Educação Infantil: 10 planos de atividade para trabalhar jogos até no ensino remoto

Para as crianças bem pequenas, os jogos são atividades de reconhecimento de espaço, objetivos e lógica das brincadeiras

POR:
Letícia Ferreira
A Educação Infantil é uma janela de descobertas do mundo, uma fase de conquista de repertório para a criança desenvolver outras habilidades   Crédito: Getty Images

Um jogo, no contexto de aprendizagem, nem sempre tem o objetivo de transmitir um conhecimento escolar para os alunos, ou desenvolver habilidades motoras e lógicas. Para as crianças na faixa etária que vai dos quase dois anos de idade até pouco antes dos quatro, os jogos pedagógicos têm uma função pré-jogo, ou seja, eles servem para preparar as crianças para os seus próximos desafios de aprendizagem, como compreensão de regras. 

"Existe uma diferença entre uma brincadeira e um jogo. O jogo pode ser uma brincadeira, mas o jogo exige regras e combinados para as crianças brincarem”, explica Evandro Tortora, professor-autor de planos de atividades do Time de Autores NOVA ESCOLA. Segundo ele, para o início da Educação Infantil, os jogos passam pelo desenvolvimento visual e social a compreensão de como lidar com o outro e com seus próprios sentimentos de derrota e vitória. A criança, portanto, experimenta uma fase de conquista de repertório para desenvolver outras habilidades. “As crianças vão fazer uma experimentação dos materiais que trabalhamos nos jogos. Elas estão prontas para conhecer quais cores existem, o que é um dado, reconhecer e falar das frutas que já experimentaram, o valor que cada número representa", diz. 

O papel do professor é avaliar como as crianças interagem entre si, com um adulto e com os objetos dos jogos. Observe. Em contato com uma bola, o que elas fazem? São capazes de jogar e entender que esse objeto pula? Elas reproduzem esses estímulo? “Possibilitar esse tipo experimentação diferenciada é o papel do professor”, diz Evandro. 

Sem seus colegas de sala para interagir, o professor pode sugerir que os pais brinquem com as crianças nas atividades de aula propostas. Para ajudar você a dar continuidade às rotinas do Ensino Infantil com as crianças em casa, selecionamos alguns planos de atividades desenvolvidos por especialistas da NOVA ESCOLA que preparam as crianças para descobrir os objetivos simples que fazem parte do cotidiano. Os materiais contam com sugestões de adaptação ao ensino remoto e dicas para envolver as famílias nessas dinâmicas. Confira:


Escolha dos jogos preferidos

Indicado para: crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)
Coloque seus alunos para conversar sobre quais jogos eles mais gostam. Com uma lista de atividades familiar entre os pequenos, divida a sala em grupos para que os estudantes interajam brincando com os jogos que eles escolheram e apresentem aos colegas. Observe quais brincadeiras o grupo reconhece, o que eles gostam de jogar ou não. Converse com as crianças e tente compreender quais emoções estão ali. Irritação, conforto, diversão. Com as aulas remotas, oriente os responsáveis para que eles possam observar a dinâmica das crianças sozinhas em casa, ou para eles brinquem com os pequenos nas atividades sugeridas. 

Contagem e registro a partir de coleções

Indicado para: 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses
A ideia aqui é construir uma coleção. Peça para as crianças ou para um adulto responsável separar diferentes objetos para esta atividade, que podem ser tampinhas, garrafas, embalagens diversas. Apresente os materiais reunidos para as crianças e permita que reconheçam os objetos. Cada criança poderá separar o objeto que mais gostar, enquanto você monitora como eles escolhem seus objetos preferidos, com quais critérios. Os objetos têm alguma característica específica? Para aqueles que têm idade para reconhecer e reproduzir números no papel, incentive a contagem dos objetos escolhidos em casa. 

Resolvendo problemas de contagem das crianças

Indicado para: 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses
Este plano é inspirado no trabalho do cozinheiro da escola, mas com as crianças em casa, você pode gravar um vídeo curto e enviar aos pais com a seguinte questão: "Quantas pessoas comem na sua casa?". A ideia é incentivar as crianças a contar quantos pratos são necessários para alimentar todos da família. Eles podem responder dizendo “muito”, “bastante”, mas tente contar com as crianças e familiares, mostrando um quadro ou enviando uma imagem com uma sequência de número de 0 a 100. 

Problemas de contagem no jogo de boliche

Indicado para: 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses
Em sala, você pode perguntar às crianças se conhecem o jogo de boliche. É importante para essa atividade que elas saibam como funciona a dinâmica desse jogo. Monte os pinos, prepare as bolas para o jogo e tenha à disposição lápis e cartolina para que as crianças anotem o placar e pontos das jogadas. Você pode indicar esse trabalho como uma tarefa para casa, assim um adulto responsável repetirá a dinâmica do jogo, ou indique um jogo digital de boliche na internet, que possa reproduzir esse ambiente, com a orientação de um adulto. A família pode adaptar o jogo de boliche em casa, com garrafas pet e bolas feitas de meia.

Brincadeiras com os dados coloridos durante a “Corrida dos Cones”

Indicado para: 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses
Para esta atividade, o material necessário inclui folhas de papel, cartolina, cones de papel ou garrafas plásticas. O objetivo é combinar o uso dos dados para avançar em um tabuleiro, que pode ser montado a partir de um molde com alguém da família.Em sala, permita aos pequenos se familiarizar com os dados coloridos. Para reproduzir a atividade em casa, converse com as crianças por áudio ou vídeo, explicando o jogo, e pergunte o que sabem sobre a atividade. Com as informações compartilhadas, as crianças usarão o cone para avançar no tabuleiro, de acordo com as cores após lançar o dado. 

Brincadeiras e contagem com uma parlenda

Indicado para: 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses
Peça para os alunos para confeccionar reproduções de ovos de galinha. Eles vão precisar de folhas, cola, tipos diferentes de papel e uma cesta para colocar os ovos prontos. Estimule as crianças a falar sobre como fizeram seus ovinhos. Na escola, você poderia esconder os ovos e propor uma "caça aos ovos". Com os pequenos em casa, sugira que um adulto esconda os ovos. À criança caberá encontrar os ovos, explorando e reconhecendo o espaço da casa. Ao final da atividade, você pode conversar por áudio ou vídeo para entender se as crianças encontraram todos os ovos. Os pequenos podem expressam alguma irritação por não conseguir encontrar os objetos e você pode trabalhar essa frustração com ajuda da família.

Representando graficamente as preferências das crianças

Indicado para: 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses
Quais frutas os pequenos conhecem? Em sala, pergunte à turminha quais são frutas que cada um mais gosta e quais não gosta. Que características essas frutas têm? São doces, azedas, macias ou duras? Faça uma lista com as frutas mencionadas pelas crianças durante a atividade. Elas teriam a oportunidade de ver as frutas pessoalmente, prová-las em um piquenique. Mas com todos em casa, envie imagens das frutas para que elas possam fazer suas escolhas. Na versão original desta aula, os alunos usaram blocos feitos de papel para representar graficamente suas escolhas, votando nas frutas preferidas. Uma opção para adaptar essa atividade é sugerir que os alunos desenhem suas frutas escolhidas.

Jogo com dados: O jogo da melancia

Indicado para: 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses
Envie para seus pequenos a imagem de uma melancia. A ideia é que eles reproduzam no papel um tabuleiro com essa forma. Converse com as crianças por áudio ou vídeo, questionando o que falta na fruta. No caso, são as sementes. Se eles não sentem falta das sementes, direcione questões para aproximá-los da resposta. Com algum membro da família, os pequenos podem confeccionar as sementes com papel e jogar um dado. O número sorteado corresponde à quantidade de sementes que a criança deverá tirar. Peça para o responsável pela interação na atividade observar como a criança faz contagens, se ela pula números ou se é capaz de entender a representação numérica que aparece em cada face do dado. 

Utilizando e explorando dados nos jogos de percurso

Indicado para: 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses
As crianças vão precisar de um dado, que pode ser confeccionado com caixa de leite, e dois bichinhos de pelúcia. Sugira a brincadeira como uma atividade familiar. As crianças deverão criar um percurso e usar o dado para identificar quantas casas elas poderão andar. Os bichos de pelúcia estarão na chegada do percurso. Converse com as crianças sobre quantas casas elas andaram na brincadeira, para saber se elas sabe contar, e pergunte sobre os números que elas viram ao jogar o dado. 

Rodada de caretas da despedida

Indicado para: 1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses
As crianças vão precisar de um espelho, algum espaço em casa e a supervisão de um adulto. Grave um vídeo ou um áudio com instruções, convidando os pequenos a se olharem no espelho, reconhecerem seu corpo. Descreva algumas caretas ou expressões para que eles reproduzam diante do espelho. É uma atividade exploratória, para que as crianças conheçam as diferentes formas e expressões do próprio rosto. 

Quer mais atividades com jogos?

Confira outros planos de aula para trabalhar na Educação Infantil, Ensino Fundamental 1 e 2 adaptados para uso a distância

Tags

Guias

Tags

Guias