16556
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Plano de aula - FAMÍLIA: IDENTIDADE E LAÇOS

Plano de aula de História com atividades para 1º ano do EF sobre FAMÍLIA: IDENTIDADE E LAÇOS

Plano 03 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Midian Kelly Carvalho Lessa

 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 100 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade (EF01HI01) de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: “ O Livro Eu te amo” de Tood Paar, imagens variadas de diferentes composições familiares atuais. Folhas de ofício A4, lápis de cor, lápis cera, tinta guache, hidrocor, lápis preto.

Material complementar:

PAAR, Tood. O Livro Eu Te Amo. São Paulo: Panda Books, 2010.

https://indicalivros.com/pdf/o-livro-eu-te-amo-todd-parr#!

O Livro Eu Te Amo está disponível para projeção, leitura, ou impressão por você professor para desenvolvimento da aula com os alunos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/gkrHBHRzk9QMmS2Em8zzBU3P8PmHB7W8j3BAe5PcApM6mtndvSf7VhdUcYFQ/his1-01und03-quem-nos-ama-em-qualquer-situacao.pdf

Imagens para impressão para análise dos alunos no segundo momento da aula:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/RB2E4nVC9pcGYUt7WGj2hNfFQQq9ZAj6R6H5StnNPGrfHPpnuQpYdKT8DTqe/his1-01und03-imagens-de-estruturas-familiares.pdf

Para você saber mais: Nesta aula como objetivo para o ensino de História, os alunos irão analisar que por meio de situações simples de afetividade da rotina familiar é possível perceber estruturas familiares diferentes da qual ele faz parte, como as relações afetivas permitem a construção da história da família.

Onde a compreensão sobre os que integram uma família não precisam ser iguais, nem desenvolver as mesmas atividades, nem pensar igual, ou manter a mesma rotina, com situações iguais, é de suma importância para a construção de uma identidade familiar no espaço e no tempo e assim a criança começa a localizar uma referência por meio da família que apoia seu processo de amadurecimento com o passar do tempo quando ele se recorda de situações vivenciadas em família quando era menor.

Ao perceber que famílias não são iguais e que mesmo diferentes uma das outras é possível manter uma estrutura, uma rotina de vivência que contribua para seu crescimento, a criança, terá a percepção sobre o tempo que viveu anos anteriores, quando ela era menor e perceberá que ao vivenciar: o tempo passa, ela cresce contribui para o contexto familiar, e aprende identificando fatores das mudanças que ocorrem em si mesmo, na sua vida, no seu corpo e no seu pensamento valorizando as lembranças que foram construídas ao longo do tempo, no ontem no hoje e no que ela vivenciar amanhã.

Para ampliação dos estudos: a leitura do livro “ O PAPAI É POP” de Marcos Piangers. O autor é jornalista e realiza palestras por todo país sobre relações familiares. Tal obra aborda que o que importa mesmo na relação familiar não é o ter, não é o dar, não é suprir os filhos com objetos, bens materiais. Aborda que para a história de uma família ser significativa e contribuir para o crescimento saudável dos filhos, construindo uma história familiar com boas relações afetivas, é preciso valorizar as vivências familiares construídas dia a dia e não o que se oferece às crianças materialmente. Que é importante viver a família, e está com os filhos entregue por inteiro, viver com eles cotidianamente de verdade. Uma leitura colaborativa para entender as relações e como estas contribuem para perceber os diferentes contextos familiares e as diferentes estruturas de família, a partir das relações afetivas construídas diariamente.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Projete o objetivo aos alunos. Caso não disponha de projetor apresente o objetivo aos alunos escrevendo-o no quadro ou lendo-o para a turma. Se estiver fazendo uso de projetor, apresente esse slide e faça uma leitura coletiva.

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: Convide os alunos para a analisar a imagem:

Na observação da imagem, que você pode imprimir ou projetar, peça que eles leiam o que está escrito ou você pode ler para eles. Pergunte aos alunos:

  • Quem está ao nosso nos dias em que temos medo de dormir sozinhos?
  • A quem pedimos autorização para sair quando é necessário?
  • Quem nos orienta quando estamos perdidos?
  • Quem nos leva ao médico quando estamos doentes?

Para imprimir essa imagem acesse esse documento:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/gkrHBHRzk9QMmS2Em8zzBU3P8PmHB7W8j3BAe5PcApM6mtndvSf7VhdUcYFQ/his1-01und03-quem-nos-ama-em-qualquer-situacao.pdf

A ideia é que os estudantes possam chegar a conclusão de que é a família, ou alguém desta, é a resposta para todas as questões.

A partir de então seguimos com outros questionamentos:

-O que você faz com sua família? (Com esse questionamento os alunos irão relatar situações do cotidiano vivenciadas com seus familiares. Atividades variadas que costumam fazer em casa com sua família que eles se recordam e que fazem parte do seu dia a dia.)

- Quem são as pessoas que você se relaciona com afetividade? (Com esse questionamento o aluno precisa perceber, que normalmente se possui uma ligação afetiva com quem se convive. Que essa ligação permite a construção de uma estrutura de família, por meio da afetividade desde o nascimento os integrantes de uma família constrói uma história que vai sendo traçada com o tempo. O momentos vividos no passado quando menores, ontem, há algumas horas atrás, são parte integrante da história familiar.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: Apresente para os alunos as diferentes imagens, que são recortes de diferentes composições familiares atuais em diferentes situações de expressão de afeto para que as crianças visualizem, analisem, manuseiem.

Estas imagens devem ser apresentadas para os alunos ainda sentados na roda interativa. As imagens devem ser impressas e disponibilizadas para que os alunos manuseiem, observem, troquem, conversem sobre as mesmas.

Destine um tempo para que na roda os alunos possam passar as imagens de maneira que todos tenham acesso às mesmas, manuseando, visualizando e conversando sobre cada uma delas.

Imagens de Estruturas familiares:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/RB2E4nVC9pcGYUt7WGj2hNfFQQq9ZAj6R6H5StnNPGrfHPpnuQpYdKT8DTqe/his1-01und03-imagens-de-estruturas-familiares.pdf

Caso prefira, projete as imagens para as crianças, adaptando a atividade a melhor maneira disponível e possível em seu contexto. Concluída esta etapa de visualização das imagens, e expressões orais sobre as mesmas, permita que as crianças reflitam sobre com quem elas possuem uma relação afetiva:

  • Quem são as pessoas que convivem diariamente com você?( Com essa pergunta o aluno analisará as imagens e trará como exemplo os personagens que pertencem a sua estrutura familiar, que preenchem a sua história, a sua vida diariamente.)
  • Estas pessoas fazem parte da sua história? (Eles precisam perceber que estas pessoas auxiliam sim na construção da sua história enquanto indivíduo e sujeito, mesmo por meio das mais simples ações, atitudes, falas. Que ao longo do tempo ele está aprendendo, crescendo e amadurecendo com estas pessoas e construindo o seu caminho marcado por contribuições de situações que foram vividas em família. Situações que já passaram e que passam diariamente.)
  • Nestas imagens quais pessoas aparecem? (Cada criança fará seu interpretação, eles irão citar, irmão, irmã, pai, mãe, tia, tio,avós, madrinha e padrinho, enfim, a resposta do aluno dependerá bastante da referência de família que possui e de com quais pessoas ele convive, sendo que cada resposta deve ser respeitada e valorizada.)
  • Existem famílias com número diferente de pessoas na imagens. Em todas aparecem filhos, crianças? Ou existem famílias diferentes?( As crianças devem concluir que nem todas as imagens aparecem crianças, mas que isso não significa necessariamente que não existam filhos nas outras imagens. Isso vai desmistificar a idéia de que filho fica o tempo inteiro criança, ou pequeno, mas que os filhos crescem, fazem parte de estruturas diferentes de família e se relacionam afetivamente com seus familiares mesmo tendo maior idade.)
  • Qual dessas imagens você identifica como sua família? (Essa é uma resposta muito pessoal. OS alunos irão resgatar a sua experiência, a estrutura da sua família e perceberão qual das imagens mais se aproximam da sua realidade familiar, seja pelo número de pessoas que constitui a família, seja por como a família está organizada, só com a mãe, só com o pai, com os tios e sobrinhos, avós e netos, enfim, ele tentará se aproximar e relacionar a realidade com a imagem)
  • Quais sentimentos tem por elas? (Por meio deste questionamento as crianças precisam perceber que pelos sentimentos, elas se aproximam afetivamente dos seus familiares, estabelecem uma melhor e maior relação de confiança, diálogo. Assim, permitem que laços sejam estabelecidos, que sua identidade seja transformada, tocada, e que aumentam assim o número de vivências que mantém a estrutura familiar viva, ativa e rica de lembranças. Vivências estas que contribuirão para a formação da identidade do sujeito histórico, para contar a sua história no futuro.)
  • Como quem melhor me relaciono na minha família? (Aqui é preciso estabelecer com o aluno uma associação relação afetiva x construção da história da família x identidade. Esses três aspectos estão ligados, colaboram um com o outro e favorecem a construção da memória histórica. A maneira como o aluno e seus familiares se tratam, se relacionam favorece a construção da memória histórica e afetiva da família, seja advinda de uma relação tranquila ou conflituosa. A estrutura da mesma advém de quanto maior os bons momentos, os momentos saudáveis, atendendo a realidade familiar de cada um, mais essas pessoas estarão satisfeitas em conviverem, aprenderem, ensinarem, viverem, colaborarem umas com as outras.

Feita esta intervenção oral com os alunos que devem se posicionar a cada questionamento feito por você, que deve organizar o tempo para tal. Após organize os alunos em seus assentos e solicite que escrevam uma palavra que represente as pessoas que que se relacionam afetivamente e que fazem parte da estrutura familiar a qual pertence. A palavra deve ser escrita em uma folha em branco, (considere toda forma de escrita do aluno e intervenha auxiliando no processo de escrita dos mesmos). Após a escrita dos alunos, convide as crianças para lerem a palavra escrita em num momento de partilha coletiva. Direcione este momento, caso os alunos não se disponibilizem, escolha, ou sorteie alguns alunos para participar desse momento. A palavra escrita pelos alunos devem ser expostas na sala, num espaço destinado por você para isso, pode ser o quadro branco, uma parede em específico intitulado: ”AS PESSOAS COM QUEM ME RELACIONAM SÃO?”

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações: Solicite que as crianças desenhem um momento vivenciado, vivido com alguma pessoa da sua família, ou com mais de uma pessoa da sua família, a quantidade de pessoas é livre e o aluno quem deve estipular, diante da cena, da situação que ele queira desenhar. Oriente o aluno a criar uma releitura por imagem da palavra que escreveu anteriormente, e uma situação familiar vivida, por ele que tenha lhe marcado, contribuído para a sua família, relacionando-os. Antes das produções crie uma legenda com as crianças para os desenhos. O desenho pode ter como legenda o título: “MINHA FAMÍLIA É ÚNICA!”. Essa é apenas uma sugestão. Os alunos podem sugerir e citar nova legenda para as produções do grupo. Após, a elaboração da imagem, os alunos devem trocar entre si as produções para que um possa visualizar a interpretação e significado das pessoas que possuem um vínculo afetivo e consequentemente uma história um do outro.

Como adequar a sua realidade: Como sugestão as produções dos alunos devem ser mantidas em exposição na sala de aula, para que os próprios alunos prestigiem a produção dos colegas, assim como convide os colegas de outras turmas para prestigiar, além de convidar os seus familiares no momento da chegada na escola ou no momento da saída, quando vierem pegar as crianças na escola, para estarem visitando o material produzido.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 100 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade (EF01HI01) de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: “ O Livro Eu te amo” de Tood Paar, imagens variadas de diferentes composições familiares atuais. Folhas de ofício A4, lápis de cor, lápis cera, tinta guache, hidrocor, lápis preto.

Material complementar:

PAAR, Tood. O Livro Eu Te Amo. São Paulo: Panda Books, 2010.

https://indicalivros.com/pdf/o-livro-eu-te-amo-todd-parr#!

O Livro Eu Te Amo está disponível para projeção, leitura, ou impressão por você professor para desenvolvimento da aula com os alunos: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/gkrHBHRzk9QMmS2Em8zzBU3P8PmHB7W8j3BAe5PcApM6mtndvSf7VhdUcYFQ/his1-01und03-quem-nos-ama-em-qualquer-situacao.pdf

Imagens para impressão para análise dos alunos no segundo momento da aula:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/RB2E4nVC9pcGYUt7WGj2hNfFQQq9ZAj6R6H5StnNPGrfHPpnuQpYdKT8DTqe/his1-01und03-imagens-de-estruturas-familiares.pdf

Para você saber mais: Nesta aula como objetivo para o ensino de História, os alunos irão analisar que por meio de situações simples de afetividade da rotina familiar é possível perceber estruturas familiares diferentes da qual ele faz parte, como as relações afetivas permitem a construção da história da família.

Onde a compreensão sobre os que integram uma família não precisam ser iguais, nem desenvolver as mesmas atividades, nem pensar igual, ou manter a mesma rotina, com situações iguais, é de suma importância para a construção de uma identidade familiar no espaço e no tempo e assim a criança começa a localizar uma referência por meio da família que apoia seu processo de amadurecimento com o passar do tempo quando ele se recorda de situações vivenciadas em família quando era menor.

Ao perceber que famílias não são iguais e que mesmo diferentes uma das outras é possível manter uma estrutura, uma rotina de vivência que contribua para seu crescimento, a criança, terá a percepção sobre o tempo que viveu anos anteriores, quando ela era menor e perceberá que ao vivenciar: o tempo passa, ela cresce contribui para o contexto familiar, e aprende identificando fatores das mudanças que ocorrem em si mesmo, na sua vida, no seu corpo e no seu pensamento valorizando as lembranças que foram construídas ao longo do tempo, no ontem no hoje e no que ela vivenciar amanhã.

Para ampliação dos estudos: a leitura do livro “ O PAPAI É POP” de Marcos Piangers. O autor é jornalista e realiza palestras por todo país sobre relações familiares. Tal obra aborda que o que importa mesmo na relação familiar não é o ter, não é o dar, não é suprir os filhos com objetos, bens materiais. Aborda que para a história de uma família ser significativa e contribuir para o crescimento saudável dos filhos, construindo uma história familiar com boas relações afetivas, é preciso valorizar as vivências familiares construídas dia a dia e não o que se oferece às crianças materialmente. Que é importante viver a família, e está com os filhos entregue por inteiro, viver com eles cotidianamente de verdade. Uma leitura colaborativa para entender as relações e como estas contribuem para perceber os diferentes contextos familiares e as diferentes estruturas de família, a partir das relações afetivas construídas diariamente.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Projete o objetivo aos alunos. Caso não disponha de projetor apresente o objetivo aos alunos escrevendo-o no quadro ou lendo-o para a turma. Se estiver fazendo uso de projetor, apresente esse slide e faça uma leitura coletiva.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: Convide os alunos para a analisar a imagem:

Na observação da imagem, que você pode imprimir ou projetar, peça que eles leiam o que está escrito ou você pode ler para eles. Pergunte aos alunos:

  • Quem está ao nosso nos dias em que temos medo de dormir sozinhos?
  • A quem pedimos autorização para sair quando é necessário?
  • Quem nos orienta quando estamos perdidos?
  • Quem nos leva ao médico quando estamos doentes?

Para imprimir essa imagem acesse esse documento:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/gkrHBHRzk9QMmS2Em8zzBU3P8PmHB7W8j3BAe5PcApM6mtndvSf7VhdUcYFQ/his1-01und03-quem-nos-ama-em-qualquer-situacao.pdf

A ideia é que os estudantes possam chegar a conclusão de que é a família, ou alguém desta, é a resposta para todas as questões.

A partir de então seguimos com outros questionamentos:

-O que você faz com sua família? (Com esse questionamento os alunos irão relatar situações do cotidiano vivenciadas com seus familiares. Atividades variadas que costumam fazer em casa com sua família que eles se recordam e que fazem parte do seu dia a dia.)

- Quem são as pessoas que você se relaciona com afetividade? (Com esse questionamento o aluno precisa perceber, que normalmente se possui uma ligação afetiva com quem se convive. Que essa ligação permite a construção de uma estrutura de família, por meio da afetividade desde o nascimento os integrantes de uma família constrói uma história que vai sendo traçada com o tempo. O momentos vividos no passado quando menores, ontem, há algumas horas atrás, são parte integrante da história familiar.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 30 minutos

Orientações: Apresente para os alunos as diferentes imagens, que são recortes de diferentes composições familiares atuais em diferentes situações de expressão de afeto para que as crianças visualizem, analisem, manuseiem.

Estas imagens devem ser apresentadas para os alunos ainda sentados na roda interativa. As imagens devem ser impressas e disponibilizadas para que os alunos manuseiem, observem, troquem, conversem sobre as mesmas.

Destine um tempo para que na roda os alunos possam passar as imagens de maneira que todos tenham acesso às mesmas, manuseando, visualizando e conversando sobre cada uma delas.

Imagens de Estruturas familiares:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/RB2E4nVC9pcGYUt7WGj2hNfFQQq9ZAj6R6H5StnNPGrfHPpnuQpYdKT8DTqe/his1-01und03-imagens-de-estruturas-familiares.pdf

Caso prefira, projete as imagens para as crianças, adaptando a atividade a melhor maneira disponível e possível em seu contexto. Concluída esta etapa de visualização das imagens, e expressões orais sobre as mesmas, permita que as crianças reflitam sobre com quem elas possuem uma relação afetiva:

  • Quem são as pessoas que convivem diariamente com você?( Com essa pergunta o aluno analisará as imagens e trará como exemplo os personagens que pertencem a sua estrutura familiar, que preenchem a sua história, a sua vida diariamente.)
  • Estas pessoas fazem parte da sua história? (Eles precisam perceber que estas pessoas auxiliam sim na construção da sua história enquanto indivíduo e sujeito, mesmo por meio das mais simples ações, atitudes, falas. Que ao longo do tempo ele está aprendendo, crescendo e amadurecendo com estas pessoas e construindo o seu caminho marcado por contribuições de situações que foram vividas em família. Situações que já passaram e que passam diariamente.)
  • Nestas imagens quais pessoas aparecem? (Cada criança fará seu interpretação, eles irão citar, irmão, irmã, pai, mãe, tia, tio,avós, madrinha e padrinho, enfim, a resposta do aluno dependerá bastante da referência de família que possui e de com quais pessoas ele convive, sendo que cada resposta deve ser respeitada e valorizada.)
  • Existem famílias com número diferente de pessoas na imagens. Em todas aparecem filhos, crianças? Ou existem famílias diferentes?( As crianças devem concluir que nem todas as imagens aparecem crianças, mas que isso não significa necessariamente que não existam filhos nas outras imagens. Isso vai desmistificar a idéia de que filho fica o tempo inteiro criança, ou pequeno, mas que os filhos crescem, fazem parte de estruturas diferentes de família e se relacionam afetivamente com seus familiares mesmo tendo maior idade.)
  • Qual dessas imagens você identifica como sua família? (Essa é uma resposta muito pessoal. OS alunos irão resgatar a sua experiência, a estrutura da sua família e perceberão qual das imagens mais se aproximam da sua realidade familiar, seja pelo número de pessoas que constitui a família, seja por como a família está organizada, só com a mãe, só com o pai, com os tios e sobrinhos, avós e netos, enfim, ele tentará se aproximar e relacionar a realidade com a imagem)
  • Quais sentimentos tem por elas? (Por meio deste questionamento as crianças precisam perceber que pelos sentimentos, elas se aproximam afetivamente dos seus familiares, estabelecem uma melhor e maior relação de confiança, diálogo. Assim, permitem que laços sejam estabelecidos, que sua identidade seja transformada, tocada, e que aumentam assim o número de vivências que mantém a estrutura familiar viva, ativa e rica de lembranças. Vivências estas que contribuirão para a formação da identidade do sujeito histórico, para contar a sua história no futuro.)
  • Como quem melhor me relaciono na minha família? (Aqui é preciso estabelecer com o aluno uma associação relação afetiva x construção da história da família x identidade. Esses três aspectos estão ligados, colaboram um com o outro e favorecem a construção da memória histórica. A maneira como o aluno e seus familiares se tratam, se relacionam favorece a construção da memória histórica e afetiva da família, seja advinda de uma relação tranquila ou conflituosa. A estrutura da mesma advém de quanto maior os bons momentos, os momentos saudáveis, atendendo a realidade familiar de cada um, mais essas pessoas estarão satisfeitas em conviverem, aprenderem, ensinarem, viverem, colaborarem umas com as outras.

Feita esta intervenção oral com os alunos que devem se posicionar a cada questionamento feito por você, que deve organizar o tempo para tal. Após organize os alunos em seus assentos e solicite que escrevam uma palavra que represente as pessoas que que se relacionam afetivamente e que fazem parte da estrutura familiar a qual pertence. A palavra deve ser escrita em uma folha em branco, (considere toda forma de escrita do aluno e intervenha auxiliando no processo de escrita dos mesmos). Após a escrita dos alunos, convide as crianças para lerem a palavra escrita em num momento de partilha coletiva. Direcione este momento, caso os alunos não se disponibilizem, escolha, ou sorteie alguns alunos para participar desse momento. A palavra escrita pelos alunos devem ser expostas na sala, num espaço destinado por você para isso, pode ser o quadro branco, uma parede em específico intitulado: ”AS PESSOAS COM QUEM ME RELACIONAM SÃO?”

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 35 minutos

Orientações: Solicite que as crianças desenhem um momento vivenciado, vivido com alguma pessoa da sua família, ou com mais de uma pessoa da sua família, a quantidade de pessoas é livre e o aluno quem deve estipular, diante da cena, da situação que ele queira desenhar. Oriente o aluno a criar uma releitura por imagem da palavra que escreveu anteriormente, e uma situação familiar vivida, por ele que tenha lhe marcado, contribuído para a sua família, relacionando-os. Antes das produções crie uma legenda com as crianças para os desenhos. O desenho pode ter como legenda o título: “MINHA FAMÍLIA É ÚNICA!”. Essa é apenas uma sugestão. Os alunos podem sugerir e citar nova legenda para as produções do grupo. Após, a elaboração da imagem, os alunos devem trocar entre si as produções para que um possa visualizar a interpretação e significado das pessoas que possuem um vínculo afetivo e consequentemente uma história um do outro.

Como adequar a sua realidade: Como sugestão as produções dos alunos devem ser mantidas em exposição na sala de aula, para que os próprios alunos prestigiem a produção dos colegas, assim como convide os colegas de outras turmas para prestigiar, além de convidar os seus familiares no momento da chegada na escola ou no momento da saída, quando vierem pegar as crianças na escola, para estarem visitando o material produzido.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Mundo pessoal: meu lugar no mundo do 1º ano :

MAIS AULAS DE História do 1º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF01HI01 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano