15952
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 7º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Experienciando a assonância e aliteração

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 7º ano do Ensino Fundamental sobre trabalhar as figuras de linguagem sonora para perceber como elas colaboram para a sinestesia dos poemas.

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Marianna Zaroni Parro

Sugestão de adaptação para ensino remoto

Recursos indicado
Necessários: mídias de comunicação e interação (WhatsApp ou e-mail) para envio das orientações e das sugestões das atividades de produção textual. Escolha o modo mais acessível aos estudantes e às famílias.
Como se trata de uma sequência que trabalha com a oralidade e discussões, sugerimos que utilize ferramentas que propiciem a interação em encontros síncronos. Procure o mais adequado para a sua turma: para pequenos grupos de até 4 pessoas  WhatsApp; até 6 pessoas  Instagram; até 50 pessoas  Facebook Messenger ou Skype (versão gratuita). Saiba mais no artigo disponível aqui.
Padlet (tutorial disponível aqui).
Flippity (tutorial disponível aqui) para games e sorteios de grupos em roleta.

Opcionais: canais para aulas online, como Google Meet (tutorial disponível aqui) ou Zoom (tutorial disponível aqui).

Observações gerais
O estudo do gênero poema solicita ainda mais as habilidades de escuta compreensiva e mais atenção à oralidade e à prosódia, as quais envolvem aspectos como entonação, tonicidade e pronúncia no uso da língua. Esses aspectos implicam na melodia e no ritmo empregados para os efeitos de sentidos pretendidos e indicados na declamação dos poemas. Sendo assim, indicamos sobretudo o uso de podcast e vídeo para as interações e envio de atividades entre professores e estudantes, nesta sequência de 15 planos dedicados ao gênero.

Introdução: Trava-línguas
Sugerimos que você inicie esta adaptação fazendo a atividade de trava-línguas da introdução do plano original como uma atividade preparatória para a aula. Envie um áudio ou um vídeo aos estudantes, alguns dias antes da data da aula, com orientações para que se lembrem dos trava-línguas, ou apresente alguns exemplos a eles. Solicite que acessem o link indicado no plano original e escolham um dos trava-línguas para decorar, treinar e apresentar à turma, na data marcada para a aula seguinte. Informe que o objetivo dessa atividade é despertar a atenção deles para a sonoridade da língua, aspecto essencial para o estudo de poemas. Siga as orientações para o professor no slide 1 da introdução, no plano original.

Desenvolvimento: A onda – Manuel Bandeira
Tendo em vista o momento do ER, que solicita orientações e períodos mais breves nas diferentes etapas da aula, suprimimos algumas atividades do plano original. Além disso, sugerimos que, se possível, utilize uma ferramenta síncrona para esta etapa da aula (veja indicações no início desta adaptação e escolha aquela que atender melhor a sua turma). O desenvolvimento deve se iniciar com a apresentação dos trava-línguas pelos estudantes, na ferramenta escolhida. Nesse momento, explore os aspectos de repetição de sons, um mesmo som que tem diferentes grafias e uma mesma grafia que tem diferentes sons, para que os estudantes utilizem esses conhecimentos nas próximas atividades. Faça um sorteio para a apresentação (para isso, indicamos o Flippity) e solicite a quem não se apresentou que grave e envie a declamação em vídeo para você compartilhar com a turma depois.

Em seguida, apresente vídeos que mostrem o movimento e o som de ondas do mar quebrando na praia. Procure diferentes ondas, diferentes sons. Você pode explorar nesse momento quem já foi à praia, por exemplo. Solicite que, em alguns momentos, eles fechem os olhos e estejam atentos apenas ao som. Em seguida, leia o poema A onda, de Manuel Bandeira, disponível aqui, dando ênfase à sonoridade e ao ritmo que recuperam o que eles ouviram. Pergunte se algum estudante também gostaria de ler poema, atento ao ritmo e à sonoridade.

Siga as orientações ao professor que estão no slide 2 do desenvolvimento do plano original (suprimimos a atividade do slide 1), chamando a atenção deles para a sonoridade e o movimento que o som traz para o poema. Mostre também as imagens do poema: uma representação gráfica diferente, como poesia concreta, disponível aqui, e na diagramação de uma publicação antiga da obra de Manuel Bandeira, disponível aqui. Solicite que observem a forma como o poema aparece na página do livro, no sentido vertical, traçando o movimento irregular da onda ao chegar à praia.

Em seguida, comunique que as próximas atividades serão realizadas em duplas ou trios. Escolha a forma de montá-las mais adequada para a sua turma (caso queira sorteá-las, indicamos o Flippity). A atividade que desse momento está descrita no slide 4 do desenvolvimento do plano original. Os poemas a analisar estão em materiais complementares. Lembre-se de ampliar o tempo para realização da tarefa, tendo em vista o ER. Estabeleça um horário para que todos se reúnam no coletivo e mantenha-se em contato com as duplas para tirar dúvidas. Informe que eles apresentarão suas análises dos poemas.

Fechamento: Assonância e Aliteração
Nesta etapa, retome o que foi solicitado na atividade e convoque as duplas/trios para apresentarem o que analisaram. À medida que forem apresentando, devem postar as análises no Padlet, em espaços previamente preparados por você para recebê-las. Chame quantas duplas/trios achar necessários para a troca; não é preciso que todos se apresentem (dependendo do número de estudantes da turma, poderá ficar cansativo). Você poderá avaliar todas as respostas no Padlet depois, bem como deixar devolutivas. Durante as apresentações, vá tecendo os comentários de acordo com as orientações ao professor do plano original.

Na conclusão desta etapa, apresente o slide do fechamento do plano original e as figuras de linguagem assonância e aliteração. Solicite que anotem a definição desses dois conceitos para usá-los em outras análises e em outras aulas. Sugerimos que utilize o que está proposto no desenvolvimento do plano original LPO7_06SQA06 como uma tarefa casa em que poderão aplicar o que aprenderam nesta aula. Adapte as orientações ali presentes para uma atividade, utilize os poemas que estão em material complementar e marque uma data para fazer uma devolutiva síncrona, coletiva, ou use o Padlet para publicação de suas devolutivas. É importante também que compartilhe com eles o gabarito para que possam fazer a correção da atividade.

Convite às famílias
É importante que as famílias sejam informadas que os estudantes continuam a sequência de aulas que envolve o gênero poema. Convide os familiares a acompanharem as etapas desta aula, informando-os que os alunos devem escolher e ensaiar a fala de um trava-línguas para apresentarem na aula. Solicite que, se algum familiar conhecer trava-línguas, compartilhe com o filho seus conhecimentos, informações ou vivências. É interessante também, se possível, gravar o aluno falando o trava-línguas para que ele mesmo se ouça e vá aperfeiçoando a fala dos sons repetidos.

Conte como essa troca e momentos de estudo compartilhados com a família é motivadora para os estudantes e incentive-os a compartilhar com a turma e com o professor o que aprenderam em família, nos momentos de aula síncrona (em que estão todos juntos, conectados). Além disso, informe-os que os estudantes vão precisar trabalhar colaborativamente, com os parceiros das duplas/trios, em alguns momentos desta aula. É preciso, então, que reservem o horário da aula para que os estudantes não se atrapalhem com a dinâmica da casa, possam fazer uso do celular e internet etc. Informe ainda se haverá sequência dessas atividades relativas ao gênero poema. Nesse caso, adiante-se e faça um cronograma para que todos possam se organizar e auxiliar os estudantes.

Sugestão Enviada Por: Silvia Albert


Código: LPO7_06SQA06

(EF69LP54) Analisar os efeitos de sentido decorrentes da interação entre os elementos linguísticos e os recursos paralinguísticos e cinésicos, como as variações no ritmo, as modulações no tom de voz, as pausas, as manipulações do estrato sonoro da linguagem, obtidos por meio da estrofação, das rimas e de figuras de linguagem como as aliterações, as assonâncias, as onomatopeias, dentre outras, a postura corporal e a gestualidade, na declamação de poemas, apresentações musicais e teatrais, tanto em gêneros em prosa quanto nos gêneros poéticos, os efeitos de sentido decorrentes do emprego de figuras de linguagem, tais como comparação, metáfora, personificação, metonímia, hipérbole, eufemismo, ironia, paradoxo e antítese e os efeitos de sentido decorrentes do emprego de palavras e expressões denotativas e conotativas (adjetivos, locuções adjetivas, orações subordinadas adjetivas etc.), que funcionam como modificadores, percebendo sua função na caracterização dos espaços, tempos, personagens e ações próprios de cada gênero narrativo.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 7º ano:

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 7º ano:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas