15999
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Produção de um minijardim com as famílias

Nesta atividade, crianças e adultos usam a imaginação para criar jardins usando materiais como isopor, papel e massa de modelar

Plano 05 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Karla Alessandra Santos Pereira de Souza

O que fazer antes?

Contextosprévios:

Para realizar esta atividade, é necessário que as crianças tenham vivenciado experiências com exploração de jardins (em passeios e explorações, conhecendo os bichinhos etc.), que a família seja convidada com antecedência e as crianças sejam envolvidas neste convite. Tente agendar um dia com chances de participação de todos e tenha as informações sobre a impossibilidade de participação de algumas famílias, para poder organizar a forma de acolhimento das crianças no dia da atividade. Combine com os outros professores um horário aproximado para que o grupo passe nas salas convidando todas as turmas para visitarem a exposição dos mini jardins. Assim, os professores se organizam, comunicam as crianças e não correm o risco de terem suas atividades interrompidas.

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Conhecendo os bichos de jardim

Visita ao jardim

Brincando de imitar os bichos de jardim

Diferenças entre bichos de jardim

Produção de um minijardim com as famílias

Materiais:

Imagens ou fotos de situações vivenciadas pelas crianças em atividades como visitas a um jardim, brincadeiras e exploração com bichinhos de jardim etc. e do jardim da escola, de preferência. Caso a escola não possua, providencie imagens de outros jardins. Essas imagens podem ser projetadas em data show. Nesse caso, providencie o aparelho e adeque suas intervenções ao uso desse recurso. Bichos de jardim de pelúcia, sucata, em miniatura ou pequenos fantoches de papel. Cestos ou outros recipientes para acomodar os materiais. Folhas de isopor, de papelão ou caixas de sapatos, para servir de base. Massinha de modelar, pedrinhas, terra e grama ou papel marrom e verde para simulá-los, gravetos, folhas secas e verdes etc. Providencie algumas cadeiras e mesas da altura das crianças.

Espaços:

Prepare um local organizado que tenha espaço suficiente para acomodar as famílias e as crianças. Organize cantos em mesinhas com cadeiras, espaços no chão da sala, alguns cestos contendo os materiais etc. ao alcance das crianças, para que possam escolher o que usar em suas criações no pequeno grupo. Coloque algumas mesinhas na entrada da sala para a exposição das produções. É interessante que o espaço garanta que as crianças, por livre escolha, tenham liberdade e autonomia para se locomover, criar, interagir, trocar materiais, observar os colegas, suas famílias e criações etc. O ideal é que tenham entre 3 e 4 pequenos grupos formados pelos familiares e crianças.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 1 hora.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como as crianças manifestam seus desejos e opiniões na presença das famílias? Elas participam, se sentem envergonhadas ou revelam seus saberes? Como recebem a ideia da produção de um jardim com a participação das famílias?

2. Quais estratégias as crianças usam para escolher os materiais para a confecção do minijardim? Elas expressam entusiasmo, pedem opinião das famílias, observam os outros colegas e suas escolhas ou reproduzem o que o colega faz?

3. As crianças fazem uso dos recursos disponíveis, utilizando-os da forma que desejarem? Dão outras funções aos materiais ampliando suas percepções sobre eles?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Garanta que as crianças tenham oportunidades variadas de participar da proposta e que cada uma escolha o que for mais confortável para si. Sugira que convidem umas as outras para participar, respeitando as preferências de cada uma. Oportunize que as crianças que não estejam com seus familiares presentes sejam acolhidas pelos familiares de outras crianças e por adultos da própria escola.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Convide as famílias para que, em grande grupo, sentem em roda de forma confortável e, se quiserem, com os pequenos no colo. Inicie uma conversa dizendo que as crianças estão tendo várias experiências com jardins e que hoje irão construir um minijardim. Diga que, para isso, você trouxe algumas imagens, fotos e objetos já conhecidos pelas crianças sobre essas experiências, para relembrar e comunicar aos pais suas aprendizagens. Observe se as crianças apontam algo e mostram ao familiar. Se necessário, sugira que relembrem fatos, deixando-as bem à vontade nesse momento. Oportunize que cada criança, a maneira dela, se direcione ao objeto que deseja e leve ao familiar.


2

Avise a todos que você irá apresentar imagens de um dos espaços da escola que tem a ver com a produção que farão juntos. Deixe que as crianças reconheçam, apontem e falem sobre a imagem, o que vêem, o que é etc. Antes de apresentar essas imagens (em fotos ou na projeção), perceba se as crianças mostram interesse e curiosidade, perguntando, apontando, arregalando os olhinhos ou se levantam em sua direção, tentando ver o que tem nas suas mãos. Repare, ainda, se arriscam dizer ou balbuciar qual espaço seria este, evidenciando possíveis preferências. Note se elas interagem com os familiares. Deixe que fiquem bem à vontade para se expressarem da forma que for mais apropriada para cada uma. Elas podem apontar e dar opinião a respeito do jardim. Podem dizer que querem ir até o jardim para olhar de perto ou simplesmente apontar para a porta, indicando que desejam ir até esse espaço.


3

A partir das iniciativas dos pequenos, deixe ser conduzido pelas falas, ações e/ou expressões das crianças. Promova uma conversa acerca do jardim, de seus moradores e dos cuidados que este espaço requer. Conduza essa conversa de forma que os familiares também participem.

Possíveis falas e ações do professor e das crianças neste momento: Se uma criança fala que conhece o jardim ou aponta em direção a ele, diga: alguém mora lá? Conta pra gente.Como foi ver esses bichinhos de perto? Pegou neles? Ah, na sua casa tem? Como você se sente morando com eles? E o jardim da sua casa, quem cuida dele? Que legal! A mamãe cuida do jardim! Como você faz pra ajudar?


4

Comunique a todos que agora irão construir minijardins. Conte que a turma e suas famílias serão divididos em três ou quatro pequenos grupos e que cada grupo será responsável por montar seu minijardim. Diga que, posteriormente, suas produções serão compartilhadas com outras turmas da escola em uma pequena exposição.


5

Apresente a todos os cantos que você preparou com os materiais disponíveis. Mostre cada recurso nomeando, mas não indicando a função. Diga que poderão escolher o que acharem mais apropriado para montarem o jardim e que você estará ali para ajudar no que for preciso. Fique atento às interações entre os pequenos e as famílias e nas funções que atribuem a cada material, sem orientar as ações e apenas apoiando. Observe como as famílias participam. É importante que as crianças manifestem suas opiniões e desejos. Oriente as famílias a darem suporte às crianças, a deixarem que elas sejam as criadoras e que interajam ajudando nas escolhas que farão. Diga para não se preocuparem com a perfeição. Você pode apontar algum material que ainda não foi usado, perguntando o que a criança acha de usá-lo.

Possíveis falas e ações do professor neste momento: Se observar que uma criança pega a massinha e começa a moldar algum bichinho, como uma minhoca, pergunte: acho que, no jardim, tem muitas minhocas! Se precisar de ajuda é só me pedir.Você fez um caminho com as pedrinhas… Que bacana! E essas folhinhas? Temos outras delas aqui.


6

Continue observando como os grupos se direcionam aos materiais, se têm preferências, se usam mais uns do que outros, se fazem e como fazem uso deles. Observe se as crianças se divertem, se gostam desse momento, se brincam com materiais, como a massinha, por exemplo. Elas podem inventar brincadeiras usando as pedrinhas para fazer caminhos no chão da sala. Direcione-se a cada grupo, tentando perceber como produzem e sugerir que compartilhem suas ideias. Dê sugestões, se forem necessárias, a partir da ações e escolhas dos grupos. Se atente ao ritmo de criação e avise que logo a atividade chegará ao fim.

Possíveis falas e ações do professor e da criança neste momento: Ao perceber que uma criança usa pedrinhas para brincar no chão, sugira: o que você acha de colocá-las também no minijardim? Olha só, que legal o que eles fizeram! Vocês querem tentar também? Será que esse graveto pode ajudar na sua ideia?


Para finalizar:

Avise as crianças e famílias que terão mais 5 ou 10 minutos para terminar o minijardim. Ao final desse tempo, sempre respeitando o ritmos das crianças, convide-as a exporem os jardins na entrada da sala e a guardarem os materiais de uma forma bem divertida, que pode ser imitando grilos ou borboletas. Oriente que cada grupo vá a cada turma (avisada anteriormente) e às outras dependências da escola, para fazer o convite para a apreciação da exposição. Depois, os grupos devem voltar ao espaço da exposição para aguardarem os visitantes. Acompanhe as apreciações e ajude os grupos a conversarem sobre suas produções, se necessário. Não esqueça de dizer que o trabalho pode continuar em casa, onde, juntos, poderão produzir algo para deixar o minijardim ainda mais bonito.

Desdobramentos

Possibilite que as crianças experimentem novamente essa proposta em outras oportunidades, podendo dar continuidade às experiências e produzindo casinhas para os bichinhos de jardim. Por exemplo, as crianças podem construir um formigueiro, uma colmeia ou um minhocário, variando a disposição dos grupos.

Engajando as famílias

As famílias já terão iniciado sua participação indo à escola para a produção coletiva do minijardim. Entretanto, continuarão dando sua contribuição em casa, podendo confeccionar o que quiserem (um matinho, uma formiga, um besouro, um grilo etc.) ou levarem algum objeto da família que tenha relação com a proposta (miniaturas, imãs etc.) para ajudar a compor os minijardins.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) :

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02ET03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02TS02 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EF01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano