11138
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Plano de aula - A loja de Ana (em cima e embaixo)

POR: Juliana Portella de Freitas 17/07/2018
Código: MAT1_08GEO03

1º ano / Matemática / Geometria

Plano de aula alinhado à BNCC:

(EF01MA11) Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço em relação à sua própria posição, utilizando termos como à direita, à esquerda, em frente, atrás.

Plano de aula de Matemática com atividades para o 1º ano do fundamental sobre identificar e localizar pessoas e/ou objetivos a partir de um ponto de referência, utilizando a linguagem posicional em cima e embaixo.

 

Resumo da aula

download Baixar plano

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientação: Projetar ou ler o objetivo para os alunos.

Propósito: Compartilhar o objetivo da aula com a turma.


A loja de Ana (em cima e embaixo)

Autor: Juliana Portella de Freitas

Mentor: Cibele  Diogo Kimura

Especialista de área: Pricilla Cristina Mendes Cerqueira

Habilidade da BNCC

(EF01MA11) - Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço em relação à sua própria posição, utilizando termos como à direita, à esquerda, em frente, atrás.

(EF01MA12) - Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço segundo um dado ponto de referência, compreendendo que, para a utilização de termos que se referem à posição, como direita, esquerda, em cima, em baixo, é necessário explicitar-se o referencial.

Objetivos específicos

Identificar e localizar pessoas e/ou objetivos a partir de um ponto de referência, utilizando a linguagem posicional em cima e embaixo.

Conceito-chave

Organizar objetos utilizando o conceito em cima e embaixo a partindo de uma referência.

Materiais Necessários:

  • Corda;
  • folha impressa;
  • tesoura;
  • folha de revista e ou jornal.

Tempo sugerido: 8 minutos

O que é necessário: Para a realização da brincadeira é necessário espaço onde as crianças possam se movimentar, dentro ou fora da sala, fica a critério do professor, também precisará de uma uma corda.

Orientações: O professor deve explicar para as crianças que farão uma brincadeira chamada “aumenta-aumenta, abaixa-abaixa”. Para ela ser realizada, precisa da colaboração das crianças para que todos participem.

O professor deve instituir duas crianças para segurar a corda, daí a brincadeira começa com o aumenta-aumenta, a corda começa no chão as criança irão passar por cima, e a corda vai aumentado de altura, até chegar a uma determinada altura que as crianças não conseguem mais passar por cima e então começaremos o movimento contrário. A corda começa numa alta e as crianças começam a passar por baixo da corda (abaixa-abaixa).

Conforme a brincadeira acontece, o professor deve utilizar a linguagem posicional em cima e embaixo, como por exemplo, “Agora todos vão passar em cima da corda, agora embaixo da corda”.

Solução: Não há solução correta é uma atividade de vivência lúdica.

Propósito: De forma lúdica as crianças já começam a ter contato com os conceitos em cima e embaixo.

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Para iniciar, o professor deve perguntar se eles acham que é possível organizar as coisas usando somente o conceito em cima e embaixo. Deixar que os alunos levantem suas hipóteses, o professor deve anotar as respostas das crianças no quadro para retomar mais tarde.

A atividade será realizada em grupo de até 4 crianças.

Projetar o slide como recurso, se não for possível o professor pode ler o contexto para envolver as crianças na temática da atividade.

Após a leitura, o professor deve entregar duas folhas para cada grupo, uma contendo a prateleira e a outra contendo os utensílios que serão organizados.

Em seguida o professor deve conversar com a turma que os produtos da loja da Ana sempre ficam organizados no mesmo lugar, então para poder ajudá-la devem seguir o protocolo de organização. O professor deve ler o protocolo e fixá-lo em um local onde todos os grupos consigam observá-lo.

Protocolo de organização:

  • A chaleira fica embaixo da caneca e em cima da panela.
  • O ralador fica embaixo da jarra e em cima do prato.

Deixar os grupos discutirem como organizarão os utensílios nas prateleiras, não esquecendo que cada um tem o seu local correto.

Após a discussão, pedir para que os alunos recortem os utensílios e organizem nas prateleiras seguindo o protocolo de organização.

O professor deve circular entre os grupos e chamar a atenção para que nenhum utensílio fique fora das prateleiras, também deve retomar a leitura do protocolo quando necessário.

Não é necessário colar os utensílios na folha, pois a ideia é que em outro momento da atividade os utensílios sejam trocados de posição.

Propósito: Organizar os objetos a partir de informações e dentro de um espaço pré-determinado.

Materiais Complementares para impressão:

Atividade principal

Resolução da atividade

Guia de intervenção

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Para iniciar a discussão da solução é necessário que o professor projete o slide prateleira vazia, se não for possível pode reproduzir uma prateleira no quadro, também deve ter as figuras dos utensílios, utilizando-as como material manipulável.

O professor deve iniciar retomando a questão do início da atividade: “Vocês acham que é possível organizar as coisas usando somente o

conceito em cima e embaixo?”

Comparar se as respostas são as mesmas de antes da realização da atividade, se forem divergentes perguntar qual a diferença que eles acharam de antes e depois da realização da atividade.

Conversar com o grupo que agora é hora de descobrir se todos organizaram os utensílios conforme o protocolo. Combinar com a turma que discutiremos os erros e os acertos.

Em seguida, o professor deve perguntar se todos os alunos conseguiram organizar os utensílios nas prateleiras.

O professor deve chamar um grupo que observou que não respeitou o espaço da prateleira e pedir para que eles reproduzam a sua resposta no quadro, utilizando as figuras recortadas do professor (sempre utilizando a linguagem posicional em cima e embaixo).

Perguntar se algum grupo fez diferente e deixar que esse grupo demonstre como fez.

Comparar as respostas e perguntar: O que está diferente?

Propósito: Comparar com as crianças as soluções da atividade.

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Conversar com as crianças que agora é hora de mudar o protocolo.

O professor deve propor mudanças de posições e pedir que os grupos as realizem utilizando a folha e as figuras que estão com eles.

Sugestões de mudanças:

  • Se eu colocar a caneca embaixo do prato, o que acontece?
  • Se eu colocar a jarra em cima da panela quem vai ter que sair do lugar?
  • Se o ralador ficar no lugar da caneca quem estará embaixo dele?

O professor pode propor outras mudanças se achar necessário.

Propósito: Modificar a posição dos utensílios conforme instrução.

Tempo sugerido: 3 minutos.

Conceito principal: em cima e embaixo.

Para localizar objetos e/ou pessoas em cima ou embaixo, é necessário determinar um ponto de referência, portanto só consigo utilizar o conceito se estiver em cima ou embaixo de algo.

Orientações: Agora é hora de sistematizar o que foi aprendido. O professor deve ler o slide (se preferir, pode projetar) para os alunos.

Após a leitura e resposta da pergunta, o professor pode concluir que só é possível saber onde estavam os objetos, pois determinamos a mesa como referência, então sempre é necessário perguntar: Está em cima ou embaixo do que? Está em cima ou embaixo de quem?

Propósito: Sistematizar o conceito em cima e embaixo.

Indicação:

SMOLE, Katia Stocco; DINIZ, Maria Ignez; CANDIDO, Patricia. Figuras e Formas, 2. ed. rev - Porto Alegre:Penso, 2014.

Tempo sugerido: 2 minutos.

Orientações: O professor deve retomar os conceitos em cima e embaixo. Deixar que os alunos perguntem se tiverem alguma dúvida.

Propósito: Retomar o conceito da aula em cima e embaixo.

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações: Orientar os alunos que faremos uma brincadeira e que devem prestar bastante atenção no que se pede.

Distribuir uma folha de revista e/ou jornal para cada criança e pedir que elas amassem até virar uma bolinha.

Em seguida, o professor deve organizar os alunos de forma que fiquem em pé e que tenham espaço para se movimentar.

A brincadeira começa a partir das instruções de posição, o professor pode utilizar as instruções recomendadas ou criar outras.

Instruções:

  • Colocar a bolinha em cima da cabeça.
  • Colocar a bolinha embaixo do queixo.
  • Colocar a bolinha em cima do pé.
  • Colocar a bolinha em cima do ombro.
  • Colocar a bolinha embaixo do braço
  • Colocar a bolinha em cima da mão.
  • Colocar a bolinha embaixo do pé.

Sugestão:

O professor poderá escolher um ou dois alunos para dar as instruções para a turma.

Propósito: Observar se os alunos conseguem posicionar a bolinha de papel a partir de uma informação.

  • O Raio X é um momento para você avaliar se todos os estudantes conseguiram atingir o conteúdo proposto, então procure identificar e anotar os comentários de cada um, bem como, as suas observações para futuras ações.

Materiais Complementares:

Resolução do Raio X

Atividade complementar

Resolução da Atividade complementar

A loja de Ana (em cima e embaixo)

Autor: Juliana Portella de Freitas

Mentor: Cibele  Diogo Kimura

Especialista de área: Pricilla Cristina Mendes Cerqueira

Habilidade da BNCC

(EF01MA11) - Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço em relação à sua própria posição, utilizando termos como à direita, à esquerda, em frente, atrás.

(EF01MA12) - Descrever a localização de pessoas e de objetos no espaço segundo um dado ponto de referência, compreendendo que, para a utilização de termos que se referem à posição, como direita, esquerda, em cima, em baixo, é necessário explicitar-se o referencial.

Objetivos específicos

Identificar e localizar pessoas e/ou objetivos a partir de um ponto de referência, utilizando a linguagem posicional em cima e embaixo.

Conceito-chave

Organizar objetos utilizando o conceito em cima e embaixo a partindo de uma referência.

Materiais Necessários:

  • Corda;
  • folha impressa;
  • tesoura;
  • folha de revista e ou jornal.

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

AULAS DESSA UNIDADE:

AULAS DESSA DISCIPLINA:

AULAS RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Resolução de Problemas em Matemática com Esforço Produtivo

Neste curso, Kátia Smole ensina como estimular o raciocínio matemático dos alunos, por meio de sugestões de atividade, textos com dicas e a realização de uma prática de sala de aula.

Ver mais detalhes