10535
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - Casa: plantas e roteiros

POR: Sonia Antunes Caregnato 17/07/2018
Código: MAT2_14GEO03

2º ano / Matemática / Geometria

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF02MA13) Esboçar roteiros a ser seguidos ou plantas de ambientes familiares, assinalando entradas, saídas e alguns pontos de referência.

Plano de aula de Matemática com atividades para 2º ano do Fundamental sobre Planta baixa.

 

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projete e/ou leia o objetivo para a turma.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula.


Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Sonia Antunes Caregnato

Mentor: Cibele Diogo Kimura

Especialista de área: Pricilla Cristina Mendes Cerqueira

Habilidade da BNCC

(EF02MA13) Esboçar roteiros a ser seguidos ou plantas de ambientes familiares, assinalando entradas, saídas e alguns pontos de referência.

Objetivos específicos

Construir plantas baixas de objetos e ambientes familiares a partir de diferentes pontos de referência.

Conceito-chave

Planta baixa.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • Figuras geométricas espaciais (cubo, pirâmide de base quadrada, bloco retangular, cilindro e cone);
  • Materiais recicláveis (caixinhas, rolo de papel higiênico, etc.);
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não.

Tempo sugerido: 7 minutos.

Orientação: Prepare com antecedência as figuras geométricas espaciais a serem utilizadas, preferencialmente cubo, pirâmide de base quadrada, bloco retangular, cilindro e cone. Caso não tenha disponíveis estas figuras, os materiais podem ser caixas recicláveis, rolinho de papel higiênico, dado ou se preferir pode imprimir alguns modelos para montar. Separe-os em grupos de até quatro alunos, distribua as figuras, peça que manuseiem os materiais e questione sobre a forma que cada objeto pode ser representado em planta baixa, retomando a vista de cima. Entregue uma folha de sulfite a cada grupo e questione sobre como podem representar no papel a planta baixa de cada forma. Auxilie, caso necessário, orientando que devem contornar cada uma das formas.

Propósito: Manipular objetos para descrever a representação de planta baixa de cada forma, percebendo as diferenças e observando a vista de cima.

Discuta com a turma:

  • Percebem diferenças entre as figuras geométricas espaciais? Como elas são? Quais os nomes de cada uma?
  • Como será a planta baixa do cilindro? Será que tem outra figura com a mesma representação da planta baixa?
  • O cubo tem a mesma forma da pirâmide? E como será a planta baixa?
  • Compare todas as formas e as plantas baixas, o que observou?

Materiais complementares:

Atividade de retomada

Tempo sugerido: 26 minutos.

Orientação: Converse com a turma sobre as diferentes moradias e as características da casa de cada um, deixando-os expor sobre a casa onde moram, as figuras que se parecem com ela e como elas são vistas de fora e de cima, qual a forma podem ter. Peça que falem como são as divisões internas das casas, preparando-os para representar em planta baixa. Você pode projetar ou imprimir as imagens das casas, se achar necessário, ou apenas dialogar.

Propósito: Propor uma reflexão sobre as diferentes moradias e a casa em que vivem, comparando diferentes representações.

Discuta com a turma:

  • Como é sua casa, grande ou pequena?
  • O que tem em frente ou atrás dela?
  • Quais as formas que ela possui?
  • Ela se parece com alguma figura geométrica espacial?
  • Como ela é vista de cima? E como ela é por dentro?

Materiais Complementares:

Utilize o guia de intervenções para discutir com os alunos as formas de representação, algumas dificuldades e intervenções.

Para ampliar o conteúdo sobre moradias de forma interdisciplinar o professor pode utilizar o livro literário “Cada casa casa com cada um” que retrata diferentes moradias dos animais, mas que também faz refletir sobre a sua própria casa. E ainda como sugestão, há o poema “A casa e seu dono” de Elias José e a música “A casa” de Vinicius de Moraes.

Referência:

PESTILI, Ellen. Cada casa casa com cada um. 1ed. São Paulo: Editora do Brasil, 2013.

Materiais complementares:

Atividade principal

Resolução da atividade principal

Guia de intervenções

Tempo sugerido: 26 minutos.

Orientação: Apresente uma lista de cômodos que deve conter numa casa e converse sobre as divisões internas desta casa. Entregue uma folha de sulfite e peça para, em duplas, fazer a planta baixa dela. Nesta atividade, o professor deve circular entre a turma para acompanhar as discussões e realizar intervenções, fazendo anotações ou questionando-os. Depois de pronto, fazer uma exposição das plantas baixas para que observem e analisem as diferentes formas de representação.

Propósito: Discutir sobre a organização interna de uma casa, fazendo a representação em planta baixa.

Discuta com a turma:

  • Quantos cômodos têm esta casa?
  • E sua casa é igual a essa?
  • O que tem de diferente?
  • Como ela está dividida?
  • A sala ficou perto de qual cômodo?
  • Onde vocês pensaram em representar os quartos?
  • Eles são grandes ou pequenos?

Tempo sugerido: 26 minutos.

Orientação: Entregue a folha impressa com a atividade para que façam primeiro uma lista dos cômodos e a quantidade de cada um que há na casa. Oriente que após elencar os cômodos, devem fazer a planta baixa, procurando desenhar em escala e com vista de cima, podendo nomear cada um dos cômodos. Usando como referência o quarto do aluno, solicite que destaque-o, pintando, depois de pronta a planta.

Propósito: Fazer a planta baixa da casa em que mora.

Discuta com a turma:

  • Quantos cômodos têm a sua casa?
  • Ela se parece com a casa de algum colega?
  • O que tem de semelhante ou diferente?

Materiais Complementares:

Encontre aqui a atividade para impressão.

Tempo sugerido: 6 minutos.

Orientação: Levar a turma para observar os desenhos analisando as plantas baixas resultará em questionamentos e troca de saberes. Será possível confrontar as diferenças entre as plantas baixas e para isso, chame-os até o painel das produções para explicar como está organizada a planta baixa da sua casa.

Propósito: Fazer com que os alunos observem as diferentes representações, fazendo comparações e apresentando argumentos sobre a forma representada.

Discuta com a turma:

  • Onde fica a entrada da casa?
  • Conseguiram desenhar na planta todos os cômodos listados?
  • Vocês acham que alguma representação está diferente? Explique.

Materiais Complementares:

Encontre aqui o documento com resoluções para a atividade.

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientação: Encerre a atividade retomando a questão de vistas ao representar uma planta baixa. Se desejar, anote no quadro ou apresente o slide.

Propósito: Levar o aluno a compreender a vista de cima para representar em forma de planta baixa.

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientação: Encerre a atividade retomando a questão de vistas ao representar uma planta baixa. Se desejar, anote no quadro ou apresente o slide.

Propósito: Levar o aluno a compreender a vista de cima para representar em forma de planta baixa.

Tempo sugerido: 6 minutos.

Orientação: O trecho que fala sobre a “casa do Zé” é de uma música conhecida por muitos que visa desenvolver a atenção e a concentração. Este “Zé” pode ser identificado como um tio, avô, amigo ou vizinho que mora numa casa com algumas particularidades diferentes das outras. Após a exploração verbal pelo professor da parte inicial que remete à música, é importante que os alunos leiam silenciosamente o enunciado com atenção, observando bem os detalhes que estão à direita, esquerda ou em frente, bem como a dimensão de cada casa para desenhar adequadamente os tamanhos e as representações. Você pode projetar, passar no quadro ou fazer cópia para os alunos.

Propósito: Ler e interpretar o enunciado fazendo a representação de casas de tamanhos diferentes em forma de planta baixa.

Discuta com a turma:

  • As casas são iguais? O que tem de diferente entre elas?
  • Você percebeu o tamanho de cada casa? Fazendo a planta baixa delas, o que muda?
  • Qual a forma mais adequada para representar a casa do Zé?

Materiais Complementares:

Encontre aqui a resolução desta atividade.

Faça o download das atividades complementares e a resolução.

Referência: BEDRAN, Bia. “A casa do Zé.” Disponível no CD: Jogos e brincadeiras na Educação Física – Prof. Bahiaiv

Materiais complementares:

Atividade complementar

Atividade Raio X

Resolução da Atividade complementar

Resolução do Raio X

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Sonia Antunes Caregnato

Mentor: Cibele Diogo Kimura

Especialista de área: Pricilla Cristina Mendes Cerqueira

Habilidade da BNCC

(EF02MA13) Esboçar roteiros a ser seguidos ou plantas de ambientes familiares, assinalando entradas, saídas e alguns pontos de referência.

Objetivos específicos

Construir plantas baixas de objetos e ambientes familiares a partir de diferentes pontos de referência.

Conceito-chave

Planta baixa.

Recursos necessários

  • Folha de papel A4 branca;
  • Figuras geométricas espaciais (cubo, pirâmide de base quadrada, bloco retangular, cilindro e cone);
  • Materiais recicláveis (caixinhas, rolo de papel higiênico, etc.);
  • Atividades impressas em folhas, coladas no caderno ou não.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes