12108
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

2º ano / Ciências / Vida e Evolução

Plano de aula - Seres Vivos

Plano de aula de Ciências com atividades para 2o ano do EF sobre Seres Vivos

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Juliana Nair dos Santos Silva

 

Sobre este plano select-down

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Materiais necessários para a aula: Imagens de seres vivos, áudio e letra da música “Natureza distraída”, de Toquinho. Obs: Letra da música para impressão disponível em materiais complementares.

Título da aula select-down

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Introduza o tema com esse slide e peça aos alunos que pensem em alguns seres vivos. Talvez nesse momento apareçam alguns questionamentos como: “O que são seres vivos?” ou “Quem são?”, “Existem muitos, em quais eu posso pensar?”. Deixe que eles perguntem e pensem livremente a respeito, mas peça que não falem os nomes dos seres vivos em voz alta, para que cada um se lembre de seres diferentes, pois depois irão conversar sobre isso.

Título da aula select-down

Orientações: Prossiga a apresentação do tema com as imagens e pergunte aos alunos o que vêem. Se há alguma figura que não conhecem ou não entendem, peça para que anotem no caderno. O objetivo aqui é apenas levantar conhecimentos prévios e instigar o que virá pela frente e não responder o que é que aparece no slide. Para o caso de não haver projetor em sua escola, há a alternativa de imprimi-lo em escala maior para mostrar na frente da sala, ou fazer uso de imagens de revistas e do próprio livro dos alunos. Por fim, se não tiver acesso à imagem alguma, ainda há a alternativa de pedir que façam um registro do que imaginaram anteriormente, apenas para que possam retomar no fechamento da aula, essa flexibilização pode valer também para alunos com deficiência visual.

Contexto select-down

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Ouça com os alunos a música “Natureza distraída” de Toquinho, aproveite o momento para descontrair a sala, peça que os alunos cantem. Na ausência do projetor, a letra pode ser impressa em formato reduzido para ser lida em duplas, a fim de não gastar muitas cópias. Pergunte o que os alunos sentiram e se gostaram. Com base no que a letra diz eles serão instigados à atividade seguinte de nossa pergunta disparadora da aula e retomarão esse texto posteriormente.

Link para o áudio e letra da música: https://www.letras.mus.br/toquinho/87302/

Folha modelo com a letra para impressão está disponível em atividades complementares.

Questão disparadora select-down

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Indague aos alunos “O que será que difere um ser vivo daquilo que existe no ambiente e não é vivo?”. Alguns alunos vão arriscar algumas respostas no mesmo momento, peça para que esperem e pensem juntos, primeiro, em quais são as características de um ser vivo. Assim, deverão fazer a próxima atividade coletando informações para que, no fim da aula, possam responder a essa pergunta.

Mão na massa select-down

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Essa é uma atividade de observação, registro e discussão fora da sala de aula. Explique aos alunos que, em grupos, deverão se espalhar pela escola, em locais abertos e fechados para registrar por meio de palavras e esquemas (desenhos) no caderno, aquilo que em seu ambiente tem vida e o que não tem. Posteriormente, devem se reencontrar e, em roda, apresentar seus resultados ao resto da turma. O objetivo nesse momento é alinhar os raciocínios comuns durante os registros para que, juntos, possam levantar uma hipótese sobre quais são as características de um ser vivo e o que os difere daquilo que não é vivo no ambiente.

Sistematização select-down

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Após o retorno da turma à sala de aula, faça uma breve anotação no quadro dos principais itens apontados por eles sobre os seres vivos encontrados e aquilo que não tem vida no ambiente escolar. Sistematize esses aspectos de modo que a resposta da questão inicial fique clara e seja concluída pelos próprios alunos. Por exemplo, que os seres vivos têm células, se movimentam, comem, respiram e apresentam um ciclo de vida, pois nascem, crescem, se reproduzem (se esse termo não aparecer pode adequar a linguagem como: geram filhotes) e morrem. Todas essas características os distinguem do que não tem vida no ambiente, como as carteiras, mesas, cadeiras, lápis, torneiras. Se questionarem sobre a água, areia, terra, sol, ar, aproveite para dizer que esses itens não têm vida, mas são fundamentais para a sobrevivência dos que têm, por constituírem o meio, a nutrição, também merecem cuidado mesmo não apresentando vida.

Sistematização select-down

Orientações: Após essa etapa os alunos deverão retomar a letra da música “Natureza distraída”. Nesse momento, vão detectar através da leitura o que ela traz que vai de encontro ao que foi discutido anteriormente, o que ela contempla, se falta algo ou se tem algo que não foi dito. Esse será o momento de analisar a abordagem afetiva presente no texto e que poderá ser usada como sensibilização para o cuidado com o ambiente em que vivemos, não apenas com os seres vivos dos quais tanto gostamos, mas também, com tudo o que não tem vida e é abrigo ou fonte de recursos para a nossa sobrevivência e de todos que aqui habitam.

Sistematização select-down

Orientações: Use o esquema feito no quadro e complemente com esse diagrama (acrescentando itens ao que foi produzido junto aos alunos (ou mostrando o slide) a fim de sistematizar os conceitos da aula. O objetivo nesse momento é que a turma consiga visualizar de forma concisa as principais características dos seres vivos que os difere daquilo que não tem vida, respondendo à questão disparadora e reforçando o que foi trabalhado na música, de que não apenas os seres vivos merecem cuidado, mas tudo que nos cerca e faz parte do meio ambiente em que vivemos.

Sistematização select-down

Orientações: Para finalizar, retome as imagens mostradas no início da aula e peça para que reflitam se o que pensaram no começo está dentro do que aprenderam ser um ser vivo. E no caso dos alunos apresentarem alguma dúvida diante dessas imagens, segue abaixo a relação:

1- Anta; 2- Tuiuiú; 3- Céu, nuvens, arco-íris 4- Menino com binóculo; 5- Beija flor; 6: Cactos; 7- Onça pintada; 8- Microrganismos em microscopia eletrônica; 9- Pães com fungos; 10- Baleia; 11- Caramujo; 12-Praia: água, areia, céu com nuvens (não tem vida) e plantas (têm vida).

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Materiais necessários para a aula: Imagens de seres vivos, áudio e letra da música “Natureza distraída”, de Toquinho. Obs: Letra da música para impressão disponível em materiais complementares.

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Introduza o tema com esse slide e peça aos alunos que pensem em alguns seres vivos. Talvez nesse momento apareçam alguns questionamentos como: “O que são seres vivos?” ou “Quem são?”, “Existem muitos, em quais eu posso pensar?”. Deixe que eles perguntem e pensem livremente a respeito, mas peça que não falem os nomes dos seres vivos em voz alta, para que cada um se lembre de seres diferentes, pois depois irão conversar sobre isso.

Orientações: Prossiga a apresentação do tema com as imagens e pergunte aos alunos o que vêem. Se há alguma figura que não conhecem ou não entendem, peça para que anotem no caderno. O objetivo aqui é apenas levantar conhecimentos prévios e instigar o que virá pela frente e não responder o que é que aparece no slide. Para o caso de não haver projetor em sua escola, há a alternativa de imprimi-lo em escala maior para mostrar na frente da sala, ou fazer uso de imagens de revistas e do próprio livro dos alunos. Por fim, se não tiver acesso à imagem alguma, ainda há a alternativa de pedir que façam um registro do que imaginaram anteriormente, apenas para que possam retomar no fechamento da aula, essa flexibilização pode valer também para alunos com deficiência visual.

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Ouça com os alunos a música “Natureza distraída” de Toquinho, aproveite o momento para descontrair a sala, peça que os alunos cantem. Na ausência do projetor, a letra pode ser impressa em formato reduzido para ser lida em duplas, a fim de não gastar muitas cópias. Pergunte o que os alunos sentiram e se gostaram. Com base no que a letra diz eles serão instigados à atividade seguinte de nossa pergunta disparadora da aula e retomarão esse texto posteriormente.

Link para o áudio e letra da música: https://www.letras.mus.br/toquinho/87302/

Folha modelo com a letra para impressão está disponível em atividades complementares.

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Indague aos alunos “O que será que difere um ser vivo daquilo que existe no ambiente e não é vivo?”. Alguns alunos vão arriscar algumas respostas no mesmo momento, peça para que esperem e pensem juntos, primeiro, em quais são as características de um ser vivo. Assim, deverão fazer a próxima atividade coletando informações para que, no fim da aula, possam responder a essa pergunta.

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Essa é uma atividade de observação, registro e discussão fora da sala de aula. Explique aos alunos que, em grupos, deverão se espalhar pela escola, em locais abertos e fechados para registrar por meio de palavras e esquemas (desenhos) no caderno, aquilo que em seu ambiente tem vida e o que não tem. Posteriormente, devem se reencontrar e, em roda, apresentar seus resultados ao resto da turma. O objetivo nesse momento é alinhar os raciocínios comuns durante os registros para que, juntos, possam levantar uma hipótese sobre quais são as características de um ser vivo e o que os difere daquilo que não é vivo no ambiente.

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Após o retorno da turma à sala de aula, faça uma breve anotação no quadro dos principais itens apontados por eles sobre os seres vivos encontrados e aquilo que não tem vida no ambiente escolar. Sistematize esses aspectos de modo que a resposta da questão inicial fique clara e seja concluída pelos próprios alunos. Por exemplo, que os seres vivos têm células, se movimentam, comem, respiram e apresentam um ciclo de vida, pois nascem, crescem, se reproduzem (se esse termo não aparecer pode adequar a linguagem como: geram filhotes) e morrem. Todas essas características os distinguem do que não tem vida no ambiente, como as carteiras, mesas, cadeiras, lápis, torneiras. Se questionarem sobre a água, areia, terra, sol, ar, aproveite para dizer que esses itens não têm vida, mas são fundamentais para a sobrevivência dos que têm, por constituírem o meio, a nutrição, também merecem cuidado mesmo não apresentando vida.

Orientações: Após essa etapa os alunos deverão retomar a letra da música “Natureza distraída”. Nesse momento, vão detectar através da leitura o que ela traz que vai de encontro ao que foi discutido anteriormente, o que ela contempla, se falta algo ou se tem algo que não foi dito. Esse será o momento de analisar a abordagem afetiva presente no texto e que poderá ser usada como sensibilização para o cuidado com o ambiente em que vivemos, não apenas com os seres vivos dos quais tanto gostamos, mas também, com tudo o que não tem vida e é abrigo ou fonte de recursos para a nossa sobrevivência e de todos que aqui habitam.

Orientações: Use o esquema feito no quadro e complemente com esse diagrama (acrescentando itens ao que foi produzido junto aos alunos (ou mostrando o slide) a fim de sistematizar os conceitos da aula. O objetivo nesse momento é que a turma consiga visualizar de forma concisa as principais características dos seres vivos que os difere daquilo que não tem vida, respondendo à questão disparadora e reforçando o que foi trabalhado na música, de que não apenas os seres vivos merecem cuidado, mas tudo que nos cerca e faz parte do meio ambiente em que vivemos.

Orientações: Para finalizar, retome as imagens mostradas no início da aula e peça para que reflitam se o que pensaram no começo está dentro do que aprenderam ser um ser vivo. E no caso dos alunos apresentarem alguma dúvida diante dessas imagens, segue abaixo a relação:

1- Anta; 2- Tuiuiú; 3- Céu, nuvens, arco-íris 4- Menino com binóculo; 5- Beija flor; 6: Cactos; 7- Onça pintada; 8- Microrganismos em microscopia eletrônica; 9- Pães com fungos; 10- Baleia; 11- Caramujo; 12-Praia: água, areia, céu com nuvens (não tem vida) e plantas (têm vida).

Objetivos de aprendizagem

Apontar características de um ser vivo, conseguindo identificar no ambiente em que os alunos vivem/estudam o que é um ser vivo, bem como aquilo que não tem vida e o porquê. Praticar atitudes científicas, investigativas, a cooperação e trabalho coletivo.

Habilidade da Base Nacional Comum Curricular

(EF02CI04) Descrever características de plantas e animais (tamanho, forma, cor, fase da vida, local onde se desenvolvem etc.) que fazem parte de seu cotidiano e relacioná-las ao ambiente em que eles vivem.

Este plano foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA.

Professor-autor: Juliana Nair dos Santos Silva

Mentor: Eliane de Siqueira

Especialista: Margareth Polido


Código: CIE2_04V&E01

(EF02CI04) Descrever características de plantas e animais (tamanho, forma, cor, fase da vida, local onde se desenvolvem etc.) que fazem parte de seu cotidiano e relacioná-las ao ambiente em que eles vivem.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Vida e Evolução do 2º ano:

MAIS AULAS DE Ciências do 2º ano:

2º ano / Ciências / Matéria e Energia

2º ano / Ciências / Matéria e Energia

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes