15859
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Tintas caseiras nas massas

Nesta atividade, a turma produzirá pigmentos a partir de baterraba, espinafre e gelatina e as utilizará para para tingir massinhas.

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Jéssica Ribeiro Carnevale

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Meleca com amido colorido (link)

Exploração de massinha caseira (link)

Tintas naturais nas massas (link)

Tintas naturais em suportes para deixar marcas (link)

Arte com tintas naturais, massas e melecas (link)

Separe uma caixa com material de largo alcance para ser utilizada quando as crianças desejarem. Para saber mais sobre os materiais de largo alcance, clique aqui.

Essa é uma proposta planejada para os bebês maiores.

Materiais:

Opções de tintas naturais (preparadas previamente):

Pó de gelatina com um pouco de água (a cor produzida depende do sabor. Para variar, pode ser tutti frutti para produzir a cor azul)

Água e pedaços de beterraba para fazer suco de beterraba e depois misturar com com farinha branca (produz cor rosada)

Água e folhas de espinafre para fazer suco de espinafre com farinha branca (produz cor verde)

Além dos ingredientes acima, separe 3 recipientes para armazenar às tintas, liquidificador, massinha caseira produzida no plano anterior desta sequência, papel pardo (ou outro que tiver disponível em sua escola e seja grande) para pintura coletiva.

Espaços:

Forre o espaço escolhido com um plástico grande ou folhas de jornal.Escolha um espaço externo para realizar a atividade, que acontecerá em dois momentos. O primeiro, com grupos pequenos para tingir a massinha. O segundo, de forma livre com o grupo todo, para pintura coletiva, com o chão forrado com papel pardo, que será o suporte sobre o qual se desenvolverá a atividade em si.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 40 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como às crianças reagem às descobertas em relação aos materiais e objetos? (cheiro, cor, sabor, textura…)

2. Como ocorre a exploração das tintas e massas depois de prontas? (manuseiam livremente, brincam de amassar, usam dedos para furar, dão forma à massa, fazem bolinhas ou minhocas, pintam o corpo, pintam o papel…)

3. Que movimentos realizam para a exploração das massas e tintas? (preensão, encaixe e lançamento etc.)


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Garanta que todos possam estar em atividade de acordo com suas preferências, ritmos e possibilidades. Disponibilize uma caixa com material de largo alcance para que possam brincar. Deixe-a acessível para quando desejarem.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Convide todo o grupo e converse brevemente sobre a atividade que vai ser realizada. Ofereça as tintas previamente preparadas para que experimentem o sabor, o cheiro, a textura. Compare alguns critérios da tinta, como suas cores, sabores adocicado ou amargo, textura molhada ou áspera etc. Explore bastante essas características com todo o grupo. Disponibilize num canto uma caixa com material de largo alcance para as crianças explorarem quando desejarem. Nesse momento, peça ao adulto auxiliar que fotografe as experiências para a documentação pedagógica. Ao final da proposta, registre por escrito suas observações.


2

Nesse momento da atividade, após explorar bem as tintas, divida o grupo todo. Convide de 4 a 5 criançaspor vez para tingir a massinha. O restante do grupo poderá brincar com a massinha (ainda sem cor) produzida no plano anterior desta sequência. Distribua um pouco de massinha para cada criança e solicite que cada uma escolha a cor para tingá-la: azul, rosa ou verde. Após a escolha, ajude-as a misturar o meio molhado (tinta) com o meio seco (massinha). Valide as iniciativas das crianças e chame atenção para as transformações ocorridas durante o tingimento. Utilizando a massinha, brinque junto com elas de picar e juntar pedaços, fazer cobrinhas, minhocas, bolinhas etc. Realize esta parte do plano com todos os grupos até se certificar que todos tenham experimentado o tingimento das massinhas.

Possíveis ações da criança neste momento: com as mãos, uma criança aperta a massinha e percebe que, aos poucos, a cor vai se tornando uniforme, deixando de ser bege. Demonstra um olhar curioso, leva a massinha à boca e depois coloca no chão, fazendo furos nela com seus dedos.

Possíveis falas do professor neste momento: Olha! Que bacana o que você descobriu aí, hein! Sua massa está mudando de cor conforme você aperta e mistura com a tinta que escolheu! Mostre para um amigo o que aconteceu!


4

Separe as tintas em diversos recipientes e as distribua no chão forrado com papel pardo (pode ser também com algum papel grande e branco que tiver na sua escola). Bons recipientes para este momentos são formas para gelo e bandejas (de plástico) de ovo. No tingimento das massinhas, incentive que as crianças experimentem as tintas em seus corpos, no jornal e/ou no papel grande forrado no chão. A partir da iniciativa de algum bebê, convide o grupo todo para uma pintura livre e espontânea. Incentive a exploração da tinta com as várias partes do corpo: pintura com os dedos das mãos, com os pés, deixar a marca das mãos e dos pés no papel etc.

Possíveis ações da criança neste momento: um bebê pinta seu pé com os dedos das mãos, passa tinta em outras partes do corpo, levanta e anda. Percebe que a marca de seus pés ficaram no papel e abaixa para observar mais de perto.

Possíveis falas do professor neste momento: Olhem, um amigo conseguiu marcar o papel com o formato do seu pé. Muito legal! O que podemos fazer?


Para finalizar:

Solicite a ajuda das crianças para a limpeza e organização do espaço. Perceba quem apresenta iniciativa para a arrumação do espaço e valide suas ações. Peça que guardem os utensílios que utilizaram e reúnam os pedaços de massinha em um pote, respeitando o tempo e possibilidades de cada uma. Avise que guardará a massinha e a tinta na geladeira para durar mais tempo. Lembre-se que este material é perecível e, depois de um tempo, pode mudar de aspecto. Neste caso, descarte a massinha e a tinta.

Desdobramentos

Utilize a tinta natural para exploração em diversos tipos de papéis, como A3, A4, folhas brancas, folhas coloridas etc., e tambémem outras dimensões, como garrafas, rolos de papel higiênico e papel toalha vazios, caixas de tamanhos variados (que permitam que as crianças entrem e pintem) e plano inclinado. Neste momento, você pode realizar exploração individual e fazer um mural com todas as produções.

Engajando as famílias

Proponha uma exposição interativa com o material (tintas, massinhas e papel) em um local acessível às famílias. Sugira que elas interajam com os bebês na entrada ou na saída da escola. Envie pela agenda a receita das tintas naturais utilizadas para tingir as massinhas para caso as famílias queiram repetir o procedimento em casa junto com as crianças.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês :

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01ET01 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01CG05 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01TS02 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano