17404
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 6º ano > Unidade

Plano de aula - Temperatura e cidade

Plano de aula de Geografia com atividades para 6º ano do Fundamental sobre perceber os diferenciais de temperatura em uma vivência de sentidos entre os alunos, relacionando-os com a dinâmica do clima urbano

Plano 01 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Murilo Rossi

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06GE13 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Esse plano poderá estar relacionado às habilidades já trabalhadas ou que poderão ainda serem, tais como EF06GE03 e EF06GE07.

Neste plano, as vivências permitirão desenvolver tal habilidade a partir da percepção de que as práticas humanas estão diretamente relacionadas às dinâmicas climáticas (concentração de edificações de concreto, presença ou não de vegetação, impermeabilização do solo, etc) sobretudo analisando as aglomerações em espaços urbanos e rurais.

Materiais necessários: Projetor de slides e/ou cópia das imagens.

Material complementar:

Imagem da Contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/2TecT55eUWUQVxcJqDNG4TPmB9wMdqZY9Q8YWUs6jcx35aCUsmmVD35V3ptW/geo6-13und01-contextualizacao.pdf

Imagens da Problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/H9gjJuxUkz74axzCxWfMRJgkg38avgw7WKh4nwzXXpgYw2tuueK8FYBn7G7v/geo6-13und01-problematizacao.pdf

Imagem da Ação Propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/mf8KHmEM257EqwQdNT45qNFeyKDPcT6pHTScthnG3hX7TDbFnm6zUN8XD5jS/geo6-13und01-acao-propositiva.pdf

Imagem da Sistematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/52uPj5Y8tJNks7C8r5gvgSNGXqtH7tGr2pgv9Yf9v2CMR5JUQ7mC84Pvue2H/geo6-13und01-sistematizacao.pdf

Contextos prévios: Elementos do clima: umidade, pressão atmosférica e temperatura.

Fatores do clima: Latitude, altitude, maritimidade, continentalidade, correntes marítimas e massa de ar.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Projete o tema de aula para os alunos ou, caso não seja possível, escreva no quadro ou fale para a turma. Comente que nesta aula vocês vão discutir a dinâmica climática dos meios urbanos, principalmente ligada à aglomeração de pessoas e as consequentes mudanças de temperatura decorrente disto.

Deixe claro que nessa aula será analisado a temperatura corporal das pessoas em ambientes fechados ou abertos, de acordo com o clima vigente em sua região. Exponha que nosso corpo apresenta uma temperatura mais ou menos constante, entre 36º e 37º Celsius. E que essa temperatura afeta o ambiente que vivemos, dependo das condições climáticas e da quantidade de pessoas presentes num determinado espaço. A ação propositiva estará focada numa vivência de sentidos entre os alunos, com expectativas que eles apreendam o conhecimento através de práticas interpessoais ligadas a percepção do ambiente que vivem ou já estiveram presentes, associando as questões inerentes ao conforto térmico e a cidade.

É importante salientar que existem fatores preponderantes e perceptíveis que influenciam na sensação de determinado clima. Porém, nessa aula, será explorada a questão da aglomeração de pessoas como mais um fator que influencia na temperatura.

Para você saber mais:

ALMEIDA, Regis Rodrigues. Fatores climáticos. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/fatores-climaticos.htm>. Acesso em: 19 fev. 2019.

Influência das árvores sobre o clima. Disponível em: <http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2011/janeiro/ecod-basico-como-as-arvores-influenciam-o-clima>. Acesso em: 19 fev. 2019.

PENA, Rodolfo F. Alves. Elementos climáticos. Mundo Educação.

Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/elementos-climaticos.htm>. Acesso em: 19 fev. 2019.

SALES, Janyele. Qual é a temperatura normal do corpo humano? Disponível em: <https://medicoresponde.com.br/qual-e-a-temperatura-normal-do-corpo-humano/>. Acesso em: 19 fev. 2019.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: A imagem mostra o bloco do Patusco, do carnaval de Olinda. Mas aqui, no caso do plano de aula, o que é importante destacar para o aluno é a aglomeração de pessoas e suas sensações térmicas. De início, proponha uma leitura da imagem focando na quantidade de pessoas num espaço reduzido e aberto. Estabeleça uma conversa informal e descontraída sobre as dificuldades térmicas que o povo ali, mesmo em clima de festa, possivelmente esteja passando. Sugira que leiam a imagem e pergunte aos alunos:

  • O que se vê nessa imagem?
  • Você acha que o ambiente retratado é quente ou frio?
  • Se tivesse menos pessoas do que mostra na imagem do bloco de carnaval a sensação térmica quente seria maior ou menor?

Nesse momento, associe o que foi falado sobre a temperatura corporal do ser humano com a temperatura externa de Olinda, trazendo ao aluno uma ampliação do conhecimento sobre a questão temperatura no ambiente. Se temos um ambiente (mesmo que aberto) quente e com sol, a aglomeração de pessoas o deixará mais quente ainda, devido às temperaturas corporais.

É esperado que o aluno perceba e imagine, através da imagem, o quão quente está o ambiente mostrado na foto. Também provavelmente saberão que Olinda está no nordeste brasileiro, região tipicamente quente do Brasil. Indique ao aluno, nesse momento, que existem fatores que influenciam as temperaturas num determinado ambiente, tais como a quantidade/presença de prédios e ruas asfaltadas, existência ou não de árvores e florestas, presença de veículo e indústrias, ilhas de calor, etc.. Mas que nessa aula abordaremos a aglomeração de pessoas como mais um fator que altera e influencia a temperatura num determinado ambiente, como por exemplo as diferenças entre uma zona rural e uma urbana.

Imagem da Contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/2TecT55eUWUQVxcJqDNG4TPmB9wMdqZY9Q8YWUs6jcx35aCUsmmVD35V3ptW/geo6-13und01-contextualizacao.pdf

Fonte: Patusco arrasta multidão.Wikimedia commons. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Patusco_arrasta_multid%C3%A3o_(3309627710).jpg>.

Acesso em: 20 fev. 2019.

Como adequar à sua realidade: Se você mora num ambiente frio, projete imagens (de sua região, por exemplo) que mostre pessoas aglomeradas para manter a temperatura corporal aquecida. Você pode também projetar imagens de ambientes fechados e abertos com pessoas, em ambientes externos frios, comparando-os e perguntando aos alunos o que observam.

Para você saber mais:

Clima característico em Olinda Brasil durante o ano. Weatherspark. Disponível em: <https://pt.weatherspark.com/y/31433/Clima-caracter%C3%ADstico-em-Olinda-Brasil-durante-o-ano>. Acesso em 20 fev. 2019.

Domingo de muito calor e multidão em Olinda. Diário de Pernambuco. Disponível em: <http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2015/02/15/interna_vidaurbana,561165/domingo-de-muito-calor-e-multidao-em-olinda.shtml>. Acesso em 20 fev. 2019.

O que são Ilhas de Calor? Secretaria de Educação-PR. Disponível em: <http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=244>. Acesso em 20 fev. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Projete a imagem ou imprima, orientando-os a sinalizar a questão da dinâmica climática entre as duas paisagens, perguntando aos alunos:

  • Qual dos dois ambientes é mais quente?
  • Quais os fatores que podem explicar isso?

É esperado que os alunos respondam que a cidade é mais quente que o campo. É importante indicar que os dois locais estão na mesma latitude e altitude, sofrendo poucas influências da maritimidade e continentalidade.

Diante disso, explique que a aglomeração de pessoas, principalmente na cidade, aumenta muito a sensação térmica, devido às altas taxas de impermeabilização do solo (grande presença de concreto e ausência de árvores e locais com terra nua) e a própria temperatura natural dos corpos que, numa situação normal, já é quente. As duas imagens apresentam aglomerações bem grandes. Porém, uma delas se encontra numa área verde. Isso provavelmente ameniza o calor, devido a ser um campo mais aberto que o urbano, favorecendo o fluxo de ventos e com a presença de árvores, que arrefece ainda mais os efeitos da multidão.

Este momento da aula é fundamental para estabelecer a ação propositiva que, de alguma forma, vai trazer uma vivência entre os alunos. É importante o professor complementar dizendo que a cidade é simbolizada por concreto e que é necessário ter bastante plantas, árvores, parques, praças e locais de lazer não impermeabilizados no urbano, principalmente em cidades grandes onde a quantidade de pessoas aglomeradas torna o ambiente ainda mais quente.

O verde no urbano, juntamente com o solo nu não impermeabilizado arrefece o ambiente, trazendo maior qualidade de vida as pessoas, principalmente em locais tradicionalmente mais quentes. Comente com os alunos que se apenas um corpo humano tem de 36º a 37º Celsius, imagine uma aglomeração de 100 pessoas, por exemplo, num ambiente fechado ou mesmo aberto. Diante disso, as imagens têm climas diferenciados a diversos fatores (urbanização, presença de verde, etc), sendo a aglomeração de pessoas mais um dos fatores que poderá mudar a temperatura de um determinado local.

Imagens da Problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/H9gjJuxUkz74axzCxWfMRJgkg38avgw7WKh4nwzXXpgYw2tuueK8FYBn7G7v/geo6-13und01-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

Entenda a importância dos parques para o equilíbrio das metrópoles. G1. Disponível em: <https://g1.globo.com/especial-publicitario/em-movimento/noticia/2018/07/23/entenda-a-importancia-dos-parques-para-o-equilibrio-das-metropoles.ghtml>. Acesso em 20 fev. 2019.

Parques ajudam a amenizar temperaturas na cidade. Terra. Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/ciencia/parques-ajudam-a-amenizar-temperatura-nas-cidades,b36df13472103410VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html>. Acesso em 20 fev. 2019.

VIANA, Diego. O calor das cidades. Revista Fapesp, ed 246, ago 2016. Disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br/2016/08/19/o-calor-das-cidades/>. Acesso em 20 fev. 2019.

Entenda por que as temperaturas ficaram acima da média em 2012. Globo Ecologia. Disponível em: <http://redeglobo.globo.com/globoecologia/noticia/2013/02/entenda-por-que-temperaturas-ficaram-acima-da-media-em-2012.html>. Acesso em 20 fev. 2019.

Fonte das Imagens:

PARDO, Emerson. E a multidão foi atrás, CC BY 2.0. Wikimedia commons. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=74192322>. Acesso em 20 fev. 2019.

GEORGE, G. People in the field working with young shoots of crops. Wikimedia commons. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=24890201>. Acesso em 20 fev. 2019.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Chegou o momento de vivenciar e começar a perceber no processo didático e metodológico de aula o que foi aprendido, além de ampliar o conhecimento sobre a temática. Sabendo que as cidades são mais quentes que áreas de mata ou solo permeável, é importante nesse momento os alunos perceberem, através de seus sentidos, que a aglomeração de pessoas pode deixar mais quente tais ambientes.

Diante disso, organize a sala em dois grandes grupos e relembre sobre o que foi estudado em relação a temperatura do corpo humano e a as altas temperaturas das cidades. Na sequência, proponha o seguinte:

  • A ideia central da atividade é um abraço coletivo entre os dois grupos separadamente;
  • Antes do abraço em grupo, peça que realizem uma vivência de sensação térmica sozinhos e depois em grupo de dois;
  • Atente-os a ficar concentrado e sentir a temperatura nos momentos propostos (sozinho e em dupla);
  • O abraço coletivo deverá acontecer em dois ambientes diferentes: na sala de aula (ambiente fechado) e outro num ambiente aberto (no pátio da escola, por exemplo);
  • O abraço coletivo deverá durar alguns minutos, para que eles possam sentir o calor entre os componentes do grupo.

A ideia é que os alunos percebam que, além da temperatura ambiente, a aglomeração de pessoas pode aumentar ainda mais a sensação térmica de calor.

É esperado que os alunos compreendam que a temperatura de diferentes ambientes pode se alterar com a aglomeração de pessoas, sendo os internos e externos diferenciados, assim como no ambiente com plantas ou solo permeável. Diante disso, a proposta é que a turma perceba que a situação de calor nas cidades pode ser ampliada com a multidão, impulsionada pela transmissão de calor entre os seres humanos.

Imagem da Ação Propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/mf8KHmEM257EqwQdNT45qNFeyKDPcT6pHTScthnG3hX7TDbFnm6zUN8XD5jS/geo6-13und01-acao-propositiva.pdf

Como adequar à sua realidade: Se você se encontra numa região fria do Brasil ou mesmo faça essa atividade num período de inverno, proponha um abraço coletivo para tornar o ambiente mais quente, relacionando com momentos de calor vivenciados pela turma, seja em sua própria localidade ou mesmo em viagem a locais mais quentes. Assim, a comparação entre os três ambientes vivenciados poderá ser relacionado em períodos e localidades quentes ou frios.

Para você saber mais:

ANJOS, Talita Alves dos. Trocas de calor. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/fisica/trocas-calor.htm>. Acesso em 20 fev. 2019.

BISQUOLO, Paulo Augusto. Calorimetria: O estudo do fenômeno de transferência de calor. Disponível em: <https://educacao.uol.com.br/disciplinas/fisica/calorimetria-o-estudo-dos-fenomenos-de-transferencia-de-calor.htm>. Acesso em 20 fev. 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: A partir da vivência de sentido realizada na ação propositiva, é o momento de sistematizar o conhecimento e preparar os alunos para uma avaliação das aprendizagens efetuadas na aula. Apresente a imagem do slide e exponha que ela trata de um país superpopuloso, quente e com várias megacidades. Associe com os alunos a vivência, explorando a concentração de população em tais cidades e as condições precárias em que grande parte da população vive, principalmente aqui, em nossa temática, às condições térmicas que sua população vive.

Retome a discussão sobre os efeitos térmicos do excesso de concreto nas cidades e a falta de espaços verdes ou solos permeáveis para o arrefecimento dos ambientes urbanos. Peça a opinião dos alunos em relação a isso, sempre apontando as etapas da aula trabalhadas até então e pergunte:

  • Vocês sentiram a diferença dos abraços em duas pessoas, coletivo e sozinhos?
  • A sensação térmica mudou nesses três momentos que vivenciaram?
  • A temperatura aumentou ou diminuiu, em relação a quantidade de pessoas aglomerada nos abraços? Vocês sabem o por que disso?

É esperado que os alunos associem a concentração de pessoas ao aumento da sensação térmica, compreendendo que as cidades - pelo menos nos padrões urbanísticos brasileiros - favorecem um aumento de temperatura do ambiente -, ampliado por localidades com alta concentração de pessoas, impulsionado pela transmissão de calor em aglomerações urbanas.

Imagem Sistematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/52uPj5Y8tJNks7C8r5gvgSNGXqtH7tGr2pgv9Yf9v2CMR5JUQ7mC84Pvue2H/geo6-13und01-sistematizacao.pdf

Como adequar à sua realidade: Caso resida em cidades quentes do norte, nordeste e centro-oeste brasileiro, apresente imagens de cidades médias com aglomeração grande de pessoas tais como Caruaru - PE, Picos - PI, as capitais, etc.

Para você saber mais:

PENA, Rodolfo F. Alves. População da Índia. Mundo Educação. Disponível em: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/populacao-India.htm Acesso em 20 fev. 2019.

SENGUPTA, Somini. Calor na Índia testa os limites físicos do ser humano. Terra. Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/mundo/calor-na-india-testa-os-limites-fisicos-do-ser-humano,12d478276a89d7a33b6a06060f3cc96e01owbbsd.html>. Acesso em 20 fev. 2019.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF06GE13 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. Esse plano poderá estar relacionado às habilidades já trabalhadas ou que poderão ainda serem, tais como EF06GE03 e EF06GE07.

Neste plano, as vivências permitirão desenvolver tal habilidade a partir da percepção de que as práticas humanas estão diretamente relacionadas às dinâmicas climáticas (concentração de edificações de concreto, presença ou não de vegetação, impermeabilização do solo, etc) sobretudo analisando as aglomerações em espaços urbanos e rurais.

Materiais necessários: Projetor de slides e/ou cópia das imagens.

Material complementar:

Imagem da Contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/2TecT55eUWUQVxcJqDNG4TPmB9wMdqZY9Q8YWUs6jcx35aCUsmmVD35V3ptW/geo6-13und01-contextualizacao.pdf

Imagens da Problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/H9gjJuxUkz74axzCxWfMRJgkg38avgw7WKh4nwzXXpgYw2tuueK8FYBn7G7v/geo6-13und01-problematizacao.pdf

Imagem da Ação Propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/mf8KHmEM257EqwQdNT45qNFeyKDPcT6pHTScthnG3hX7TDbFnm6zUN8XD5jS/geo6-13und01-acao-propositiva.pdf

Imagem da Sistematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/52uPj5Y8tJNks7C8r5gvgSNGXqtH7tGr2pgv9Yf9v2CMR5JUQ7mC84Pvue2H/geo6-13und01-sistematizacao.pdf

Contextos prévios: Elementos do clima: umidade, pressão atmosférica e temperatura.

Fatores do clima: Latitude, altitude, maritimidade, continentalidade, correntes marítimas e massa de ar.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientações: Projete o tema de aula para os alunos ou, caso não seja possível, escreva no quadro ou fale para a turma. Comente que nesta aula vocês vão discutir a dinâmica climática dos meios urbanos, principalmente ligada à aglomeração de pessoas e as consequentes mudanças de temperatura decorrente disto.

Deixe claro que nessa aula será analisado a temperatura corporal das pessoas em ambientes fechados ou abertos, de acordo com o clima vigente em sua região. Exponha que nosso corpo apresenta uma temperatura mais ou menos constante, entre 36º e 37º Celsius. E que essa temperatura afeta o ambiente que vivemos, dependo das condições climáticas e da quantidade de pessoas presentes num determinado espaço. A ação propositiva estará focada numa vivência de sentidos entre os alunos, com expectativas que eles apreendam o conhecimento através de práticas interpessoais ligadas a percepção do ambiente que vivem ou já estiveram presentes, associando as questões inerentes ao conforto térmico e a cidade.

É importante salientar que existem fatores preponderantes e perceptíveis que influenciam na sensação de determinado clima. Porém, nessa aula, será explorada a questão da aglomeração de pessoas como mais um fator que influencia na temperatura.

Para você saber mais:

ALMEIDA, Regis Rodrigues. Fatores climáticos. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/fatores-climaticos.htm>. Acesso em: 19 fev. 2019.

Influência das árvores sobre o clima. Disponível em: <http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2011/janeiro/ecod-basico-como-as-arvores-influenciam-o-clima>. Acesso em: 19 fev. 2019.

PENA, Rodolfo F. Alves. Elementos climáticos. Mundo Educação.

Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/elementos-climaticos.htm>. Acesso em: 19 fev. 2019.

SALES, Janyele. Qual é a temperatura normal do corpo humano? Disponível em: <https://medicoresponde.com.br/qual-e-a-temperatura-normal-do-corpo-humano/>. Acesso em: 19 fev. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: A imagem mostra o bloco do Patusco, do carnaval de Olinda. Mas aqui, no caso do plano de aula, o que é importante destacar para o aluno é a aglomeração de pessoas e suas sensações térmicas. De início, proponha uma leitura da imagem focando na quantidade de pessoas num espaço reduzido e aberto. Estabeleça uma conversa informal e descontraída sobre as dificuldades térmicas que o povo ali, mesmo em clima de festa, possivelmente esteja passando. Sugira que leiam a imagem e pergunte aos alunos:

  • O que se vê nessa imagem?
  • Você acha que o ambiente retratado é quente ou frio?
  • Se tivesse menos pessoas do que mostra na imagem do bloco de carnaval a sensação térmica quente seria maior ou menor?

Nesse momento, associe o que foi falado sobre a temperatura corporal do ser humano com a temperatura externa de Olinda, trazendo ao aluno uma ampliação do conhecimento sobre a questão temperatura no ambiente. Se temos um ambiente (mesmo que aberto) quente e com sol, a aglomeração de pessoas o deixará mais quente ainda, devido às temperaturas corporais.

É esperado que o aluno perceba e imagine, através da imagem, o quão quente está o ambiente mostrado na foto. Também provavelmente saberão que Olinda está no nordeste brasileiro, região tipicamente quente do Brasil. Indique ao aluno, nesse momento, que existem fatores que influenciam as temperaturas num determinado ambiente, tais como a quantidade/presença de prédios e ruas asfaltadas, existência ou não de árvores e florestas, presença de veículo e indústrias, ilhas de calor, etc.. Mas que nessa aula abordaremos a aglomeração de pessoas como mais um fator que altera e influencia a temperatura num determinado ambiente, como por exemplo as diferenças entre uma zona rural e uma urbana.

Imagem da Contextualização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/2TecT55eUWUQVxcJqDNG4TPmB9wMdqZY9Q8YWUs6jcx35aCUsmmVD35V3ptW/geo6-13und01-contextualizacao.pdf

Fonte: Patusco arrasta multidão.Wikimedia commons. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Patusco_arrasta_multid%C3%A3o_(3309627710).jpg>.

Acesso em: 20 fev. 2019.

Como adequar à sua realidade: Se você mora num ambiente frio, projete imagens (de sua região, por exemplo) que mostre pessoas aglomeradas para manter a temperatura corporal aquecida. Você pode também projetar imagens de ambientes fechados e abertos com pessoas, em ambientes externos frios, comparando-os e perguntando aos alunos o que observam.

Para você saber mais:

Clima característico em Olinda Brasil durante o ano. Weatherspark. Disponível em: <https://pt.weatherspark.com/y/31433/Clima-caracter%C3%ADstico-em-Olinda-Brasil-durante-o-ano>. Acesso em 20 fev. 2019.

Domingo de muito calor e multidão em Olinda. Diário de Pernambuco. Disponível em: <http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2015/02/15/interna_vidaurbana,561165/domingo-de-muito-calor-e-multidao-em-olinda.shtml>. Acesso em 20 fev. 2019.

O que são Ilhas de Calor? Secretaria de Educação-PR. Disponível em: <http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=244>. Acesso em 20 fev. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Projete a imagem ou imprima, orientando-os a sinalizar a questão da dinâmica climática entre as duas paisagens, perguntando aos alunos:

  • Qual dos dois ambientes é mais quente?
  • Quais os fatores que podem explicar isso?

É esperado que os alunos respondam que a cidade é mais quente que o campo. É importante indicar que os dois locais estão na mesma latitude e altitude, sofrendo poucas influências da maritimidade e continentalidade.

Diante disso, explique que a aglomeração de pessoas, principalmente na cidade, aumenta muito a sensação térmica, devido às altas taxas de impermeabilização do solo (grande presença de concreto e ausência de árvores e locais com terra nua) e a própria temperatura natural dos corpos que, numa situação normal, já é quente. As duas imagens apresentam aglomerações bem grandes. Porém, uma delas se encontra numa área verde. Isso provavelmente ameniza o calor, devido a ser um campo mais aberto que o urbano, favorecendo o fluxo de ventos e com a presença de árvores, que arrefece ainda mais os efeitos da multidão.

Este momento da aula é fundamental para estabelecer a ação propositiva que, de alguma forma, vai trazer uma vivência entre os alunos. É importante o professor complementar dizendo que a cidade é simbolizada por concreto e que é necessário ter bastante plantas, árvores, parques, praças e locais de lazer não impermeabilizados no urbano, principalmente em cidades grandes onde a quantidade de pessoas aglomeradas torna o ambiente ainda mais quente.

O verde no urbano, juntamente com o solo nu não impermeabilizado arrefece o ambiente, trazendo maior qualidade de vida as pessoas, principalmente em locais tradicionalmente mais quentes. Comente com os alunos que se apenas um corpo humano tem de 36º a 37º Celsius, imagine uma aglomeração de 100 pessoas, por exemplo, num ambiente fechado ou mesmo aberto. Diante disso, as imagens têm climas diferenciados a diversos fatores (urbanização, presença de verde, etc), sendo a aglomeração de pessoas mais um dos fatores que poderá mudar a temperatura de um determinado local.

Imagens da Problematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/H9gjJuxUkz74axzCxWfMRJgkg38avgw7WKh4nwzXXpgYw2tuueK8FYBn7G7v/geo6-13und01-problematizacao.pdf

Para você saber mais:

Entenda a importância dos parques para o equilíbrio das metrópoles. G1. Disponível em: <https://g1.globo.com/especial-publicitario/em-movimento/noticia/2018/07/23/entenda-a-importancia-dos-parques-para-o-equilibrio-das-metropoles.ghtml>. Acesso em 20 fev. 2019.

Parques ajudam a amenizar temperaturas na cidade. Terra. Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/ciencia/parques-ajudam-a-amenizar-temperatura-nas-cidades,b36df13472103410VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html>. Acesso em 20 fev. 2019.

VIANA, Diego. O calor das cidades. Revista Fapesp, ed 246, ago 2016. Disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br/2016/08/19/o-calor-das-cidades/>. Acesso em 20 fev. 2019.

Entenda por que as temperaturas ficaram acima da média em 2012. Globo Ecologia. Disponível em: <http://redeglobo.globo.com/globoecologia/noticia/2013/02/entenda-por-que-temperaturas-ficaram-acima-da-media-em-2012.html>. Acesso em 20 fev. 2019.

Fonte das Imagens:

PARDO, Emerson. E a multidão foi atrás, CC BY 2.0. Wikimedia commons. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=74192322>. Acesso em 20 fev. 2019.

GEORGE, G. People in the field working with young shoots of crops. Wikimedia commons. Disponível em: <https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=24890201>. Acesso em 20 fev. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações: Chegou o momento de vivenciar e começar a perceber no processo didático e metodológico de aula o que foi aprendido, além de ampliar o conhecimento sobre a temática. Sabendo que as cidades são mais quentes que áreas de mata ou solo permeável, é importante nesse momento os alunos perceberem, através de seus sentidos, que a aglomeração de pessoas pode deixar mais quente tais ambientes.

Diante disso, organize a sala em dois grandes grupos e relembre sobre o que foi estudado em relação a temperatura do corpo humano e a as altas temperaturas das cidades. Na sequência, proponha o seguinte:

  • A ideia central da atividade é um abraço coletivo entre os dois grupos separadamente;
  • Antes do abraço em grupo, peça que realizem uma vivência de sensação térmica sozinhos e depois em grupo de dois;
  • Atente-os a ficar concentrado e sentir a temperatura nos momentos propostos (sozinho e em dupla);
  • O abraço coletivo deverá acontecer em dois ambientes diferentes: na sala de aula (ambiente fechado) e outro num ambiente aberto (no pátio da escola, por exemplo);
  • O abraço coletivo deverá durar alguns minutos, para que eles possam sentir o calor entre os componentes do grupo.

A ideia é que os alunos percebam que, além da temperatura ambiente, a aglomeração de pessoas pode aumentar ainda mais a sensação térmica de calor.

É esperado que os alunos compreendam que a temperatura de diferentes ambientes pode se alterar com a aglomeração de pessoas, sendo os internos e externos diferenciados, assim como no ambiente com plantas ou solo permeável. Diante disso, a proposta é que a turma perceba que a situação de calor nas cidades pode ser ampliada com a multidão, impulsionada pela transmissão de calor entre os seres humanos.

Imagem da Ação Propositiva:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/mf8KHmEM257EqwQdNT45qNFeyKDPcT6pHTScthnG3hX7TDbFnm6zUN8XD5jS/geo6-13und01-acao-propositiva.pdf

Como adequar à sua realidade: Se você se encontra numa região fria do Brasil ou mesmo faça essa atividade num período de inverno, proponha um abraço coletivo para tornar o ambiente mais quente, relacionando com momentos de calor vivenciados pela turma, seja em sua própria localidade ou mesmo em viagem a locais mais quentes. Assim, a comparação entre os três ambientes vivenciados poderá ser relacionado em períodos e localidades quentes ou frios.

Para você saber mais:

ANJOS, Talita Alves dos. Trocas de calor. Mundo Educação. Disponível em: <https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/fisica/trocas-calor.htm>. Acesso em 20 fev. 2019.

BISQUOLO, Paulo Augusto. Calorimetria: O estudo do fenômeno de transferência de calor. Disponível em: <https://educacao.uol.com.br/disciplinas/fisica/calorimetria-o-estudo-dos-fenomenos-de-transferencia-de-calor.htm>. Acesso em 20 fev. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 7 minutos

Orientações: A partir da vivência de sentido realizada na ação propositiva, é o momento de sistematizar o conhecimento e preparar os alunos para uma avaliação das aprendizagens efetuadas na aula. Apresente a imagem do slide e exponha que ela trata de um país superpopuloso, quente e com várias megacidades. Associe com os alunos a vivência, explorando a concentração de população em tais cidades e as condições precárias em que grande parte da população vive, principalmente aqui, em nossa temática, às condições térmicas que sua população vive.

Retome a discussão sobre os efeitos térmicos do excesso de concreto nas cidades e a falta de espaços verdes ou solos permeáveis para o arrefecimento dos ambientes urbanos. Peça a opinião dos alunos em relação a isso, sempre apontando as etapas da aula trabalhadas até então e pergunte:

  • Vocês sentiram a diferença dos abraços em duas pessoas, coletivo e sozinhos?
  • A sensação térmica mudou nesses três momentos que vivenciaram?
  • A temperatura aumentou ou diminuiu, em relação a quantidade de pessoas aglomerada nos abraços? Vocês sabem o por que disso?

É esperado que os alunos associem a concentração de pessoas ao aumento da sensação térmica, compreendendo que as cidades - pelo menos nos padrões urbanísticos brasileiros - favorecem um aumento de temperatura do ambiente -, ampliado por localidades com alta concentração de pessoas, impulsionado pela transmissão de calor em aglomerações urbanas.

Imagem Sistematização:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/52uPj5Y8tJNks7C8r5gvgSNGXqtH7tGr2pgv9Yf9v2CMR5JUQ7mC84Pvue2H/geo6-13und01-sistematizacao.pdf

Como adequar à sua realidade: Caso resida em cidades quentes do norte, nordeste e centro-oeste brasileiro, apresente imagens de cidades médias com aglomeração grande de pessoas tais como Caruaru - PE, Picos - PI, as capitais, etc.

Para você saber mais:

PENA, Rodolfo F. Alves. População da Índia. Mundo Educação. Disponível em: https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/populacao-India.htm Acesso em 20 fev. 2019.

SENGUPTA, Somini. Calor na Índia testa os limites físicos do ser humano. Terra. Disponível em: <https://www.terra.com.br/noticias/mundo/calor-na-india-testa-os-limites-fisicos-do-ser-humano,12d478276a89d7a33b6a06060f3cc96e01owbbsd.html>. Acesso em 20 fev. 2019.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Unidade do 6º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 6º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF06GE13 da BNCC

6º ano / Geografia / Unidade

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano