15752
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 7º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Gênero panfleto/folheto e o verbo imperativo: trabalhando com a persuasão

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do Fundamental sobre o gênero panfleto

Plano 06 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Daiane De Oliveira Oliveira

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Folheto/Panfleto e no campo de atuação jornalístico/midiático. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Folhetos/Panfletos da campanha publicitária impressos, texto impresso, projetor multimídia, caixa de som, caderno e caneta.

Informações sobre o gênero: Folheto/panfleto é um gênero que apresenta informações sobre produtos e serviços, com objetivo de incentivar seu leitor a adquiri-los, ou divulgar ideias e opiniões, com a intenção de mudar o comportamento de seu leitor. Utiliza-se de linguagem apelativa e multimodal. Já o folder é um impresso de pequeno porte, constituído de uma só folha de papel com uma ou mais dobras, e que apresenta conteúdo informativo ou publicitário. Analisando etimologicamente a palavra folder, de origem inglesa, encontramos referências como “folheto dobrado”; “o que dobra” ou ainda a derivação do verbo to fold, ou seja, dobrar.

Dificuldades antecipadas: Os estudantes talvez tenham dificuldade de falar sobre o tema racismo, pois alguns já podem ter sido vítimas ou já terem presenciado alguém próximo sofrer racismo. Talvez, alguns verbos utilizados no folheto original não seja do conhecimento dos alunos, então utilize o dicionário para conceituá-los.

Referências sobre o assunto:

ALVES, Andresa Guedes Kaminski; COSTA-HÜBES, Terezinha da Conceição. O Gênero Panfleto No Ensino De Língua Portuguesa Numa Perspectiva Sociointeracionista. Disponível em: http://cac-php.unioeste.br/eventos/iisnel/CD_IISnell/pages/simposios/simposio%2006/O%20GENERO%20PENFLETO%20NO%20ENSINO%20DE%20LINGUA%20PORTUGUESA%20NUMA%20PERSPECTIVA%20SOCIOINTERACIONISTA.pdf Acesso em 10 ago 2018.

CANO, Márcio Rogério de Oliveira. Análise do discurso do gênero Panfleto. Disponível em: http://ebooks.pucrs.br/edipucrs/anais/sited/arquivos/MarcioRogeriodeOliveiraCano.pdf.Acesso em 10 ago 2018.

CARNEIRO, J. R. D. ; CONDE, E. P. ; COSTA, A. M. Panfletos: Uma Análise Interpretativa Do Gênero Anúncio. Disponível em: http://www.leffa.pro.br/tela4/Textos/Textos/Anais/ECLAE_II/panfletos%20uma%20analise%20interpretativa/principal.htm. Acesso em 10 ago 2018.

COSTA, Sérgio Roberto. Dicionário de Gêneros Textuais. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

PAULA, Maria Anunciada Nery Rodrigues de; CARVALHO, Aurean de Paula Carvalho. O gênero textual folder a serviço da educação ambiental. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental - REGET. UFSM, Santa Maria, v. 18 n. 2 Mai-Ago. 2014, p.982-989.

Links para outros planos:

PANFLETO. Portal do Professor. Disponível em: . Acesso em: 3 de julho de 2018.

PANFLETO. Portal do Professor. Disponível em: <http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=56115>. Acesso em: 3 de julho de 2018.

A LEITURA DE FOLHETOS INFORMATIVOS. Disponível em: <http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=21174>. Acesso em: 4 de julho de 2018.

PANFLETO. Portal do Professor. Disponível em: <http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=22514>. Acesso em: 4 de julho de 2018.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Permita que os estudantes manifestem-se livremente levantando hipóteses sobre o que estudarão nesta aula e seus conhecimentos prévios sobre o assunto. Se você, professor, desenvolveu as aulas anteriores deste módulo, relembre as especificidades do gênero folheto/panfleto: onde circulam e como são distribuídos; que elementos o compõem; como esses elementos se relacionam; que assuntos podem ser tratados em um folheto/panfleto; e a função deste gênero. Se esta é a primeira aula que está desenvolvendo, construa com os alunos uma lista dos principais aspectos: espera-se que os alunos reconheçam que o panfleto está atrelado à esfera publicitária ou a serviço da conscientização social, seu suporte é uma folha avulsa (especificamente nesta aula, trabalharemos com o folheto dobrado, conhecido como folder) e é entregue diretamente às pessoas ou deixado em lugares acessíveis. Possui linguagem objetiva, com recursos verbais e imagéticos que chamam a atenção do leitor, já que seu objetivo, geralmente, é persuadi-lo.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos

Orientações:

  • Indague aos estudantes: Vocês já ouviram falar em racismo?
  • Explique que o racismo é “uma crença na existência das raças naturalmente hierarquizadas pela relação intrínseca entre o físico e o moral, o físico e o intelecto, o físico e o cultural. O racista cria a raça no sentido sociológico, ou seja, a raça no imaginário do racista não é exclusivamente um grupo definido pelos traços físicos. A raça na cabeça dele é um grupo social com traços culturais, lingüísticos, religiosos, etc. que ele considera naturalmente inferiores ao grupo a qual ele pertence. De outro modo, o racismo é essa tendência que consiste em considerar que as características intelectuais e morais de um dado grupo, são conseqüências diretas de suas características físicas ou biológicas.” MUNANGA,Kabengele. Uma abordagem Conceitual das noções de raça, racismo, identidade e etnia. In: Cadernos PENESB. Programa de Educação sobre o Negro na Sociedade Brasileira. Niterói, Rio de Janeiro. N5. p. 15-23, 2004.
  • Assista ao vídeo da Campanha Infância sem Racismo. Disponível em: https://youtu.be/_aPYuKiKFMg?t=184. Isso pode ser feito projetado na sala de aula, na sala de informática ou no smartphone dos próprios alunos, caso haja acesso à internet para todos.
  • Explique aos estudantes que esse vídeo faz parte de uma campanha do UNICEF que tem como missão colaborar com os governos dos países para que assegurem direitos iguais para cada criança e adolescente.
  • Questione, em uma roda de conversa: Segundo o vídeo, quais impactos danosos do ponto de vista psicológico e social o racismo causa na vida de toda e qualquer criança ou adolescente?
  • Converse com os estudantes sobre a importância de ações afirmativas no combate ao racismo, como campanhas de conscientização, que inclui a distribuição de folhetos informativos para a população.
  • Permita que os alunos se expressem. Talvez já tenha sofrido na pele alguma discriminação racial e se sintam à vontade para relatar e se expressar.
  • Ajude-os a respeitar o turno de fala dos colegas.
  • Como sugestão de leitura sobre a temática, veja MUNANGA, Kabengele (Org.). Superando o Racismo na Escola. Brasília: Ministério da Educação.Secretaria de Ensino Fundamental. 2000. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=103321

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações:

  • Entregue o texto impresso com as lacunas para os alunos. Se possível, também projete-o, para melhor visualização.
  • Explique que esse texto pertence ao folder informativo da Campanha Infância sem Racismo.
  • Em seguida, leia em voz alta.
  • É possível perceber pelas lacunas que algumas palavras foram retiradas. Levante hipóteses: Do que se trata o texto?
  • Indague-os: Sem essas palavras, como ficaria o texto? É possível manter o sentido completo do texto? O leitor se sente impelido a agir ou motivado a mudar de comportamento sem essas palavras?
  • Peça que eles completem as lacunas com os verbos que faltam. Lembre-os da importância de escolher de acordo com o contexto, a fim de manter o sentido das frases.

Materiais complementares: Você encontra a versão da atividade para a impressão aqui.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue o texto impresso com as lacunas para os alunos. Se possível, também projete-o, para melhor visualização.
  • Explique que esse texto pertence ao folder informativo da Campanha Infância sem Racismo.
  • Em seguida, leia em voz alta.
  • É possível perceber pelas lacunas que algumas palavras foram retiradas. Levante hipóteses: Do que se trata o texto?
  • Indague-os: Sem essas palavras, como ficaria o texto? É possível manter o sentido completo do texto? O leitor se sente impelido a agir ou motivado a mudar de comportamento sem essas palavras?
  • Peça que eles completem as lacunas com os verbos que faltam. Lembre-os da importância de escolher de acordo com o contexto, a fim de manter o sentido das frases.
  • Acesse o folheto no endereço indicado nos materiais complementares. Nele, há o texto completo da atividade.
  • Compare os verbos escolhidos pelos alunos para completar as lacunas com os utilizados no texto original. Talvez, alguns verbos utilizados no folheto original não seja do conhecimento dos alunos, então utilize o dicionário para conceituá-los.
  • Conduza a reflexão crítica sobre os pontos trazidos pelo folheto que contribuem para uma infância sem racismo. Que ações se espera dos pais e responsáveis quando o assunto é combater o racismo e respeitar as diferenças? Você considera importante falar sobre isso na infância? Por séculos, piadas, histórias e expressões são repetidas disfarçadas de humor, mas na verdade propagam o racismo. Assim, que ações se esperam de todo e qualquer cidadão? Racismo é crime, assim, o que devemos fazer ao ser vítima ou testemunha de racismo? Que ações são recomendadas para instituições públicas e privadas no combate ao racismo?
  • Reflita com os alunos sobre a importância dos verbos no imperativo neste folheto, principalmente quando trata-se de um tema tão sério quanto o racismo. Enfrentá-lo requer ações em diversos níveis: pessoal, coletivo e institucional. Os verbos, neste caso, chamam a ação.

Materiais complementares: Você encontra o folheto trabalhado em https://danielgadelha.myportfolio.com/informativo-para-unicef-infancia-sem-racismo e a versão da atividade para a impressão aqui.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Peça para que se expressem oralmente acerca da questão acima.
  • Solicite que os estudantes registrem no caderno as informações aprendidas na aula. Fazer um registro organizado e resumido desse conhecimento aprendido em aula, além de ser fonte de consulta quando necessário, favorece o aprendizado e a fixação da informação.
  • Espera que os estudantes percebam que os folheto (ou folder) informativos tem o objetivo de abordar algum tema e transmitir conhecimento a respeito desse tema. Eles têm uma função social, pois servem para instruir as pessoas sobre o modo de agir em relação à determinada questão que, normalmente, é de séria preocupação, como por exemplo o racismo. Assim, os verbos no imperativo incentivam e sugerem ações importantes no combate ao racismo na infância. A disseminação de folhetos como esse orientam a população sobre como identificar, evitar e combater atitudes e ações discriminatórias, alertando para a necessidade de mobilização social em prol da equidade e a igualdade étnico-racial desde a infância.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Folheto/Panfleto e no campo de atuação jornalístico/midiático. A aula faz parte do módulo de Análise Linguística e Semiótica.

Materiais necessários: Folhetos/Panfletos da campanha publicitária impressos, texto impresso, projetor multimídia, caixa de som, caderno e caneta.

Informações sobre o gênero: Folheto/panfleto é um gênero que apresenta informações sobre produtos e serviços, com objetivo de incentivar seu leitor a adquiri-los, ou divulgar ideias e opiniões, com a intenção de mudar o comportamento de seu leitor. Utiliza-se de linguagem apelativa e multimodal. Já o folder é um impresso de pequeno porte, constituído de uma só folha de papel com uma ou mais dobras, e que apresenta conteúdo informativo ou publicitário. Analisando etimologicamente a palavra folder, de origem inglesa, encontramos referências como “folheto dobrado”; “o que dobra” ou ainda a derivação do verbo to fold, ou seja, dobrar.

Dificuldades antecipadas: Os estudantes talvez tenham dificuldade de falar sobre o tema racismo, pois alguns já podem ter sido vítimas ou já terem presenciado alguém próximo sofrer racismo. Talvez, alguns verbos utilizados no folheto original não seja do conhecimento dos alunos, então utilize o dicionário para conceituá-los.

Referências sobre o assunto:

ALVES, Andresa Guedes Kaminski; COSTA-HÜBES, Terezinha da Conceição. O Gênero Panfleto No Ensino De Língua Portuguesa Numa Perspectiva Sociointeracionista. Disponível em: http://cac-php.unioeste.br/eventos/iisnel/CD_IISnell/pages/simposios/simposio%2006/O%20GENERO%20PENFLETO%20NO%20ENSINO%20DE%20LINGUA%20PORTUGUESA%20NUMA%20PERSPECTIVA%20SOCIOINTERACIONISTA.pdf Acesso em 10 ago 2018.

CANO, Márcio Rogério de Oliveira. Análise do discurso do gênero Panfleto. Disponível em: http://ebooks.pucrs.br/edipucrs/anais/sited/arquivos/MarcioRogeriodeOliveiraCano.pdf.Acesso em 10 ago 2018.

CARNEIRO, J. R. D. ; CONDE, E. P. ; COSTA, A. M. Panfletos: Uma Análise Interpretativa Do Gênero Anúncio. Disponível em: http://www.leffa.pro.br/tela4/Textos/Textos/Anais/ECLAE_II/panfletos%20uma%20analise%20interpretativa/principal.htm. Acesso em 10 ago 2018.

COSTA, Sérgio Roberto. Dicionário de Gêneros Textuais. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

PAULA, Maria Anunciada Nery Rodrigues de; CARVALHO, Aurean de Paula Carvalho. O gênero textual folder a serviço da educação ambiental. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental - REGET. UFSM, Santa Maria, v. 18 n. 2 Mai-Ago. 2014, p.982-989.

Links para outros planos:

PANFLETO. Portal do Professor. Disponível em: . Acesso em: 3 de julho de 2018.

PANFLETO. Portal do Professor. Disponível em: <http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=56115>. Acesso em: 3 de julho de 2018.

A LEITURA DE FOLHETOS INFORMATIVOS. Disponível em: <http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=21174>. Acesso em: 4 de julho de 2018.

PANFLETO. Portal do Professor. Disponível em: <http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=22514>. Acesso em: 4 de julho de 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações:

  • Permita que os estudantes manifestem-se livremente levantando hipóteses sobre o que estudarão nesta aula e seus conhecimentos prévios sobre o assunto. Se você, professor, desenvolveu as aulas anteriores deste módulo, relembre as especificidades do gênero folheto/panfleto: onde circulam e como são distribuídos; que elementos o compõem; como esses elementos se relacionam; que assuntos podem ser tratados em um folheto/panfleto; e a função deste gênero. Se esta é a primeira aula que está desenvolvendo, construa com os alunos uma lista dos principais aspectos: espera-se que os alunos reconheçam que o panfleto está atrelado à esfera publicitária ou a serviço da conscientização social, seu suporte é uma folha avulsa (especificamente nesta aula, trabalharemos com o folheto dobrado, conhecido como folder) e é entregue diretamente às pessoas ou deixado em lugares acessíveis. Possui linguagem objetiva, com recursos verbais e imagéticos que chamam a atenção do leitor, já que seu objetivo, geralmente, é persuadi-lo.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos

Orientações:

  • Indague aos estudantes: Vocês já ouviram falar em racismo?
  • Explique que o racismo é “uma crença na existência das raças naturalmente hierarquizadas pela relação intrínseca entre o físico e o moral, o físico e o intelecto, o físico e o cultural. O racista cria a raça no sentido sociológico, ou seja, a raça no imaginário do racista não é exclusivamente um grupo definido pelos traços físicos. A raça na cabeça dele é um grupo social com traços culturais, lingüísticos, religiosos, etc. que ele considera naturalmente inferiores ao grupo a qual ele pertence. De outro modo, o racismo é essa tendência que consiste em considerar que as características intelectuais e morais de um dado grupo, são conseqüências diretas de suas características físicas ou biológicas.” MUNANGA,Kabengele. Uma abordagem Conceitual das noções de raça, racismo, identidade e etnia. In: Cadernos PENESB. Programa de Educação sobre o Negro na Sociedade Brasileira. Niterói, Rio de Janeiro. N5. p. 15-23, 2004.
  • Assista ao vídeo da Campanha Infância sem Racismo. Disponível em: https://youtu.be/_aPYuKiKFMg?t=184. Isso pode ser feito projetado na sala de aula, na sala de informática ou no smartphone dos próprios alunos, caso haja acesso à internet para todos.
  • Explique aos estudantes que esse vídeo faz parte de uma campanha do UNICEF que tem como missão colaborar com os governos dos países para que assegurem direitos iguais para cada criança e adolescente.
  • Questione, em uma roda de conversa: Segundo o vídeo, quais impactos danosos do ponto de vista psicológico e social o racismo causa na vida de toda e qualquer criança ou adolescente?
  • Converse com os estudantes sobre a importância de ações afirmativas no combate ao racismo, como campanhas de conscientização, que inclui a distribuição de folhetos informativos para a população.
  • Permita que os alunos se expressem. Talvez já tenha sofrido na pele alguma discriminação racial e se sintam à vontade para relatar e se expressar.
  • Ajude-os a respeitar o turno de fala dos colegas.
  • Como sugestão de leitura sobre a temática, veja MUNANGA, Kabengele (Org.). Superando o Racismo na Escola. Brasília: Ministério da Educação.Secretaria de Ensino Fundamental. 2000. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=103321

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos

Orientações:

  • Entregue o texto impresso com as lacunas para os alunos. Se possível, também projete-o, para melhor visualização.
  • Explique que esse texto pertence ao folder informativo da Campanha Infância sem Racismo.
  • Em seguida, leia em voz alta.
  • É possível perceber pelas lacunas que algumas palavras foram retiradas. Levante hipóteses: Do que se trata o texto?
  • Indague-os: Sem essas palavras, como ficaria o texto? É possível manter o sentido completo do texto? O leitor se sente impelido a agir ou motivado a mudar de comportamento sem essas palavras?
  • Peça que eles completem as lacunas com os verbos que faltam. Lembre-os da importância de escolher de acordo com o contexto, a fim de manter o sentido das frases.

Materiais complementares: Você encontra a versão da atividade para a impressão aqui.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Entregue o texto impresso com as lacunas para os alunos. Se possível, também projete-o, para melhor visualização.
  • Explique que esse texto pertence ao folder informativo da Campanha Infância sem Racismo.
  • Em seguida, leia em voz alta.
  • É possível perceber pelas lacunas que algumas palavras foram retiradas. Levante hipóteses: Do que se trata o texto?
  • Indague-os: Sem essas palavras, como ficaria o texto? É possível manter o sentido completo do texto? O leitor se sente impelido a agir ou motivado a mudar de comportamento sem essas palavras?
  • Peça que eles completem as lacunas com os verbos que faltam. Lembre-os da importância de escolher de acordo com o contexto, a fim de manter o sentido das frases.
  • Acesse o folheto no endereço indicado nos materiais complementares. Nele, há o texto completo da atividade.
  • Compare os verbos escolhidos pelos alunos para completar as lacunas com os utilizados no texto original. Talvez, alguns verbos utilizados no folheto original não seja do conhecimento dos alunos, então utilize o dicionário para conceituá-los.
  • Conduza a reflexão crítica sobre os pontos trazidos pelo folheto que contribuem para uma infância sem racismo. Que ações se espera dos pais e responsáveis quando o assunto é combater o racismo e respeitar as diferenças? Você considera importante falar sobre isso na infância? Por séculos, piadas, histórias e expressões são repetidas disfarçadas de humor, mas na verdade propagam o racismo. Assim, que ações se esperam de todo e qualquer cidadão? Racismo é crime, assim, o que devemos fazer ao ser vítima ou testemunha de racismo? Que ações são recomendadas para instituições públicas e privadas no combate ao racismo?
  • Reflita com os alunos sobre a importância dos verbos no imperativo neste folheto, principalmente quando trata-se de um tema tão sério quanto o racismo. Enfrentá-lo requer ações em diversos níveis: pessoal, coletivo e institucional. Os verbos, neste caso, chamam a ação.

Materiais complementares: Você encontra o folheto trabalhado em https://danielgadelha.myportfolio.com/informativo-para-unicef-infancia-sem-racismo e a versão da atividade para a impressão aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Peça para que se expressem oralmente acerca da questão acima.
  • Solicite que os estudantes registrem no caderno as informações aprendidas na aula. Fazer um registro organizado e resumido desse conhecimento aprendido em aula, além de ser fonte de consulta quando necessário, favorece o aprendizado e a fixação da informação.
  • Espera que os estudantes percebam que os folheto (ou folder) informativos tem o objetivo de abordar algum tema e transmitir conhecimento a respeito desse tema. Eles têm uma função social, pois servem para instruir as pessoas sobre o modo de agir em relação à determinada questão que, normalmente, é de séria preocupação, como por exemplo o racismo. Assim, os verbos no imperativo incentivam e sugerem ações importantes no combate ao racismo na infância. A disseminação de folhetos como esse orientam a população sobre como identificar, evitar e combater atitudes e ações discriminatórias, alertando para a necessidade de mobilização social em prol da equidade e a igualdade étnico-racial desde a infância.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 7º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF67LP37 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP02 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano