14788
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Educação Infantil > Creche - Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Atividade - Brincadeiras com cordas

Nesta atividade, as crianças explorarão diversos movimentos (como saltar, agachar, correr) para brincar com cordas de diversas maneiras.

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Adamari Rodolfo Depetris

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para a realização dessa atividade será necessário o auxílio de um outro profissional que esteja disponível no dia.

Materiais:

Cordas de diferentes tamanhos e texturas, que possam ser encontradas pela escola ou providenciadas antecipadamente.

Brinquedos para os cantos de atividades: bonecas, carrinhos, livros, jogos, dentre outros.

Material para registro e observação: Câmera, caneta, papel.

Papel para convite: sulfite A3 e canetinha.

Espaços:

A atividade se iniciará em sala, com uma roda de conversa. Depois, as crianças se deslocarão até um pátio ou uma área externa para dar continuidade à proposta.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 50 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. De que forma as crianças interagem umas com as outras, seja ajudando, conversando, imitando etc?

2. Que movimentos elas escolhem para se locomover e superar desafios?

3. Como as crianças resolvem os conflitos na brincadeira, levantando hipóteses sobre como superá-los?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada criança ou do grupo. Auxilie as crianças que demonstram timidez ou alguma outra necessidade, incentivando-as a superar limites. Perceba as reações delas, para além da linguagem oral. Incentive que elas se apoiem mutuamente quando alguma precisar de ajuda para fazer os movimentos que a atividade pede, mas esteja atento para a auxiliar e oferecer o seu apoio, se necessário.

O que fazer durante?

ilustracao

1

Convide o grande grupo para sentar em roda na sala e conversar sobre a próxima atividade. Mostre as cordas para as crianças e deixe que as manipulem livremente, tocando, sentindo a textura delas, percebendo tamanhos e características.Conte que a atividade do dia será com elas e deixe que levantem hipóteses sobre o que irão fazer. Preste atenção nas ideias e nas falas das crianças. Elas serão problematizadas depois, durante a atividade.


2

Instigue as crianças a perceber que a corda se parece com um animal e deixe que discutam sobre qual seria ele. Problematize, usando as falas das crianças sobre o que poderia ser a atividade. Considere as possibilidades delas, escute-as atentamente, valorize as hipóteses, respeitando a cultura e realidade delas. Quando descobrirem que a corda se parece com uma cobra, sugira que as crianças imitem o animal, fazendo barulho e rastejando pelo chão da sala.

Possíveis falas e ações das crianças neste momento: Uma criança pega a corda, a manipula e a mostra para o amigo ao lado. O amigo olha para ela e diz: Ui, cuidado, é uma cobra! Os dois riem e passam a imaginar que a corda é, na verdade, uma cobra. Eles imitam o movimento dela, se rastejando pelo chão.


3

Peça a ajuda de um outro profissional que esteja disponível para te auxiliar na atividade. Leve todo o grupo para a área externa ou para um pátio coberto, no qual a realização da atividade possa se dar de forma mais livre. Leve materiais e brinquedos e monte junto com elas, nesse espaço, alguns cantos, de acordo com a escolha das crianças, como de leitura, jogos e carrinhos, para elas brincarem enquanto você conduz a atividade em pequenos grupos com os demais.


4

Enquanto elas brincam nos cantos, convide um pequeno grupo para a atividade com a corda. Sugira que as crianças escolham pares para brincar, e lembre-as de que todas irão participar, ao seu tempo, de que, enquanto isso, elas podem brincar com os cantos que montaram. Crie um ambiente de imaginação e fantasia ao contar que a corda se transformou em uma cobra e que elas não podem mais encostar nela. Então, juntamente com o outro profissional, segure as pontas da corda, no chão, e comece a mexê-la. Enquanto isso, desafie as crianças a passarem para o outro lado sem encostar na cobra.

Possíveis falas do professor neste momento: Enquanto vocês brincam, vou chamar alguns colegas para fazer a atividade. Quem quer vir primeiro? Escolha seus amigos para vir junto com você! Cuidado com a cobra! Não podemos encostar nela, se não ela pica a gente! Quem vai ter coragem de passar para o outro lado sem encostar nela? Vamos ver quem consegue?


5

Ainda segurando as pontas da corda, comece a variar a altura dela, sempre contando com a ajuda do outro profissional, desafiando as crianças a perceber se devem saltar ou rastejar para não encostarem nela e passarem para o outro lado. Fale constantemente para terem cuidado com a cobra. Varie as cordas para que as crianças tenham a experiência com cordas de diferentes tamanhos e texturas. Caso alguma delas tenha dificuldade em pular, agachar, ou fazer outros movimentos, sugira que os próprios colegas a ajudem ou, caso não seja possível, peça para uma outra criança segurar a corda enquanto você auxilia aquela que necessita do seu apoio.

Possíveis falas do professor neste momento: E agora, como vão passar sem encostar na cobra? Vocês preferem passar por cima ou por baixo? Qual forma é a melhor?


6

Peça para que as crianças retirem os calçados. Coloque as cordas no chão para que, descalças, elas possam andar em cima delas, tentando se equilibrar, sentindo melhor as texturas e dimensões. As cordas podem ser arrumadas como cobras com curvas sinuosas. Não se esqueça de instigar a fantasia e imaginação que elas estão vivenciando na atividade. Uma sugestão para isso é que você convide-as para passar por cima da cobra, para que ela não se mexa e, assim, percebam que elas são mais fortes.


7

Repita a atividade até que todas as crianças tenham participado dela. Incentive aquelas que quiserem ficar brincando nos cantos a também participar, mas respeite o tempo delas. Pode ser que algumas não queiram fazer a atividade no início, mas depois, ao verem as outras, se sintam estimuladas a participar também.


8

Deixe a corda no chão para que as crianças brinquem livremente, explorando-a. É provável que elas tentem imitar a forma como você estava segurando-a e tentem queiram brincar com os colegas, sendo eles responsáveis por definir os movimentos e a posição da corda. Aproveite para observá-los e fazer registros que achar pertinente. Mantenha-se sempre atento às brincadeiras que estão sendo criadas, evitando assim qualquer tipo de situação indesejável.


Para finalizar:

Avise as crianças que você irá guardar a corda e passar para a próxima atividade. Peça a ajuda delas para organizar o espaço. Enquanto elas arrumam, cante músicas do cancioneiro infantil para tornar a tarefa mais divertida.

Desdobramentos

Você pode repetir a atividade em um momento de integração com outras turmas, estimulando a interação de crianças de diferentes faixas etárias. Peça para os maiores segurarem a corda e fazerem os desafios aos menores. A atividade também pode ser realizada na própria sala, desde que haja espaço suficiente para as crianças transitarem de um lado para o outro da corda.

Engajando as famílias

Proponha às crianças fazer o desafio da cobra também com os pais, na hora da saída. Então, com a ajuda delas para escolher os locais, amarre cordas no caminho até a sala, pelas quais os familiares terão que passar (sem encostar nelas) para chegar até a sala dos filhos. Faça um convite junto com elas e cole-o onde estão as cordas, chamando assim as famílias para participarem da brincadeira.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses) :

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

Creche / Educação Infantil / Crianças bem pequenas (1 ano e 7 meses a 3 anos e 11 meses)

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02CG03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02ET04 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI02EO07 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano