15053
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 8º ano > Oralidade

Plano de aula - Do verbete enciclopédico ao vídeo-minuto: organizando as informações

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 8º ano do EF sobre Do verbete enciclopédico ao vídeo-minuto: organizando as informações

Plano 11 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Gleiciane Rosa Vinote Rocha

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é décima primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero verbete de enciclopédia e vídeo-minuto e no campo de atuação das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de oralidade.

Materiais necessários:
Computador ou celular; Projetor multimídia; Acesso à internet; Programa de edição de vídeos;
- Vídeo-minuto: BLK Mídia.Dicas Para Selfie e Vídeo. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=OOxbgr1c9WE>. Acessado em: 9 nov. 2018.;

- Vídeo criado na aula 10 ou, se não tiver utilizando a sequência de atividades, a seguinte sugestão de vídeo-minuto: Banda Estrado. Tela de fundo sem som. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=KzjjcSVaA8o&t=76s>. Acesso em: 9 nov. 2018.

Informações sobre o gênero:

Verbete enciclopédico é um gênero textual de natureza expositiva, encontrado, como o nome já diz, em enciclopédias. Elas são organizadas em verbetes. Eles têm como objetivo apresentar definições e informações sobre um determinado assunto, utilizando linguagem objetiva e impessoal. Podem conter gráficos, ilustrações e subdivisões para complementar as informações. Atualmente, há mais uso das enciclopédias virtuais, sendo a WIKIPÉDIA a mais conhecida. Ela é colaborativa, ou seja, todos podem editar e fornecer conteúdo, criando ou modificando um verbete, tornando, assim, o texto dinâmico. A leitura em um verbete enciclopédico impresso e virtual também muda, uma vez que virtualmente ela não é linear e os hipertextos permitem que o leitor opte por diferentes caminhos e textos, aprofundando o tema.
O vídeo-minuto tem como objetivo homenagear, criticar, informar ou gerar humor, tendo um tempo determinado em torno de 1 minuto.

Dificuldades antecipadas:

Os alunos podem acreditar que já sabem comunicar-se oralmente e deduzirem que não precisam desenvolver essa prática. Outra dificuldade pode ser trabalhar com o editor de vídeos.

Referências sobre o assunto:

- COSTA, Sérgio Roberto. Dicionário de gêneros textuais. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.
- DIONÍSIO, Angela P. Verbetes: um gênero além do dicionário. In: DIONÍSIO, Angela P.; MACHADO, Anna R.; BEZERRA, M. Auxiliadora. Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002.
- PORSCHE, Sandra Cristina. et al. O gênero verbete no ensino . Simpósio Internacional de Gêneros Textuais. Disponível em: . Acessado em: 03/07/2018.
- NERY, Alfredina. Escrita de verbetes enciclopédicos. Revista Nova Escola. Disponível em: Acessado em: 03/07/2018.
- DUQUE, Ana Paula. Redação hipertextual coletiva na Wikipedia. Estudos Linguísticos. Disponível em: . Acessado em: 03/07/2018.
- LIMA, Vanessa. Verbete digital: análise de gênero na Wikipedia. Revista L@el em (Dis- Revista L@el em (Dis-)curso. Disponível em: . Acessado em: 03/07/2018.
- SILVA, Flavio. Enciclopédia x Wikipedia. Revista Letra Magna. Disponível em: http://www.letramagna.com/artigo13_XII.pdf>. Acessado em: 03/07/2018.

- BARBOSA, Jacqueline P. As práticas de linguagem contemporâneas e a BNCC. Disponível em: https://www.escrevendoofuturo.org.br/arquivos/7589/npl31.pdf Acessado em 04 de setembro de 2018.
- TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gêneros orais: conceituação e caracterização. Anais do SILEL. Volume 3, Número 1. Uberlândia: EDUFU, 2013.COSTA, Sérgio Roberto. Dicionário de gêneros textuais. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.
DIONÍSIO, Angela P. Verbetes: um gênero além do dicionário. In: DIONÍSIO, Angela P.; MACHADO, Anna R.; BEZERRA, M. Auxiliadora. Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002.
PORSCHE, Sandra Cristina. et al. O gênero verbete no ensino . Simpósio Internacional de Gêneros Textuais. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2018.
NERY, Alfredina. Escrita de verbetes enciclopédicos. Revista Nova Escola. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2018.
DUQUE, Ana Paula. Redação hipertextual coletiva na Wikipedia. Estudos Linguísticos. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2018.
LIMA, Vanessa. Verbete digital: análise de gênero na Wikipedia. Revista L@el em (Dis- Revista L@el em (Dis-)curso. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2018.
SILVA, Flavio. Enciclopédia x Wikipedia. Revista Letra Magna. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2018.

BARBOSA, Jacqueline P. As práticas de linguagem contemporâneas e a BNCC. Disponível em: . Acesso em: 4 set. 2018.
TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gêneros orais: conceituação e caracterização. Anais do SILEL. Volume 3, Número 1. Uberlândia: EDUFU, 2013.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações: Apresente o tema da aula para os alunos. Não dê maiores informações para não prejudicar o andamento da atividade realizada na introdução.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Exibia o seguinte vídeo-minuto, primeiramente, sem som. BLK Mídia.Dicas Para Selfie e Vídeo. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=OOxbgr1c9WE>. Acesso em: 9 nov. 2018.
  • Em seguida, exiba-o novamente, mas agora com som.
  • Apresente o seguinte questionamento aos alunos para que respondam, oralmente, numa conversa espontânea: Em qual das opções de exibição a compreensão da mensagem transmitida foi mais eficiente? Justifique.
  • Faça uma correção participativa, pedindo aos alunos que respondam de forma espontânea e voluntária às questões. Se nenhum aluno se voluntariar, faça indicações pontuais, estimulando a participação deles, com questões como “Não tem problema errar, o importante é a participação”, “Estamos aqui para aprender juntos”, “Quem gostaria de contribuir” ou outras do tipo. Eles deverão perceber que a fala é um apoio para compreensão da imagem. Logo, a segunda forma exibida torna-se mais eficiente por ter esse apoio.
  • Para bom andamento desta aula, é preciso que o material seja previamente preparado. Um facilitador é que esta aula seja dada no laboratório de informática da escola. Caso não tenha, uma sugestão é o uso dos celulares dos alunos para acréscimo de narração espontânea ou memorizada em um arquivo de vídeo produzido na aula 10*, dando preferência para a espontânea, seguindo apenas um roteiro, para que haja uso efetivo da oralidade.
  • Caso opte por utilizar apenas a aula 11, ou seja, não está seguindo a sequência completa ou módulo de oralidade (aulas 10, 11 e 12) , uma sugestão é baixar, previamente, um vídeo em que não haja narração, sobre uma temática de acordo com o perfil da turma, e realizar as mesmas atividades, mas tendo como base esse vídeo.
  • Uma sugestão de vídeo é esta: Banda Estrado. Tela de fundo sem som. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=KzjjcSVaA8o&t=76s>. Acesso em: 9 nov. 2018. Mas esteja livre para escolher outro de acordo com o tema de preferência e também com o perfil da turma. Como forma de embasar a produção da narração deste vídeo-minuto sugerido, você pode utilizar o seguinte verbete de enciclopédia: Wikipédia. Terra. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Terra>. Acesso em: 9 nov. 2018.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Divida a turma nos mesmos grupos da aula 10, caso você esteja utilizando as atividades na sequência completa ou o módulo de oralidade (aulas 10, 11 e 12). Caso, não esteja, leia agora as orientações que estão nas observações no final do slide anterior.
  • Peça aos estudantes que abram o arquivo de sequência de fotos e, seguindo o roteiro já criado, acrescentem a narração espontânea.
  • Saliente que eles precisam relacionar narração e imagens para que a produção faça sentido. Destaque também que precisam atentar para o uso da entonação, do ritmo e do volume da voz adequados.
  • Durante a realização das atividades, faça orientações e mediações nas escolhas dos alunos de forma que usem bem a entonação, o ritmo e o volume de voz. Chame a atenção para relação que deve ocorrer entre a narração e as imagens.
  • Fique atento para não ultrapassar o tempo de 33 minutos na realização desta tarefa.

Material complementar:

Como acrescentar narração no Movie Maker. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=7vgWU_PbSZw>. Acesso em: 9 nov. 2018.
Como acrescentar narração no Power Point. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=OkmzEHXM3uI>. Acesso em: 9 nov. 2018.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Sugira a seguinte reflexão, utilizando os dois minutos restantes da aula para apresentá-la à turma: A oralidade é um importante modo de reflexão e expressão. Como foi para você a experiência de trabalhar com a oralidade em sala de aula? Em que práticas sociais fora da escola esse trabalho pode te ajudar?
  • Peça a alguns alunos que socializem a resposta dada para o questionamento do slide anterior.
  • Os alunos deverão contar espontaneamente, de forma oral, como foi trabalhar com a oralidade. Caso apresentem dificuldades, reforce que com o tempo eles podem melhorar, pois é uma questão de treino. Sobre a questão das práticas sociais, saliente que usamos a oralidade desde uma conversa até uma apresentação oral pública mais formal. Dessa forma, dominar habilidades orais, como volume, ritmo e entonação, é uma ajuda para realizar essas atividades sociais de forma mais eficiente.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é décima primeira aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero verbete de enciclopédia e vídeo-minuto e no campo de atuação das práticas de estudo e pesquisa. A aula faz parte do módulo de oralidade.

Materiais necessários:
Computador ou celular; Projetor multimídia; Acesso à internet; Programa de edição de vídeos;
- Vídeo-minuto: BLK Mídia.Dicas Para Selfie e Vídeo. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=OOxbgr1c9WE>. Acessado em: 9 nov. 2018.;

- Vídeo criado na aula 10 ou, se não tiver utilizando a sequência de atividades, a seguinte sugestão de vídeo-minuto: Banda Estrado. Tela de fundo sem som. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=KzjjcSVaA8o&t=76s>. Acesso em: 9 nov. 2018.

Informações sobre o gênero:

Verbete enciclopédico é um gênero textual de natureza expositiva, encontrado, como o nome já diz, em enciclopédias. Elas são organizadas em verbetes. Eles têm como objetivo apresentar definições e informações sobre um determinado assunto, utilizando linguagem objetiva e impessoal. Podem conter gráficos, ilustrações e subdivisões para complementar as informações. Atualmente, há mais uso das enciclopédias virtuais, sendo a WIKIPÉDIA a mais conhecida. Ela é colaborativa, ou seja, todos podem editar e fornecer conteúdo, criando ou modificando um verbete, tornando, assim, o texto dinâmico. A leitura em um verbete enciclopédico impresso e virtual também muda, uma vez que virtualmente ela não é linear e os hipertextos permitem que o leitor opte por diferentes caminhos e textos, aprofundando o tema.
O vídeo-minuto tem como objetivo homenagear, criticar, informar ou gerar humor, tendo um tempo determinado em torno de 1 minuto.

Dificuldades antecipadas:

Os alunos podem acreditar que já sabem comunicar-se oralmente e deduzirem que não precisam desenvolver essa prática. Outra dificuldade pode ser trabalhar com o editor de vídeos.

Referências sobre o assunto:

- COSTA, Sérgio Roberto. Dicionário de gêneros textuais. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.
- DIONÍSIO, Angela P. Verbetes: um gênero além do dicionário. In: DIONÍSIO, Angela P.; MACHADO, Anna R.; BEZERRA, M. Auxiliadora. Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002.
- PORSCHE, Sandra Cristina. et al. O gênero verbete no ensino . Simpósio Internacional de Gêneros Textuais. Disponível em: . Acessado em: 03/07/2018.
- NERY, Alfredina. Escrita de verbetes enciclopédicos. Revista Nova Escola. Disponível em: Acessado em: 03/07/2018.
- DUQUE, Ana Paula. Redação hipertextual coletiva na Wikipedia. Estudos Linguísticos. Disponível em: . Acessado em: 03/07/2018.
- LIMA, Vanessa. Verbete digital: análise de gênero na Wikipedia. Revista L@el em (Dis- Revista L@el em (Dis-)curso. Disponível em: . Acessado em: 03/07/2018.
- SILVA, Flavio. Enciclopédia x Wikipedia. Revista Letra Magna. Disponível em: http://www.letramagna.com/artigo13_XII.pdf>. Acessado em: 03/07/2018.

- BARBOSA, Jacqueline P. As práticas de linguagem contemporâneas e a BNCC. Disponível em: https://www.escrevendoofuturo.org.br/arquivos/7589/npl31.pdf Acessado em 04 de setembro de 2018.
- TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gêneros orais: conceituação e caracterização. Anais do SILEL. Volume 3, Número 1. Uberlândia: EDUFU, 2013.COSTA, Sérgio Roberto. Dicionário de gêneros textuais. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.
DIONÍSIO, Angela P. Verbetes: um gênero além do dicionário. In: DIONÍSIO, Angela P.; MACHADO, Anna R.; BEZERRA, M. Auxiliadora. Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002.
PORSCHE, Sandra Cristina. et al. O gênero verbete no ensino . Simpósio Internacional de Gêneros Textuais. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2018.
NERY, Alfredina. Escrita de verbetes enciclopédicos. Revista Nova Escola. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2018.
DUQUE, Ana Paula. Redação hipertextual coletiva na Wikipedia. Estudos Linguísticos. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2018.
LIMA, Vanessa. Verbete digital: análise de gênero na Wikipedia. Revista L@el em (Dis- Revista L@el em (Dis-)curso. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2018.
SILVA, Flavio. Enciclopédia x Wikipedia. Revista Letra Magna. Disponível em: . Acesso em: 3 jul. 2018.

BARBOSA, Jacqueline P. As práticas de linguagem contemporâneas e a BNCC. Disponível em: . Acesso em: 4 set. 2018.
TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gêneros orais: conceituação e caracterização. Anais do SILEL. Volume 3, Número 1. Uberlândia: EDUFU, 2013.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto

Orientações: Apresente o tema da aula para os alunos. Não dê maiores informações para não prejudicar o andamento da atividade realizada na introdução.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 9 minutos

Orientações:

  • Exibia o seguinte vídeo-minuto, primeiramente, sem som. BLK Mídia.Dicas Para Selfie e Vídeo. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=OOxbgr1c9WE>. Acesso em: 9 nov. 2018.
  • Em seguida, exiba-o novamente, mas agora com som.
  • Apresente o seguinte questionamento aos alunos para que respondam, oralmente, numa conversa espontânea: Em qual das opções de exibição a compreensão da mensagem transmitida foi mais eficiente? Justifique.
  • Faça uma correção participativa, pedindo aos alunos que respondam de forma espontânea e voluntária às questões. Se nenhum aluno se voluntariar, faça indicações pontuais, estimulando a participação deles, com questões como “Não tem problema errar, o importante é a participação”, “Estamos aqui para aprender juntos”, “Quem gostaria de contribuir” ou outras do tipo. Eles deverão perceber que a fala é um apoio para compreensão da imagem. Logo, a segunda forma exibida torna-se mais eficiente por ter esse apoio.
  • Para bom andamento desta aula, é preciso que o material seja previamente preparado. Um facilitador é que esta aula seja dada no laboratório de informática da escola. Caso não tenha, uma sugestão é o uso dos celulares dos alunos para acréscimo de narração espontânea ou memorizada em um arquivo de vídeo produzido na aula 10*, dando preferência para a espontânea, seguindo apenas um roteiro, para que haja uso efetivo da oralidade.
  • Caso opte por utilizar apenas a aula 11, ou seja, não está seguindo a sequência completa ou módulo de oralidade (aulas 10, 11 e 12) , uma sugestão é baixar, previamente, um vídeo em que não haja narração, sobre uma temática de acordo com o perfil da turma, e realizar as mesmas atividades, mas tendo como base esse vídeo.
  • Uma sugestão de vídeo é esta: Banda Estrado. Tela de fundo sem som. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=KzjjcSVaA8o&t=76s>. Acesso em: 9 nov. 2018. Mas esteja livre para escolher outro de acordo com o tema de preferência e também com o perfil da turma. Como forma de embasar a produção da narração deste vídeo-minuto sugerido, você pode utilizar o seguinte verbete de enciclopédia: Wikipédia. Terra. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Terra>. Acesso em: 9 nov. 2018.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações:

  • Divida a turma nos mesmos grupos da aula 10, caso você esteja utilizando as atividades na sequência completa ou o módulo de oralidade (aulas 10, 11 e 12). Caso, não esteja, leia agora as orientações que estão nas observações no final do slide anterior.
  • Peça aos estudantes que abram o arquivo de sequência de fotos e, seguindo o roteiro já criado, acrescentem a narração espontânea.
  • Saliente que eles precisam relacionar narração e imagens para que a produção faça sentido. Destaque também que precisam atentar para o uso da entonação, do ritmo e do volume da voz adequados.
  • Durante a realização das atividades, faça orientações e mediações nas escolhas dos alunos de forma que usem bem a entonação, o ritmo e o volume de voz. Chame a atenção para relação que deve ocorrer entre a narração e as imagens.
  • Fique atento para não ultrapassar o tempo de 33 minutos na realização desta tarefa.

Material complementar:

Como acrescentar narração no Movie Maker. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=7vgWU_PbSZw>. Acesso em: 9 nov. 2018.
Como acrescentar narração no Power Point. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=OkmzEHXM3uI>. Acesso em: 9 nov. 2018.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações:

  • Sugira a seguinte reflexão, utilizando os dois minutos restantes da aula para apresentá-la à turma: A oralidade é um importante modo de reflexão e expressão. Como foi para você a experiência de trabalhar com a oralidade em sala de aula? Em que práticas sociais fora da escola esse trabalho pode te ajudar?
  • Peça a alguns alunos que socializem a resposta dada para o questionamento do slide anterior.
  • Os alunos deverão contar espontaneamente, de forma oral, como foi trabalhar com a oralidade. Caso apresentem dificuldades, reforce que com o tempo eles podem melhorar, pois é uma questão de treino. Sobre a questão das práticas sociais, saliente que usamos a oralidade desde uma conversa até uma apresentação oral pública mais formal. Dessa forma, dominar habilidades orais, como volume, ritmo e entonação, é uma ajuda para realizar essas atividades sociais de forma mais eficiente.
Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Oralidade do 8º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP38 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano