15208
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Creche - Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Atividade - Escolha dos jogos preferidos

Nesta atividade, as crianças irão relembrar os jogos favoritos da turma e poderão se revezar para brincar com eles.

Plano 02 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Adriana Mitiko do Nascimento Takeuti

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

As crianças deverão escolher entre os jogos listados na atividade “Sondagem dos jogos conhecidos pelas crianças” ao menos dois que consideram como preferidos para jogarem nesta atividade. Retome a lista que vocês fizeram mostrando no livro que vocês estão criando os nomes dos jogos, as fotografias e desenhos. Contem com elas quantos jogos vocês listaram e quantos precisam escolher. Fique atento às falas e gestos para reconhecer o que elas querem expressar e apoie que negociem essa escolha. Se vocês não fizeram a atividade do plano anterior, procure relembrar os jogos que vocês conhecem, escolhendo ao menos dois. Tentem se lembrar de, ao menos, um que envolva movimentos corporais.Para se inspirar, leia o texto “Traga notícias do mundo”, do Instituto Avisa lá (link).

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Sondagem dos jogos conhecidos pelas crianças

Escolha dos jogos preferidos

Jogando um jogo novo

Construção de um jogo de percurso

Ampliação de repertório: os jogos das famílias

Materiais:

Para os jogos: vão variar de acordo com o que for escolhido nos contextos prévios. Alguns exemplos são: bolas, cordas, bambolês, caixas, giz, blocos de madeira, cartas impressas com desenhos, fitas e coletes de cores diferentes (para separação de times). Atente-se para que haja quantidade suficiente de materiais para que todas brinquem, que não sejam pequenos a ponto de serem engolidos, que não tenham formas e pontas que possam machucá-las ou oferecer outro risco. Caso esteja seguindo a sequência de planos, a sugestão de materiais para o livro é: tenha em mãos, ou no computador, uma Ficha de jogo que deverá ser preenchida com as crianças; modelos de Fichas de jogos já preenchidas; demais materiais para confecção, como papel canson A3 ou outro grande e grosso; caneta, canetas hidrocor, gizes, cola, tesoura, tintas etc.

Para demais registros: aparelho fotográfico e de gravação de vídeo e áudio.

Espaços:

As crianças serão reunidas na sala, ou outro local confortável para conversarem sobre o que vão fazer. Depois, se dividirão entre os jogos que escolheram jogar em um local espaçoso que permita tanto a movimentação livre quanto a possibilidade de ficar mais confortáveis em mesas, forros de chão, cadeiras, bancos, almofadas etc. Por fim, retornarão ao local inicial para a elaboração do livro.

Tempo sugerido:

Cerca de 1 hora.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Ao jogarem os jogos e tentarem compreender suas regras, quais atitudes demonstram que as crianças levam em consideração sua orientação e a das demais crianças?

2. Em quais momentos as crianças demonstram estar gostando dos jogos? Quais gestos, falas e emoções são percebidas durante as interações nas brincadeiras (como ao fazer uma boa jogada, dar dicas, perder e ganhar)?

3. Ao manusear materiais, acompanhar os turnos dos jogos e verificar a quantidade de jogos e jogadores, quais gestos e falas demonstram que as crianças estão estabelecendo conexões entre essas situações, a contagem e registro de números?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Selecione materiais suficientes para todas e em variedade de composição, formas, tamanhos, cores e texturas, para garantir que as crianças os percebam por suas diferentes características. Atentem-se para que os jogos escolhidos para a atividade sejam possíveis de serem jogados por todas. Se necessário, definam coletivamente alterações nas regras, espaços e materiais, para que todas possam aproveitar e se divertir.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Reúna todo o grupo em sala e conte que vocês irão jogar os jogos preferidos da turma. Retome a lista que as crianças construíram de jogos preferidos na atividade anterior e mostre que o professor disponibilizou os materiais necessários para jogarem. Explique que, antes de jogar, irão fazer uma brincadeira de adivinhação. Explique que essa brincadeira consistirá em ouvir a leitura da ficha das regras e, então, tentar descobrir de qual jogo se trata. Leia a ficha de um deles sem avisar qual é o jogo em questão. Utilize as fichas já preenchidas como modelo para elaborar a sua. Após a leitura, pergunte para as crianças se elas sabem qual é esse jogo que vão jogar.

Possíveis ações da criança neste momento: Adivinhar, ou não, qual é o jogo. Contar que se lembram do dia em que a turma escolheu esse jogo. Contar que a regra está “errada” ou que conhecem um jogo diferente com o mesmo nome. Fazer gestos imitando os movimentos e regras do jogo. Repetir o que você fala e seus gestos enquanto lê.


2

No espaço planejado para a brincadeira, disponibilize os materiais dos demais jogos escolhidos e, sem contar as regras, proponha que as crianças joguem com autonomia. Permita que escolham o que querem jogar e se dividamem pequenos grupos, escolhendo seus pares.


3

Observe quais estratégias as crianças elaboram e as desafie a relembrarem sozinhas como jogar os jogos. Oriente-as, caso solicitem seu apoio ou se houver conflitos, auxiliando a contar quantas podem jogar cada jogo, a relembrar uma parte da regra, a se distribuir no espaço e a revezar quando as partidas terminarem. Faça registros fotográficos ou em vídeo para vocês revisitarem posteriormente ou para complementar a confecção do livro.

Possíveis ações da criança neste momento: Ficar animada ao fazer uma boa jogada. Ficar irritada, triste ou empolgada a jogar novamente ou ao perder uma partida. Demonstrar tensão, reflexão e alegria. Gostar de seguir as regras e respeitar a vez das outras crianças. Mudar a forma de jogar ao perceber que fez algo “errado” ou que poderia ser melhorado.


4

Quando uma criança ou pequeno grupo descobrir como se joga um jogo, encoraje-as a colaborarem com as demais mostrando como jogar e fazendo convites para que participem. Converse individualmente com as crianças que não estiverem jogando, apresentando as opções de jogos disponíveis e respeitando se elas não quiserem brincar.


5

Algumas crianças poderão mudar as regras dos jogos criando outros contextos com os materiais, imaginando diferentes cenários, criando personagens ou partindo de um ponto de referência particular delas e que as outras crianças não conhecem. Assim, proponha que converse e negocie com as demais, perguntando se elas aceitam jogar o jogo dessa forma diferente, se as regras "funcionam" e parecem justas. Jogue junto com elas, fazendo observações sobre as partes difíceis ou divertidas do jogo. Fique atento caso surjam conflitos, essas alterações das regras podem ser propostas para benefício próprio.

Possíveis falas do professor neste momento: Podemos entrar na próxima partida desse jogo? Você consegue nos explicar como jogá-lo? Essa jogada foi muito boa! Como você planejou ela? Por que vocês acham que essa jogada não deu certo? Eu percebi que você ficou chateado, mas podemos tentar outra vez de uma forma diferente. O que acha?


6

Quando uma criança ou grupo terminar um jogo, questione se elas querem jogar outro jogo ou se preferem brincar no espaço livremente enquanto aguardam as demais.

Possíveis falas do professor neste momento: Eu percebi que você gostou dessa parte do jogo e aquele outro também tem algo parecido com isso. Vamos tentar jogá-lo? A gente ainda tem tempo de jogar aquele jogo que é bem diferente por tal motivo. Vamos tentar?


7

Quando terminar o tempo de jogar ou se as crianças finalizarem os jogos, diga para elas colaborarem na organização do espaço e materiais. Vocês podem cantar uma música para deixar este momento mais divertido. Depois, retornem para a sala.


Para finalizar:

Reúna todo o grupo. Conte que essa é a última parte da atividade e que vocês vão continuar ou iniciar a construção do livro coletivo da turma. Proponha que as crianças: (1) contem quantos e quais são os jogos preferidos da turma; (2) expressem com gestos e falas, o porquê gostam desses jogos; (3) expliquem para as pessoas que vão ler o livro como jogar os jogos. Apoie a troca de ideias e seja o escriba do que elas falam. Para isso, primeiro leia uma ficha modelo, depois ajude a escolher dentre os jogos que as crianças acabaram de jogar quais terão as informações preenchidas nas fichas. Na hora de escrever, siga os tópicos da ficha e escreva uma frase ou parágrafo para cada tópico. Ao final, escreva porque gostam deste jogo. Avise que os textos serão revisados posteriormente. Procure respeitar a forma como as crianças se expressam, elaborando o texto com as falas originais delas. Incentive que acompanhem o que você escreve no computador com projetor ou em uma folha colada como um cartaz. Grave o áudio da conversa para conferir, posteriormente, o que foi falado e o que foi escrito. Avise ao grupo que continuarão esta descrição em outra oportunidade e que farão o mesmo para os demais jogos escolhidos para compor o livro.

Desdobramentos

Dê continuidade à atividade em outro momento não muito distante. Preencha a ficha de jogo sugerida, ou elabore a ficha de vocês, colocando nela o que consideram que não pode faltar para as pessoas que vão ler o livro entenderem como jogar os jogos. Considere a escrita coletiva que fizeram nesta atividade. Garanta que a visualização do cartaz ou arquivo seja acessível a todos. Faça a leitura do que foi escrito para elas verificarem se está tudo bem ou se é necessário fazer correções. Organize a escrita das fichas de todos os jogos escolhidos, podendo fazê-la em pequenos grupos, sendo cada um responsável por um jogo. É pertinente retomar a construção do livro em outros momentos da rotina, complementando com fotos e desenhos das crianças sobre seus jogos preferidos ou sobre o planejamento. Pergunte se existem outros jogos da lista que elas gostariam de jogar e proponha que brinquem com eles em outros dias. É interessante registrar esses momentos com fotos e/ou vídeos. Perceba se elas demonstram mudar de preferência ao longo das brincadeiras e como alteram as regras e acordos dos jogos com o passar dos dias.

Engajando as famílias

Como é possível que esta atividade se desdobre em uma sequência de cinco planos, compartilhe registros com as famílias e solicite a participação delas em diferentes momentos. Para esta atividade, elabore um cartaz informando quais foram os jogos que as crianças escolheram como preferidos e o disponha em um local acessível a todas. No cartaz, peça para as famílias preencherem se este é o jogo preferido das crianças em casa. Se não for, proponha que elas conversem com as crianças e preencham qual jogo é o preferido em casa e, se for possível, jogá-lo também na escola.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) :

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02ET08 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EO06 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EO07 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano