13867
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Atividade - Experimentando chás com os bebês

POR: Djenane Martins Oliveira 27/11/2018
Código: EDI1_02UND04

1º ano / Educação Infantil

Atividade alinhada à BNCC:

(EI01ET01) Explorar e descobrir as propriedades de objetos e materiais (odor, cor, sabor, temperatura).

(EI01CG04) Participar do cuidado do seu corpo e da promoção do seu bem-estar.

(EI01EO04) Comunicar necessidades, desejos e emoções, utilizando gestos, balbucios, palavras.

Plano de atividade de Educação Infantil com atividades para Bebês sobre experimentar chás

Resumo

ilustracao

Cores, texturas e sabores de diferentes ervas serão explorados pelas crianças ao colhê-las e transformá-las em chás

O que fazer antes?

Contextos prévios:

A atividade consiste na degustação de chás a partir da criação de um pequeno jardim de sensações com ervas aromáticas colocadas em pequenos potes ou em ambiente externo, como forma de estimular as sensações, o tato, o olfato, o sabor e a cor.

É importante que antes da realização desta atividade já tenha ocorrido um momento de plantio das ervas aromáticas, junto aos bebês, num jardim externo ou em pequenos potes. Plante com eles as mudas de cidreira, de capim limão, de hortelã, camomila e outras. Cultive-as regando e acompanhando o crescimento. Você pode conseguir mais informações acessando aqui!Organize caixas de diferentes tamanhos, pequenas e médias, para colocar as ervas colhidas do jardim.

Materiais:

Ervas colhidas no jardim, potes ou vasos pequenos com mudas de ervas aromáticas para chá, bules, xicaras e pires. Tule, pequenos pedaços de pano, linha de crochê. Caixas de papelão e panos diversos para cobrir as caixas.

Espaços:

Organize na sala de referencia estações ou cantos. Separe em diversas caixas os materiais para organizar o ambiente.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 40 minutos

Perguntas para guiar suas observações:

Os bebês reconhecem o cheiro das ervas e têm curiosidade/preferência por alguma em especial? Como exploram os cheiros e texturas?

Durante a degustação dos chás, demonstram preferência por algum? Como reagem aos sabores?

Os bebês percebem a diferença de temperatura do chá? Como reagem quando está quente ou frio?

Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Organize o espaço para que todas as crianças tenham asseguradas as condições de participar. Incentive a participação de todos. Auxilie quando necessário, garantindo que todos os bebês estejam em atividade, conforme suas preferências, ritmos e possibilidades.

O que fazer durante?

b>1

Leve as ervas do seu jardim aromático para a sala de referência. Se você fez o jardim em uma área externa, convide os bebês a colhê-las. Caso o jardim tenha sido feito em potes ou vasos, faça um colheita na sala junto aos bebês, manuseando e descobrindo a transformação da erva fresca. Incentive-os a pegar e cheirar as ervas para fazer deste um rico momento de experimentação e de contato mais próximo com a natureza.

2

Disponha algumas caixas de papelão de tamanhos variados para compor estações/cantos pela sala de referência com as ervas em saquinhos feitos com pequenos pedaços de tule. No caso das ervas colhidas, reserve um momento anterior para a confecção dos saquinhos junto aos bebês. Crie pequenos sachês de tule, morim ou crochê com ervas aromáticas: erva-doce, camomila, marcela, lavanda, canela, cravo, capim limão. Cheiros, cores e texturas compõem uma experiência heurística com o mundo natural. Organize algumas caixas com ervas previamente lavadas in natura para que os bebês possam tocar, cheirar e provar. Amplie o repertório de sensações com ervas de cores, cheiros e texturas diferenciadas. Organize algumas caixas com utensílios utilizados no preparo do chá. Cubra as caixas com tecidos para que os bebês façam a descoberta. Chame a atenção para ver se descobrem que o cheiro vem das caixas. Deixe os bebês a vontade para a livre exploração nos cantos/estações em pequenos grupos de quatro a cinco bebês. Observe se reconhecem o cheiro das ervas e se apresentam curiosidade/preferência por alguma. Observe os gestos, olhares e expressões durante a exploração. Possibilite que explorem demoradamente os itens das caixas. Faça um rodízio para que possam explorar os diversos tipos de chá, suas cores e odores.

Possíveis falas do professor: Hoje a sala está cheirosa, sentem o cheiro diferente? De onde será que ele vem? Vamos descobrir? Vamos adivinhar o que tem na caixa? Pegue um saquinho em sua mão que cheiro tem? Que cores apresenta? Essa daqui é a camomila, essa a melissa, aqui temos a erva cidreira e etc.

3

Após explorarem os itens da caixa, convide os bebês para o preparo do chá. Observe como interagem no momento do preparo e como percebem o cheiro a partir da infusão do chá. Inicie a degustação percebendo se os bebês demonstram preferência por algum. De que maneira reagem aos sabores? Fazem caretas e parecem gostar? Neste momento, você poderá aproveitar para observar se percebem a temperatura do chá morno e como reagem a isso. Garanta que esteja à disposição uma cesta com brinquedos de preferência dos bebês, para que brinquem e explorem outras possibilidades enquanto outros pequenos grupos realizam a proposta com o chá.


Para finalizar:

Diga aos bebês que a atividade acabará em 10 minutos, que os materiais serão organizados e qual será o próximo passo na rotina. Convide-os a recolher os saquinhos de tule e guardá-los nas caixas. Envolva-os no recolhimento dos copos ou xícaras utilizados para o chá.

Desdobramentos

Separe algumas frutas para um chá de frutas. Repita os passos da caixa de descoberta para produzirem uma boa conversa sobre o cheiro das frutas. Explore com eles se já tomaram chá de frutas e com quais delas podemos fazer um chá.

Engajando as famílias

Faça um convite às famílias na saída da escola para um chá da tarde na saída da escola. Uma avó ou tia poderia ensinar uma receita para que todos possam tomar um chá juntos. Peça para que as famílias enviem receitas de chá que já tenham preparado antes e que a criança goste. Faça um mural com as receitas enviadas pela família.


Este plano de atividade foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:   Djenane Martins Oliveira

Mentor: Adriana  Vidaletti

Especialista do subgrupo etário: Ana Teresa Gavião

Campos de Experiência:  

O Eu, o Nós  e o Outro
Corpo, Gestos  e Movimentos
Espaços, Tempos, Quantidades, Relações e Transformações

Objetivos e códigos da Base
(EI01CG04) Participar do cuidado do seu corpo e da promoção do seu bem-estar.
(EI01ET01) Explorar e descobrir as propriedades de objetos e materiais (odor, cor, sabor, temperatura).
(EI01EO04) Comunicar necessidades, desejos e emoções, utilizando gestos, balbucios, palavras.

Abordagem didática: Os momentos de alimentação na Educação Infantil são fundamentais para o crescimento, desenvolvimento, bem estar e aprendizagem dos bebês. A alimentação é uma das primeiras maneiras de conhecerem o mundo. Por isso, é fundamental que seja um momento de tranquilidade e prazer.  Café da manhã, almoço ou a hora de tomar um suco ou comer uma fruta são oportunidades para os bebês aprenderem texturas, aromas, cores, cheiros e gostos dos alimentos. Ademais, nesses momentos, o professor pode conversar com os bebês, conhecê-los melhor e ajudá-los a brincar e se divertir!

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

ATIVIDADES DESSA UNIDADE:

ATIVIDADE 04

Experimentando chás com os bebês

VOCÊ ESTÁ AQUI

ATIVIDADES DESSA DISCIPLINA:

ATIVIDADES RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes