11931
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 2º ano > Terra e Universo

Plano de aula - Fontes Naturais e Artificiais de Luz

Plano de Aula de ciências para 2º Ano do EF sobre Fontes Naturais e Artificiais de Luz.

Plano 01 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Simone dos Santos Ribeiro

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Sobre esta aula: Este plano apresenta uma proposta introdutória para o conceito de fontes naturais e artificiais de luz.

Materiais necessários para a aula: Escolha para a parte de contextualização (conforme a disponibilidade da unidade educativa) o vídeo ou o texto. No caso da opção pelo vídeo, será necessário um equipamento de projeção e acesso à internet. Outros materiais: cartolina, folhas em branco, canetas, lápis de cor, cola e tesoura, para a confecção de cartazes e da apresentação.

Material de apoio e pesquisa para o professor: 1- https://novaescola.org.br/conteudo/6150/fontes-de-luz-e-energia-luminosa;

2- https://escolakids.uol.com.br/a-luz.htm.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Leia o tema da aula e comente com os estudantes que eles irão discutir sobre as fontes de luz conhecidas e que eles serão encarregados de listá-las e organizá-las em dois grupos, por semelhanças.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Organize os estudantes em um semicírculo e prepare-os para o momento de contextualização. Como será utilizado um fragmento de uma obra literária, é importante dar algumas informações a respeito do livro "O Pequeno Príncipe", do autor Antoine de Saint-Exupéry, publicado em 1943. No decorrer do vídeo chame a atenção para a ação do acendedor de lampião e para o trabalho dele.

Doc - https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/8WVNCk98XdBqhuwbsGfe8sTcHReWjpPPTsdBFMHsfAZPf44PHspQHKvUtRV2/cie2-08tu1-material-para-impressao.pdf.

Depois da contextualização, utilize questões como: Qual era a função desempenhada pelo acendedor de lampiões e por que ele tinha esse trabalho? Atente para a relação do trabalho do acendedor de lampião e o sol.

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Ainda no semicírculo, proponha para os estudantes pensarem no suporte utilizado na contextualização. Leia a questão disparadora. Deixe que os alunos compartilhem suas próprias opiniões sobre o tema e que levantem hipóteses sobre as questões apontadas. Procure estimulá-los em relação ao tema, para pensarem sobre as diferenças entre o sol e o lampião. Faça uma analogia entre um lampião e um poste, elemento que mais se aproxima do contexto dos estudantes. Utilize as questões: Você sabe o que é um lampião? Como fazemos para utilizá-lo? Direcione os estudantes ao entendimento sobre fontes naturais e artificiais de luz (é importante que os estudantes possam ir entendendo esse aspecto no decorrer da atividade).

Esteja atento para as respostas dos estudantes, que devem ser retomadas no momento da sistematização.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Organize os estudantes em pequenos grupos. Explique a atividade usando o slide projetado ou escreva as orientações no quadro.

Oriente os estudantes a fazer uma lista de fontes de luz. Eles podem fazer a lista de maneira escrita e desenhar, pintar, fazer uma legenda e depois recortar. Distribua o material: cartolina, folhas em branco, canetas, lápis de cor, cola e tesoura, para a confecção dos cartazes.

Após a lista feita, com as representações recortadas e com as legendas, estimule os estudantes a produzir um cartaz, separando as fontes de luz em dois grupos.

Leia as perguntas para a classe: Como você separaria estas fontes de luz? Depois de organizá-las, indique as semelhanças identificadas em cada grupo. Explique por que organizou as fontes de luz desta maneira.

Acompanhe o trabalho e procure colaborar com os grupos que tiverem dúvidas. Para finalizar, os alunos confeccionarão os cartazes (comente que um cartaz precisa ser confeccionado com desenhos grandes e bem visíveis e que as legendas precisam ter letras grandes e visíveis).

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Peça que os grupos compartilhem os resultados uns com os outros. Circule pela sala e observe como os alunos interagem e como cada grupo consegue contribuir com o trabalho dos outros colegas. Intervenha quando perceber que os estudantes não conseguem interagir de forma construtiva, indique soluções e faça questionamentos para estimular a conversa.

Se julgar conveniente, marque o tempo e avise o momento em que cada grupo irá contar sobre sua própria organização e apresentar sua conclusões para a turma, em uma roda de conversa. Pergunte para os estudantes: Quais características vocês utilizaram para separar as fontes de luz em dois grupos?

Eles devem organizá-las em: fontes naturais - que não precisam da interferência dos seres humanos, e fontes de luz artificiais - que necessitam da interferência humana para sua ocorrência. Caso os estudantes não consigam atentar para as diferentes características, dê indicativos quanto à possibilidade de classificação.

Exemplos de possíveis imagens de fontes naturais e artificiais de luz são: lâmpada, lampião, vagalume, sol, estrela, lua, lanterna e fogo.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Projete o slide, escreva-o no quadro, imprima-o ou leia as informações para sistematizar as aprendizagens da aula. Comente com os alunos que a presença ou ausência da ação humana para ocorrência de luz é um dos critérios possíveis para a classificação das fontes de luz (lembrar da interação do acendedor de lampião da história do Pequeno Príncipe).

Informa que é importante atentar-se para algumas definições: a lua não tem iluminação própria, ela reflete a luz solar, logo ela não é caracterizada como uma fonte primária de luz. O sol é uma estrela, no entanto, as estrelas, de uma maneira geral, são fontes naturais de luz. O fogo é um fenômeno e a classificação natural e artificial de sua luminosidade dependerá, como nos outros casos, se ocorre ou não a interferência humana para sua realização, exemplo: é preciso a interferência humana para acender uma vela, uma fogueira ou um lampeão. Ainda existem os animais bioluminescentes, como vagalume e alguns seres marinhos como algas e animais do zooplâncton, que produzem sua própria luz por adaptações de alguma condição de sobrevivência.

Retome o que os estudantes haviam dito na apresentação da questão disparadora e ressalte o que eles aprenderam na aula. Espera-se que tenham entendido a existência de fontes naturais e artificiais de luz. Essa aula é introdutória para o estudo da radiação luminosa solar. Em aulas posteriores, encaminhe a temática para que se percebam outras características relacionadas ao fenômeno de radiação luminosa solar.

Resumo da aula

download Baixar plano

Sobre esta aula: Este plano apresenta uma proposta introdutória para o conceito de fontes naturais e artificiais de luz.

Materiais necessários para a aula: Escolha para a parte de contextualização (conforme a disponibilidade da unidade educativa) o vídeo ou o texto. No caso da opção pelo vídeo, será necessário um equipamento de projeção e acesso à internet. Outros materiais: cartolina, folhas em branco, canetas, lápis de cor, cola e tesoura, para a confecção de cartazes e da apresentação.

Material de apoio e pesquisa para o professor: 1- https://novaescola.org.br/conteudo/6150/fontes-de-luz-e-energia-luminosa;

2- https://escolakids.uol.com.br/a-luz.htm.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Leia o tema da aula e comente com os estudantes que eles irão discutir sobre as fontes de luz conhecidas e que eles serão encarregados de listá-las e organizá-las em dois grupos, por semelhanças.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Organize os estudantes em um semicírculo e prepare-os para o momento de contextualização. Como será utilizado um fragmento de uma obra literária, é importante dar algumas informações a respeito do livro "O Pequeno Príncipe", do autor Antoine de Saint-Exupéry, publicado em 1943. No decorrer do vídeo chame a atenção para a ação do acendedor de lampião e para o trabalho dele.

Doc - https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/8WVNCk98XdBqhuwbsGfe8sTcHReWjpPPTsdBFMHsfAZPf44PHspQHKvUtRV2/cie2-08tu1-material-para-impressao.pdf.

Depois da contextualização, utilize questões como: Qual era a função desempenhada pelo acendedor de lampiões e por que ele tinha esse trabalho? Atente para a relação do trabalho do acendedor de lampião e o sol.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Ainda no semicírculo, proponha para os estudantes pensarem no suporte utilizado na contextualização. Leia a questão disparadora. Deixe que os alunos compartilhem suas próprias opiniões sobre o tema e que levantem hipóteses sobre as questões apontadas. Procure estimulá-los em relação ao tema, para pensarem sobre as diferenças entre o sol e o lampião. Faça uma analogia entre um lampião e um poste, elemento que mais se aproxima do contexto dos estudantes. Utilize as questões: Você sabe o que é um lampião? Como fazemos para utilizá-lo? Direcione os estudantes ao entendimento sobre fontes naturais e artificiais de luz (é importante que os estudantes possam ir entendendo esse aspecto no decorrer da atividade).

Esteja atento para as respostas dos estudantes, que devem ser retomadas no momento da sistematização.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Organize os estudantes em pequenos grupos. Explique a atividade usando o slide projetado ou escreva as orientações no quadro.

Oriente os estudantes a fazer uma lista de fontes de luz. Eles podem fazer a lista de maneira escrita e desenhar, pintar, fazer uma legenda e depois recortar. Distribua o material: cartolina, folhas em branco, canetas, lápis de cor, cola e tesoura, para a confecção dos cartazes.

Após a lista feita, com as representações recortadas e com as legendas, estimule os estudantes a produzir um cartaz, separando as fontes de luz em dois grupos.

Leia as perguntas para a classe: Como você separaria estas fontes de luz? Depois de organizá-las, indique as semelhanças identificadas em cada grupo. Explique por que organizou as fontes de luz desta maneira.

Acompanhe o trabalho e procure colaborar com os grupos que tiverem dúvidas. Para finalizar, os alunos confeccionarão os cartazes (comente que um cartaz precisa ser confeccionado com desenhos grandes e bem visíveis e que as legendas precisam ter letras grandes e visíveis).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos

Orientações: Peça que os grupos compartilhem os resultados uns com os outros. Circule pela sala e observe como os alunos interagem e como cada grupo consegue contribuir com o trabalho dos outros colegas. Intervenha quando perceber que os estudantes não conseguem interagir de forma construtiva, indique soluções e faça questionamentos para estimular a conversa.

Se julgar conveniente, marque o tempo e avise o momento em que cada grupo irá contar sobre sua própria organização e apresentar sua conclusões para a turma, em uma roda de conversa. Pergunte para os estudantes: Quais características vocês utilizaram para separar as fontes de luz em dois grupos?

Eles devem organizá-las em: fontes naturais - que não precisam da interferência dos seres humanos, e fontes de luz artificiais - que necessitam da interferência humana para sua ocorrência. Caso os estudantes não consigam atentar para as diferentes características, dê indicativos quanto à possibilidade de classificação.

Exemplos de possíveis imagens de fontes naturais e artificiais de luz são: lâmpada, lampião, vagalume, sol, estrela, lua, lanterna e fogo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Projete o slide, escreva-o no quadro, imprima-o ou leia as informações para sistematizar as aprendizagens da aula. Comente com os alunos que a presença ou ausência da ação humana para ocorrência de luz é um dos critérios possíveis para a classificação das fontes de luz (lembrar da interação do acendedor de lampião da história do Pequeno Príncipe).

Informa que é importante atentar-se para algumas definições: a lua não tem iluminação própria, ela reflete a luz solar, logo ela não é caracterizada como uma fonte primária de luz. O sol é uma estrela, no entanto, as estrelas, de uma maneira geral, são fontes naturais de luz. O fogo é um fenômeno e a classificação natural e artificial de sua luminosidade dependerá, como nos outros casos, se ocorre ou não a interferência humana para sua realização, exemplo: é preciso a interferência humana para acender uma vela, uma fogueira ou um lampeão. Ainda existem os animais bioluminescentes, como vagalume e alguns seres marinhos como algas e animais do zooplâncton, que produzem sua própria luz por adaptações de alguma condição de sobrevivência.

Retome o que os estudantes haviam dito na apresentação da questão disparadora e ressalte o que eles aprenderam na aula. Espera-se que tenham entendido a existência de fontes naturais e artificiais de luz. Essa aula é introdutória para o estudo da radiação luminosa solar. Em aulas posteriores, encaminhe a temática para que se percebam outras características relacionadas ao fenômeno de radiação luminosa solar.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Terra e Universo do 2º ano :

MAIS AULAS DE Ciências do 2º ano:

2º ano / Ciências / Matéria e Energia

2º ano / Ciências / Matéria e Energia

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF02CI08 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano