5. Faça intervenções: O objetivo é incentivar a interação e descobertas mais significativas. Proponha que eles realizem algumas ações em duplas ou trios, como empilhar algumas caixas. Faça perguntas e comentários como “Que bacana! Vocês mudaram a caixa de lugar! Ela estava leve ou pesada para empurrar?” ou “Nossa, que torre grande! Mostre pra gente como você fez!”

6. Encerre a atividade: Informe que irão encerrar a atividade em alguns minutos. Convide os bebês para ajudá-lo a organizar o local guardando as caixas menores dentro das maiores. 



Esta sugestão de atividade foi adaptada da sequência Brincadeiras de interação, com cinco planos de atividade criados por Jéssica Ribeiro Carnevale, professora-autora do Time de Autores NOVA ESCOLA, do Rio de Janeiro (RJ). Para conferir a sequência na íntegra, clique aqui.