14766
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Registrando, conhecendo e contando com dados

Nesta proposta, as crianças irão conhecer brincadeiras que envolvem dados numerados.

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Evandro Tortora

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Proporcione momentos prévios de exploração dos dados coloridos e dados numerados pelas crianças em que elas possam ter experiências livres com esses objetos.

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Experiências e brincadeiras com cubos e dados.

Brincadeiras com os dados coloridos durante a “Corrida dos Cones”

Registrando, conhecendo e contando com dados

Utilizando e explorando dados nos jogos de percurso

Jogo com dados: “As sementes da melancia”

Materiais:

Dados numerados e cubos coloridos a serem disponibilizados para livre exploração pelas crianças (opte por usar dados e cubos grandes, que podem ser confeccionados com caixas de leite). Separe materiais para atividades de livre escolha, como massinha, cartolina para desenho com giz de cera, bonecas etc. Com o intuito de mostrar a função dos dados, separe dois jogos que fazem uso desses objetos para mostrar às crianças. Para as anotações que as crianças irão fazer, tenha uma folha de cartolina e canetões (caso tenha quadro no espaço escolhido para a realização da atividade, pode utilizá-lo no lugar da cartolina).

Espaços:

A atividade pode ser feita no pátio da escola, na sala das crianças ou em qualquer espaço em que seja possível organizar-se em uma grande roda. Organize cantos com diferentes atividades que as crianças consigam realizar com livre escolha, sendo um deles composto por cubos e dados numerados.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 1 hora e 10 minutos. Sendo 20 minutos para os cantos, 20 minutos para conversas em roda e 30 minutos para os jogos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Quais experiências com jogos que usam dados as crianças compartilham? Quais são esses jogos?

2. Como as crianças diferenciam dados numerados e coloridos nas brincadeiras? Como elas comunicam essas diferenças?

3. Como as crianças comunicam os números que estão presentes nas faces dos dados? Elas contam e fazem correspondência termo a termo ou identificam ao olhar? Conseguem fazer anotações para representar esse número? Como são esses registros?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Estimule para que as crianças colaborem entre si ao longo da atividade, se organizando em duplas ou trios nos desafios que enfrentarem, como contar números nas faces dos dados, rolá-los ou fazer registros.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Oportunize que as crianças explorem os cantos livremente. Fique próximo ao canto com cubos e dados numerados, acompanhando as que se interessam por esse canto. Brinque com elas e faça indagações sobre as diferenças entre os objetos, estimulando que façam classificações e percebam as diferenças por meio de observações e brincadeiras. A Ideia é fazer observações sobre os dados numerados e os demais cubos por meio das brincadeiras.

Possíveis falas do professor neste momento: Olha! Aqui temos dados com números e coloridos! Vamos fazer uma torre só com os dados numerados? Eu quero brincar só com os dados numerados. Consegue trazê-los para mim? Etc.

2

Após as brincadeiras, peça a ajuda das crianças para organizar o espaço e diga que vão se reunir em roda (grande grupo) e conversar sobre as brincadeiras que acabaram de participar.Pergunte se gostaram das brincadeiras que foram organizadas e quais mais gostaram. Aproveite o diálogo com a turma, para chamar atenção ao canto com dados, instigando que as crianças conversem sobre suas construções, classificações etc. Pode ser que nem todas as crianças tenham se interessado pelo canto em que os dados estavam presentes. Nesse caso, favoreça o diálogo de forma que as que participaram do canto com dados mostrem suas observações aos colegas, com o intuito de incluir aqueles que não participaram desse canto. Se necessário, sugira que a criança exemplifique suas observações contando sua experiência com os dados.

Possíveis falas do professor neste momento: (Faça perguntas) Vocês fizeram quais construções? Usaram todos os cubos coloridos? Usaram os dados numerados?


3

Aproveitando o diálogo anterior, peça para que alguma criança se dirija ao local em que esses materiais estão guardados, pegue um dado colorido e um dado numerado para conversarem sobre eles. Problematize: “qual a diferença entre esses dois dados?” Ouça as falas das crianças e observe se alguma começa a contar os círculos da face do dado numerado. Valorize as iniciativas das crianças e procure destacar a contagem, convidando outras crianças a se inspirarem nessa ação. Caso a contagem não apareça entre as ações, pergunte o que são aquelas bolinhas e se, em cada face, encontramos as mesmas bolinhas. Pergunte se já viram esse objeto em algum outro lugar ou se já brincaram com ele.

Possíveis falas e ações da criança neste momento: as crianças podem se referir às brincadeiras que fizeram anteriormente fora da escola, como em jogos e brincadeiras que utilizam dados. Aproveite as falas das crianças, peça que exemplifiquem e contem mais sobre esses jogos.

4

Aproveite as falas das crianças e diga para turma que trouxe alguns jogos que usam dados numerados. Mostre-os explicando qual a função dos dados (você pode apresentar como exemplo os jogos que fazem parte dessa sequência e estão presentes nos plano 4 e plano 5). Apresente os jogos e pergunte às crianças se já os conhecem e se têm ideia de como se joga. Aproveite as falas das crianças para compartilhar brevemente as regras dos jogos, bem como a importância e o papel dos dados nesses jogos.


5

Agora diga às crianças que vão fazer brincadeiras usando apenas os dados numerados. No primeiro “qual será meu número?”, diga que alguém vai jogar o dado pra saber qual é o número, mas antes de jogar devem tentar adivinhar o número que será sorteado. Pergunte quem gostaria de participar e peça para a criança escrever no quadro (ou cartolina) o número que acha que será sorteado. Ela pode usar numerais, outros símbolos ou representar o número como está escrito no dado (desenhando pequenos círculos, por exemplo). Após a criança fazer a anotação, peça para jogar o dado e pergunte a ela: “qual o seu número o núm? É o número que você achou que seria sorteado?”. Se a criança precisar de ajuda para contar o número sorteado, peça aos colegas que colaborem com ela. Elas podem comunicar as quantidades da lateral do dado. Saliente que o número é aquele voltado para cima.

Possíveis falas e ações do professor neste momento: você pode enriquecer esse jogo criando problematizações com as crianças pensando na sequência numérica. Por exemplo: qual o número que você sorteou? Ele é maior ou menor do que o número que ela escolheu antes de jogar o dado? Vamos conferir?


6

Agora, crie brincadeiras com os números sorteados pelas crianças, por exemplo: peça para que fiquem em pé para brincarem de “Pular como um saci”. Diga que vão brincar de pular num pé só, mas devem jogar o dado para saber quantos pulos vão ter que dar! Peça para alguma criança jogar o dado e ler o número sorteado. Após a leitura, pule com as crianças. Repita a brincadeira e disponibilize outros dados numerados para que as crianças possam se agrupar para brincar de jogar os dados e pular também.


Para finalizar:

Diga às crianças que elas vão fazer algumas jogadas e brincar com os dados numerados por mais cinco minutos e depois devem guardá-los para seguir para outra atividade. Para fazer desse momento uma brincadeira, diga que vão guardar os dados sorteando e colocando condições. Por exemplo: “vamos guardar os dados naquele canto se sortearmos o número três” ou “vamos contar até o número que sortearmos no dado para começar a guardar”.

Desdobramentos

Caso queira repetir as brincadeiras com as exploração dos dados coloridos e dados numerados, você pode organizar os cantos que foram de livre escolha, incluindo os jogos aqui propostos (“Qual será meu número?” e “Pular como um saci!”). Além disso, a partir das suas observações do que as crianças brincam, reinvente as brincadeiras aqui sugeridas e proponha, por exemplo, em vez de pular como saci elas podem jogar o dado e bater palmas ou mandar beijinhos de acordo com o número sorteado.

Engajando as famílias

Envie uma pesquisa às famílias explicando que estão fazendo brincadeiras envolvendo dados com as crianças e pergunte se conhecem jogos que utilizam esse objeto. Após a pesquisa, verifique os jogos que foram sugeridos e converse com algumas famílias para consultar a possibilidade de apresentar o jogo às crianças. Você também pode verificar se as famílias conhecem outros tipos de dados que são diferentes dos dados de seis faces (com quatro, cinco, doze, vinte faces) e se podem enviá-los para que as crianças possam apresentá-los aos colegas e montar uma exposição na escola.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) :

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02ET07 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EF01 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02ET08 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano