13696
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 4º ano > Leitura/Escuta

Plano de aula - A carta na História e a história da carta

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 4º ano do Fundamental sobre o gênero carta

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Alexandre Tolentino de Carvalho

Este plano de aula foi produzido pelo Time de Autores NOVA ESCOLA
Professor-autor: Alexandre Carvalho
Mentor: Greta Fragata
Especialista: Heloísa Jordão 

Título da aula: A carta na História e a história da carta

Finalidade da aula: Compreender a evolução histórica do gênero textual carta analisando as transformações ocorridas de suas origens à atualidade, refletindo sobre as diversas funções sociais do gênero (nas esferas da vida cotidiana e  vida pública)

Ano: 4º ano do Ensino Fundamental

Gênero: Carta pessoal e de reclamação

Objeto(s) do conhecimento: Reconstrução das condições de produção e recepção de textos

Prática de linguagem: Leitura/escuta (compartilhada e autônoma)

Habilidade(s) da BNCC: EF15LP01, EF15LP02.

Sobre esta aula: Esta é primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero carta pessoal e de reclamação, no campo de atuação da vida cotidiana e vida pública. A aula faz parte do módulo Leitura/escuta (compartilhada e autônoma)

Materiais necessários: Computador on-line (caso não seja possível acessar  internet, baixe o vídeo antecipadamente); projetor multimídia, caixas de som; cópias dos materiais listados nas orientações. Vídeo “Estudantes brasileiros enviam cartas para crianças refugiadas sírias na Jordânia”, Jornal da Record, Link: https://youtu.be/m1k6iEOECjc  Acesso em 05 de agosto de 2018.

Informações sobre o gênero: É inegável o prazer que podemos sentir com o recebimento de uma carta física ou com a espera por uma resposta de alguém com quem nos correspondemos. A troca de cartas entre remetente e destinatário é uma forma antiga, mas eficaz de comunicação. Atualmente ela vem perdendo seu espaço para a troca de emails de e mensagens por celular, o que permite uma interação comunicativa quase em tempo real.  A carta é um gênero que pode cumprir com diferentes funções sociais, entretanto, neste conjunto de aulas, priorizamos as cartas e e-mails de reclamação, reivindicação e de solicitação. Cartas como essas, fazem parte da vida cotidiana, e oportunizam ao autor o uso de tal forma de comunicação como meio de exercício de sua cidadania. É possível no entanto que essas cartas ganhem muito mais força ao serem enviadas para publicação em diferentes mídias (jornais, revistas, televisão e internet), expondo dessa forma o problema para a sociedade e cobrando, sob a vista de muitos, os responsáveis pelo problema.  Nesse caso, o gênero passa a pertencer ao campo da vida pública. É possível que em uma mesma edição, de um jornal, por exemplo, venha publicada a carta de reclamação (editada) e a resposta do responsável, demonstrando desse modo que o envio da carta original e a cobrança da resposta foi realizada anteriormente à publicação do jornal.

Dificuldades antecipadas: No decorrer dessa aula, os alunos estarão diante de formas historicamente diferentes de comunicação escrita. Pode ser difícil para alguns, estabelecer relações entre as transformações do gênero e sua inserção nos diversos contextos históricos.  Poderão surgir comparações e falas considerando, por exemplo, o e-mail melhor que a carta. Busque desconstruir essa oposição entre tipos diversos de comunicação escrita, levando os alunos a compreender que cada forma de transmissão de mensagens teve sua importância histórica para o desenvolvimento da sociedade e para a evolução dos meios de comunicação.

Referências sobre o assunto:

AVANÇO, Terezinha Braido. Gêneros epistolares: Estratégias de leitura para o gênero carta. In: PARANÁ. Os desafios da escola pública Paranaense na perspectiva do professor PDE. 2013. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2013/2013_uem_port_pdp_terezinha_braido_avanco.pdf

SILVA, Maria Emília Lins. Criando oportunidades significativas de leitura e produção de cartas. In: Brandão, Ana Carolina Perrusi. Leitura e produção de textos na alfabetização / organizado por Ana Carolina Perrusi Brandão e Ester Calland de Sousa Rosa . — Belo Horizonte: Autêntica, p.113 - 126. 2005. Disponível em: http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/27.pdf

MENEZES, Overlac. Cartas: simples mensagem, documento ou gênero literário? São Paulo: Marco Zero, 2005


Código: LPO4_01SQA01

(EF15LP01) Identificar a função social de textos que circulam em campos da vida social dos quais participa cotidianamente (a casa, a rua, a comunidade, a escola) e nas mídias impressa, de massa e digital, reconhecendo para que foram produzidos, onde circulam, quem os produziu e a quem se destinam.

(EF15LP02) Estabelecer expectativas em relação ao texto que vai ler (pressuposições antecipadoras dos sentidos, da forma e da função social do texto), apoiando-se em seus conhecimentos prévios sobre as condições de produção e recepção desse texto, o gênero, o suporte e o universo temático, bem como sobre saliências textuais, recursos gráficos, imagens, dados da própria obra (índice, prefácio etc.), confirmando antecipações e inferências realizadas antes e durante a leitura de textos, checando a adequação das hipóteses realizadas.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Leitura/Escuta do 4º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 4º ano:

4º ano / Língua Portuguesa / Análise linguística/Semiótica

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas