15101
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - O jardim de chás: brincadeiras com bebês potencializando o tato

Nesta atividade, as crianças irão participar do plantio de ervas em uma horta na escola.

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Bruna Bonfá Terra da Silva

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Planeje sobre a estrutura física do jardim de chás da creche. Escolha um local que receba sol e sombra em momentos alternados do dia e que tenha uma torneira próxima para facilitar as regas. Defina onde serão plantadas as sementes e as mudas das plantas para chás, que poderá ser no solo ou em vasos de barro, plástico ou metal, por exemplo. Adube a terra que será utilizada e escolha as ervas que serão plantadas. Verifique outras informações sobre hortas e algumas sugestões de músicas para a atividade no material de apoio. Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

O jardim de chás: brincadeiras com bebês potencializando o tato

O jardim de chás: brincadeiras com bebês despertando o olhar

O jardim de chás: brincadeiras com bebês sensibilizando o olfato

O jardim de chás: brincadeiras com bebês experimentando sabores

O jardim de chás: brincadeiras com bebês motivando a escuta

Materiais:

Balde e materiais de jardinagem: pá de mão, garfo de mão, tesoura de poda e alguns regadores. Sementes e/ou mudas de ervas para chás. Vasos de barro, plástico ou metal, se decidir plantar nesses objetos. Um bacia com areia, uma com água e outra com terra. Materiais de largo alcance, como: potes pequenos e médios, de plástico ou de alumínio. Brinquedos de jardinagem ou de praia. Câmera fotográfica para documentação pedagógica e aparelho sonoro (rádio, notebook ou celular) para as músicas sugeridas no plano.

Espaços:

Escolhido o local para fazer o jardim de chás, deixe a terra preparada para o plantio. Coloque os materiais de jardinagem dentro do balde e disponha as sementes e as mudas em um canto da horta que tenha sombra. Em outro canto, deixe os regadores vazios. Organize as bacias, os materiais de largo alcance e os brinquedos na lateral do espaço destinado a horta, assim, enquanto um bebê planta, os outros aguardam o convite brincando. Posicione o aparelho sonoro um pouco distante da horta para evitar que caia água, mas de forma que fique de fácil alcance a você.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 50 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como acontece a imitação de gestos e movimentos pelos bebês? Qual diferença da imitação espontânea e da incentivada pelo professor ou colega?

2. Quais são as explorações que os bebês fazem no cenário da atividade proposta? De que forma acontecem as descobertas?

3. Como os bebês interagem com seus pares e com o adulto nessas vivências de contato com elementos naturais?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Favoreça a exploração dos materiais de jardinagem e dos elementos naturais por meio da manipulação e da descrição, para que os bebês possam se apropriar desses recursos. Narre as ações dos momentos do plantio das ervas, descrevendo os acontecimentos. Saliente as descobertas e encantamentos dos bebês. Incentive a brincadeira de imitação dos movimentos de plantio e cuidados com a natureza. Propicie momentos de interação do grupo durante essa vivência. Convide os bebês a tocarem na terra, nas plantas, na areia e a sentirem a água durante as brincadeiras.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Para o desenvolvimento seguro e agradável da proposta, é essencial que haja mais de um professor presente na turma para garantir que todos os bebês disponham do apoio necessário. Prepare o espaço destinado a realização do jardim de ervas conforme sugerido neste plano. Em sala, diga ao grupo que preparou uma atividade diferente na área externa. Conte a eles sobre os objetos que estarão disponibilizados e pergunte quais as brincadeiras eles imaginam que poderão fazer. Em seguida, explique mais sobre a proposta, dizendo ao grupo que planejou uma atividade na qual eles irão fazer e cuidar de uma horta. Mostre uma muda e uma semente para contextualizar o assunto e despertar a curiosidade dos bebês sobre o ambiente da brincadeira. Convide-os a se deslocarem até a área preparada para o jardim de ervas e auxilie a todos no deslocamento, principalmente os bebês menores que necessitam de ajuda para locomoção. Lembre-se de pegar a câmera fotográfica para registrar esses momentos, quando possível.


2

Permita que o grupo se familiarize com os materiais estabelecidos e com os elementos naturais presentes no ambiente da atividade. Contribua com os momentos exploratórios, permanecendo atento às ações e aos gestos de cada bebê. Colabore para que os bebês menores participem da brincadeira oferecendo suporte corporal e auxiliando a busca pelo objeto de interesse. Torne-se um mediador das descobertas dos bebês favorecendo as diversas formas de interação e comunicação com os colegas, professores, materiais e ambiente. Na sequência, oriente os bebês para que se organizem em círculo. Converse com todogrupo demonstrando quais são as etapas necessárias para plantar: abrir um pequeno buraco na terra, colocar a semente ou muda, tampar afofando a terra e regar. Diga que todos serão convidados para plantar e que você irá organizá-los para isso. Conduza o grupo para próximo momento. Organize-os no ambiente de modo que permaneçam brincando com os elementos ofertados nas bacias(areia, água e terra), com os materiais de largo alcance (potes pequenos e médios, de plástico ou de alumínio) e com os brinquedos de jardinagem ou de praia, enquanto aguardam o convite para realizar o plantio, respeitando o ritmo e o interesse do grupo.

Possíveis ações da criança neste momento: No momento do plantio, o bebê pode demonstrar encantamento pela proposta ao tocar na terra para prepará-la e ao afofá-la com cuidado. Nas brincadeiras, os bebês podem utilizar os potes para pegar água e molhar a areia e/ou a terra das bacias. Podem, ainda, repetir as ações do plantio com os materiais e brinquedos disponibilizados.


3

Para iniciar o plantio, ligue o aparelho sonoro e coloque a música "Para Germinar", do grupo Palavra Cantada, enfatizando a relação da música com a proposta. Convide os bebês maiores para irem em duplas ou trios. Permita que cada bebê possa pegar um instrumento como a pá ou o garfo de mão ( com ou sem a sua ajuda), incentivando-os a contribuir com a abertura de um pequeno buraco na terra. Auxilie-os a acomodar a semente ou a muda e, em seguida, tampar o que foi plantado. Converse para que retornem a brincadeira com os elementos das bacias e convide outros bebês para plantar. Repita essa etapa até que todos os bebês tenham participado desse momento de plantio. Com os bebês que necessitam de apoio para sentar ou ficar em pé, modifique a dinâmica da atividade. Coloque-os próximos a horta e demonstre como se faz para plantar, dialogando e mostrando os elementos enquanto manipula.

Possíveis falas do professor neste momento: Venha (nome do bebê)! Vamos deixar esse jardim bem bonito? Então… Vamos começar? Escolha aqui qual erva você quer plantar!

Possíveis ações da criança neste momento: O bebê pode demonstrar encantamento pela proposta ao manipular os materiais de jardinagem, afofar a terra, acariciar sementes e mudas. Pode também sorrir e se movimentar em tentativas de plantio.


4

Finalizado o plantio, convide o grupo a contribuir com o momento da rega, indicando que é preciso encher de água os regadores. Ajude os bebês nesse processo e permita que eles aguem o jardim de ervas como preferirem. Encoraje-os a tocarem nas mudas e a sentirem os cheiros delas. Apoie as ações e as iniciativas deles em manipular a terra, a água e as plantas. Favoreça as múltiplas situações afetivas com a natureza ao propiciar o brincar livre, divertido e prazeroso com o ambiente proposto. Possibilite aos bebês o encantamento e o envolvimento em circunstâncias investigativas dos elementos materiais e naturais. Oportunize momentos de compartilhamento das descobertas feitas no jardim de ervas com o grupo, incentivando a comunicação dos bebês.


Para finalizar:

Permita que os bebês continuem livres em suas situações exploratórias. Anuncie que a atividade será encerrada em breve e indique o que será feito posteriormente. Troque a música por uma que marque a finalização da atividade, como "Lavar as Mãos", também do grupo Palavra Cantada. Após um momento, comunique novamente o término da brincadeira e convide o grupo a colaborar com a organização dos materiais, reconhecendo as tentativas de participação. Ao som da música sugerida, encaminhe o grupo para um momento de higiene pessoal realizando as intervenções necessárias para o bem-estar dos bebês.

Desdobramentos

Selecione algumas fotografias que fazem parte dos registros pedagógicos para serem fixadas em um varal de fotos de acompanhamento do desenvolvimento do jardim de chás e o deixe dentro da sala de referência. Assim, os bebês podem observar as fotos e lembrar do jardim de chás nos momentos das atividades internas. Com este recurso, o professor tem a possibilidade de trocar as imagens conforme o crescimento das plantas. Combine com o grupo que será necessário que todo dia a horta seja regada e organize uma tabela que indique quais as duplas ou trios que irão fazer essa tarefa a cada dia da semana. Deixe a tabela fixada próxima ao varal, na altura das crianças de forma que possam acompanhar quem são os responsáveis a cada dia.

Também próximo ao varal, coloque um mural feito de cartolina ou papel pardo com algumas informações sobre a horta, como o dia do plantio e quais sementes e mudas foram utilizadas. Para compreender a importância e inspirar outras brincadeiras com a natureza e seus elementos, acesse: Benefícios de uma infância rica em Natureza.

Engajando as famílias

Escreva um bilhete às famílias contando sobre a sequência de atividades do jardim de chás e peça que enviem receitas de chás que lhes são conhecidas para serem compartilhadas com o grupo. Aproveite a situação para incentivar as famílias a participarem das atividades do jardim de ervas, observando a horta da creche e vivenciando esse contexto junto com os bebês nos momentos de entrada ou saída da instituição. Nessas ocasiões, ressalte a importância de brincadeiras e situações como essa, que proporcionam a interação entre os pares e o desenvolvimento de experiências afetivas com os elementos da natureza.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês :

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01CG03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01ET03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01EO06 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano