16002
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Pré Escola - Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Atividade - Não confunda! Uma Brincadeira com Rimas

Nesta atividade, um livro de Eva Furnari serve como ponto de partida para que as crianças brinquem de inventar rimas.

Plano 04 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Andréa Pinheiro Tomaz de Carvalho

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

É necessário que você conheça previamente o livro “Não Confunda”, de Eva Furnari. Leia-o algumas vezes, buscando conhecer as rimas e as brincadeiras, percebendo a sonoridade das palavras e o jogo poético entre as comparações e confusões intencionais propostas e ilustradas de forma cômica. Há, propositalmente, uma brincadeira entre figuras e palavras, que sugere uma leitura leve e com muito humor. Identifique palavras que as crianças possam não conhecer e procure seus significados para enriquecer o entendimento da obra. É provável que as crianças se confundam ao inventar novas rimas, ora fazendo aliterações (sons iniciais parecidos) ora dizendo palavras que se combinam do ponto de vista semântico (bom/mau; ave/passarinho). Isso é comum e esperado nesta faixa etária e poderá ocorrer sempre, mas, em especial, se for uma primeira experiência com rimas a partir da leitura de um livro rimado, como é o caso desta proposta.

Materiais:

Para esta proposta será necessário o Livro “Não Confunda”, de Eva Furnari, Editora Moderna.

Espaços:

Antecipe um espaço em que o grupo de crianças se sinta confortável e acolhido para a leitura. Proporcione que o livro fique visível para todas as crianças. Esta proposta oportuniza brincadeiras com o corpo, portanto, é importante garantir que as crianças tenham um espaço de expressão, no qual possam olhar umas às outras.

Tempo sugerido:

Aproximadamente uma hora.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como as crianças observaram a leitura do livro? Quais pistas deram que revelam que a estratégia que você usoudespertou o interesse delas? Olham atentamente para o livro? Comunicam com os colegas trocando ideias? Falam sobre as rimas?

2. Como se manifestaram durante a brincadeira que a autora fez com as rimas? Interessaram-se pelas rimas? Quais expressões corporais usaram para revelar sentimentos e interesses sobre a brincadeira com as palavras? Elas se divertiram? Demonstraram espanto? Surpresa? Graça?

3. Quais comentários as crianças fazem em relação às rimas, à brincadeira poética, às divertidas ilustrações e sua relação com o texto?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Observe se as crianças estão envolvidas com as rimas e brincadeiras que a autora faz com as palavras. Fique atento às manifestações corporais, à participação oral, ao olhar das crianças e interação com o livro. Caso perceba que alguma criança nãoestá envolvida ou dispersando-se com facilidade, proponha possibilidades para que ela possa acompanhar a leitura, como convidá-la a ficar mais próxima de você ou sentar-se perto dela.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Convide o grupo para se acomodar de forma confortável e conte que hoje você trouxe um livro cheio de rimas e engraçado, com muitas brincadeiras feitas pela autora. Apresente o livro, dividindo com as crianças os elementos que compõe a capa e compartilhando que a autora do livro também criou as ilustrações. Proponha que as crianças expressem suas hipóteses sobre o título da obra e sobre a capa, propondo que falem sobre a expressão “Não Confunda” e os desenhos que estão na capa.

Possíveis falas do professor: O que vocês vêem na capa? Por que será que esse livro chama “Não Confunda”? Que tipo de brincadeira com as palavras a autora deve fazer?


2

Inicie a leitura do livro, envolvendo o grupo através das suas entonações e expressões no humor proposto pela obra. A cada página, proponha uma pausa para que vocês observem, juntos, as ilustrações. Considere apoiar o grupo na interpretação das imagens e do humor, oportunizando que as crianças comentem sobre as ilustrações e confusões. Harmonize a roda combinando que as crianças possam falar e serem ouvidas, entendendo o espaço do riso, se acontecer, e direcionando para retomar a leitura. Ao perceber, por exemplo, que já se esgotaram os comentários acerca da página que está sendo lida, conte para o grupo que vocês podem descobrir qual será a próxima confusão.


3

Ao concluir a leitura, compartilhe com o grupo que, agora, vocês têm o desafio de criar as suas próprias confusões. Conte que vocês farão uma brincadeira diferente e, assim como a autora do livro, brincarão com as rimas e os gestos de cada um. Combine que cada criança será convidada a fazer um gesto ou movimento com o corpo e que o grupo acrescenta uma rima em seguida. Apoie o grupo, exemplificando as primeiras rimas e encaminhando para a brincadeira. Como escriba, anote as rimas feitas pelas crianças como forma de registrar a proposta.

Possíveis falas do professor: Pessoal, que tal agora brincarmos de fazer as nossas confusões e rimas? Cada criança fará um gesto e nós, em seguida, vamos encontrar uma rima para ele! Por exemplo: não confunda o Paulo pulando com um biscoito nadando! Não confunda Maria fazendo careta com maçaneta de jaqueta!


4

Compartilhe com o grupo as rimas e as confusões criadas em conjunto e convide as crianças a expressarem se as rimas se parecem com as encontradas no livro de Eva Furnari. Oportunize que as crianças possam expressar quais rimas e confusões mais gostaram, tanto as criadas por elas quanto as expressas no livro.


Para finalizar:

Convide o grupo a organizar o espaço utilizado por vocês.

Desdobramentos

Considere repetir esta estratégia de leitura e de criação literária reunindo as rimas das crianças. Com esta coleção de rimas e confusões, é possível criar um livro poético e cheio de humor feito pelas crianças. Proponha, inclusive, que eles possam criar as ilustrações.

Engajando as famílias

Você pode propor que as crianças levem o livro para casa, fazendo um revezamento entre elas e sugerindo que façam a leitura junto com a família. Compartilhe a brincadeira que fizeram com as famílias e, caso reúna as rimas das crianças em livro, é possível dividir em um momento coletivo o trabalho literário do grupo.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses) :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03EF08 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03CG01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano