15456
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 7º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Metonímia, hipérbole e antítese: vamos descobrir estas figuras de linguagem?

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do Ensino Fundamental sobre os efeitos de sentido do uso de figuras de linguagem, como metonímia, hipérbole e antítese.

Plano 01 de 3 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Rosana Salvini Conrado

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é primeira aula de um conjunto de três planos de aula com foco em Análise linguística e semiótica. A finalidade deste conjunto de planos é analisar os efeitos de sentido do uso de figuras de linguagem, como metonímia, hipérbole e antítese.

Materiais necessários: Será preciso ter acesso a um projetor de slides (data show) e a um reprodutor de áudio, além de um notebook. O arquivo de áudio pode ser acessado pelo site: https://www.vagalume.com.br/titas/epitafio.html

Dificuldades antecipadas: Pode ser que os alunos tenham mais dificuldade em identificar os exemplos de metonímia, já que ela se configura de variadas formas, no emprego de uma palavra por outra, em uma relação de proximidade. No decorrer das aulas é importante apresentar exemplos variados de uso.

Referências sobre o assunto:

ABREU, Antônio Suárez. A arte de argumentar: gerenciando a razão e emoção. Cotia: Ateliê Editorial, 2007.

FIORIN, José Luiz. Figuras de retórica. São Paulo: Contexto, 2014.

SANDMANN, Antônio José. A linguagem da propaganda: linguagens especiais, morfossintaxe e semântica da propaganda, propaganda e retórica. São Paulo: Contexto, 2001.

SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. 6ª Ed. Porto Alegre: Artmed,1998.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações:

  • Apresente o tema da aula aos alunos e faça um levantamento do conhecimento prévio sobre o conteúdo.
  • Procure relacionar o conceito de “linguagem” à sua utilidade na “interação”, já que estas figuras são utilizadas para aumentar a ênfase e a expressividade da mensagem, evitando a repetição de palavras em textos, ao mesmo tempo que permitem a redução de expressões extensas.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos.

Orientações:

  • Apresente o slide ao grupo de alunos.
  • Proponha a leitura em voz alta.
  • Analise com o grupo os efeitos de sentido que se criaram com base no texto.
  • Faça-os notar que as palavras foram usadas com sentidos diferentes dos que são encontrados nos dicionários para dar mais expressividade ao texto poético.
  • Elabore com a turma uma espécie de “tradução”, para isso pergunte: O que o autor desse texto quis nos dizer? Quando se pode salgar os pés? O que significa adoçar a alma?
    Como é possível adoçar a alma?. Que outra frase poderia ser escrita na placa para dizer a mesma coisa?
  • Aponte ao grupo as palavras “salgar” e “adoçar” e pergunte aos alunos se eles perceberam que são palavras que têm sentidos opostos.
  • Diga que o uso destas palavras é um recurso expressivo cujo uso foi planejado pelo autor. Este recurso é chamado de “figura de linguagem” e, no exemplo, aparece a “antítese”;
  • Apresente a eles a definição de antítese: Antítese (do grego antíthesis, anti + tese = oposição) consiste em contrapor uma palavra ou uma frase a outra, de significação oposta (Obs.: peça que registrem essa definição no caderno.)
  • Explique que esta é uma das figuras de linguagem, entre tantas outras, que é muito utilizada na construção de poemas e letras de música.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente o slide ao grupo de alunos.
  • Proponha a leitura em voz alta.
  • Analise com o grupo os efeitos de sentido que se criaram com base no uso das expressões “enorme, imenso, colossal”.
  • Deixe dicionários à disposição para que eles possam pesquisar o sentido de “colossal” ou apresente uma definição desta palavra, a fim de que eles possam fazer associações e inferir o efeito de sentido que se cria no anúncio.
  • Pergunte ao grupo por que estas palavras foram escolhidas para falar de um sanduíche.
  • Apresente outra figura de linguagem, a “hipérbole”: A palavra hipérbole tem origem no latim hyperbole, que vem do grego hyperbolé. O prefixo hiper significa “por cima”, “sobre”, “além”; já a partícula bole quer dizer “lançar”, “atirar”. Originalmente, a palavra significa “ato de atirar, de lançar além”, e deste significado deriva o significado de excesso, exagero.
    A hipérbole caracteriza-se pelo exagero de uma ideia com o objetivo de expressar intensidade. (Obs.: peça que registrem esta definição no caderno.)
  • Pergunte se eles conseguem identificar este recurso no anúncio.
  • Leve-os a compreender que o exagero foi um recurso expressivo construído por meio da linguagem para convencer o leitor do anúncio de que o lanche em questão é muito grande, maior que os dos concorrentes, sendo este o seu diferencial.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente o slide ao grupo de alunos.
  • Proponha a leitura em voz alta.
  • Analise com o grupo o sentido da expressão “com um pezinho na areia”.
  • Pergunte ao grupo se é possível viver com um dos pé num lugar e o outro em lugar diferente.
  • Diga que a palavra “pé” foi usada para representar o corpo todo, só que, ao usar apenas parte do corpo, o autor mostra que a vida na praia não é diária e,sim, eventual. Ou seja, assim como mostra o anúncio; quando se usam as sandálias Havaianas você se sente vivendo na praia.
  • Apresente ao grupo mais uma figura de linguagem: a metonímia. Metonímia (do grego metonymía = emprego dum nome por outro) é, neste exemplo, o uso da parte pelo todo. A metonímia se refere à substituição de palavras com sentidos próximos, ou seja, é utilizada uma palavra em vez de outra, sendo que ambas partilham uma relação de proximidade de sentido, de contiguidade. (Obs.: peça que registrem essa definição no caderno.)
  • Diga ao grupo que outros exemplos de metonímia serão apresentados nas aulas seguintes.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

  • Apresente o slide com a letra de música e conduza o grupo para uma leitura compartilhada em voz alta.
  • Reproduza o áudio da canção, para que os alunos tenham contato com um exemplo de texto em que ocorre o uso de diferentes figuras de linguagem.
  • Indique aos alunos os trechos em destaque e peça que eles identifiquem as três figuras de linguagem estudadas.
  • Faça-os apresentar os resultados a partir da leitura dos versos e das respostas às seguintes perguntas: Em que verso há uma antítese? Qual palavra ou expressão foi usada para construir uma metonímia? Qual é o exemplo de hipérbole?
  • Pergunte ao grupo o que o autor da música quis dizer com a expressão “Enquanto eu andar” e por que ela é uma metonímia.
  • Após as respostas dos alunos, diga que o uso do verbo “andar”, que é uma das ações humanas ao longo da vida, representa “viver”, a vida toda. Ou seja, trata-se do uso de uma parte (o andar) para representar o todo (a vida).

O áudio está disponível em: https://www.letras.mus.br/titas/48968/

Obs.: Epitáfio significa “sobre o túmulo”, vem do grego epitáfios. Este termo se refere às frases que são escritas, geralmente em placas de mármore ou de metal e colocadas sobre o túmulo, ou mausoléus nos cemitérios, com o fim de homenagear seus mortos sepultados naquele local. Os epitáfios no passado procuravam narrar os atos heróicos do nobre, rei ou um membro proeminente da corte. Com o passar dos tempos começou a ser usado por toda a população para lembrar as qualidades daquele ente querido que partiu deixando muita saudade. (https://www.significados.com.br/epitafio/)

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Apresente o slide aos alunos e entregue a cada um uma folha impressa com a atividade.
  • Diga que eles terão que encontrar, na segunda coluna, os exemplos que apresentam as mesmas figuras de linguagem que aparecem nos da primeira coluna e inserir a letra correspondente.
  • Corrija com o grupo a atividade. A sequência correta é: B - C - A (hipérbole - metonímia - antítese).
  • Explique que o exemplo de metonímia, que aparece na segunda coluna, mostra os diferentes usos desta figura e que, nesse caso, a palavra “prato”, que é o continente, representa a “feijoada”, o conteúdo.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é primeira aula de um conjunto de três planos de aula com foco em Análise linguística e semiótica. A finalidade deste conjunto de planos é analisar os efeitos de sentido do uso de figuras de linguagem, como metonímia, hipérbole e antítese.

Materiais necessários: Será preciso ter acesso a um projetor de slides (data show) e a um reprodutor de áudio, além de um notebook. O arquivo de áudio pode ser acessado pelo site: https://www.vagalume.com.br/titas/epitafio.html

Dificuldades antecipadas: Pode ser que os alunos tenham mais dificuldade em identificar os exemplos de metonímia, já que ela se configura de variadas formas, no emprego de uma palavra por outra, em uma relação de proximidade. No decorrer das aulas é importante apresentar exemplos variados de uso.

Referências sobre o assunto:

ABREU, Antônio Suárez. A arte de argumentar: gerenciando a razão e emoção. Cotia: Ateliê Editorial, 2007.

FIORIN, José Luiz. Figuras de retórica. São Paulo: Contexto, 2014.

SANDMANN, Antônio José. A linguagem da propaganda: linguagens especiais, morfossintaxe e semântica da propaganda, propaganda e retórica. São Paulo: Contexto, 2001.

SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. 6ª Ed. Porto Alegre: Artmed,1998.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações:

  • Apresente o tema da aula aos alunos e faça um levantamento do conhecimento prévio sobre o conteúdo.
  • Procure relacionar o conceito de “linguagem” à sua utilidade na “interação”, já que estas figuras são utilizadas para aumentar a ênfase e a expressividade da mensagem, evitando a repetição de palavras em textos, ao mesmo tempo que permitem a redução de expressões extensas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 18 minutos.

Orientações:

  • Apresente o slide ao grupo de alunos.
  • Proponha a leitura em voz alta.
  • Analise com o grupo os efeitos de sentido que se criaram com base no texto.
  • Faça-os notar que as palavras foram usadas com sentidos diferentes dos que são encontrados nos dicionários para dar mais expressividade ao texto poético.
  • Elabore com a turma uma espécie de “tradução”, para isso pergunte: O que o autor desse texto quis nos dizer? Quando se pode salgar os pés? O que significa adoçar a alma?
    Como é possível adoçar a alma?. Que outra frase poderia ser escrita na placa para dizer a mesma coisa?
  • Aponte ao grupo as palavras “salgar” e “adoçar” e pergunte aos alunos se eles perceberam que são palavras que têm sentidos opostos.
  • Diga que o uso destas palavras é um recurso expressivo cujo uso foi planejado pelo autor. Este recurso é chamado de “figura de linguagem” e, no exemplo, aparece a “antítese”;
  • Apresente a eles a definição de antítese: Antítese (do grego antíthesis, anti + tese = oposição) consiste em contrapor uma palavra ou uma frase a outra, de significação oposta (Obs.: peça que registrem essa definição no caderno.)
  • Explique que esta é uma das figuras de linguagem, entre tantas outras, que é muito utilizada na construção de poemas e letras de música.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente o slide ao grupo de alunos.
  • Proponha a leitura em voz alta.
  • Analise com o grupo os efeitos de sentido que se criaram com base no uso das expressões “enorme, imenso, colossal”.
  • Deixe dicionários à disposição para que eles possam pesquisar o sentido de “colossal” ou apresente uma definição desta palavra, a fim de que eles possam fazer associações e inferir o efeito de sentido que se cria no anúncio.
  • Pergunte ao grupo por que estas palavras foram escolhidas para falar de um sanduíche.
  • Apresente outra figura de linguagem, a “hipérbole”: A palavra hipérbole tem origem no latim hyperbole, que vem do grego hyperbolé. O prefixo hiper significa “por cima”, “sobre”, “além”; já a partícula bole quer dizer “lançar”, “atirar”. Originalmente, a palavra significa “ato de atirar, de lançar além”, e deste significado deriva o significado de excesso, exagero.
    A hipérbole caracteriza-se pelo exagero de uma ideia com o objetivo de expressar intensidade. (Obs.: peça que registrem esta definição no caderno.)
  • Pergunte se eles conseguem identificar este recurso no anúncio.
  • Leve-os a compreender que o exagero foi um recurso expressivo construído por meio da linguagem para convencer o leitor do anúncio de que o lanche em questão é muito grande, maior que os dos concorrentes, sendo este o seu diferencial.

Slide Plano Aula

Orientações:

  • Apresente o slide ao grupo de alunos.
  • Proponha a leitura em voz alta.
  • Analise com o grupo o sentido da expressão “com um pezinho na areia”.
  • Pergunte ao grupo se é possível viver com um dos pé num lugar e o outro em lugar diferente.
  • Diga que a palavra “pé” foi usada para representar o corpo todo, só que, ao usar apenas parte do corpo, o autor mostra que a vida na praia não é diária e,sim, eventual. Ou seja, assim como mostra o anúncio; quando se usam as sandálias Havaianas você se sente vivendo na praia.
  • Apresente ao grupo mais uma figura de linguagem: a metonímia. Metonímia (do grego metonymía = emprego dum nome por outro) é, neste exemplo, o uso da parte pelo todo. A metonímia se refere à substituição de palavras com sentidos próximos, ou seja, é utilizada uma palavra em vez de outra, sendo que ambas partilham uma relação de proximidade de sentido, de contiguidade. (Obs.: peça que registrem essa definição no caderno.)
  • Diga ao grupo que outros exemplos de metonímia serão apresentados nas aulas seguintes.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

  • Apresente o slide com a letra de música e conduza o grupo para uma leitura compartilhada em voz alta.
  • Reproduza o áudio da canção, para que os alunos tenham contato com um exemplo de texto em que ocorre o uso de diferentes figuras de linguagem.
  • Indique aos alunos os trechos em destaque e peça que eles identifiquem as três figuras de linguagem estudadas.
  • Faça-os apresentar os resultados a partir da leitura dos versos e das respostas às seguintes perguntas: Em que verso há uma antítese? Qual palavra ou expressão foi usada para construir uma metonímia? Qual é o exemplo de hipérbole?
  • Pergunte ao grupo o que o autor da música quis dizer com a expressão “Enquanto eu andar” e por que ela é uma metonímia.
  • Após as respostas dos alunos, diga que o uso do verbo “andar”, que é uma das ações humanas ao longo da vida, representa “viver”, a vida toda. Ou seja, trata-se do uso de uma parte (o andar) para representar o todo (a vida).

O áudio está disponível em: https://www.letras.mus.br/titas/48968/

Obs.: Epitáfio significa “sobre o túmulo”, vem do grego epitáfios. Este termo se refere às frases que são escritas, geralmente em placas de mármore ou de metal e colocadas sobre o túmulo, ou mausoléus nos cemitérios, com o fim de homenagear seus mortos sepultados naquele local. Os epitáfios no passado procuravam narrar os atos heróicos do nobre, rei ou um membro proeminente da corte. Com o passar dos tempos começou a ser usado por toda a população para lembrar as qualidades daquele ente querido que partiu deixando muita saudade. (https://www.significados.com.br/epitafio/)

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações:

  • Apresente o slide aos alunos e entregue a cada um uma folha impressa com a atividade.
  • Diga que eles terão que encontrar, na segunda coluna, os exemplos que apresentam as mesmas figuras de linguagem que aparecem nos da primeira coluna e inserir a letra correspondente.
  • Corrija com o grupo a atividade. A sequência correta é: B - C - A (hipérbole - metonímia - antítese).
  • Explique que o exemplo de metonímia, que aparece na segunda coluna, mostra os diferentes usos desta figura e que, nesse caso, a palavra “prato”, que é o continente, representa a “feijoada”, o conteúdo.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 7º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF67LP38 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano