14458
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 5º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Resenha crítica - Análise Linguística / Semiótica

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 5º ano do EF sobre Resenha crítica - Análise Linguística / Semiótica

Plano 06 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Rosemary Aparecida Da Silva

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Resenha crítica/Volg infantil de crítica e no campo de atuação Vida cotidiana/Vida pública/Todos os campos. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística/Semiótica, prática e linguagem. O foco desta aula é que o aluno reconheça e aplique os recursos linguísticos e discursivos que constituem o gênero resenha crítica, com foco na forma de composição do texto, para que possa utilizar esses recursos quando for produzir sua resenha crítica. Esta aula pressupõe que os alunos já tenham conhecimento do gênero resenha crítica.

Antecipadamente:

Materiais necessários:

Clique aqui para imprimir a atividade (resenha crítica para ser recortada).

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Telão e computador com acesso à internet.

Informações sobre o gênero: A resenha crítica trabalhada nesta é aula é um texto argumentativo da esfera jornalística em que o autor apresenta, analisa, recomenda ou rejeita a obra resenhada para que o leitor decida se vai conhecê-la na íntegra ou não. A leitura de textos que apresentam o olhar crítico de alguém sobre um produto cultural contribui com desenvolvimento da criticidade dos alunos para que possam efetivar sua participação na sociedade letrada por meio do desenvolvimento de um olhar mais crítico sobre os produtos culturais disponíveis.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem apresentar dificuldade na compreensão do texto, na compreensão da forma de composição da resenha crítica e na aplicação dos conhecimentos já adquiridos sobre esse gênero textual para organizar os parágrafos do texto.

Também podem apresentar dificuldade para localizar no texto os trechos em que o autor apresenta resenhada e os trechos em que o autor faz uma avaliação da obra para convencer o leitor sobre a qualidade da edição da revista objeto da resenha.

Referências sobre o assunto:

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2018. Disponível em:

<http://basenacionalcomum.mec.gov.br/download-da-bncc/>. Acesso em 02/09/2018.

KLEIMAN, Angela B. Letramento e suas implicações para o ensino de língua materna. Signo. Santa Cruz do Sul, v. 32 n 53, p. 1-25, dez, 2007. Disponível em:

<https://online.unisc.br/seer/index.php/signo/article/view/242/196>. Acesso em 04/09/2018.

MORAIS, A. G.; SILVA, A. Produção de textos escritos e análise linguística na escola. In: Leal, T. F.; BRANDÃO, A.C.P. A.(org). Produção de textos na escola: reflexões e práticas no ensino fundamental. Belo Horizonte: Autêntica,2006. Disponível em:

<http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/15.pdf>. Acesso em 30/08/2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a folha de atividade, recorte o texto na linha pontilhada e entregue aos alunos o texto recortado para que eles possam organizá-lo.
  • Explique aos alunos que na aula de hoje serão colocados em prática os seus conhecimentos sobre a forma de composição do gênero resenha crítica.

Materiais complementares:

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a folha de atividade, recorte o texto na linha pontilhada e entregue aos alunos o texto recortado para que eles possam organizá-lo.
  • Organize os alunos em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Retome com os alunos seus conhecimentos sobre a forma de composição do gênero textual resenha crítica. O autor da resenha crítica apresenta, analisa, recomenda ou rejeita a obra resenhada para que o leitor decida se vai conhecê-la na íntegra ou não.
  • Converse com a turma:
  • O que é uma resenha crítica?
  • Para que serve esse gênero textual?
  • Como uma resenha crítica é organizada?
  • Para quem esse texto é escrito?
  • Incentive a participação dos alunos, acolha as respostas e, caso algum aluno dê respostas incorretas, convide outros colegas a complementarem a ideia. É importante os alunos compreenderem que a resenha crítica apresenta uma análise e um julgamento do produto, com o objetivo de convencer o leitor (resenha crítica escrita) ou espectador (resenha crítica oral) a conhecer ou não, na íntegra, a obra resenhada. Esta resenha crítica é um gênero textual argumentativo da esfera jornalística em que o autor apresenta o material resenhado, faz uma crítica, e o recomenda ou o rejeita.

Materiais complementares:

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a resenha crítica O Diário de Anne Frank em Quadrinhos e recorte o texto na linha pontilhada (imprimir e recortar uma cópia por grupo).
  • Mantenha os alunos organizados em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Explique aos alunos que nesta aula os grupos têm o desafio de organizar uma resenha crítica que está com os parágrafos fora de ordem. Entregue aos grupos a resenha crítica “fatiada” e explique que cada grupo deverá organizar os parágrafos da resenha crítica, considerando o que foi aprendido sobre a forma de composição desse gênero textual. Esta atividade propõe a aplicação do conhecimento sobre o gênero resenha crítica; o desafio é organizar as “fatias” de uma resenha crítica e aplicar o que sabem sobre a forma de composição desse gênero textual. Para organizar os parágrafos do texto, os alunos precisam acionar seus conhecimentos sobre a forma de composição da resenha crítica, enquanto discutem nos grupos as possibilidades de organização, negociam as diferentes ideias que surgem, leem o que foi feito, refazem, trocam parágrafos de lugar até que considerem que o texto está pronto. Esse momento favorece a retomada e consolidação de conhecimentos já aprendidos, além de esclarecer possíveis dúvidas e permitir que alguma nova informação seja adquirida. Esses conhecimentos serão colocados em prática no momento de produção de resenhas críticas.
  • Peça para os alunos lerem, individualmente, a proposta da atividade. Pergunte-lhes o que devem fazer e deixe que eles expliquem o que entenderam a partir da leitura da proposta; conforme os alunos vão falando, você pode orientar as dúvidas que aparecerem. Confirme se todos compreenderam a atividade.
  • Durante a realização da atividade, circule pelos grupos a fim de orientá-los nos momentos em que aparecerem as dúvidas. Incentive a troca de ideias entre os componentes do grupo. Peça para lerem, no grupo, como ficaria o texto de acordo com as diferentes hipóteses de organização que foram sugeridas pelos componentes. Oriente os grupos a escolherem uma das hipóteses para organização da resenha crítica.
  • Se nos grupos houver divergência na sugestão de organização do texto, convide-os a argumentarem, com base na forma de composição do gênero resenha crítica (que é: apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado), qual a melhor forma de composição do texto.
  • Promova uma momento coletivo de socialização das respostas. Se houver formas diferentes de organização do texto, convide a turma a refletir qual seria a melhor forma de organizar o texto e justificar a escolha com base no que foi estudado sobre o gênero resenha crítica.
  • Após o momento de socialização de respostas dos alunos, apresente a forma como o autor da resenha O Diário de Anne Frank em Quadrinhos organizou o texto.
  • Apresente a resenha crítica na íntegra, preferencialmente em seu meio de circulação fora da escola (site da internet), pois o contato com o texto em seu meio de circulação fora da escola possibilita melhor compreensão da função social desse gênero textual e também permite a exploração dos diferentes caminhos possíveis de leitura do texto em ambiente digital.
  • Convide os alunos a compararem suas propostas de organização do texto com a resenha crítica original (texto no site, se possível, ou os slides 5 a 8). Esse momento é importante para que os alunos possam refletir sobre suas hipóteses de organização do texto e confrontá-las com a organização do texto original para sistematizar o conhecimento sobre a forma de composição da resenha crítica e poder utilizar esse conhecimento quando forem produzir seus textos.
  • Após a confirmação da organização adequada dos parágrafos da resenha crítica, oriente os alunos a colarem no caderno o texto organizado na sequência adequada.

Materiais complementares:

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a resenha crítica O Diário de Anne Frank em Quadrinhos e recorte o texto na linha pontilhada (imprimir e recortar uma cópia por grupo).
  • Mantenha os alunos organizados em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Explique aos alunos que nesta aula os grupos têm o desafio de organizar uma resenha crítica que está com os parágrafos fora de ordem. Entregue aos grupos a resenha crítica “fatiada” e explique que cada grupo deverá organizar os parágrafos da resenha crítica, considerando o que foi aprendido sobre a forma de composição desse gênero textual. Esta atividade propõe a aplicação do conhecimento sobre o gênero resenha crítica; o desafio é organizar as “fatias” de uma resenha crítica e aplicar o que sabem sobre a forma de composição desse gênero textual. Para organizar os parágrafos do texto, os alunos precisam acionar seus conhecimentos sobre a forma de composição da resenha crítica, enquanto discutem nos grupos as possibilidades de organização, negociam as diferentes ideias que surgem, leem o que foi feito, refazem, trocam parágrafos de lugar até que considerem que o texto está pronto. Esse momento favorece a retomada e consolidação de conhecimentos já aprendidos, além de esclarecer possíveis dúvidas e permitir que alguma nova informação seja adquirida. Esses conhecimentos serão colocados em prática no momento de produção de resenhas críticas.
  • Peça para os alunos lerem, individualmente, a proposta da atividade. Pergunte-lhes o que devem fazer e deixe que eles expliquem o que entenderam a partir da leitura da proposta; conforme os alunos vão falando, você pode orientar as dúvidas que aparecerem. Confirme se todos compreenderam a atividade.
  • Durante a realização da atividade, circule pelos grupos a fim de orientá-los nos momentos em que aparecerem as dúvidas. Incentive a troca de ideias entre os componentes do grupo. Peça para lerem, no grupo, como ficaria o texto de acordo com as diferentes hipóteses de organização que foram sugeridas pelos componentes. Oriente os grupos a escolherem uma das hipóteses para organização da resenha crítica.
  • Se nos grupos houver divergência na sugestão de organização do texto, convide-os a argumentarem, com base na forma de composição do gênero resenha crítica (que é: apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado), qual a melhor forma de composição do texto.
  • Promova uma momento coletivo de socialização das respostas. Se houver formas diferentes de organização do texto, convide a turma a refletir qual seria a melhor forma de organizar o texto e justificar a escolha com base no que foi estudado sobre o gênero resenha crítica.
  • Após o momento de socialização de respostas dos alunos, apresente a forma como o autor da resenha O Diário de Anne Frank em Quadrinhos organizou o texto.
  • Apresente a resenha crítica na íntegra, preferencialmente em seu meio de circulação fora da escola (site da internet), pois o contato com o texto em seu meio de circulação fora da escola possibilita melhor compreensão da função social desse gênero textual e também permite a exploração dos diferentes caminhos possíveis de leitura do texto em ambiente digital.
  • Convide os alunos a compararem suas propostas de organização do texto com a resenha crítica original (texto no site, se possível, ou os slides 5 a 8). Esse momento é importante para que os alunos possam refletir sobre suas hipóteses de organização do texto e confrontá-las com a organização do texto original para sistematizar o conhecimento sobre a forma de composição da resenha crítica e poder utilizar esse conhecimento quando forem produzir seus textos.
  • Após a confirmação da organização adequada dos parágrafos da resenha crítica, oriente os alunos a colarem no caderno o texto organizado na sequência adequada.

Materiais complementares:

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a resenha crítica O Diário de Anne Frank em Quadrinhos e recorte o texto na linha pontilhada (imprimir e recortar uma cópia por grupo).
  • Mantenha os alunos organizados em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Explique aos alunos que nesta aula os grupos têm o desafio de organizar uma resenha crítica que está com os parágrafos fora de ordem. Entregue aos grupos a resenha crítica “fatiada” e explique que cada grupo deverá organizar os parágrafos da resenha crítica, considerando o que foi aprendido sobre a forma de composição desse gênero textual. Esta atividade propõe a aplicação do conhecimento sobre o gênero resenha crítica; o desafio é organizar as “fatias” de uma resenha crítica e aplicar o que sabem sobre a forma de composição desse gênero textual. Para organizar os parágrafos do texto, os alunos precisam acionar seus conhecimentos sobre a forma de composição da resenha crítica, enquanto discutem nos grupos as possibilidades de organização, negociam as diferentes ideias que surgem, leem o que foi feito, refazem, trocam parágrafos de lugar até que considerem que o texto está pronto. Esse momento favorece a retomada e consolidação de conhecimentos já aprendidos, além de esclarecer possíveis dúvidas e permitir que alguma nova informação seja adquirida. Esses conhecimentos serão colocados em prática no momento de produção de resenhas críticas.
  • Peça para os alunos lerem, individualmente, a proposta da atividade. Pergunte-lhes o que devem fazer e deixe que eles expliquem o que entenderam a partir da leitura da proposta; conforme os alunos vão falando, você pode orientar as dúvidas que aparecerem. Confirme se todos compreenderam a atividade.
  • Durante a realização da atividade, circule pelos grupos a fim de orientá-los nos momentos em que aparecerem as dúvidas. Incentive a troca de ideias entre os componentes do grupo. Peça para lerem, no grupo, como ficaria o texto de acordo com as diferentes hipóteses de organização que foram sugeridas pelos componentes. Oriente os grupos a escolherem uma das hipóteses para organização da resenha crítica.
  • Se nos grupos houver divergência na sugestão de organização do texto, convide-os a argumentarem, com base na forma de composição do gênero resenha crítica (que é: apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado), qual a melhor forma de composição do texto.
  • Promova uma momento coletivo de socialização das respostas. Se houver formas diferentes de organização do texto, convide a turma a refletir qual seria a melhor forma de organizar o texto e justificar a escolha com base no que foi estudado sobre o gênero resenha crítica.
  • Após o momento de socialização de respostas dos alunos, apresente a forma como o autor da resenha O Diário de Anne Frank em Quadrinhos organizou o texto.
  • Apresente a resenha crítica na íntegra, preferencialmente em seu meio de circulação fora da escola (site da internet), pois o contato com o texto em seu meio de circulação fora da escola possibilita melhor compreensão da função social desse gênero textual e também permite a exploração dos diferentes caminhos possíveis de leitura do texto em ambiente digital.
  • Convide os alunos a compararem suas propostas de organização do texto com a resenha crítica original (texto no site, se possível, ou os slides 5 a 8). Esse momento é importante para que os alunos possam refletir sobre suas hipóteses de organização do texto e confrontá-las com a organização do texto original para sistematizar o conhecimento sobre a forma de composição da resenha crítica e poder utilizar esse conhecimento quando forem produzir seus textos.
  • Após a confirmação da organização adequada dos parágrafos da resenha crítica, oriente os alunos a colarem no caderno o texto organizado na sequência adequada.

Materiais complementares:

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a resenha crítica O Diário de Anne Frank em Quadrinhos e recorte o texto na linha pontilhada (imprimir e recortar uma cópia por grupo).
  • Mantenha os alunos organizados em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Explique aos alunos que nesta aula os grupos têm o desafio de organizar uma resenha crítica que está com os parágrafos fora de ordem. Entregue aos grupos a resenha crítica “fatiada” e explique que cada grupo deverá organizar os parágrafos da resenha crítica, considerando o que foi aprendido sobre a forma de composição desse gênero textual. Esta atividade propõe a aplicação do conhecimento sobre o gênero resenha crítica; o desafio é organizar as “fatias” de uma resenha crítica e aplicar o que sabem sobre a forma de composição desse gênero textual. Para organizar os parágrafos do texto, os alunos precisam acionar seus conhecimentos sobre a forma de composição da resenha crítica, enquanto discutem nos grupos as possibilidades de organização, negociam as diferentes ideias que surgem, leem o que foi feito, refazem, trocam parágrafos de lugar até que considerem que o texto está pronto. Esse momento favorece a retomada e consolidação de conhecimentos já aprendidos, além de esclarecer possíveis dúvidas e permitir que alguma nova informação seja adquirida. Esses conhecimentos serão colocados em prática no momento de produção de resenhas críticas.
  • Peça para os alunos lerem, individualmente, a proposta da atividade. Pergunte-lhes o que devem fazer e deixe que eles expliquem o que entenderam a partir da leitura da proposta; conforme os alunos vão falando, você pode orientar as dúvidas que aparecerem. Confirme se todos compreenderam a atividade.
  • Durante a realização da atividade, circule pelos grupos a fim de orientá-los nos momentos em que aparecerem as dúvidas. Incentive a troca de ideias entre os componentes do grupo. Peça para lerem, no grupo, como ficaria o texto de acordo com as diferentes hipóteses de organização que foram sugeridas pelos componentes. Oriente os grupos a escolherem uma das hipóteses para organização da resenha crítica.
  • Se nos grupos houver divergência na sugestão de organização do texto, convide-os a argumentarem, com base na forma de composição do gênero resenha crítica (que é: apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado), qual a melhor forma de composição do texto.
  • Promova uma momento coletivo de socialização das respostas. Se houver formas diferentes de organização do texto, convide a turma a refletir qual seria a melhor forma de organizar o texto e justificar a escolha com base no que foi estudado sobre o gênero resenha crítica.
  • Após o momento de socialização de respostas dos alunos, apresente a forma como o autor da resenha O Diário de Anne Frank em Quadrinhos organizou o texto.
  • Apresente a resenha crítica na íntegra, preferencialmente em seu meio de circulação fora da escola (site da internet), pois o contato com o texto em seu meio de circulação fora da escola possibilita melhor compreensão da função social desse gênero textual e também permite a exploração dos diferentes caminhos possíveis de leitura do texto em ambiente digital.
  • Convide os alunos a compararem suas propostas de organização do texto com a resenha crítica original (texto no site, se possível, ou os slides 5 a 8). Esse momento é importante para que os alunos possam refletir sobre suas hipóteses de organização do texto e confrontá-las com a organização do texto original para sistematizar o conhecimento sobre a forma de composição da resenha crítica e poder utilizar esse conhecimento quando forem produzir seus textos.
  • Após a confirmação da organização adequada dos parágrafos da resenha crítica, oriente os alunos a colarem no caderno o texto organizado na sequência adequada.

Materiais complementares:

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a resenha crítica O Diário de Anne Frank em Quadrinhos e recorte o texto na linha pontilhada (imprimir e recortar uma cópia por grupo).
  • Mantenha os alunos organizados em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Explique aos alunos que nesta aula os grupos têm o desafio de organizar uma resenha crítica que está com os parágrafos fora de ordem. Entregue aos grupos a resenha crítica “fatiada” e explique que cada grupo deverá organizar os parágrafos da resenha crítica, considerando o que foi aprendido sobre a forma de composição desse gênero textual. Esta atividade propõe a aplicação do conhecimento sobre o gênero resenha crítica; o desafio é organizar as “fatias” de uma resenha crítica e aplicar o que sabem sobre a forma de composição desse gênero textual. Para organizar os parágrafos do texto, os alunos precisam acionar seus conhecimentos sobre a forma de composição da resenha crítica, enquanto discutem nos grupos as possibilidades de organização, negociam as diferentes ideias que surgem, leem o que foi feito, refazem, trocam parágrafos de lugar até que considerem que o texto está pronto. Esse momento favorece a retomada e consolidação de conhecimentos já aprendidos, além de esclarecer possíveis dúvidas e permitir que alguma nova informação seja adquirida. Esses conhecimentos serão colocados em prática no momento de produção de resenhas críticas.
  • Peça para os alunos lerem, individualmente, a proposta da atividade. Pergunte-lhes o que devem fazer e deixe que eles expliquem o que entenderam a partir da leitura da proposta; conforme os alunos vão falando, você pode orientar as dúvidas que aparecerem. Confirme se todos compreenderam a atividade.
  • Durante a realização da atividade, circule pelos grupos a fim de orientá-los nos momentos em que aparecerem as dúvidas. Incentive a troca de ideias entre os componentes do grupo. Peça para lerem, no grupo, como ficaria o texto de acordo com as diferentes hipóteses de organização que foram sugeridas pelos componentes. Oriente os grupos a escolherem uma das hipóteses para organização da resenha crítica.
  • Se nos grupos houver divergência na sugestão de organização do texto, convide-os a argumentarem, com base na forma de composição do gênero resenha crítica (que é: apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado), qual a melhor forma de composição do texto.
  • Promova uma momento coletivo de socialização das respostas. Se houver formas diferentes de organização do texto, convide a turma a refletir qual seria a melhor forma de organizar o texto e justificar a escolha com base no que foi estudado sobre o gênero resenha crítica.
  • Após o momento de socialização de respostas dos alunos, apresente a forma como o autor da resenha O Diário de Anne Frank em Quadrinhos organizou o texto.
  • Apresente a resenha crítica na íntegra, preferencialmente em seu meio de circulação fora da escola (site da internet), pois o contato com o texto em seu meio de circulação fora da escola possibilita melhor compreensão da função social desse gênero textual e também permite a exploração dos diferentes caminhos possíveis de leitura do texto em ambiente digital.
  • Convide os alunos a compararem suas propostas de organização do texto com a resenha crítica original (texto no site, se possível, ou os slides 5 a 8). Esse momento é importante para que os alunos possam refletir sobre suas hipóteses de organização do texto e confrontá-las com a organização do texto original para sistematizar o conhecimento sobre a forma de composição da resenha crítica e poder utilizar esse conhecimento quando forem produzir seus textos.
  • Após a confirmação da organização adequada dos parágrafos da resenha crítica, oriente os alunos a colarem no caderno o texto organizado na sequência adequada.

Materiais complementares:

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Oriente os alunos a trocarem ideias com os colegas do grupo sobre os conhecimentos que adquiriram a respeito da forma de composição do gênero resenha crítica.
  • Oriente o registro das observações no caderno. Espera-se que os alunos tenham compreendido a forma de composição da resenha crítica, que é organizada tendo apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado.
  • Esse registro no fechamento da aula é importante para a construção e sistematização de conhecimentos necessários à futura produção de resenhas críticas que os alunos farão nas próximas aulas.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Resenha crítica/Volg infantil de crítica e no campo de atuação Vida cotidiana/Vida pública/Todos os campos. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística/Semiótica, prática e linguagem. O foco desta aula é que o aluno reconheça e aplique os recursos linguísticos e discursivos que constituem o gênero resenha crítica, com foco na forma de composição do texto, para que possa utilizar esses recursos quando for produzir sua resenha crítica. Esta aula pressupõe que os alunos já tenham conhecimento do gênero resenha crítica.

Antecipadamente:

Materiais necessários:

Clique aqui para imprimir a atividade (resenha crítica para ser recortada).

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Telão e computador com acesso à internet.

Informações sobre o gênero: A resenha crítica trabalhada nesta é aula é um texto argumentativo da esfera jornalística em que o autor apresenta, analisa, recomenda ou rejeita a obra resenhada para que o leitor decida se vai conhecê-la na íntegra ou não. A leitura de textos que apresentam o olhar crítico de alguém sobre um produto cultural contribui com desenvolvimento da criticidade dos alunos para que possam efetivar sua participação na sociedade letrada por meio do desenvolvimento de um olhar mais crítico sobre os produtos culturais disponíveis.

Dificuldades antecipadas: Os alunos podem apresentar dificuldade na compreensão do texto, na compreensão da forma de composição da resenha crítica e na aplicação dos conhecimentos já adquiridos sobre esse gênero textual para organizar os parágrafos do texto.

Também podem apresentar dificuldade para localizar no texto os trechos em que o autor apresenta resenhada e os trechos em que o autor faz uma avaliação da obra para convencer o leitor sobre a qualidade da edição da revista objeto da resenha.

Referências sobre o assunto:

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2018. Disponível em:

<http://basenacionalcomum.mec.gov.br/download-da-bncc/>. Acesso em 02/09/2018.

KLEIMAN, Angela B. Letramento e suas implicações para o ensino de língua materna. Signo. Santa Cruz do Sul, v. 32 n 53, p. 1-25, dez, 2007. Disponível em:

<https://online.unisc.br/seer/index.php/signo/article/view/242/196>. Acesso em 04/09/2018.

MORAIS, A. G.; SILVA, A. Produção de textos escritos e análise linguística na escola. In: Leal, T. F.; BRANDÃO, A.C.P. A.(org). Produção de textos na escola: reflexões e práticas no ensino fundamental. Belo Horizonte: Autêntica,2006. Disponível em:

<http://www.serdigital.com.br/gerenciador/clientes/ceel/arquivos/15.pdf>. Acesso em 30/08/2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a folha de atividade, recorte o texto na linha pontilhada e entregue aos alunos o texto recortado para que eles possam organizá-lo.
  • Explique aos alunos que na aula de hoje serão colocados em prática os seus conhecimentos sobre a forma de composição do gênero resenha crítica.

Materiais complementares:

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a folha de atividade, recorte o texto na linha pontilhada e entregue aos alunos o texto recortado para que eles possam organizá-lo.
  • Organize os alunos em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Retome com os alunos seus conhecimentos sobre a forma de composição do gênero textual resenha crítica. O autor da resenha crítica apresenta, analisa, recomenda ou rejeita a obra resenhada para que o leitor decida se vai conhecê-la na íntegra ou não.
  • Converse com a turma:
  • O que é uma resenha crítica?
  • Para que serve esse gênero textual?
  • Como uma resenha crítica é organizada?
  • Para quem esse texto é escrito?
  • Incentive a participação dos alunos, acolha as respostas e, caso algum aluno dê respostas incorretas, convide outros colegas a complementarem a ideia. É importante os alunos compreenderem que a resenha crítica apresenta uma análise e um julgamento do produto, com o objetivo de convencer o leitor (resenha crítica escrita) ou espectador (resenha crítica oral) a conhecer ou não, na íntegra, a obra resenhada. Esta resenha crítica é um gênero textual argumentativo da esfera jornalística em que o autor apresenta o material resenhado, faz uma crítica, e o recomenda ou o rejeita.

Materiais complementares:

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a resenha crítica O Diário de Anne Frank em Quadrinhos e recorte o texto na linha pontilhada (imprimir e recortar uma cópia por grupo).
  • Mantenha os alunos organizados em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Explique aos alunos que nesta aula os grupos têm o desafio de organizar uma resenha crítica que está com os parágrafos fora de ordem. Entregue aos grupos a resenha crítica “fatiada” e explique que cada grupo deverá organizar os parágrafos da resenha crítica, considerando o que foi aprendido sobre a forma de composição desse gênero textual. Esta atividade propõe a aplicação do conhecimento sobre o gênero resenha crítica; o desafio é organizar as “fatias” de uma resenha crítica e aplicar o que sabem sobre a forma de composição desse gênero textual. Para organizar os parágrafos do texto, os alunos precisam acionar seus conhecimentos sobre a forma de composição da resenha crítica, enquanto discutem nos grupos as possibilidades de organização, negociam as diferentes ideias que surgem, leem o que foi feito, refazem, trocam parágrafos de lugar até que considerem que o texto está pronto. Esse momento favorece a retomada e consolidação de conhecimentos já aprendidos, além de esclarecer possíveis dúvidas e permitir que alguma nova informação seja adquirida. Esses conhecimentos serão colocados em prática no momento de produção de resenhas críticas.
  • Peça para os alunos lerem, individualmente, a proposta da atividade. Pergunte-lhes o que devem fazer e deixe que eles expliquem o que entenderam a partir da leitura da proposta; conforme os alunos vão falando, você pode orientar as dúvidas que aparecerem. Confirme se todos compreenderam a atividade.
  • Durante a realização da atividade, circule pelos grupos a fim de orientá-los nos momentos em que aparecerem as dúvidas. Incentive a troca de ideias entre os componentes do grupo. Peça para lerem, no grupo, como ficaria o texto de acordo com as diferentes hipóteses de organização que foram sugeridas pelos componentes. Oriente os grupos a escolherem uma das hipóteses para organização da resenha crítica.
  • Se nos grupos houver divergência na sugestão de organização do texto, convide-os a argumentarem, com base na forma de composição do gênero resenha crítica (que é: apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado), qual a melhor forma de composição do texto.
  • Promova uma momento coletivo de socialização das respostas. Se houver formas diferentes de organização do texto, convide a turma a refletir qual seria a melhor forma de organizar o texto e justificar a escolha com base no que foi estudado sobre o gênero resenha crítica.
  • Após o momento de socialização de respostas dos alunos, apresente a forma como o autor da resenha O Diário de Anne Frank em Quadrinhos organizou o texto.
  • Apresente a resenha crítica na íntegra, preferencialmente em seu meio de circulação fora da escola (site da internet), pois o contato com o texto em seu meio de circulação fora da escola possibilita melhor compreensão da função social desse gênero textual e também permite a exploração dos diferentes caminhos possíveis de leitura do texto em ambiente digital.
  • Convide os alunos a compararem suas propostas de organização do texto com a resenha crítica original (texto no site, se possível, ou os slides 5 a 8). Esse momento é importante para que os alunos possam refletir sobre suas hipóteses de organização do texto e confrontá-las com a organização do texto original para sistematizar o conhecimento sobre a forma de composição da resenha crítica e poder utilizar esse conhecimento quando forem produzir seus textos.
  • Após a confirmação da organização adequada dos parágrafos da resenha crítica, oriente os alunos a colarem no caderno o texto organizado na sequência adequada.

Materiais complementares:

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a resenha crítica O Diário de Anne Frank em Quadrinhos e recorte o texto na linha pontilhada (imprimir e recortar uma cópia por grupo).
  • Mantenha os alunos organizados em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Explique aos alunos que nesta aula os grupos têm o desafio de organizar uma resenha crítica que está com os parágrafos fora de ordem. Entregue aos grupos a resenha crítica “fatiada” e explique que cada grupo deverá organizar os parágrafos da resenha crítica, considerando o que foi aprendido sobre a forma de composição desse gênero textual. Esta atividade propõe a aplicação do conhecimento sobre o gênero resenha crítica; o desafio é organizar as “fatias” de uma resenha crítica e aplicar o que sabem sobre a forma de composição desse gênero textual. Para organizar os parágrafos do texto, os alunos precisam acionar seus conhecimentos sobre a forma de composição da resenha crítica, enquanto discutem nos grupos as possibilidades de organização, negociam as diferentes ideias que surgem, leem o que foi feito, refazem, trocam parágrafos de lugar até que considerem que o texto está pronto. Esse momento favorece a retomada e consolidação de conhecimentos já aprendidos, além de esclarecer possíveis dúvidas e permitir que alguma nova informação seja adquirida. Esses conhecimentos serão colocados em prática no momento de produção de resenhas críticas.
  • Peça para os alunos lerem, individualmente, a proposta da atividade. Pergunte-lhes o que devem fazer e deixe que eles expliquem o que entenderam a partir da leitura da proposta; conforme os alunos vão falando, você pode orientar as dúvidas que aparecerem. Confirme se todos compreenderam a atividade.
  • Durante a realização da atividade, circule pelos grupos a fim de orientá-los nos momentos em que aparecerem as dúvidas. Incentive a troca de ideias entre os componentes do grupo. Peça para lerem, no grupo, como ficaria o texto de acordo com as diferentes hipóteses de organização que foram sugeridas pelos componentes. Oriente os grupos a escolherem uma das hipóteses para organização da resenha crítica.
  • Se nos grupos houver divergência na sugestão de organização do texto, convide-os a argumentarem, com base na forma de composição do gênero resenha crítica (que é: apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado), qual a melhor forma de composição do texto.
  • Promova uma momento coletivo de socialização das respostas. Se houver formas diferentes de organização do texto, convide a turma a refletir qual seria a melhor forma de organizar o texto e justificar a escolha com base no que foi estudado sobre o gênero resenha crítica.
  • Após o momento de socialização de respostas dos alunos, apresente a forma como o autor da resenha O Diário de Anne Frank em Quadrinhos organizou o texto.
  • Apresente a resenha crítica na íntegra, preferencialmente em seu meio de circulação fora da escola (site da internet), pois o contato com o texto em seu meio de circulação fora da escola possibilita melhor compreensão da função social desse gênero textual e também permite a exploração dos diferentes caminhos possíveis de leitura do texto em ambiente digital.
  • Convide os alunos a compararem suas propostas de organização do texto com a resenha crítica original (texto no site, se possível, ou os slides 5 a 8). Esse momento é importante para que os alunos possam refletir sobre suas hipóteses de organização do texto e confrontá-las com a organização do texto original para sistematizar o conhecimento sobre a forma de composição da resenha crítica e poder utilizar esse conhecimento quando forem produzir seus textos.
  • Após a confirmação da organização adequada dos parágrafos da resenha crítica, oriente os alunos a colarem no caderno o texto organizado na sequência adequada.

Materiais complementares:

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a resenha crítica O Diário de Anne Frank em Quadrinhos e recorte o texto na linha pontilhada (imprimir e recortar uma cópia por grupo).
  • Mantenha os alunos organizados em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Explique aos alunos que nesta aula os grupos têm o desafio de organizar uma resenha crítica que está com os parágrafos fora de ordem. Entregue aos grupos a resenha crítica “fatiada” e explique que cada grupo deverá organizar os parágrafos da resenha crítica, considerando o que foi aprendido sobre a forma de composição desse gênero textual. Esta atividade propõe a aplicação do conhecimento sobre o gênero resenha crítica; o desafio é organizar as “fatias” de uma resenha crítica e aplicar o que sabem sobre a forma de composição desse gênero textual. Para organizar os parágrafos do texto, os alunos precisam acionar seus conhecimentos sobre a forma de composição da resenha crítica, enquanto discutem nos grupos as possibilidades de organização, negociam as diferentes ideias que surgem, leem o que foi feito, refazem, trocam parágrafos de lugar até que considerem que o texto está pronto. Esse momento favorece a retomada e consolidação de conhecimentos já aprendidos, além de esclarecer possíveis dúvidas e permitir que alguma nova informação seja adquirida. Esses conhecimentos serão colocados em prática no momento de produção de resenhas críticas.
  • Peça para os alunos lerem, individualmente, a proposta da atividade. Pergunte-lhes o que devem fazer e deixe que eles expliquem o que entenderam a partir da leitura da proposta; conforme os alunos vão falando, você pode orientar as dúvidas que aparecerem. Confirme se todos compreenderam a atividade.
  • Durante a realização da atividade, circule pelos grupos a fim de orientá-los nos momentos em que aparecerem as dúvidas. Incentive a troca de ideias entre os componentes do grupo. Peça para lerem, no grupo, como ficaria o texto de acordo com as diferentes hipóteses de organização que foram sugeridas pelos componentes. Oriente os grupos a escolherem uma das hipóteses para organização da resenha crítica.
  • Se nos grupos houver divergência na sugestão de organização do texto, convide-os a argumentarem, com base na forma de composição do gênero resenha crítica (que é: apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado), qual a melhor forma de composição do texto.
  • Promova uma momento coletivo de socialização das respostas. Se houver formas diferentes de organização do texto, convide a turma a refletir qual seria a melhor forma de organizar o texto e justificar a escolha com base no que foi estudado sobre o gênero resenha crítica.
  • Após o momento de socialização de respostas dos alunos, apresente a forma como o autor da resenha O Diário de Anne Frank em Quadrinhos organizou o texto.
  • Apresente a resenha crítica na íntegra, preferencialmente em seu meio de circulação fora da escola (site da internet), pois o contato com o texto em seu meio de circulação fora da escola possibilita melhor compreensão da função social desse gênero textual e também permite a exploração dos diferentes caminhos possíveis de leitura do texto em ambiente digital.
  • Convide os alunos a compararem suas propostas de organização do texto com a resenha crítica original (texto no site, se possível, ou os slides 5 a 8). Esse momento é importante para que os alunos possam refletir sobre suas hipóteses de organização do texto e confrontá-las com a organização do texto original para sistematizar o conhecimento sobre a forma de composição da resenha crítica e poder utilizar esse conhecimento quando forem produzir seus textos.
  • Após a confirmação da organização adequada dos parágrafos da resenha crítica, oriente os alunos a colarem no caderno o texto organizado na sequência adequada.

Materiais complementares:

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a resenha crítica O Diário de Anne Frank em Quadrinhos e recorte o texto na linha pontilhada (imprimir e recortar uma cópia por grupo).
  • Mantenha os alunos organizados em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Explique aos alunos que nesta aula os grupos têm o desafio de organizar uma resenha crítica que está com os parágrafos fora de ordem. Entregue aos grupos a resenha crítica “fatiada” e explique que cada grupo deverá organizar os parágrafos da resenha crítica, considerando o que foi aprendido sobre a forma de composição desse gênero textual. Esta atividade propõe a aplicação do conhecimento sobre o gênero resenha crítica; o desafio é organizar as “fatias” de uma resenha crítica e aplicar o que sabem sobre a forma de composição desse gênero textual. Para organizar os parágrafos do texto, os alunos precisam acionar seus conhecimentos sobre a forma de composição da resenha crítica, enquanto discutem nos grupos as possibilidades de organização, negociam as diferentes ideias que surgem, leem o que foi feito, refazem, trocam parágrafos de lugar até que considerem que o texto está pronto. Esse momento favorece a retomada e consolidação de conhecimentos já aprendidos, além de esclarecer possíveis dúvidas e permitir que alguma nova informação seja adquirida. Esses conhecimentos serão colocados em prática no momento de produção de resenhas críticas.
  • Peça para os alunos lerem, individualmente, a proposta da atividade. Pergunte-lhes o que devem fazer e deixe que eles expliquem o que entenderam a partir da leitura da proposta; conforme os alunos vão falando, você pode orientar as dúvidas que aparecerem. Confirme se todos compreenderam a atividade.
  • Durante a realização da atividade, circule pelos grupos a fim de orientá-los nos momentos em que aparecerem as dúvidas. Incentive a troca de ideias entre os componentes do grupo. Peça para lerem, no grupo, como ficaria o texto de acordo com as diferentes hipóteses de organização que foram sugeridas pelos componentes. Oriente os grupos a escolherem uma das hipóteses para organização da resenha crítica.
  • Se nos grupos houver divergência na sugestão de organização do texto, convide-os a argumentarem, com base na forma de composição do gênero resenha crítica (que é: apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado), qual a melhor forma de composição do texto.
  • Promova uma momento coletivo de socialização das respostas. Se houver formas diferentes de organização do texto, convide a turma a refletir qual seria a melhor forma de organizar o texto e justificar a escolha com base no que foi estudado sobre o gênero resenha crítica.
  • Após o momento de socialização de respostas dos alunos, apresente a forma como o autor da resenha O Diário de Anne Frank em Quadrinhos organizou o texto.
  • Apresente a resenha crítica na íntegra, preferencialmente em seu meio de circulação fora da escola (site da internet), pois o contato com o texto em seu meio de circulação fora da escola possibilita melhor compreensão da função social desse gênero textual e também permite a exploração dos diferentes caminhos possíveis de leitura do texto em ambiente digital.
  • Convide os alunos a compararem suas propostas de organização do texto com a resenha crítica original (texto no site, se possível, ou os slides 5 a 8). Esse momento é importante para que os alunos possam refletir sobre suas hipóteses de organização do texto e confrontá-las com a organização do texto original para sistematizar o conhecimento sobre a forma de composição da resenha crítica e poder utilizar esse conhecimento quando forem produzir seus textos.
  • Após a confirmação da organização adequada dos parágrafos da resenha crítica, oriente os alunos a colarem no caderno o texto organizado na sequência adequada.

Materiais complementares:

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Antecipadamente, imprima a resenha crítica O Diário de Anne Frank em Quadrinhos e recorte o texto na linha pontilhada (imprimir e recortar uma cópia por grupo).
  • Mantenha os alunos organizados em grupos de 4 ou 5 alunos para facilitar a circulação de ideias e a negociação de respostas no desenvolvimento da atividade.
  • Explique aos alunos que nesta aula os grupos têm o desafio de organizar uma resenha crítica que está com os parágrafos fora de ordem. Entregue aos grupos a resenha crítica “fatiada” e explique que cada grupo deverá organizar os parágrafos da resenha crítica, considerando o que foi aprendido sobre a forma de composição desse gênero textual. Esta atividade propõe a aplicação do conhecimento sobre o gênero resenha crítica; o desafio é organizar as “fatias” de uma resenha crítica e aplicar o que sabem sobre a forma de composição desse gênero textual. Para organizar os parágrafos do texto, os alunos precisam acionar seus conhecimentos sobre a forma de composição da resenha crítica, enquanto discutem nos grupos as possibilidades de organização, negociam as diferentes ideias que surgem, leem o que foi feito, refazem, trocam parágrafos de lugar até que considerem que o texto está pronto. Esse momento favorece a retomada e consolidação de conhecimentos já aprendidos, além de esclarecer possíveis dúvidas e permitir que alguma nova informação seja adquirida. Esses conhecimentos serão colocados em prática no momento de produção de resenhas críticas.
  • Peça para os alunos lerem, individualmente, a proposta da atividade. Pergunte-lhes o que devem fazer e deixe que eles expliquem o que entenderam a partir da leitura da proposta; conforme os alunos vão falando, você pode orientar as dúvidas que aparecerem. Confirme se todos compreenderam a atividade.
  • Durante a realização da atividade, circule pelos grupos a fim de orientá-los nos momentos em que aparecerem as dúvidas. Incentive a troca de ideias entre os componentes do grupo. Peça para lerem, no grupo, como ficaria o texto de acordo com as diferentes hipóteses de organização que foram sugeridas pelos componentes. Oriente os grupos a escolherem uma das hipóteses para organização da resenha crítica.
  • Se nos grupos houver divergência na sugestão de organização do texto, convide-os a argumentarem, com base na forma de composição do gênero resenha crítica (que é: apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado), qual a melhor forma de composição do texto.
  • Promova uma momento coletivo de socialização das respostas. Se houver formas diferentes de organização do texto, convide a turma a refletir qual seria a melhor forma de organizar o texto e justificar a escolha com base no que foi estudado sobre o gênero resenha crítica.
  • Após o momento de socialização de respostas dos alunos, apresente a forma como o autor da resenha O Diário de Anne Frank em Quadrinhos organizou o texto.
  • Apresente a resenha crítica na íntegra, preferencialmente em seu meio de circulação fora da escola (site da internet), pois o contato com o texto em seu meio de circulação fora da escola possibilita melhor compreensão da função social desse gênero textual e também permite a exploração dos diferentes caminhos possíveis de leitura do texto em ambiente digital.
  • Convide os alunos a compararem suas propostas de organização do texto com a resenha crítica original (texto no site, se possível, ou os slides 5 a 8). Esse momento é importante para que os alunos possam refletir sobre suas hipóteses de organização do texto e confrontá-las com a organização do texto original para sistematizar o conhecimento sobre a forma de composição da resenha crítica e poder utilizar esse conhecimento quando forem produzir seus textos.
  • Após a confirmação da organização adequada dos parágrafos da resenha crítica, oriente os alunos a colarem no caderno o texto organizado na sequência adequada.

Materiais complementares:

Fonte: “O Diário de Anne Frank em Quadrinhos”, Fábio de Souza Gomes, disponível em:

https://www.omelete.com.br/quadrinhos/criticas/o-diario-de-anne-em-quadrinhos-critica. Acesso em 16/09/2018.

Clique aqui para imprimir a folha de atividade.

Clique aqui para ler a resolução da atividade.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Oriente os alunos a trocarem ideias com os colegas do grupo sobre os conhecimentos que adquiriram a respeito da forma de composição do gênero resenha crítica.
  • Oriente o registro das observações no caderno. Espera-se que os alunos tenham compreendido a forma de composição da resenha crítica, que é organizada tendo apresentação do produto resenhado, avaliação e recomendação ou refutação do produto resenhado.
  • Esse registro no fechamento da aula é importante para a construção e sistematização de conhecimentos necessários à futura produção de resenhas críticas que os alunos farão nas próximas aulas.
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 5º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 5º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF05LP14 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano