16147
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Indígenas no Brasil

Plano de aula de História com atividades para 3º ano do EF sobre Indígenas no Brasil

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Pamela De Lima Ferreira

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF03HI01, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Impressão dos documentos de apoio, projetor para slide (ou sua adaptação com o quadro branco ou quadro negro). Materiais de uso comum como: lápis e borracha.

Material complementar: Para cada consigna de atividade a ser realizada pelos alunos bem como para cada texto e outros materiais que o professor possa imprimir e distribuir para as crianças foram disponibilizados arquivos no formato Google Docs - um arquivo para cada material, conforme links que seguem:

Contextualização

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZEWp3EmxhEsQkte28JBRx8Qg9SZD3aFB4NRPXu5k55472k4h2pBphKdJBGgD/his3-01und-02-contexto.pdf

Problematização

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/PGKxUN8HqaseKDUQ3hfagMRWQ42Sy2PyUQPgUChKkCjpBbG9B4hMHfYxPtbA/his3-01und-02-problematizacao.pdf

Sugestões para leitura com as crianças:

A leitura em voz alta realizada pelo professor permite que a criança possa ampliar o repertório cultural, aumentando não só o vocabulário e a familiaridade com a língua mas também desenvolver o comportamento leitor, a criatividade e favorecer o diálogo sobre o que está sendo lido, trazendo a leitura como prática social. No link há a sugestão de diversas leituras, já comentadas e indicadas pela especialista em Literatura Indígena Janice Thiél em parceria com o Centro de Referências em Educação Integral. Estas são sugestões, é possível também adequar ao que a escola já possui em seu acervo. É importante trazer a presença da leitura e de utilizar esta como fonte de conhecimento da cultura indígena.

https://educacaointegral.org.br/reportagens/8-obras-da-literatura-indigena-brasileira-para-criancas-e-jovens/

Fonte de pesquisa para localizar referência indígena em seu município e proximidades:

https://acervo.socioambiental.org/acervo/mapas-e-cartas-topograficas/brasil/terras-indigenas-no-brasil-marco-2018

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Professor, sugere-se que apresente o objetivo da aula lendo com os alunos, escrevendo no quadro e/ou se possível projetando o slide. Converse com os alunos e diga o que irão aprender nesta aula.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Para otimizar o tempo organize previamente a sala de aula de modo que as crianças fiquem em duplas.

Explore com as crianças a diversidade étnica existente no Brasil e verifique se os indígenas são lembrados pelo grupo. Explicite que o povo brasileiro possui muitas características, com grande diversidade.

Deixe que as crianças se expressem, caso necessário, facilite dizendo a elas que todos ali possuem algo em comum, por exemplo: estudam na mesma escola, mas uns gostam mais de um alimento do que de outro ou preferem usar o cabelo de uma forma ou de outra, de acordo com seu próprio costume. Ou de acordo com a origem de sua família.

Com isto facilite o percurso a olhar para a imagem, considerando que no Brasil temos muitas origens e muitos povos. Pergunte às crianças se já ouviram falar de pessoas que possuem as características da fotografia, caso não haja nenhum conhecimento sobre, comente sobre os Indígenas e inclusive (com base no material de aprofundamento) proporcione o aprendizado do termo correto que nomeia este grupo populacional.

No Material complementar (https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZEWp3EmxhEsQkte28JBRx8Qg9SZD3aFB4NRPXu5k55472k4h2pBphKdJBGgD/his3-01und-02-contexto.pdf) há esta mesma proposta adaptada para impressão que poderá ser colada no quadro e/ou entregue para as crianças analisarem.

1- Quem está sendo retratado nesta fotografia?

2- Como você identifica isso? Quais as características?

3- No que ela se parece com você e no que é diferente de você?

4- Algo lhe chama a atenção?

Com base nesta atividade, explore o grupo apresentado e as características sociais e culturais: Será que sempre estão assim? Como eles se vestem?
Onde vivem? Olhe a fotografia, estas pessoas expressam sua cultura e o que gostam de que forma?

Dialogue com as crianças para que as características e o que cada um pensa possam ser compartilhados com o grupo.

Para você saber mais: Professor, para aprofundar a formação autônoma e se preparar para a aula, segue informações complementares:

Lei que inclui no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e cultura afro-brasileira e indígena”

http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2008/lei-11645-10-marco-2008-572787-publicacaooriginal-96087-pl.html Acesso em: 08/02/2019

Estatísticas sobre a população Indígena no Brasil

https://indigenas.ibge.gov.br/apresentacao-indigenas.html Acesso em: 08/02/2019

Sobre a diversidade Indígena e o ensino convencional do “índio genérico” comumente conhecido e estabelecido como crença sociocultural

https://novaescola.org.br/conteudo/11654/indio-nao-esta-mais-para-brincadeira Acesso em: 08/02/2019

Novas perspectivas para o ensino de História Indígena

https://novaescola.org.br/conteudo/572/uma-nova-otica-sobre-a-historia-indigena-no-ensino-de-historia Acesso em: 08/02/2019

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

As crianças reconheceram os indígenas e dialogaram sobre suas características socioculturais. Mas será que os indígenas permanecem os mesmos, com os mesmos costumes e hábitos que tinham no passado? Investigue com as crianças as diversas opiniões perguntando a eles.

  • Os indígenas de antigamente agiam e possuíam os mesmos costumes que hoje?

Diga a eles que possui uma imagem reproduzida com base em uma página de um jornal antigo chamado Museu ao Vivo, produzido pela Funai (Fundação Nacional do Índio), e que na página deste jornal há informações para eles investigarem e verificarem se os indígenas têm sido influenciados por outras culturas no decorrer dos tempos ou não.

Entregue a atividade do Material complementar https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/PGKxUN8HqaseKDUQ3hfagMRWQ42Sy2PyUQPgUChKkCjpBbG9B4hMHfYxPtbA/his3-01und-02-problematizacao.pdf

Peça que analisem este recorte do jornal Museu ao Vivo, trata-se de uma publicação feita pela Funai (Fundação Nacional do Índio) no ano de 1991, uma fonte histórica que registra os parintintin em dois momentos distintos (presente e passado) . Depois de eles terem explorado o material, realize a leitura coletiva do trecho destacado. Esta leitura deve ser pausada e atenta a possíveis dúvidas das crianças, sendo pertinentes a pausas e comentários entre trechos.

“Estivemos pela primeira vez entre os parintintin em 1985, fazendo parte de uma equipe da Funai, com o objetivo de iniciar o processo de regularização administrativa de suas terras.”

Comente que os indígenas não são todos iguais e que existem muitas comunidades indígenas, como famílias, grupos, cada qual com sua característica e modo de ser. Neste caso o grupo é dos parintintin. Contextualize a data utilizando como exemplo a idade de pessoas próximas das crianças, como mães, pais e avós e esclareça que a Funai zela, cuida, defende, coordena e executa ações de garantia dos direitos dos indígenas, como é o caso da organização e defesa das terras, dos territórios indígenas, de onde eles vivem.

“Logo que começamos os estudos junto aos parintintin, chamou-nos atenção o intenso processo de mudança a que foram submetidos. Eles adotaram vários costumes do segmento da população brasileira com o qual estão em contato desde 1923.”

Destaque que os primeiros contatos destes indígenas foram por volta desta data e que com isto eles ensinaram alguns de seus costumes mas, também, aprenderam o costume de outras culturas.

“Todos utilizam o português para se comunicar, além de sua língua materna, o tupi kagwahiv. Fazem uso de roupas e de alimentos industrializados. É correto afirmar que, mesmo tendo sofrido mudanças, não deixaram de ser um grupo distinto do nacional, com características e necessidades próprias.”

Exemplifique dizendo que no mundo existem várias línguas (inglês, espanhol, francês), cada pessoa possui uma língua materna, que é sua primeira língua, aquela que aprendeu quando teve seu primeiro contato com a família, com seus amigos e com a comunidade. Podemos ter como língua materna o português, outros grupos indígenas possuem outras línguas e os parintintin possuem sua própria língua: o tupi kagwahiv. O português foi aprendido depois. Então eles podem falar tanto uma quanto a outra assim como também passaram a usar roupas e alimentos que compramos em supermercado (que são diferentes daqueles que os próprios indígenas plantam para comer).

Após a leitura comentada, comece a perguntar sobre o documento histórico e posterior a isto, continuando o percurso da aula, sobre o grupo indígena:

  • Esta página foi retirada de onde?
  • Vocês já viram um jornal? Este jornal foi produzido por quem?
  • Qual o nome deste jornal?
  • Quando foi produzida esta edição do jornal?
  • Pela data, podemos considerar como um jornal relatando acontecimentos passados ou atuais?
  • Esta notícia que lemos relata acontecimentos envolvendo quais pessoas?
  • Esta notícia traz informações que podem contribuir com nossa aula? Quais?
  • Os indígenas modificaram sua forma de ser e estar?
  • O que podemos observar de diferenças entre a primeira foto e a segunda foto na notícia?
  • O que o relato traz de informações que identificam mudanças?
  • Será que isto continua acontecendo?

Para você saber mais: Conheça outras publicações do jornal Museu ao Vivo, produzido pela Funai (Fundação Nacional do Índio)

http://www.funai.gov.br/museudoindio/ Acesso em: 08/02/2019

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Considerando o percurso da aula, retome com as crianças algumas respostas e impressões sobre os aspectos que os indígenas passaram a incorporar em seu dia a dia, poderão relembrar o uso da língua materna e do português, uso de roupas, contato com outros alimentos que não apenas os naturais, mas industrializados (produzidos por outra cultura).

Promova o debate nesta conclusão, de modo que as crianças possam expressar o aprendizado, facilite com perguntas:

  • Como o diálogo entre as culturas pode modificar a vida das pessoas?
  • A comunidade indígena permaneceu igual ao longo do tempo?
  • O que permaneceu e o que se modificou?
  • Qual o motivo que levou a comunidade indígena a incorporar costumes que eles não tinham?

Facilite com perguntas o debate de modo que possam concluir que os indígenas foram influenciados pelas culturas com os quais tiveram contato. Mas isto não significa que deixaram de ser indígenas e que também colaboram com influências de sua própria cultura no dia a dia de outras pessoas. O diálogo cultural insere o sujeito em diferentes universos, traz aprendizado, enriquece a vivência, faz com que pontos de vista sejam modificados. É possível perceber também que o diálogo cultural promove a criação/modificação da nossa identidade cultural, assim como aconteceu com a comunidade indígena estudada. Desta forma a Sistematização por meio do debate poderá finalizar esta aula com a sistematização de que a relação entre grupos favorece a troca de experiências e influências que acontecem entre culturas no passado e no presente.

Para saber mais:

Sobre o ensino de História e a História Indígena

https://novaescola.org.br/conteudo/11654/indio-nao-esta-mais-para-brincadeira Acesso em: 08/02/2019

https://novaescola.org.br/conteudo/572/uma-nova-otica-sobre-a-historia-indigena-no-ensino-de-historia Acesso em: 08/02/2019

Sobre literatura, preconceito e educação indígena

https://www.youtube.com/watch?v=3wSWr79Ltiw&t=32s Acesso em: 08/02/2019

Fontes, depoimentos indígenas:

http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/POLITICA/564152-PRIMEIRA-DEPUTADA-INDIGENA-ELEITA-TEM-COMO-PRIORIDADE-A-DEFESA-DA-INCLUSAO-E-DA-SUSTENTABILIDADE.html Acesso em: 08/02/2019

https://www.youtube.com/watch?v=DCTEsPlfbww Acesso em: 08/02/2019

O etnocídio e a identidade indígena

https://www.youtube.com/watch?v=XDaS70F2fPw Acesso em: 08/02/2019

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF03HI01, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Impressão dos documentos de apoio, projetor para slide (ou sua adaptação com o quadro branco ou quadro negro). Materiais de uso comum como: lápis e borracha.

Material complementar: Para cada consigna de atividade a ser realizada pelos alunos bem como para cada texto e outros materiais que o professor possa imprimir e distribuir para as crianças foram disponibilizados arquivos no formato Google Docs - um arquivo para cada material, conforme links que seguem:

Contextualização

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZEWp3EmxhEsQkte28JBRx8Qg9SZD3aFB4NRPXu5k55472k4h2pBphKdJBGgD/his3-01und-02-contexto.pdf

Problematização

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/PGKxUN8HqaseKDUQ3hfagMRWQ42Sy2PyUQPgUChKkCjpBbG9B4hMHfYxPtbA/his3-01und-02-problematizacao.pdf

Sugestões para leitura com as crianças:

A leitura em voz alta realizada pelo professor permite que a criança possa ampliar o repertório cultural, aumentando não só o vocabulário e a familiaridade com a língua mas também desenvolver o comportamento leitor, a criatividade e favorecer o diálogo sobre o que está sendo lido, trazendo a leitura como prática social. No link há a sugestão de diversas leituras, já comentadas e indicadas pela especialista em Literatura Indígena Janice Thiél em parceria com o Centro de Referências em Educação Integral. Estas são sugestões, é possível também adequar ao que a escola já possui em seu acervo. É importante trazer a presença da leitura e de utilizar esta como fonte de conhecimento da cultura indígena.

https://educacaointegral.org.br/reportagens/8-obras-da-literatura-indigena-brasileira-para-criancas-e-jovens/

Fonte de pesquisa para localizar referência indígena em seu município e proximidades:

https://acervo.socioambiental.org/acervo/mapas-e-cartas-topograficas/brasil/terras-indigenas-no-brasil-marco-2018

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Professor, sugere-se que apresente o objetivo da aula lendo com os alunos, escrevendo no quadro e/ou se possível projetando o slide. Converse com os alunos e diga o que irão aprender nesta aula.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Para otimizar o tempo organize previamente a sala de aula de modo que as crianças fiquem em duplas.

Explore com as crianças a diversidade étnica existente no Brasil e verifique se os indígenas são lembrados pelo grupo. Explicite que o povo brasileiro possui muitas características, com grande diversidade.

Deixe que as crianças se expressem, caso necessário, facilite dizendo a elas que todos ali possuem algo em comum, por exemplo: estudam na mesma escola, mas uns gostam mais de um alimento do que de outro ou preferem usar o cabelo de uma forma ou de outra, de acordo com seu próprio costume. Ou de acordo com a origem de sua família.

Com isto facilite o percurso a olhar para a imagem, considerando que no Brasil temos muitas origens e muitos povos. Pergunte às crianças se já ouviram falar de pessoas que possuem as características da fotografia, caso não haja nenhum conhecimento sobre, comente sobre os Indígenas e inclusive (com base no material de aprofundamento) proporcione o aprendizado do termo correto que nomeia este grupo populacional.

No Material complementar (https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ZEWp3EmxhEsQkte28JBRx8Qg9SZD3aFB4NRPXu5k55472k4h2pBphKdJBGgD/his3-01und-02-contexto.pdf) há esta mesma proposta adaptada para impressão que poderá ser colada no quadro e/ou entregue para as crianças analisarem.

1- Quem está sendo retratado nesta fotografia?

2- Como você identifica isso? Quais as características?

3- No que ela se parece com você e no que é diferente de você?

4- Algo lhe chama a atenção?

Com base nesta atividade, explore o grupo apresentado e as características sociais e culturais: Será que sempre estão assim? Como eles se vestem?
Onde vivem? Olhe a fotografia, estas pessoas expressam sua cultura e o que gostam de que forma?

Dialogue com as crianças para que as características e o que cada um pensa possam ser compartilhados com o grupo.

Para você saber mais: Professor, para aprofundar a formação autônoma e se preparar para a aula, segue informações complementares:

Lei que inclui no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e cultura afro-brasileira e indígena”

http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2008/lei-11645-10-marco-2008-572787-publicacaooriginal-96087-pl.html Acesso em: 08/02/2019

Estatísticas sobre a população Indígena no Brasil

https://indigenas.ibge.gov.br/apresentacao-indigenas.html Acesso em: 08/02/2019

Sobre a diversidade Indígena e o ensino convencional do “índio genérico” comumente conhecido e estabelecido como crença sociocultural

https://novaescola.org.br/conteudo/11654/indio-nao-esta-mais-para-brincadeira Acesso em: 08/02/2019

Novas perspectivas para o ensino de História Indígena

https://novaescola.org.br/conteudo/572/uma-nova-otica-sobre-a-historia-indigena-no-ensino-de-historia Acesso em: 08/02/2019

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

As crianças reconheceram os indígenas e dialogaram sobre suas características socioculturais. Mas será que os indígenas permanecem os mesmos, com os mesmos costumes e hábitos que tinham no passado? Investigue com as crianças as diversas opiniões perguntando a eles.

  • Os indígenas de antigamente agiam e possuíam os mesmos costumes que hoje?

Diga a eles que possui uma imagem reproduzida com base em uma página de um jornal antigo chamado Museu ao Vivo, produzido pela Funai (Fundação Nacional do Índio), e que na página deste jornal há informações para eles investigarem e verificarem se os indígenas têm sido influenciados por outras culturas no decorrer dos tempos ou não.

Entregue a atividade do Material complementar https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/PGKxUN8HqaseKDUQ3hfagMRWQ42Sy2PyUQPgUChKkCjpBbG9B4hMHfYxPtbA/his3-01und-02-problematizacao.pdf

Peça que analisem este recorte do jornal Museu ao Vivo, trata-se de uma publicação feita pela Funai (Fundação Nacional do Índio) no ano de 1991, uma fonte histórica que registra os parintintin em dois momentos distintos (presente e passado) . Depois de eles terem explorado o material, realize a leitura coletiva do trecho destacado. Esta leitura deve ser pausada e atenta a possíveis dúvidas das crianças, sendo pertinentes a pausas e comentários entre trechos.

“Estivemos pela primeira vez entre os parintintin em 1985, fazendo parte de uma equipe da Funai, com o objetivo de iniciar o processo de regularização administrativa de suas terras.”

Comente que os indígenas não são todos iguais e que existem muitas comunidades indígenas, como famílias, grupos, cada qual com sua característica e modo de ser. Neste caso o grupo é dos parintintin. Contextualize a data utilizando como exemplo a idade de pessoas próximas das crianças, como mães, pais e avós e esclareça que a Funai zela, cuida, defende, coordena e executa ações de garantia dos direitos dos indígenas, como é o caso da organização e defesa das terras, dos territórios indígenas, de onde eles vivem.

“Logo que começamos os estudos junto aos parintintin, chamou-nos atenção o intenso processo de mudança a que foram submetidos. Eles adotaram vários costumes do segmento da população brasileira com o qual estão em contato desde 1923.”

Destaque que os primeiros contatos destes indígenas foram por volta desta data e que com isto eles ensinaram alguns de seus costumes mas, também, aprenderam o costume de outras culturas.

“Todos utilizam o português para se comunicar, além de sua língua materna, o tupi kagwahiv. Fazem uso de roupas e de alimentos industrializados. É correto afirmar que, mesmo tendo sofrido mudanças, não deixaram de ser um grupo distinto do nacional, com características e necessidades próprias.”

Exemplifique dizendo que no mundo existem várias línguas (inglês, espanhol, francês), cada pessoa possui uma língua materna, que é sua primeira língua, aquela que aprendeu quando teve seu primeiro contato com a família, com seus amigos e com a comunidade. Podemos ter como língua materna o português, outros grupos indígenas possuem outras línguas e os parintintin possuem sua própria língua: o tupi kagwahiv. O português foi aprendido depois. Então eles podem falar tanto uma quanto a outra assim como também passaram a usar roupas e alimentos que compramos em supermercado (que são diferentes daqueles que os próprios indígenas plantam para comer).

Após a leitura comentada, comece a perguntar sobre o documento histórico e posterior a isto, continuando o percurso da aula, sobre o grupo indígena:

  • Esta página foi retirada de onde?
  • Vocês já viram um jornal? Este jornal foi produzido por quem?
  • Qual o nome deste jornal?
  • Quando foi produzida esta edição do jornal?
  • Pela data, podemos considerar como um jornal relatando acontecimentos passados ou atuais?
  • Esta notícia que lemos relata acontecimentos envolvendo quais pessoas?
  • Esta notícia traz informações que podem contribuir com nossa aula? Quais?
  • Os indígenas modificaram sua forma de ser e estar?
  • O que podemos observar de diferenças entre a primeira foto e a segunda foto na notícia?
  • O que o relato traz de informações que identificam mudanças?
  • Será que isto continua acontecendo?

Para você saber mais: Conheça outras publicações do jornal Museu ao Vivo, produzido pela Funai (Fundação Nacional do Índio)

http://www.funai.gov.br/museudoindio/ Acesso em: 08/02/2019

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 15 minutos.

Orientações: Considerando o percurso da aula, retome com as crianças algumas respostas e impressões sobre os aspectos que os indígenas passaram a incorporar em seu dia a dia, poderão relembrar o uso da língua materna e do português, uso de roupas, contato com outros alimentos que não apenas os naturais, mas industrializados (produzidos por outra cultura).

Promova o debate nesta conclusão, de modo que as crianças possam expressar o aprendizado, facilite com perguntas:

  • Como o diálogo entre as culturas pode modificar a vida das pessoas?
  • A comunidade indígena permaneceu igual ao longo do tempo?
  • O que permaneceu e o que se modificou?
  • Qual o motivo que levou a comunidade indígena a incorporar costumes que eles não tinham?

Facilite com perguntas o debate de modo que possam concluir que os indígenas foram influenciados pelas culturas com os quais tiveram contato. Mas isto não significa que deixaram de ser indígenas e que também colaboram com influências de sua própria cultura no dia a dia de outras pessoas. O diálogo cultural insere o sujeito em diferentes universos, traz aprendizado, enriquece a vivência, faz com que pontos de vista sejam modificados. É possível perceber também que o diálogo cultural promove a criação/modificação da nossa identidade cultural, assim como aconteceu com a comunidade indígena estudada. Desta forma a Sistematização por meio do debate poderá finalizar esta aula com a sistematização de que a relação entre grupos favorece a troca de experiências e influências que acontecem entre culturas no passado e no presente.

Para saber mais:

Sobre o ensino de História e a História Indígena

https://novaescola.org.br/conteudo/11654/indio-nao-esta-mais-para-brincadeira Acesso em: 08/02/2019

https://novaescola.org.br/conteudo/572/uma-nova-otica-sobre-a-historia-indigena-no-ensino-de-historia Acesso em: 08/02/2019

Sobre literatura, preconceito e educação indígena

https://www.youtube.com/watch?v=3wSWr79Ltiw&t=32s Acesso em: 08/02/2019

Fontes, depoimentos indígenas:

http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/POLITICA/564152-PRIMEIRA-DEPUTADA-INDIGENA-ELEITA-TEM-COMO-PRIORIDADE-A-DEFESA-DA-INCLUSAO-E-DA-SUSTENTABILIDADE.html Acesso em: 08/02/2019

https://www.youtube.com/watch?v=DCTEsPlfbww Acesso em: 08/02/2019

O etnocídio e a identidade indígena

https://www.youtube.com/watch?v=XDaS70F2fPw Acesso em: 08/02/2019

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE As pessoas e os grupos que compõem a cidade e o município do 3º ano :

3º ano / História / As pessoas e os grupos que compõem a cidade e o município

MAIS AULAS DE História do 3º ano:

3º ano / História / As pessoas e os grupos que compõem a cidade e o município

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano