13181
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Ciências > 8º ano > Terra e Universo

Plano de aula - Previsão do Tempo

Plano de aula de Ciências com atividades para 8o ano do EF sobre Previsão do Tempo

Plano 05 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Danilo Pereira Pinseta

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a última aula de uma sequência de cinco que abordaram assuntos relacionados à climatologia, ao monitoramento e à previsão do tempo. Nesta aula os alunos deverão elaborar, a partir de dados reais fornecidos, uma previsão do tempo para o dia seguinte. Elaborar uma previsão utilizando apenas os dados fornecidos no material auxiliar é uma grande simplificação do que vem a ser o trabalho real de um meteorologista, que dispõe de muito mais dados e faz análises muito mais sofisticadas e complexas. Entretanto, selecionamos uma situação bastante típica e diretamente relacionada aos conceitos tratados nas quatro aulas anteriores, o que deve ser suficiente para que os alunos consigam prever acertadamente o que deverá acontecer nos dias que se seguem aos que estão apresentados nos dados.

Para saber mais, assista https://youtu.be/FGFxUC_lMO4 e https://youtu.be/9zh9kolfrE8

Materiais necessários para a aula: Material auxiliar, disponível no material complementar, a ser distribuído em versão impressa aos grupos de quatro ou de cinco alunos.

Título da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Projete o título da aula para os alunos e comente com eles a atividade que será proposta ser realizada na aula.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Nas aulas anteriores, alguns aparelhos de medidas de variáveis climatológicas foram estudados. É importante sinalizar aos alunos que estaremos fazendo uma simplificação daquilo que é, de fato, utilizado nas empresas meteorológicas. Além dos dados coletados pelos instrumentos que estudamos (e que consideraremos para criar nossas previsões), as empresas também contam com dados obtidos nas cerca de 11 mil estações meteorológicas distribuídas pelo mundo, além de mini estações espalhadas em lugares como os aeroportos, que medem ventos, pressão atmosférica, chuva e umidade do ar, por exemplo. Há ainda três mil aviões conveniados que coletam dados meteorológicos durante seus vôos, sete mil navios e 900 bóias que coletam dados em regiões oceânicas, balões meteorológicos e satélites, tudo isso fornecendo uma enormidade de dados que são processados por supercomputadores e divulgados para todos os centros meteorológicos do mundo.

Um vídeo que mostra como funciona uma estação meteorológica pode ser encontrado em: https://youtu.be/GV740zW57UQ

Já um vídeo que mostra como opera toda a rede de monitoramento meteorológico do mundo, com todas as sofisticações citadas acima, apresentado em uma reportagem do Jornal Nacional, pode ser visto em: https://youtu.be/9zh9kolfrE8. Se o professor optar pela projeção deste vídeo neste momento da aula, será necessário explicar aos alunos que o que faremosserá uma simplificação grande do que é o trabalho dos meteorologistas. A reportagem e a discussão também podem ser deixadas para o final da aula, após os trabalhos.

Questão disparadora select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Projete e leia o slide com a questão disparadora. Nas aulas anteriores, os alunos já entraram em contato com os aparelhos e com as medições de variáveis climáticas importantes para a elaboração de previsões do tempo, a pergunta agora está mais direcionada para que se entenda como os dados climatológicos viram previsões do tempo.

Mão na massa select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: Organize a sala em grupos de quatro ou de cinco estudantes. Cada grupo deve receber uma cópia impressa do material que se encontra no material complementar. A partir dos dados apresentados, e lembrando dos conceitos discutidos em sala nas aulas anteriores, os alunos deverão elaborar a previsão para o dia seguinte (30/07/2018).

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos.

Orientações: Depois que cada grupo elaborar sua previsão, junte as equipes para que elas possam compartilhar dados e conclusões. As conclusões, sejam quais forem, devem estar embasadas nos dados fornecidos. Solicite aos alunos que descrevam as informações que foram disponibilizadas para análise. Os subsídios necessários, como já dissemos, foram fornecidos ao longo das 4 aulas anteriores. A temperatura elevando-se, dia após dia, eleva as taxas de evaporação. A pressão atmosférica declinando também é indicativo de chuva futura, conforme foi dito nas orientações da aula CIE08_13TU03: “A diminuição de pressão atmosférica local aumenta a condução de calor para camadas superiores da atmosfera, levando também a umidade, aumentando as chances de ocorrência de chuvas. As correntes ascensionais de ar também levam a ocorrência de ventos, muito característica de momentos que antecedem as ‘viradas’ de tempo, que trazem as chuvas”. A umidade diminuindo perto do solo está diretamente ligada à essa diminuição de pressão e à consequente retirada da umidade para as camadas superiores da atmosfera.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Ao final da discussão, apresente os dados climatológicos referentes aos dias seguintes, nos quais houve precipitações consideráveis (vide o gráfico 1).

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: Os gráficos deste slide são os mesmos gráficos recebidos pelos alunos, acrescidos dos valores referentes aos dias 30 e 31 de julho de 2018. Vê-se que, conforme houve a ocorrência de chuvas, a temperatura abaixou, a pressão atmosférica voltou a subir, assim como a umidade do ar. Para finalizar, relembre à turma que o que fizemos aqui foi uma simplificação grande daquilo que é, de fato, o trabalho dos meteorologistas. Já foi citado nestas orientações um vídeo reportagem do Jornal Nacional, que detalha bastante bem a real complexidade do trabalho dos meteorologistas, disponível em https://youtu.be/9zh9kolfrE8. Caso não tenha projetado o vídeo na etapa de contextualização, faça isso como encerramento da aula.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: Esta é a última aula de uma sequência de cinco que abordaram assuntos relacionados à climatologia, ao monitoramento e à previsão do tempo. Nesta aula os alunos deverão elaborar, a partir de dados reais fornecidos, uma previsão do tempo para o dia seguinte. Elaborar uma previsão utilizando apenas os dados fornecidos no material auxiliar é uma grande simplificação do que vem a ser o trabalho real de um meteorologista, que dispõe de muito mais dados e faz análises muito mais sofisticadas e complexas. Entretanto, selecionamos uma situação bastante típica e diretamente relacionada aos conceitos tratados nas quatro aulas anteriores, o que deve ser suficiente para que os alunos consigam prever acertadamente o que deverá acontecer nos dias que se seguem aos que estão apresentados nos dados.

Para saber mais, assista https://youtu.be/FGFxUC_lMO4 e https://youtu.be/9zh9kolfrE8

Materiais necessários para a aula: Material auxiliar, disponível no material complementar, a ser distribuído em versão impressa aos grupos de quatro ou de cinco alunos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Projete o título da aula para os alunos e comente com eles a atividade que será proposta ser realizada na aula.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Nas aulas anteriores, alguns aparelhos de medidas de variáveis climatológicas foram estudados. É importante sinalizar aos alunos que estaremos fazendo uma simplificação daquilo que é, de fato, utilizado nas empresas meteorológicas. Além dos dados coletados pelos instrumentos que estudamos (e que consideraremos para criar nossas previsões), as empresas também contam com dados obtidos nas cerca de 11 mil estações meteorológicas distribuídas pelo mundo, além de mini estações espalhadas em lugares como os aeroportos, que medem ventos, pressão atmosférica, chuva e umidade do ar, por exemplo. Há ainda três mil aviões conveniados que coletam dados meteorológicos durante seus vôos, sete mil navios e 900 bóias que coletam dados em regiões oceânicas, balões meteorológicos e satélites, tudo isso fornecendo uma enormidade de dados que são processados por supercomputadores e divulgados para todos os centros meteorológicos do mundo.

Um vídeo que mostra como funciona uma estação meteorológica pode ser encontrado em: https://youtu.be/GV740zW57UQ

Já um vídeo que mostra como opera toda a rede de monitoramento meteorológico do mundo, com todas as sofisticações citadas acima, apresentado em uma reportagem do Jornal Nacional, pode ser visto em: https://youtu.be/9zh9kolfrE8. Se o professor optar pela projeção deste vídeo neste momento da aula, será necessário explicar aos alunos que o que faremosserá uma simplificação grande do que é o trabalho dos meteorologistas. A reportagem e a discussão também podem ser deixadas para o final da aula, após os trabalhos.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 1 minuto.

Orientações: Projete e leia o slide com a questão disparadora. Nas aulas anteriores, os alunos já entraram em contato com os aparelhos e com as medições de variáveis climáticas importantes para a elaboração de previsões do tempo, a pergunta agora está mais direcionada para que se entenda como os dados climatológicos viram previsões do tempo.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações: Organize a sala em grupos de quatro ou de cinco estudantes. Cada grupo deve receber uma cópia impressa do material que se encontra no material complementar. A partir dos dados apresentados, e lembrando dos conceitos discutidos em sala nas aulas anteriores, os alunos deverão elaborar a previsão para o dia seguinte (30/07/2018).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos.

Orientações: Depois que cada grupo elaborar sua previsão, junte as equipes para que elas possam compartilhar dados e conclusões. As conclusões, sejam quais forem, devem estar embasadas nos dados fornecidos. Solicite aos alunos que descrevam as informações que foram disponibilizadas para análise. Os subsídios necessários, como já dissemos, foram fornecidos ao longo das 4 aulas anteriores. A temperatura elevando-se, dia após dia, eleva as taxas de evaporação. A pressão atmosférica declinando também é indicativo de chuva futura, conforme foi dito nas orientações da aula CIE08_13TU03: “A diminuição de pressão atmosférica local aumenta a condução de calor para camadas superiores da atmosfera, levando também a umidade, aumentando as chances de ocorrência de chuvas. As correntes ascensionais de ar também levam a ocorrência de ventos, muito característica de momentos que antecedem as ‘viradas’ de tempo, que trazem as chuvas”. A umidade diminuindo perto do solo está diretamente ligada à essa diminuição de pressão e à consequente retirada da umidade para as camadas superiores da atmosfera.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: Ao final da discussão, apresente os dados climatológicos referentes aos dias seguintes, nos quais houve precipitações consideráveis (vide o gráfico 1).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: Os gráficos deste slide são os mesmos gráficos recebidos pelos alunos, acrescidos dos valores referentes aos dias 30 e 31 de julho de 2018. Vê-se que, conforme houve a ocorrência de chuvas, a temperatura abaixou, a pressão atmosférica voltou a subir, assim como a umidade do ar. Para finalizar, relembre à turma que o que fizemos aqui foi uma simplificação grande daquilo que é, de fato, o trabalho dos meteorologistas. Já foi citado nestas orientações um vídeo reportagem do Jornal Nacional, que detalha bastante bem a real complexidade do trabalho dos meteorologistas, disponível em https://youtu.be/9zh9kolfrE8. Caso não tenha projetado o vídeo na etapa de contextualização, faça isso como encerramento da aula.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Terra e Universo do 8º ano :

MAIS AULAS DE Ciências do 8º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF08CI15 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Ciências

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano