13402
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Atividade - Conhecendo os bichos de jardim

POR: Karla Alessandra Santos Pereiar de Souza 15/12/2018
Código: EDI2_31UND01

Creche / Educação Infantil

Atividade alinhada à BNCC:

(EI02EF01) Dialogar com crianças e adultos, expressando seus desejos, necessidades, sentimentos e opiniões.

(EI02EO04) Comunicar-se com os colegas e os adultos, buscando compreendê-los e fazendo-se compreender.

(EI02EO06) Respeitar regras básicas de convívio social nas interações e brincadeiras.

Plano de atividades de Educação Infantil com atividades para Crianças bem Pequenas sobre Comunicação de colegas e adultos sobre animais do jardim

Resumo

ilustracao

Nesta atividade, as crianças bem pequenas vão conhecer os bichinhos de jardim e aprender como cuidar deles.

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para realizar esta atividade é importante que você pesquise sobre alguns elementos constituintes de um jardim. Combine com um outro profissional da escola para acompanhar as crianças nos espaços de livre escolha enquanto você vai com os pequenos grupos até o jardim.

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Conhecendo os bichos de jardim (link)

Visita ao jardim (link)

Brincando de imitar os bichos de jardim (link)

Diferenças entre bichos de jardim

Produção de um minijardim com as famílias

Materiais:

Selecione representações (de preferência fotos reais) de bichos de jardim em tamanho grande e livros com imagens de insetos.Providencie também móbiles de bichinhos ou móbiles com imagens, e algunsbichos de jardim, de pelúcia, de plástico ou até de sucata. Prepare varais e mesinhas. Separe também papel crepom verde e marrom, em pedaços. Recolha na própria escola, alguns galhos, folhas e pedrinhas para compor o ambiente, ficando atento aos elementos, para que não ofereçam risco às crianças.Se possível, providencie equipamentos de som e vídeo, CDs com sons de um jardim, (como sons de pássaros, de grilos, por exemplo)e um vídeo da série “Minuscule” (que também pode ser usado como recurso no passo 1, no caso de a escola não ter jardim)

Espaços:

Organize os espaços de livre escolha dentro da sala. Coloque móbiles de bichinhos e imagens, pendurados no teto e na entrada da sala, ao alcance dos pequenos. Exponha alguns bichos de jardim (pelúcia, plástico ou sucata) em um canto espaçoso da sala e organize o cenário de faz de conta. Espalhe as representações dos animais em tamanho grande sobre as mesas, nas paredes e em varais. Distribua os livros com imagens de insetos em um outro canto, pode ser sobre uma mesinha, na altura das crianças. Coloque papel crepom verde e marrom, folhas e galhos, nos cantos da sala, simulando um jardim. Exibao vídeo e deixe reservado os sons de jardim e um espaço para roda de conversa ao final da atividade.

Tempo sugerido:

Aproximadamenteuma hora e 20 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. As crianças conversam sobre os bichos e outras explorações que estão fazendo? Quais informações trocam entre si? Elas escutam o que o colega está falando ou mostrando?

2. Durante o passeio ao jardim e a brincadeira, como interagem entre com outras crianças? Disputam materiais e espaços? Precisam de apoio para resolver conflitos?

3. Durante a roda de conversa, as crianças procuram ouvir os colegas? Esperam sua vez para se comunicar? Conseguem trazer elementos da exploração anterior para o diálogo em grande grupo? Quais as maiores dificuldades que encontram?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Apoie as crianças que por ventura ainda não se movimentam com muita destreza a caminhar e a explorar os materiais expostos. Fique atento aos pequenos que não se sentem à vontade para explorar o ambiente ou que tenham medo. Converse com eles, ajudando-os, incentivando que olhem para os colegas, que sejam ajudados por eles e, se necessário, pegando na mão deles e falando que você irá conhecer os bichinhos com eles, mas sempre com respeito e com sensibilidade. Estimule as criançasmaiores a apoiar as menores.

O que fazer durante?

1

Receba as crianças no espaço que você organizou e comunique a elas que irão fazer um passeio ao jardim da escola, em pequenos grupos, sendo um grupo de cada vez, enquanto os outros farão exploração de livre escolha de acordo com suas preferências, com um outro profissional, no espaço organizado na sala (elas podem, se preferirem, ficar vendo o vídeo enquanto o grupos revezam). Conduza os grupos até o jardim e dê oportunidade para que as crianças procurem à vontade pelos bichinhos. Pergunte se estão vendo bichos diferentes ou sentindo falta de algum bichinho visto em outro jardim, incentivando-as a se expressar de diversas formas. Cuide para que todas possam experimentar as possibilidades e observe se brincam com os bichinhos. Avise que voltarão à sala e que em outro dia poderão fazer uma nova visita.


2

Incentive as crianças a pegar, tocar, acariciar, manipulare investigar os bichinhos de jardim que estão por ali, sempre estando atento, às ações delas e ao que comunicam sobre suas descobertas.Acolha as crianças que, por algum motivo, se assustarem ou chorarem. Fale aos pequenos que está tudo bem e que você está ali. Passe confiança as crianças e dê colo, se necessário.

Possíveis falas do professor neste momento: Ao observar que alguma criança se assusta com as imagens dos bichos, você deve se aproximar com carinho e dizer: O que você acha de brincarmos com aquele bichinho? Vamos comigo? Deixa eu te apresentar alguns bichinhos. Você vai gostar!


3

Depois de todos os grupos participarem da visita, de volta à sala, desligue o video e ligue o som ambiente e incentive que livremente andem e explorem os recursos disponíveis. Caminhe com o grande grupo e aos poucos vá mostrando brevemente o que há no espaço. Observe inicialmente como reagem e se comportam. Se ficam inseguros, se exploram o espaço, como interagem com o ambiente, com os materiais e com os colegas ou se só observam. Se você colocou sons de pássaros ou ruídos, perceba se interagem com esses sons reproduzidos, se imitam, se dançam e se brincam, por iniciativa própria.


4

Convide-as em pequenos grupos a explorar com você o espaço. Perceba e estimule as interações entre as crianças,promovendo conversas sobre o que mais as interessa, o que mais causa medo, se há ajuda entra elas, se trocam materiais, experiências, se contam ou criam enredos nas brincadeiras etc. Manipule os livros de insetos com as crianças, chame atenção delas para as imagens e converse sobre as características dos bichinhos, se necessário. Fique atento às falas das crianças, deixando-as que conduzam suas próprias conversas e responda de forma simples às perguntas que surgirem.

Possíveis falas do professor neste momento: Tudo bem? Você já viu ou foi a um jardim? Quem já foi a um jardim? O que vocês viram lá? Olha só, que borboleta colorida! Você já viu outras borboletas? Como elas eram? Você já viu uma minhoca de verdade? Parecia com essa? Olha só! Você encontrou a joaninha, como ela é? Você quer ir comigo olhar o que tem nas imagens? Vamos juntos? Caso a criança, não queira, respeite e pergunte: Posso trazer um bichinho para brincar com você?

5

Perceba o interesse das crianças e se necessário, deixe que explorem autonomamente o espaço por mais alguns instantes. Após aproximadamente 30 minutos de exploração, fale para elas que em dez minutos esse momento terminará e que irão se sentar em roda para compartilhar com os colegas como foi a experiência de ver os bichinhos. Após esse tempo, anuncie o fim desse momento, convidando-as para se dirigirem ao espaço da roda de conversa com uma cantiga que já conheçam.


6

Permita que se sentem autonomamente em um grande grupo e colabore com quem precisar. Inicie uma conversa perguntando o que acharam de ver os bichinhos no jardim e de brincar com eles. Questione se já tinham visto alguns, de qual bichinho mais gostaram, o que sentiram ao olhar para eles, se foi divertido etc. Deixe que compartilhem impressões, sentimentos e descobertas, sempre incentivando aqueles que são mais quietos a participar também.Retome algumas brincadeiras das crianças, aspectos do vídeo ou algumas explorações observadas e as ouça, observando as expressões daquelas que não se manifestam oralmente: se apontam, se balbuciam e expressam-se de outras formas. Verbalize o que eles estão comunicando.


Para finalizar:

Conte a elas que, em outro dia, irão vernovamente esses bichinhos no jardim da escola ou até em outro jardim. Diga ainda que, junto com a família, vão continuar conhecendo os bichos de jardim. Que podemprocurar imagens, ver vídeos, que tenham os bichos vistos na sala e outros bichinhos. Comente que em outro dia vão compartilhar isso com os colegas.

Desdobramentos

Em outro momento você pode levar as crianças para a sala multimídia, caso haja esse espaço na escola, ou providenciar, na própria sala, equipamento audiovisual, para exibir outro vídeo de bichos de jardim (Sugestão: videos da série “Minuscule”) e permitir às crianças continuar apreciando esses bichinhos, percebendo como vivem, suas características etc. A partir da sua observação do interesse das crianças pelos bichinhos, você pode, ainda, levá-las para visitar um jardim novamente, ampliando as experiências delas.

Engajando as famílias

Escreva um bilhete, junto com os pequenos, para ser enviado às famílias, comunicando aos responsáveis sobre a atividade com bichos de jardim e peça que procurem em casa bichinhos de jardim, pelo quintal ou mesmo no interior da residência, junto com as crianças. Peça também que explorem com elas possíveis imagens ou vídeos que envolvam bichos de jardim e, assim, permitam momentos de conversas e descobertas em família. Num segundo momento, os familiares podem compartilhar com o grupo como foram essas descobertas,em forma de relatos, de fotos ou de vídeos.


Este plano de atividade foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:  Karla Alessandra Santos Pereira de Souza

Mentor: Nilcileni Aparecida Ebani Brambilla

Especialista do subgrupo etário: Karina Rizek

Sugestão de idade: 1 ano e 7 meses a dois anos e 11 meses

Campos de Experiência: O eu, o outro e o nós; escuta, fala, pensamento e imaginação.

Objetivos e códigos da Base
Centrais:

(EI02EO04) Comunicar-se com os colegas e os adultos, buscando compreendê-los e fazendo-se compreender.

(EI02EF01) Dialogar com crianças e adultos, expressando seus desejos, necessidades, sentimentos e opiniões.
Transversal:

(EI02EO06) Respeitar regras básicas de convívio social nas interações e brincadeiras.
Abordagem didática: Muitas vezes, os pequenos bichos de jardim (tatus, joaninhas, formigas, grilos, insetos, borboletas etc) provocam nas crianças reações diversas: medo, aflição, curiosidade, vontade de pegar, de pisar, de tocar, de seguir etc. É papel da escola aproveitar esse interesse para pensar em propostas com intencionalidade educativa. São várias as opções: organizar expedições no espaço externo da instituição para identificar e conversar sobre os bichos que moram ali, realizar pesquisas e apreciações de imagens (fotos, desenhos, pinturas, vídeos), brincar imitando esses bichos, entre outras.

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS ATIVIDADES DESSA UNIDADE:

ATIVIDADES DESSA DISCIPLINA:

ATIVIDADES RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes