15120
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Os traços marcantes da dança

Nesta atividade, as crianças pintam tecidos com os pés ao dançar no ritmo de diferentes músicas.

Plano 02 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Josiane Souza do Porto

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Conhecendo diferentes ritmos musicais

Os traços marcantes da dança

Dançando como as águas

Passe a dança

Planejando uma apresentação de dança

A atividade propõe que as crianças dancem e façam marcações gráficas dessa dança, a partir do convite que o ritmo faz ao corpo. Nesta atividade, sugerimos que elas apreciem dois vídeos. Para tal, organize-os com antecedência para o seu grupo. Observe a necessidade de combinar com os familiares que neste dia as crianças tragam roupa de banho, para poderem vivenciar a proposta. Para apoiar sua escolha musical, preparamos uma coletânea especial para você. Nela, estabelecemos ritmos diversos, com o intuito de ampliar o repertório dos pequenos, bem como as possibilidades de movimentos corporais diversos. Acesse a playlist aqui e se inspire para entrar na dança com o seu grupo.

Materiais:

Organize dois tecidos de quatro metros cada um. Sugerimos a utilização de algodão cru. Caso prefira, você pode utilizar papéis em substituição ao tecido, contudo, observe a espessura deles para que as crianças, ao dançarem, não os rasguem. Separe algumas tintas guaches e cerca de 12 bacias ou bandejas plásticas que permitam às crianças molhar os pés. Aparelho de som e as músicas que selecionou. Separe também um equipamento digital para você registrar vídeos e fotografias das vivências da turma. Organize ainda um projetor de imagem e áudio para reproduzir os vídeos sugeridos para a proposta. Acesse o vídeo 1 e o vídeo 2.

Espaços:

Organize um espaço para a apreciação dos vídeos e para uma conversa inicial com as crianças. Preveja que a continuidade da atividade ocorrerá em um espaço externo. Assim, busque um local amplo e forre um dos tecidos no chão e outro na parede, prendendo-o com fita adesiva. Disponha as bandejas com as tintas guaches nas laterais e abaixo de cada tecido, organizando cerca de seis bandejas para cada uma. Aqui há um exemplo de como você poderá organizar o material. Caso seu espaço não seja amplo, considere realizar a proposta com a turma dividida em dois grupos. Sendo assim, prepare dois ambientes em um mesmo lugar: a atividade com a música e outra que os pequenos consigam realizar com autonomia. Assim, enquanto um grupo vivencia esta proposta, o outro estará engajado na outra vivência. Depois, basta fazer a troca de atividades entre os grupos.

Se sua escola tiver disponível na área externa uma ducha ou uma mangueira, aproveite para organizar a atividade nesse espaço, de modo que as crianças possam, após a pintura, vivenciar brincadeiras com água e se lavar ao mesmo tempo.

Tempo sugerido:

Aproximadamente uma hora e 20 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

Como as crianças se envolveram com a proposta de registrar traços ao dançar? Que sentimentos revelaram? Como revelavam as sensações decorrentes da brincadeira?

Que estratégias buscavam para movimentarem-se de maneira adequada, respeitando o espaço e os pares?

O que evidenciava que as crianças estavam atentas às variações da qualidade sonora? Como faziam suas marcas? Elas mudavam em espessura e volume, conforme a variação sonora?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Oportunize que as crianças se expressem de variadas maneiras, mesmo que o convite seja para uma expressão corporal, respeite os pequenos que, em um primeiro momento, preferem observar e engaje-os a contar suas percepções do que foi apreciado por eles.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Reúna-se com as crianças no espaço que você preparou para elas apreciarem o vídeo e conte que hoje você separou um momento do dia para que façam uma investigação divertida. Diga que irão descobrir como são os desenhos da dança. Instigue-as a pensar como podem traçar essa investigação.

Após esse diálogo, conte que alguns artistas fazem essas investigações e compõem lindas obras de artes. Comente que, como exemplos, você trouxe dois vídeo de artistas que enquanto dançam, fazem marcas de seus passos com tintas. Em seguida, convide o grupo para apreciá-los.

Após a apreciação dos vídeos, investigue junto ao grupo as impressões acerca do que observaram. Em seguida, conte a proposta da atividade, dizendo que preparou na área externa um espaço para que dancem e registrem os passos da dança com tinta.


2

Em seguida, conte para as crianças que para essa vivência elas serão organizadas em dois grupos: um utilizará o tecido que está no chão e outro o que está fixado na parede. Diga que o desafio é que, dançando a música, elas façam marcas gráficas da dança, utilizando as tintas que estão nas bandejas próximas aos tecidos. Neste momento, instigue o grupo a refletir se as marcas serão as mesmas se uma música for agitada e outra lenta, por exemplo. Caso elas digam que serão diferentes, questione os motivos da diferenciação. Em seguida, faça alguns acordos com as crianças, definindo o tempo da atividade e como elas irão se movimentar para retirar o excesso de tinta do corpo, por exemplo. Observe que este é um acordo a ser feito considerando a realidade e as possibilidades de sua escola e do grupo. Após os acordos, convide as crianças para irem até o espaço que você preparou.


3

Ao chegarem no espaço, convide as crianças para que, antes de utilizar as tintas, dancem a música escolhida por você, percebendo os ritmos, as alterações, se há mudanças que sugerem movimentos. Em seguida, organize-as nos dois grupos e convide-as a dançar e deixar suas marcas, reproduzindo a canção escolhida. Observe que quanto mais rica em ritmo a música for, maiores serão as possibilidades de as crianças construírem percepções acerca dos movimentos corporais e dos registros que farão. Para essa atividade, sugerimos Storm, de Vilvaldi.


4

Enquanto as crianças dançam e fazem os registros de seus passos, observe quais relações estão estabelecendo. Atente-se para como fazem suas marcas, se observam a alteração da música e a associam à mudança ou à adaptação do movimento corporal, se quando a música sugere um aumento no volume, as crianças fazem marcas no alto do tecido, se ao observarem o violino, sugerem traços em zig zag, por exemplo. Considere fazer registros fotográficos e em vídeos das manifestações das crianças.


5

Após a primeira música, considere reproduzir outro ritmo convidativo e potente para o grupo. Sugerimos uma música tradicional chinesa. Enquanto as crianças dançam, observe como a nova música as convida para criar novos passos e marcas. Investigue como estão acolhendo o ritmo. Se para essa canção fazem movimentos leves, rápidos, longos ou curtos. Se criam narrativas em suas danças, por exemplo, se percorrem um caminho. Continue a fazer os registros das relações que as crianças estão estabelecendo na proposta.

Observe o tempo acordado para atividade, e conforme combinaram, quando faltarem cerca de 30 segundos, vá abaixando a música lentamente, até silenciar totalmente seu volume. Em seguida, convide as crianças, para que se distanciem um pouco dos tecidos e apreciem as marcas deixadas. Considere registrar esse momento, observando como se depararam e se surpreenderam com as criações.


6

Após um período de apreciação, combine com as crianças que, agora, elas irão retirar o excesso de tinta do corpo, enquanto as obras de arte secam. Diga que em outro momento vocês observarão os vídeos e as fotografias que você fez e que também conversarão sobre a vivência.

Organize a forma como combinou com as crianças para esse momento e apoie-as durante o processo. Caso tenha escolhido dar continuidade à rotina promovendo brincadeiras com água, aproveite para que esse momento seja dançante também, utilizando a playlist que preparamos para você.


Para finalizar:

Após terem organizado o espaço, convide as crianças para vivenciar a próxima atividade do dia.

Desdobramentos

Após a pintura dos tecidos você pode propor uma exposição desse material. Planeje com a turma qual espaço será utilizado para a exposição e de que modo organizarão os tecidos. Discutam sobre a possibilidade de apresentarem junto das pinturas, as fotografias e os vídeos da vivência. Criem possíveis títulos para a mostra e maneiras de convidar as famílias e as demais turmas da escola para realizarem uma visita a ela. Também é possível repetir esta proposta de dança e de produção gráfica utilizando outros materiais, diferentes das tintas, como canetas, canetinhas, giz de cera e de lousa, giz pastel etc.

Engajando as famílias

Utilize a filmagem que você fez das crianças no momento da vivência e planeje projetar o registro para as famílias nos momentos de entrada e saída da escola. Perto do local da projeção, elabore um mural com as fotografias que tirou delas enquanto apreciavam os tecidos e prepare também um pequeno texto que contextualiza a atividade. Disponha a projeção e o mural em um local de circulação comum às crianças e às famílias e convide todos para visitar o espaço.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses) :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03TS03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03CG01 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI03CG02 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano