10409
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Plano de aula - Relação entre as ordens numéricas

Plano de aula de Matemática com atividades para 2º ano do Fundamental sobre Compreender os princípios do sistema de numeração decimal: formação da centena e o valor posicional dos algarismos no número, relação entre as ordens que compõem o número.

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Eliane Barreto Maia Santos

ESTE É UM CONTEÚDO PARA O SAEB Ver Mais >
 

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Eliane Barreto Maia Santos  

Mentor: Carina Espirito Santo

Especialista de área: Luciana Maria Tenuta de Freitas

Habilidade da BNCC

(EF02MA01) Comparar e ordenar números naturais (até a ordem de centenas) pela compreensão de características do sistema de numeração decimal (valor posicional e função do zero).

Objetivos específicos

Compreender os princípios do sistema de numeração decimal: formação da centena (10 dezenas) e o valor posicional dos algarismos no número, relação entre as ordens que compõem o número.

Conceito-chave

Sistema de numeração decimal - ordens e classes

Recursos necessários

  • Lápis,
  • borracha,
  • folha com atividades.

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientação:

Peça que um aluno leia o texto do slide, depois pergunte à turma se compreenderam qual é o objetivo desta aula, pergunte se compreendem o termo “relação” entre as ordens.

Deixe que falem sobre suas impressões e conduza a conversa para que percebam que a aula trata da formação das centenas, pensando na formação das dezenas.

Propósito: Compreender o objetivo da aula.

Aquecimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientação:

Alunos devem estar organizados em duplas, de forma que uma criança possa ajudar a outra a avançar na aprendizagens.

Peça a uma criança que leia o primeiro parágrafo do texto do balão e pergunte à turma se se concordam com a afirmação.

Após a leitura do segundo parágrafo, peça que pensem na resposta da pergunta, se necessário podem fazer registros no caderno.

Discuta com a turma:

  • Se para formar 1 dezena precisamos de 10 flores, quantas preciso para formar 6 dezenas? E 9 dezenas?
  • Quando completamos 10 dezenas, quantas unidades temos? De que outra forma podemos chamar essa quantidade?

Propósito: Buscar as aprendizagens anteriores a favor desta aula sobre a formação das centenas.

Atividade principal select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 21 minutos (slides 4 - 7)

Orientação:

Alunos ainda devem estar organizados em duplas.

Peça às crianças que leiam o texto, uma criança por parágrafo, ou trecho, quando o parágrafo for longo.

Explique que o Brasil é um país muito grande com diversas paisagens, a aula apresenta a planta típica da Região Sul. Retome a vegetação típica da região dos alunos.

Após esta aula, proponha que pesquisem a lenda da gralha-azul, que justifica a presença da grande quantidade de araucárias na região.

Site com informações informações sobre as araucárias (redireciona para outro site que apresenta a história em forma de quadrinhos).

Vídeo contando a história da gralha azul.

Propósito: Contextualização para a atividade principal.

Materiais complementares para impressão:

Atividade para impressão

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Atividade principal select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 21 minutos (slides 4 - 7)

Orientação:

Alunos devem estar organizados em duplas.

Peça aos alunos que leiam o texto do slide para resolver as questões a seguir. Cada uma lê um trecho.

Explique que existem pinhas que podem ter 400 pinhões, em média.

Peça que deem sugestões para responder à última questão do texto: como descobrir a quantidade sem contagem de zero até centenas de pinhões?

Propósito: Contextualização para a atividade principal.

Materiais complementares para impressão:

Atividade para impressão

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Atividade principal select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 21 minutos (slides 4 - 7)

Orientação:

Alunos devem estar organizados em duplas.

Continue com a leitura do texto com cada criança lendo um trecho do texto do balão.

Pergunte o que acham da estratégia do Joaquim.

Pergunte se concordam com a afirmação de Marina, Ana e João sobre a quantidade de pinhões.

Discuta com a turma:

  • É possível saber quantos alunos tem nessa turma? Descubra.

Propósito: Refletir sobre a alternativa utilizada para somar os valores.

Materiais complementares para impressão:

Atividade para impressão

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Atividade principal select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 21 minutos (slides 4 - 7)

Orientação:

Alunos ainda organizados em duplas, devem resolver no primeiro momento sozinhos, depois compartilhar e comparar estratégias.

Para a representação dos copos, peça que ao invés de desenhar 10 pinhões, usem o número que representa a quantidade, assim, farão cálculo mental para a contagem.

Circule entre a mesas para observar se existem dificuldades ou dúvidas. Caso haja, organize o pensamento das crianças com perguntas, sem dar a resposta de imediato.

Perguntas que organizam o pensamento: “Os pinhões estão agrupados de 10 em 10, ou seja em dezenas, isso facilita a contagem?” “O que precisamos lembrar para contar de 10 em 10? Contar as dezenas facilita?”

Oriente que resolvam a questão D e E sozinhos para depois conversar com sua dupla, verificando se a quantidade total de pinhões é a mesma para as duas crianças.

Peça que façam estimativas da quantidade total, antes de fazer os cálculos. Pergunte: “Será que a quantidade de pinhões é próxima de 500? Por quê?”

Discuta com a turma:

  • É possível saber quantos alunos tem nessa turma? Descubra.

Propósito: Refletir sobre a alternativa utilizada para somar os valores.

Materiais complementares para impressão:

Atividade para impressão

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Painel de soluções select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientação:

A crianças ainda devem estar organizadas em duplas.

Converse sobre a questão b: a relação entre o 6 e o 60, 8 e 80, 9 e 90.

Retome a representação dos copos, peça que contem de 10 em 10, explique que essa contagem com os agrupamentos facilita a contagem e evita que o problema de se perdem na contagem aconteça.

Pergunte se concordam com a afirmação de Marina, Ana e João sobre a quantidade de pinhões.

Para que as crianças se apropriem da grafia correta dos números, é interessante construir antecipadamente um quadro com os números e sua escrita por extenso. Coloque as unidades, depois somente as dezenas e aS centenas exatas para que possam consultar e escrever corretamente.

A questão mais desafiadora é a questão D, que pede para calcular o total de pinhões coletados pela turma, peça que alguém ou uma dupla venha ao quadro para mostrar como pensou para resolver, registrando os cálculos. Não precisa ser uma operação com algoritmo usual (a conta armada), basta que mostre as estratégias de cálculo, as etapas do cálculo mental: 80 + 60 + 90 + 70 + 70 =

Pergunte se alguém encontrou resultado diferente, convide-o a ir ao quadro socializar a estratégia e peça a turma que analise qual resposta está correta e justificar. Nesse momento é possível identificar a origem do erro. Explique que não tem problema errar, que o importante é fazer e aprender com a experiência.

Pergunte se alguém fez diferente, se encontrou o mesmo resultado, mas utilizou outra estratégia, peça que mostre para a turma.

Quando o resultado já estiver definido e validado pela turma, trabalhar com a quantidade de dezenas e centenas dele (questão E), perguntando “Como fizeram para definir a quantidade de centenas e dezenas contidas no total de pinhões? Quem que contar como pensou?”

Discuta com a turma:

  • Quantas formas de resolver as situações podemos encontrar? Existe uma única resposta correta? (Conversar sobre a diversidades de estratégias válidas para resolver uma mesma pergunta).

Propósito: Socializar e discutir as diferentes estratégias utilizadas pelos alunos para compará-las e aprimorar o cálculo mental.

Materiais complementares:

Atividade para imprimir.

Atividade com as respostas.

Sistematização do Conceito select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientação:

Converse sobre a importância do cálculo mental nesta atividade, que os agrupamentos em dezenas facilita muito o trabalho.

Retome a formação da centena, pensando na formação das dezenas, pergunte “Quais valores podemos somar para formar 10?” (2 + 8, 3+ 7, 4 + 6 , 5 + 5) e relacione com 20 + 80 = 100, 30 + 70 = 100…

Promover o registro dessas operações em cartazes para compor o mural da sala com o título “valores que formam a dezena”, valores que formam a centena”. Esse material ajuda a formar o arcabouço de cálculo mental das crianças. Peça que formem grupos para construir os cartazes, pode ser em outra aula.

Discuta com a turma:

  • Que estratégia ajudou na hora de somar os valores parciais? (Perguntar quem quer mostrar, anotar no quadro a fala desse(a) aluno(a) ou pedir que ele mesmo anote.)

Propósito: Sistematizar o conceito matemático de composição de números.

Encerramento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientação:

sto: 3 minutos.

Orientação:

Elabore coletivamente um pequeno texto (uma frase que sintetize a ideia) sobre como proceder ao compor valores.

Lance a pergunta: “O que facilita quando vamos representar números maiores do que 100?” Ouça o que os estudantes aprenderam, então pergunte “O que eu devo escrever aqui no quadro então? “O que fica melhor na frase? Vamos decidir o que devo escrever e só depois vocês farão o registro no caderno!”. Ao terminar o registro no quadro, peça que uma criança leia e pergunte se alguém sugere alterações.

Observe se é necessário fazer alguma intervenção e explicar, se estiver tudo certo, peça que escrevam em seus cadernos. Enquanto os alunos escrevem, copie o texto no papel kraft e deixe registrado no mural da sala para ser retomado sempre que necessário ao longo do ano.

Propósito: Compreender a formação dos números de 3 ordens e comparar valores.

Raio x select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos (slides 11 - 13)

Orientação:

sto: 7 minutos

Orientação:

Solicite aos alunos que resolvam a atividade individualmente

Propósito: Compreender que existem diversas maneiras de representação de um valor.

Materiais Complementares:

Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Raio x select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos (slides 11 - 13)

Orientação:

sto: 7 minutos

Orientação:

Solicite aos alunos que resolvam a atividade individualmente

Propósito: Compreender que existem diversas maneiras de representação de um valor.

Materiais Complementares:

Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Raio x select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos (slides 11 - 13)

Orientação:

sto: 7 minutos

Orientação:

Solicite aos alunos que resolvam a atividade individualmente

Propósito: Compreender que existem diversas maneiras de representação de um valor.

Materiais Complementares:

Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientação:

Peça que um aluno leia o texto do slide, depois pergunte à turma se compreenderam qual é o objetivo desta aula, pergunte se compreendem o termo “relação” entre as ordens.

Deixe que falem sobre suas impressões e conduza a conversa para que percebam que a aula trata da formação das centenas, pensando na formação das dezenas.

Propósito: Compreender o objetivo da aula.


Este plano de aula foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Eliane Barreto Maia Santos  

Mentor: Carina Espirito Santo

Especialista de área: Luciana Maria Tenuta de Freitas

Habilidade da BNCC

(EF02MA01) Comparar e ordenar números naturais (até a ordem de centenas) pela compreensão de características do sistema de numeração decimal (valor posicional e função do zero).

Objetivos específicos

Compreender os princípios do sistema de numeração decimal: formação da centena (10 dezenas) e o valor posicional dos algarismos no número, relação entre as ordens que compõem o número.

Conceito-chave

Sistema de numeração decimal - ordens e classes

Recursos necessários

  • Lápis,
  • borracha,
  • folha com atividades.
Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos

Orientação:

Alunos devem estar organizados em duplas, de forma que uma criança possa ajudar a outra a avançar na aprendizagens.

Peça a uma criança que leia o primeiro parágrafo do texto do balão e pergunte à turma se se concordam com a afirmação.

Após a leitura do segundo parágrafo, peça que pensem na resposta da pergunta, se necessário podem fazer registros no caderno.

Discuta com a turma:

  • Se para formar 1 dezena precisamos de 10 flores, quantas preciso para formar 6 dezenas? E 9 dezenas?
  • Quando completamos 10 dezenas, quantas unidades temos? De que outra forma podemos chamar essa quantidade?

Propósito: Buscar as aprendizagens anteriores a favor desta aula sobre a formação das centenas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 21 minutos (slides 4 - 7)

Orientação:

Alunos ainda devem estar organizados em duplas.

Peça às crianças que leiam o texto, uma criança por parágrafo, ou trecho, quando o parágrafo for longo.

Explique que o Brasil é um país muito grande com diversas paisagens, a aula apresenta a planta típica da Região Sul. Retome a vegetação típica da região dos alunos.

Após esta aula, proponha que pesquisem a lenda da gralha-azul, que justifica a presença da grande quantidade de araucárias na região.

Site com informações informações sobre as araucárias (redireciona para outro site que apresenta a história em forma de quadrinhos).

Vídeo contando a história da gralha azul.

Propósito: Contextualização para a atividade principal.

Materiais complementares para impressão:

Atividade para impressão

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 21 minutos (slides 4 - 7)

Orientação:

Alunos devem estar organizados em duplas.

Peça aos alunos que leiam o texto do slide para resolver as questões a seguir. Cada uma lê um trecho.

Explique que existem pinhas que podem ter 400 pinhões, em média.

Peça que deem sugestões para responder à última questão do texto: como descobrir a quantidade sem contagem de zero até centenas de pinhões?

Propósito: Contextualização para a atividade principal.

Materiais complementares para impressão:

Atividade para impressão

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 21 minutos (slides 4 - 7)

Orientação:

Alunos devem estar organizados em duplas.

Continue com a leitura do texto com cada criança lendo um trecho do texto do balão.

Pergunte o que acham da estratégia do Joaquim.

Pergunte se concordam com a afirmação de Marina, Ana e João sobre a quantidade de pinhões.

Discuta com a turma:

  • É possível saber quantos alunos tem nessa turma? Descubra.

Propósito: Refletir sobre a alternativa utilizada para somar os valores.

Materiais complementares para impressão:

Atividade para impressão

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 21 minutos (slides 4 - 7)

Orientação:

Alunos ainda organizados em duplas, devem resolver no primeiro momento sozinhos, depois compartilhar e comparar estratégias.

Para a representação dos copos, peça que ao invés de desenhar 10 pinhões, usem o número que representa a quantidade, assim, farão cálculo mental para a contagem.

Circule entre a mesas para observar se existem dificuldades ou dúvidas. Caso haja, organize o pensamento das crianças com perguntas, sem dar a resposta de imediato.

Perguntas que organizam o pensamento: “Os pinhões estão agrupados de 10 em 10, ou seja em dezenas, isso facilita a contagem?” “O que precisamos lembrar para contar de 10 em 10? Contar as dezenas facilita?”

Oriente que resolvam a questão D e E sozinhos para depois conversar com sua dupla, verificando se a quantidade total de pinhões é a mesma para as duas crianças.

Peça que façam estimativas da quantidade total, antes de fazer os cálculos. Pergunte: “Será que a quantidade de pinhões é próxima de 500? Por quê?”

Discuta com a turma:

  • É possível saber quantos alunos tem nessa turma? Descubra.

Propósito: Refletir sobre a alternativa utilizada para somar os valores.

Materiais complementares para impressão:

Atividade para impressão

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 12 minutos

Orientação:

A crianças ainda devem estar organizadas em duplas.

Converse sobre a questão b: a relação entre o 6 e o 60, 8 e 80, 9 e 90.

Retome a representação dos copos, peça que contem de 10 em 10, explique que essa contagem com os agrupamentos facilita a contagem e evita que o problema de se perdem na contagem aconteça.

Pergunte se concordam com a afirmação de Marina, Ana e João sobre a quantidade de pinhões.

Para que as crianças se apropriem da grafia correta dos números, é interessante construir antecipadamente um quadro com os números e sua escrita por extenso. Coloque as unidades, depois somente as dezenas e aS centenas exatas para que possam consultar e escrever corretamente.

A questão mais desafiadora é a questão D, que pede para calcular o total de pinhões coletados pela turma, peça que alguém ou uma dupla venha ao quadro para mostrar como pensou para resolver, registrando os cálculos. Não precisa ser uma operação com algoritmo usual (a conta armada), basta que mostre as estratégias de cálculo, as etapas do cálculo mental: 80 + 60 + 90 + 70 + 70 =

Pergunte se alguém encontrou resultado diferente, convide-o a ir ao quadro socializar a estratégia e peça a turma que analise qual resposta está correta e justificar. Nesse momento é possível identificar a origem do erro. Explique que não tem problema errar, que o importante é fazer e aprender com a experiência.

Pergunte se alguém fez diferente, se encontrou o mesmo resultado, mas utilizou outra estratégia, peça que mostre para a turma.

Quando o resultado já estiver definido e validado pela turma, trabalhar com a quantidade de dezenas e centenas dele (questão E), perguntando “Como fizeram para definir a quantidade de centenas e dezenas contidas no total de pinhões? Quem que contar como pensou?”

Discuta com a turma:

  • Quantas formas de resolver as situações podemos encontrar? Existe uma única resposta correta? (Conversar sobre a diversidades de estratégias válidas para resolver uma mesma pergunta).

Propósito: Socializar e discutir as diferentes estratégias utilizadas pelos alunos para compará-las e aprimorar o cálculo mental.

Materiais complementares:

Atividade para imprimir.

Atividade com as respostas.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientação:

Converse sobre a importância do cálculo mental nesta atividade, que os agrupamentos em dezenas facilita muito o trabalho.

Retome a formação da centena, pensando na formação das dezenas, pergunte “Quais valores podemos somar para formar 10?” (2 + 8, 3+ 7, 4 + 6 , 5 + 5) e relacione com 20 + 80 = 100, 30 + 70 = 100…

Promover o registro dessas operações em cartazes para compor o mural da sala com o título “valores que formam a dezena”, valores que formam a centena”. Esse material ajuda a formar o arcabouço de cálculo mental das crianças. Peça que formem grupos para construir os cartazes, pode ser em outra aula.

Discuta com a turma:

  • Que estratégia ajudou na hora de somar os valores parciais? (Perguntar quem quer mostrar, anotar no quadro a fala desse(a) aluno(a) ou pedir que ele mesmo anote.)

Propósito: Sistematizar o conceito matemático de composição de números.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientação:

sto: 3 minutos.

Orientação:

Elabore coletivamente um pequeno texto (uma frase que sintetize a ideia) sobre como proceder ao compor valores.

Lance a pergunta: “O que facilita quando vamos representar números maiores do que 100?” Ouça o que os estudantes aprenderam, então pergunte “O que eu devo escrever aqui no quadro então? “O que fica melhor na frase? Vamos decidir o que devo escrever e só depois vocês farão o registro no caderno!”. Ao terminar o registro no quadro, peça que uma criança leia e pergunte se alguém sugere alterações.

Observe se é necessário fazer alguma intervenção e explicar, se estiver tudo certo, peça que escrevam em seus cadernos. Enquanto os alunos escrevem, copie o texto no papel kraft e deixe registrado no mural da sala para ser retomado sempre que necessário ao longo do ano.

Propósito: Compreender a formação dos números de 3 ordens e comparar valores.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos (slides 11 - 13)

Orientação:

sto: 7 minutos

Orientação:

Solicite aos alunos que resolvam a atividade individualmente

Propósito: Compreender que existem diversas maneiras de representação de um valor.

Materiais Complementares:

Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos (slides 11 - 13)

Orientação:

sto: 7 minutos

Orientação:

Solicite aos alunos que resolvam a atividade individualmente

Propósito: Compreender que existem diversas maneiras de representação de um valor.

Materiais Complementares:

Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos (slides 11 - 13)

Orientação:

sto: 7 minutos

Orientação:

Solicite aos alunos que resolvam a atividade individualmente

Propósito: Compreender que existem diversas maneiras de representação de um valor.

Materiais Complementares:

Raio X

Resolução do raio x

Atividade complementar

Resolução da atividade complementar

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Números do 2º ano :

Com o plano de aula sobre números, os alunos aprendem leitura, escrita e comparação de números de até três algarismos, utilização de contagens de 2 em 2, 5 em 5 e 10 em 10 no cálculo mental de adição e subtração, criação de estratégias pessoais e uso de algoritmos para cálculo e resolução de problemas envolvendo adição, subtração e multiplicação por 2 e 3, dobro e triplo, metade, terça parte e representação na reta numerada.

MAIS AULAS DE Matemática do 2º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF02MA03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF02MA04 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF02MA01 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF02MA02 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Curso relacionado ao Plano

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Matemática

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano