12060
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 4º ano > Vida e Evolução

Plano de aula - Vírus e vetores

Plano de Aula de ciências com atividades para 4º Ano do EF sobre Vírus e vetores

Plano 03 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Maria Cristina Muñoz Franco

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta aula apresenta uma proposta de atividade para identificar a ação dos vetores na transmissão de algumas doenças causadas por vírus. Para favorecer o desenvolvimento da habilidade com os alunos, recomenda-se, anteriormente, realizar a atividade proposta no plano de aula CIE4_06VE01 e CIE4_06VE02. Para atender ao objetivo proposto os alunos farão uso de estratégias investigativas com base na análise de dados e busca de informações em textos informativos, sendo uma opção obter algumas informações a partir de vídeos.

Para saber mais sobre o conteúdo desta aula, sugerimos que acesse:

https://www.youtube.com/watch?v=NxDYvuqHJjc

http://www.ioc.fiocruz.br/dengue/index.html

https://www.youtube.com/watch?v=jQMmkyHLDIo

https://www.youtube.com/watch?v=2h3acHYGj3A

Materiais necessários para a aula: Slides com os dados deste plano de aula que podem ser projetados ou impressos, texto informativo (disponível no material complementar deste plano), dicionário ou instrumento para pesquisa na internet e folhas. Se optar por utilizar alguns dos vídeos sugeridos, equipamento audiovisual.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Inicie a aula informando o tema. Pergunte aos alunos:

  • Alguém sabe o significado da palavra vetores?
  • Como esta palavra se relaciona com os vírus?

Permita que as crianças levantem hipóteses sobre a relação dos termos utilizados no título desta aula. Há vários significados possíveis para a palavra vetores.
Na matemática, por exemplo, este termo é usualmente utilizado para indicar um segmento de reta orientado. Porém, nesta aula, dedicaremos nossa atenção para compreender o vetor como o condutor ou portador de algo. No fim do plano, espera-se que esta ideia esteja clara para a turma.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Apresente aos alunos os gráficos contidos na matéria “Brasil tem 19 mortes por zica, dengue e chicungunha em 2018”, publicado em 20/4/2018 no portal de notícias G1. Analise com os alunos o gráfico inicial que compara a quantidade de mortes causadas pelas três doenças, durante os dois primeiros meses de 2018 em comparação a este mesmo período em 2017, considerando que a maioria das mortes de 2018 ainda tem sua causa sob investigação. Pergunte aos alunos:

  • Qual é o agente causador dessas doenças?
  • O que vocês sabem sobre essas doenças? (transmissão, sintomas, prevenção etc.)
  • Será que a transmissão destas doenças acontece de maneira semelhante à gripe?

Se os alunos não sinalizarem em suas respostas que são vírus os causadores de dengue, zica e chikungunya, leve esta informação aos alunos e retome algumas informações sobre vírus (abordadas em aulas CIE4_06VE01 e CIE4_06VE02).

Em seguida, chame a atenção dos alunos para a segunda parte do gráfico e solicite que analisem o número de casos das doenças por todo o território brasileiro. Faça indagações como:

  • Em quais regiões ocorre a maioria dos casos das doenças?
  • Por que será que a maior parte dos casos acontece nessas regiões?
  • A incidência é igual nas regiões para todas as doenças?
  • De que forma estes vírus se espalharam pelo território brasileiro?

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Leia a Questão disparadora. Este é um momento rico de levantamento de hipóteses pelos alunos, com base em seus conhecimentos prévios. É importante não corrigir ou cercear as respostas. Enquanto os alunos levantam hipóteses, pergunte se algum colega concorda ou discorda do que foi dito, peça que complementem as opiniões uns dos outros, isso enriquece os argumentos no momento de participação. Faça intervenções com base nas seguintes indagações:

  • Como essas doenças conseguem se espalhar rapidamente pelo país?
  • Como pessoas de norte a sul do país contraem as doenças?
  • Será que os vírus “pegam carona”?
  • Será que os vírus precisam de alguma “ajuda” para chegar a esses locais?

Se surgirem respostas relacionadas à ação dos mosquitos, pergunte:

  • Será que os mosquitos conseguem viajar grande distâncias voando?
  • De que forma essa transmissão pode ocorrer?

Faça o registro das hipóteses levantadas pelos alunos no quadro, para ser retomadas posteriormente.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos.

Orientações: Organize os alunos em duplas e oriente que devem fazer a leitura do texto informativo, buscando informações sobre as formas de transmissão dessas doenças, grifando o texto e registrando ideias-chave no caderno.

Ofereça aos alunos o texto informativo da revista Ciência Hoje para Crianças, denominado “Por que alguns mosquitos são transmissores de doenças” http://chc.org.br/por-que-alguns-mosquitos-sao-transmissores-de-doencas/, ou o texto disponível como material complementar para impressão e, se possível, apresente o vídeo “O Aedes e sua história” https://www.youtube.com/watch?v=-zkg4hLZLwg . Reserve cerca de 10 minutos para a leitura e outros 5 minutos para a socialização.

Durante a socialização das informações, retome o registro das hipóteses para que os alunos confirmem, ampliem ou corrijam suas ideias iniciais sobre o assunto. Mesmo depois de compreender que os vírus “pegam carona” com os vetores (mosquitos), reconhecendo mais uma forma de transmissão de doenças causadas por vírus, ainda pergunte aos alunos:

  • Mas será que o mosquito Aedes aegypti consegue voar por distâncias tão grandes para espalhar as doenças por todo Brasil?

Apresente para os alunos a tabela do próximo slide.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Os últimos 10 minutos do Mão na massa serão para análise e diálogo sobre os elementos presentes nesta tabela. Informe aos alunos que a tabela apresenta os dados de casos de dengue na cidade de Sorocaba - SP entre 2015 e 2016. Leia com os alunos a tabela identificando o número de casos notificados e as diferenças entre os dados descartados e confirmados, indicando que os notificados são os casos com “suspeita” da doença. Peça que a turma observe que foi um número muito menor de casos realmente confirmados. Chame a atenção dos alunos para a coluna dos confirmados, que se divide entre casos “Autóctones” e “Importados”. Pergunte aos alunos:

  • O que vocês acham que significam estes dois termos?
  • Qual a importância de os dados demonstrarem o número de casos importados?

Havendo possibilidade, peça que os alunos procurem no dicionário ou no Google o significado da palavra autóctone, que significa “que ou quem é natural do país ou da região em que habita; que se origina da região onde é encontrado, onde se manifesta”. Dê ênfase à questão dos casos Importados, siga fazendo intervenções de modo que os alunos percebam que, se as doenças são transmitidas pelos mosquitos que picam pessoas doentes e assim as transmitem para outras, quando alguém, por exemplo, durante uma viagem, foi picado e infectado, ao voltar para casa ele será o hospedeiro, que, se picado, inicia todo o ciclo de transmissão da doença em sua região. Assim, o vírus “pega carona” tanto nos mosquitos como em pessoas doentes, como hospedeiras do vírus, que pode levá-lo para lugares nos quais os mosquitos infectados não conseguem chegar voando, mas com o novo hospedeiro se iniciará um novo ciclo. Dialogue com os alunos que as formas de combate a essas doenças passa necessariamente pelo combate a seus vetores, elencando com os alunos as formas de combate dos mosquitos Aedes aegypti. Se possível, passe para a sala os vídeos do Zeca Baleiro https://www.youtube.com/watch?v=-b7voIdfqTw e outro com orientações de combate aos mosquitos vetores https://www.youtube.com/watch?v=cwf0gopCmOs.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Retome com os alunos a Questão disparadora a fim de organizar os conhecimentos adquiridos. Indague os alunos:

  • Não seria interessante que as outras crianças e a toda comunidade escolar aprendessem como combater os vetores dessas doenças?

Enfatize com os alunos a forma artística de abordar um assunto tão sério, como o vídeo do Zeca Baleiro para a campanha de combate à zica, assistido conforme orientado no slide anterior, disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-b7voIdfqTw. Informe aos alunos que, inspirados nesta música, eles deverão produzir uma paródia com as informações que eles aprenderam durante a aula, enfocando, principalmente, as formas de combate aos mosquitos vetores da dengue, zica e chikungunya. Depois de apresentadas para os alunos da sala e finalizada a aula, as paródias podem ser apresentadas para os outros alunos dando início a uma campanha de prevenção a essas doenças. Havendo equipamento necessário, as apresentações das paródias poderão ser filmadas e transformadas em pequenos vídeos produzidos pelos alunos, que poderão ser divulgados nas redes sociais da escola ou apresentados para toda a comunidade escolar. Uma proposta alternativa às apresentações de paródias é a produção de fôlderes e cartazes para a campanha de prevenção à dengue, zica e chikungunya na escola.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta aula apresenta uma proposta de atividade para identificar a ação dos vetores na transmissão de algumas doenças causadas por vírus. Para favorecer o desenvolvimento da habilidade com os alunos, recomenda-se, anteriormente, realizar a atividade proposta no plano de aula CIE4_06VE01 e CIE4_06VE02. Para atender ao objetivo proposto os alunos farão uso de estratégias investigativas com base na análise de dados e busca de informações em textos informativos, sendo uma opção obter algumas informações a partir de vídeos.

Para saber mais sobre o conteúdo desta aula, sugerimos que acesse:

https://www.youtube.com/watch?v=NxDYvuqHJjc

http://www.ioc.fiocruz.br/dengue/index.html

https://www.youtube.com/watch?v=jQMmkyHLDIo

https://www.youtube.com/watch?v=2h3acHYGj3A

Materiais necessários para a aula: Slides com os dados deste plano de aula que podem ser projetados ou impressos, texto informativo (disponível no material complementar deste plano), dicionário ou instrumento para pesquisa na internet e folhas. Se optar por utilizar alguns dos vídeos sugeridos, equipamento audiovisual.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Inicie a aula informando o tema. Pergunte aos alunos:

  • Alguém sabe o significado da palavra vetores?
  • Como esta palavra se relaciona com os vírus?

Permita que as crianças levantem hipóteses sobre a relação dos termos utilizados no título desta aula. Há vários significados possíveis para a palavra vetores.
Na matemática, por exemplo, este termo é usualmente utilizado para indicar um segmento de reta orientado. Porém, nesta aula, dedicaremos nossa atenção para compreender o vetor como o condutor ou portador de algo. No fim do plano, espera-se que esta ideia esteja clara para a turma.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Apresente aos alunos os gráficos contidos na matéria “Brasil tem 19 mortes por zica, dengue e chicungunha em 2018”, publicado em 20/4/2018 no portal de notícias G1. Analise com os alunos o gráfico inicial que compara a quantidade de mortes causadas pelas três doenças, durante os dois primeiros meses de 2018 em comparação a este mesmo período em 2017, considerando que a maioria das mortes de 2018 ainda tem sua causa sob investigação. Pergunte aos alunos:

  • Qual é o agente causador dessas doenças?
  • O que vocês sabem sobre essas doenças? (transmissão, sintomas, prevenção etc.)
  • Será que a transmissão destas doenças acontece de maneira semelhante à gripe?

Se os alunos não sinalizarem em suas respostas que são vírus os causadores de dengue, zica e chikungunya, leve esta informação aos alunos e retome algumas informações sobre vírus (abordadas em aulas CIE4_06VE01 e CIE4_06VE02).

Em seguida, chame a atenção dos alunos para a segunda parte do gráfico e solicite que analisem o número de casos das doenças por todo o território brasileiro. Faça indagações como:

  • Em quais regiões ocorre a maioria dos casos das doenças?
  • Por que será que a maior parte dos casos acontece nessas regiões?
  • A incidência é igual nas regiões para todas as doenças?
  • De que forma estes vírus se espalharam pelo território brasileiro?
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos.

Orientações: Leia a Questão disparadora. Este é um momento rico de levantamento de hipóteses pelos alunos, com base em seus conhecimentos prévios. É importante não corrigir ou cercear as respostas. Enquanto os alunos levantam hipóteses, pergunte se algum colega concorda ou discorda do que foi dito, peça que complementem as opiniões uns dos outros, isso enriquece os argumentos no momento de participação. Faça intervenções com base nas seguintes indagações:

  • Como essas doenças conseguem se espalhar rapidamente pelo país?
  • Como pessoas de norte a sul do país contraem as doenças?
  • Será que os vírus “pegam carona”?
  • Será que os vírus precisam de alguma “ajuda” para chegar a esses locais?

Se surgirem respostas relacionadas à ação dos mosquitos, pergunte:

  • Será que os mosquitos conseguem viajar grande distâncias voando?
  • De que forma essa transmissão pode ocorrer?

Faça o registro das hipóteses levantadas pelos alunos no quadro, para ser retomadas posteriormente.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 23 minutos.

Orientações: Organize os alunos em duplas e oriente que devem fazer a leitura do texto informativo, buscando informações sobre as formas de transmissão dessas doenças, grifando o texto e registrando ideias-chave no caderno.

Ofereça aos alunos o texto informativo da revista Ciência Hoje para Crianças, denominado “Por que alguns mosquitos são transmissores de doenças” http://chc.org.br/por-que-alguns-mosquitos-sao-transmissores-de-doencas/, ou o texto disponível como material complementar para impressão e, se possível, apresente o vídeo “O Aedes e sua história” https://www.youtube.com/watch?v=-zkg4hLZLwg . Reserve cerca de 10 minutos para a leitura e outros 5 minutos para a socialização.

Durante a socialização das informações, retome o registro das hipóteses para que os alunos confirmem, ampliem ou corrijam suas ideias iniciais sobre o assunto. Mesmo depois de compreender que os vírus “pegam carona” com os vetores (mosquitos), reconhecendo mais uma forma de transmissão de doenças causadas por vírus, ainda pergunte aos alunos:

  • Mas será que o mosquito Aedes aegypti consegue voar por distâncias tão grandes para espalhar as doenças por todo Brasil?

Apresente para os alunos a tabela do próximo slide.

Slide Plano Aula

Orientações: Os últimos 10 minutos do Mão na massa serão para análise e diálogo sobre os elementos presentes nesta tabela. Informe aos alunos que a tabela apresenta os dados de casos de dengue na cidade de Sorocaba - SP entre 2015 e 2016. Leia com os alunos a tabela identificando o número de casos notificados e as diferenças entre os dados descartados e confirmados, indicando que os notificados são os casos com “suspeita” da doença. Peça que a turma observe que foi um número muito menor de casos realmente confirmados. Chame a atenção dos alunos para a coluna dos confirmados, que se divide entre casos “Autóctones” e “Importados”. Pergunte aos alunos:

  • O que vocês acham que significam estes dois termos?
  • Qual a importância de os dados demonstrarem o número de casos importados?

Havendo possibilidade, peça que os alunos procurem no dicionário ou no Google o significado da palavra autóctone, que significa “que ou quem é natural do país ou da região em que habita; que se origina da região onde é encontrado, onde se manifesta”. Dê ênfase à questão dos casos Importados, siga fazendo intervenções de modo que os alunos percebam que, se as doenças são transmitidas pelos mosquitos que picam pessoas doentes e assim as transmitem para outras, quando alguém, por exemplo, durante uma viagem, foi picado e infectado, ao voltar para casa ele será o hospedeiro, que, se picado, inicia todo o ciclo de transmissão da doença em sua região. Assim, o vírus “pega carona” tanto nos mosquitos como em pessoas doentes, como hospedeiras do vírus, que pode levá-lo para lugares nos quais os mosquitos infectados não conseguem chegar voando, mas com o novo hospedeiro se iniciará um novo ciclo. Dialogue com os alunos que as formas de combate a essas doenças passa necessariamente pelo combate a seus vetores, elencando com os alunos as formas de combate dos mosquitos Aedes aegypti. Se possível, passe para a sala os vídeos do Zeca Baleiro https://www.youtube.com/watch?v=-b7voIdfqTw e outro com orientações de combate aos mosquitos vetores https://www.youtube.com/watch?v=cwf0gopCmOs.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Retome com os alunos a Questão disparadora a fim de organizar os conhecimentos adquiridos. Indague os alunos:

  • Não seria interessante que as outras crianças e a toda comunidade escolar aprendessem como combater os vetores dessas doenças?

Enfatize com os alunos a forma artística de abordar um assunto tão sério, como o vídeo do Zeca Baleiro para a campanha de combate à zica, assistido conforme orientado no slide anterior, disponível em https://www.youtube.com/watch?v=-b7voIdfqTw. Informe aos alunos que, inspirados nesta música, eles deverão produzir uma paródia com as informações que eles aprenderam durante a aula, enfocando, principalmente, as formas de combate aos mosquitos vetores da dengue, zica e chikungunya. Depois de apresentadas para os alunos da sala e finalizada a aula, as paródias podem ser apresentadas para os outros alunos dando início a uma campanha de prevenção a essas doenças. Havendo equipamento necessário, as apresentações das paródias poderão ser filmadas e transformadas em pequenos vídeos produzidos pelos alunos, que poderão ser divulgados nas redes sociais da escola ou apresentados para toda a comunidade escolar. Uma proposta alternativa às apresentações de paródias é a produção de fôlderes e cartazes para a campanha de prevenção à dengue, zica e chikungunya na escola.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Vida e Evolução do 4º ano :

MAIS AULAS DE Ciências do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04CI08 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano