16468
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 9º ano > Conexões e escalas

Plano de aula - Divergência cultural e mundialização

Plano de aula de Geografia com atividades para 9º ano do Fundamental sobre debater sobre um aspecto da mundialização tendo como tema a proibição e divergência em relação a uma prática cultural e religiosa

Plano 05 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Cibele Oliveira

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09GE05 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Esta habilidade tem como objetivo analisar fatos e situações para compreender a integração mundial, sob o aspecto político, econômico e cultural, tecendo uma comparação entre as diferentes interpretações de globalização e mundialização. Nesta aula a finalidade específica é levar o aluno a analisar e debater sobre um dos aspectos negativos da globalização que é a divergência entre diferentes culturas e a não aceitação da prática de alguns hábitos.

Você pode relacionar a esta aula à habilidade EF09GEO01 que aborda a hegemonia europeia na economia, na política e na cultura. Hegemonia que na atualidade continua a vigorar e influenciar culturalmente, causando, como a exemplo desta aula, divergências e conflitos.

Materiais necessários:

Esta aula foi preparada para ser projetada, caso sua unidade escolar não possua equipamento você deve providenciar cópia do material. O ideal é que a cópia seja colorida, caso não seja possível, ao apresentar as imagens ao aluno, dê ênfase aos detalhes. Será necessário lápis preto, borracha e caderno (ou folha para anotações).

Material complementar:

Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/38FpYRRy7KtsqqHcrURhpwFWYGZsTjxWvRHX3RzD2KN72bVGskG8zb5rXpZc/geo9-05und05-contextualizacao.pdf

Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XYSMW3rhRsDdFpRD3B9PD2YP4gyFsG2ZSVdG43yqWQk6b9PMq2DC8MgzCvkN/geo9-05und05-problematizacao.pdf

Ação propositiva: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/J8YzWXXutnXKYs9JsPMjxCAG2NJDjPxSj2HMRxyNdZEufPBPHw296DeCtN8w/geo9-05und05-acao-propositiva.pdf

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wn8gxCWBdxXpwFFkJMQN26pkGexfB2wpsTj2s5QFJqxCBRvvz356BWXyvVzu/geo9-05und05-sistematizacao.pdf

Para você saber mais:

Mundialização e globalização são termos constantemente utilizados como sinônimos, sendo uma distinção idiomática, na qual os ingleses preferem utilizar da terminologia globalização e franceses adotam mundialização (HAESBAERT; LIMONAD, 2007). Porém alguns autores como o René Dreifuss (1996) e Renato Ortiz (1994) se referem a ele como um processo que envolve a cultura, principalmente às mudanças, incorporações e assimilação de hábitos e costumes de outros lugares. Sendo assim, nesta aula utilizamos o termo mundialização para abordar a questão de proibição do véu islâmico e suas implicações em países da Europa.

O processo de globalização, por ser sócio econômico, tem conduzido cada vez mais a uma interação e estabelecimento de relações internacionais. Essa questão perpassa pelo aumento do fluxo migratório (desencadeado por uma série de fatores) e consequentemente pelo choque de culturas que culmina muitas vezes em aceitação ou divergências de valores, símbolos, hábitos e modos de vida.

Os links relacionados a seguir possuem material de leitura para que você se inteire ainda mais sobre os assuntos da aula.

Comitê da ONU conclui que proibição de véu na França violou liberdade religiosa de duas muçulmanas. ONU Brasil. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/comite-da-onu-conclui-que-proibicao-de-veu-na-franca-violou-liberdade-religiosa-de-duas-muculmanas/>. Acesso em: 15 jan. 2019.

Como organizar um debate. Secretaria de Educação do Paraná. Disponível em: <http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=433>. Acesso em: 17 jan. 2019.

DIANA, Daniela. Características da cultura muçulmana. Toda Matéria. Disponivel em: <https://www.todamateria.com.br/caracteristicas-da-cultura-muculmana/>. Acesso em: 15 jan. 2019.

DREIFUSS, René Armand. A época das perplexidades: Mundialização, Globalização e Planetarização: novos desafios. Petrópolis: Vozes, 1996.

FRANCISCO, Vagner Cerqueira e. O que é Globalização? Disponível em:

<https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/o-que-globalizacao.htm>. Acesso em: 14 jan. 2019.

HAESBAERT, Rogério; LIMONAD, Ester. O território em tempos de globalização. ETC: Revista de Ciências Sociais Aplicadas, 15 de Agosto de 2007, n° 2 (4), vol. 1. Disponível em:

<http://www.ligiatavares.com/gerencia/uploads/arquivos/6477dd13d45c1917f9e8147345657e7e.pdf>. Acesso em: 05 nov. 2018.

LLOSA, Mário Vargas. Véu islâmico: a ponta do iceberg. Disponível em: <http://cella.com.br/conteudo/conteudo_117.pdf>. Acesso em: 16 jan. 2019.

ORTIZ, Renato. Mundialização e cultura. São Paulo: Brasiliense, 1994.

Contextos prévios:

É necessário que ao aplicar este plano de aula o aluno já tenha compreensão dos aspectos que envolvem a temática sobre globalização e mundialização. Outro ponto é ter entendimento sobre conflitos com migrantes após os atentados de 2001.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Fale para a turma que nesta aula eles trabalharão em grupos e participarão de uma discussão/debate. A sugestão é que sejam formados quatro ou cinco dependendo do número de alunos da classe. A temática é sobre um dos aspectos negativos da mundialização que é a divergência cultural e a não aceitação de algumas práticas por parte de países que recebem os migrantes.

O tema do debate será pautado na restrição do uso de véus islâmicos em países da Europa, principalmente os que cobrem o rosto (burca e niqab).

A argumentação, mediante a prática pedagógica de realização de debates, está contemplada na competência de número 7 da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e parte do pressuposto de levar o aluno, no papel de protagonista, a argumentar sobre fatos e evidências, fazendo com que defendam ideias, confrontem opiniões, executem a habilidade de expressão oral, de organização, além da interpretação e reflexão sobre uma temática ou assunto.

O seu papel aqui, como mediador, é de extrema importância para organizar a atividade e coordenar as falas, além de incentivar a participação de todos os alunos.

É importante ficar claro que dentro da proposta de debate, para além do objetivo de analisar um fato real, há outros pontos importantes, dentre os quais:

- discutir primeiramente com pequenos grupos, com o intuito de dar confiança para poder socializar;

- ao ouvir é importante refletir sobre opiniões contrárias para posteriormente poder confrontar com os colegas de maneira respeitosa;

- propor possíveis soluções, mesmo que no caso analisado elas não se concretizem.

Sugestões de leituras prévias:

A fim de tornar a realização do debate mais profícua, a seguir sugerimos materiais que abordam o tema sobre uso do véu islâmico para leitura prévia dos alunos. Selecione aquele que você considera que será mais adequado a sua turma.

CORPAS, Maria Angeles. Véu islâmico: símbolo religioso, tradição cultural ou instrumento de discriminação? Aleteia. Disponível em:

<https://pt.aleteia.org/2013/05/14/veu-islamico-simbolo-religioso-tradicao-cultural-ou-instrumento-de-discriminacao/>. Acesso em: 21 jan. 2019.

O uso da burca mexe com a Europa. Disponível em: <http://www.oieduca.com.br/artigos/convivendo-com-a-diferenca/o-uso-da-burca-mexe-com-a-europa.html>. Acesso em: 21 jan. 2019.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Projete ou mostre uma cópia deste slide (providenciadas por você). Caso não seja possível nem projetar, nem mostrar cópia, leia o texto para os alunos ou copie no quadro.

Fale para a classe sobre o uso do véu islâmico. A imensa maioria dos muçulmanos (que seguem a doutrina do Islamismo), crê que o uso da vestimenta pelas mulheres é obrigatório, pois atribuem ser uma orientação do Alcorão, livro sagrado islâmico, na qual tanto homens como mulheres devem se vestir de forma comportada em público.

Material complementar:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/38FpYRRy7KtsqqHcrURhpwFWYGZsTjxWvRHX3RzD2KN72bVGskG8zb5rXpZc/geo9-05und05-contextualizacao.pdf

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete ou mostre uma cópia desta imagem (providenciadas por você). Leia com os alunos sobre cada tipo/modelo. Peça para que atentem aos tipos que cobrem totalmente o rosto (burca e niqab), pois são os modelos que mais sofrem restrição de uso nos países europeus.

Fonte da imagem:

Entenda: Quais os tipos de véus islâmicos? O Globo. Disponível em:

<https://oglobo.globo.com/mundo/entenda-quais-os-tipos-de-veus-islamicos-22370049>. Acesso em: 14 jan. 2019.

Como adequar à sua realidade:

Questione os alunos se eles conhecem ou já viram uma mulher muçulmana usando algum tipo de véu. Se responderem afirmativamente pergunte de qual tipo/modelo era e se eles lembram o lugar.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete ou mostre uma cópia deste slide (providenciadas por você).

Ambas destacam a proibição de véu islâmico em países europeus. Pergunte aos alunos se eles já tinham conhecimento desses casos e peça para que reflitam sobre a situação.

O véu islâmico, desde o atentado de 2001 (ataques de 11 de setembro - Estado Unidos), passou a ser alvo de debate por parte da mídia mundial. Muitas das divergências que acontecem em torno do uso do véu são atreladas a questão dos Estados/países se declararem laicos, e não aceitarem a utilização símbolos e acessórios religiosos, principalmente do islamismo. Outro ponto abordado pelos meios de comunicação mencionam que o uso, de burcas e niqab em especial, por cobrirem grande parte do rosto, representam insegurança para a população, já que por trás do véu pode estar um ou uma terrorista em potencial. São questões, que dentre outras, faz do acessório alvo de críticas, preconceito e militância.

Material complementar:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XYSMW3rhRsDdFpRD3B9PD2YP4gyFsG2ZSVdG43yqWQk6b9PMq2DC8MgzCvkN/geo9-05und05-problematizacao.pdf

Fonte das imagens:

Imagem 01: Dinamarca proíbe véu islâmico em lugares públicos. G1. Disponível em: .

Acesso em: 14 jan. 2019.

Imagem 02: Proibição da burca segue sendo polêmica na França. Deutsch Welle. Disponível em: . Acesso em: 14 jan. 2019. Acesso em: 14 jan. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Projete ou mostre uma cópia deste slide (providenciadas por você). Caso não seja possível nem projetar, nem mostrar cópia, leia o texto para os alunos ou copie no quadro.

Deixe claro que não é o momento de responder às questões e nem trocar, ainda, ideias com o grupo. Essa etapa é dedicada a reflexão individual, na qual os alunos devem considerar seu ponto de vista sobre a questão e ficarem instigados a já irem estabelecendo relações e projetar uma opinião sobre a problematização.

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 37 minutos

Orientações: Projete ou mostre uma cópia deste slide (providenciadas por você). Caso não seja possível nem projetar, nem mostrar uma cópia, leia o texto para os alunos ou copie no quadro.

Fale para a sala sobre o tempo dedicado para a realização da ação propositiva, serão 10 minutos para articulação com o grupo e 27 minutos para socialização com a classe. Cada grupo deve ter um orador, peça para que escolham algum colega para a função.

No decorrer dos primeiros dez minutos os alunos, reunidos em grupos (a sugestão é que sejam formados quatro ou cinco dependendo do número de alunos da classe), deverão refletir sobre as considerações elencadas no slide, conversar com o grupo e se acharem necessário devem anotar no caderno ou em uma folha as principais considerações. Deixe claro que não é necessário responder as considerações, mas sim conversar sobre elas com o grupo. Durante esta etapa é importante que você circule pela sala e retire eventuais dúvidas. Incentive para que todos participem e emitam seus posicionamentos.

A divisão em grupos para realização do debate não considera o princípio de separá-los em equipes que tenham posicionamentos opostos. Essa dicotomização, devido a complexidade da temática, não seria pertinente. Como o objetivo é levá-los a analisar um caso real, discutir e refletir sobre a situação, além de propor uma solução, o ideal é que aconteça a princípio em pequenos grupos, mesmo que neles a opinião sejam divergentes.

O propósito de primeiro se articular e trocar ideias nesses pequenos grupos é dar oportunidade para que alunos mais tímidos, que tenham receio de falar, possam expor seus pensamentos e contribuir, de alguma forma, com o desenvolvimento do debate.

Os 27 minutos restantes devem ser dedicados a exposição das considerações. É necessário que o orador, ao expor as reflexões, mencione os posicionamentos dos membros de seu grupo. Após a primeira rodada é o momento de você instigá-los a argumentar. Se achar necessário dê mais dois minutos para que voltem a conversar com os membros da equipe antes de iniciarem a segunda rodada.

É significativo compreenderem que a situação é complexa e não acontece somente em decorrência de um fator, mas sim de uma junção deles (receio de atos terroristas, preconceito, intolerância com migrantes, Estado laico, dentre outros).

Em relação a existir um lado certo ou não, como o tema é controverso, é esperado que eles tenham uma opinião, mas deixe claro que não tem lado certo ou errado. O mesmo vale para ponderar sobre se é a lei do país ou a religiosidade que tem mais peso na decisão e quem deve ceder. Alunos mais religiosos podem crer que seja a religião, enquanto os outros apontam o Estado, prevalecendo portanto, as vivências e os valores.

Como o conflito não é resolvido nem mesmo por órgãos internacionais com essa função , como o caso da Organização da Nações Unidas (ONU), é quase impossível, ter uma solução a curto prazo para os conflitos e divergências.

É esperado que os alunos façam suas considerações de maneira ordenada e respeitosa. Deixe claro que é importante ouvir o posicionamento dos outros colegas para poder inferir sobre opiniões que divergem das deles. Mais importante do que ter um grupo ou pessoas mais certas, vale a prática de argumentação dos alunos.

Material complementar:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/J8YzWXXutnXKYs9JsPMjxCAG2NJDjPxSj2HMRxyNdZEufPBPHw296DeCtN8w/geo9-05und05-acao-propositiva.pdf

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Esta etapa é dedicada a exposição final das falas.

A reflexão sugerida visa avaliar sobre as relações culturais. O objetivo da aula é ter levado o aluno a desenvolver reflexões sobre o processo de mundialização que envolve também a migração. Em um processo como o atual, de tamanha interação devido ao meios de comunição e uso de tecnologias, o que eles têm a opinar sobre o assunto.

É esperado que eles argumentem que a integração cultural, apesar de acontecer de forma ampla, não é homogênea e muito menos harmônica; nesse processo é cada vez mais recorrente casos de não aceitação de práticas culturais.

Material complementar:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wn8gxCWBdxXpwFFkJMQN26pkGexfB2wpsTj2s5QFJqxCBRvvz356BWXyvVzu/geo9-05und05-sistematizacao.pdf

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09GE05 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Esta habilidade tem como objetivo analisar fatos e situações para compreender a integração mundial, sob o aspecto político, econômico e cultural, tecendo uma comparação entre as diferentes interpretações de globalização e mundialização. Nesta aula a finalidade específica é levar o aluno a analisar e debater sobre um dos aspectos negativos da globalização que é a divergência entre diferentes culturas e a não aceitação da prática de alguns hábitos.

Você pode relacionar a esta aula à habilidade EF09GEO01 que aborda a hegemonia europeia na economia, na política e na cultura. Hegemonia que na atualidade continua a vigorar e influenciar culturalmente, causando, como a exemplo desta aula, divergências e conflitos.

Materiais necessários:

Esta aula foi preparada para ser projetada, caso sua unidade escolar não possua equipamento você deve providenciar cópia do material. O ideal é que a cópia seja colorida, caso não seja possível, ao apresentar as imagens ao aluno, dê ênfase aos detalhes. Será necessário lápis preto, borracha e caderno (ou folha para anotações).

Material complementar:

Contextualização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/38FpYRRy7KtsqqHcrURhpwFWYGZsTjxWvRHX3RzD2KN72bVGskG8zb5rXpZc/geo9-05und05-contextualizacao.pdf

Problematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XYSMW3rhRsDdFpRD3B9PD2YP4gyFsG2ZSVdG43yqWQk6b9PMq2DC8MgzCvkN/geo9-05und05-problematizacao.pdf

Ação propositiva: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/J8YzWXXutnXKYs9JsPMjxCAG2NJDjPxSj2HMRxyNdZEufPBPHw296DeCtN8w/geo9-05und05-acao-propositiva.pdf

Sistematização: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wn8gxCWBdxXpwFFkJMQN26pkGexfB2wpsTj2s5QFJqxCBRvvz356BWXyvVzu/geo9-05und05-sistematizacao.pdf

Para você saber mais:

Mundialização e globalização são termos constantemente utilizados como sinônimos, sendo uma distinção idiomática, na qual os ingleses preferem utilizar da terminologia globalização e franceses adotam mundialização (HAESBAERT; LIMONAD, 2007). Porém alguns autores como o René Dreifuss (1996) e Renato Ortiz (1994) se referem a ele como um processo que envolve a cultura, principalmente às mudanças, incorporações e assimilação de hábitos e costumes de outros lugares. Sendo assim, nesta aula utilizamos o termo mundialização para abordar a questão de proibição do véu islâmico e suas implicações em países da Europa.

O processo de globalização, por ser sócio econômico, tem conduzido cada vez mais a uma interação e estabelecimento de relações internacionais. Essa questão perpassa pelo aumento do fluxo migratório (desencadeado por uma série de fatores) e consequentemente pelo choque de culturas que culmina muitas vezes em aceitação ou divergências de valores, símbolos, hábitos e modos de vida.

Os links relacionados a seguir possuem material de leitura para que você se inteire ainda mais sobre os assuntos da aula.

Comitê da ONU conclui que proibição de véu na França violou liberdade religiosa de duas muçulmanas. ONU Brasil. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/comite-da-onu-conclui-que-proibicao-de-veu-na-franca-violou-liberdade-religiosa-de-duas-muculmanas/>. Acesso em: 15 jan. 2019.

Como organizar um debate. Secretaria de Educação do Paraná. Disponível em: <http://www.geografia.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=433>. Acesso em: 17 jan. 2019.

DIANA, Daniela. Características da cultura muçulmana. Toda Matéria. Disponivel em: <https://www.todamateria.com.br/caracteristicas-da-cultura-muculmana/>. Acesso em: 15 jan. 2019.

DREIFUSS, René Armand. A época das perplexidades: Mundialização, Globalização e Planetarização: novos desafios. Petrópolis: Vozes, 1996.

FRANCISCO, Vagner Cerqueira e. O que é Globalização? Disponível em:

<https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/geografia/o-que-globalizacao.htm>. Acesso em: 14 jan. 2019.

HAESBAERT, Rogério; LIMONAD, Ester. O território em tempos de globalização. ETC: Revista de Ciências Sociais Aplicadas, 15 de Agosto de 2007, n° 2 (4), vol. 1. Disponível em:

<http://www.ligiatavares.com/gerencia/uploads/arquivos/6477dd13d45c1917f9e8147345657e7e.pdf>. Acesso em: 05 nov. 2018.

LLOSA, Mário Vargas. Véu islâmico: a ponta do iceberg. Disponível em: <http://cella.com.br/conteudo/conteudo_117.pdf>. Acesso em: 16 jan. 2019.

ORTIZ, Renato. Mundialização e cultura. São Paulo: Brasiliense, 1994.

Contextos prévios:

É necessário que ao aplicar este plano de aula o aluno já tenha compreensão dos aspectos que envolvem a temática sobre globalização e mundialização. Outro ponto é ter entendimento sobre conflitos com migrantes após os atentados de 2001.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Fale para a turma que nesta aula eles trabalharão em grupos e participarão de uma discussão/debate. A sugestão é que sejam formados quatro ou cinco dependendo do número de alunos da classe. A temática é sobre um dos aspectos negativos da mundialização que é a divergência cultural e a não aceitação de algumas práticas por parte de países que recebem os migrantes.

O tema do debate será pautado na restrição do uso de véus islâmicos em países da Europa, principalmente os que cobrem o rosto (burca e niqab).

A argumentação, mediante a prática pedagógica de realização de debates, está contemplada na competência de número 7 da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e parte do pressuposto de levar o aluno, no papel de protagonista, a argumentar sobre fatos e evidências, fazendo com que defendam ideias, confrontem opiniões, executem a habilidade de expressão oral, de organização, além da interpretação e reflexão sobre uma temática ou assunto.

O seu papel aqui, como mediador, é de extrema importância para organizar a atividade e coordenar as falas, além de incentivar a participação de todos os alunos.

É importante ficar claro que dentro da proposta de debate, para além do objetivo de analisar um fato real, há outros pontos importantes, dentre os quais:

- discutir primeiramente com pequenos grupos, com o intuito de dar confiança para poder socializar;

- ao ouvir é importante refletir sobre opiniões contrárias para posteriormente poder confrontar com os colegas de maneira respeitosa;

- propor possíveis soluções, mesmo que no caso analisado elas não se concretizem.

Sugestões de leituras prévias:

A fim de tornar a realização do debate mais profícua, a seguir sugerimos materiais que abordam o tema sobre uso do véu islâmico para leitura prévia dos alunos. Selecione aquele que você considera que será mais adequado a sua turma.

CORPAS, Maria Angeles. Véu islâmico: símbolo religioso, tradição cultural ou instrumento de discriminação? Aleteia. Disponível em:

<https://pt.aleteia.org/2013/05/14/veu-islamico-simbolo-religioso-tradicao-cultural-ou-instrumento-de-discriminacao/>. Acesso em: 21 jan. 2019.

O uso da burca mexe com a Europa. Disponível em: <http://www.oieduca.com.br/artigos/convivendo-com-a-diferenca/o-uso-da-burca-mexe-com-a-europa.html>. Acesso em: 21 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 4 minutos

Orientações: Projete ou mostre uma cópia deste slide (providenciadas por você). Caso não seja possível nem projetar, nem mostrar cópia, leia o texto para os alunos ou copie no quadro.

Fale para a classe sobre o uso do véu islâmico. A imensa maioria dos muçulmanos (que seguem a doutrina do Islamismo), crê que o uso da vestimenta pelas mulheres é obrigatório, pois atribuem ser uma orientação do Alcorão, livro sagrado islâmico, na qual tanto homens como mulheres devem se vestir de forma comportada em público.

Material complementar:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/38FpYRRy7KtsqqHcrURhpwFWYGZsTjxWvRHX3RzD2KN72bVGskG8zb5rXpZc/geo9-05und05-contextualizacao.pdf

Slide Plano Aula

Orientações: Projete ou mostre uma cópia desta imagem (providenciadas por você). Leia com os alunos sobre cada tipo/modelo. Peça para que atentem aos tipos que cobrem totalmente o rosto (burca e niqab), pois são os modelos que mais sofrem restrição de uso nos países europeus.

Fonte da imagem:

Entenda: Quais os tipos de véus islâmicos? O Globo. Disponível em:

<https://oglobo.globo.com/mundo/entenda-quais-os-tipos-de-veus-islamicos-22370049>. Acesso em: 14 jan. 2019.

Como adequar à sua realidade:

Questione os alunos se eles conhecem ou já viram uma mulher muçulmana usando algum tipo de véu. Se responderem afirmativamente pergunte de qual tipo/modelo era e se eles lembram o lugar.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Projete ou mostre uma cópia deste slide (providenciadas por você).

Ambas destacam a proibição de véu islâmico em países europeus. Pergunte aos alunos se eles já tinham conhecimento desses casos e peça para que reflitam sobre a situação.

O véu islâmico, desde o atentado de 2001 (ataques de 11 de setembro - Estado Unidos), passou a ser alvo de debate por parte da mídia mundial. Muitas das divergências que acontecem em torno do uso do véu são atreladas a questão dos Estados/países se declararem laicos, e não aceitarem a utilização símbolos e acessórios religiosos, principalmente do islamismo. Outro ponto abordado pelos meios de comunicação mencionam que o uso, de burcas e niqab em especial, por cobrirem grande parte do rosto, representam insegurança para a população, já que por trás do véu pode estar um ou uma terrorista em potencial. São questões, que dentre outras, faz do acessório alvo de críticas, preconceito e militância.

Material complementar:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/XYSMW3rhRsDdFpRD3B9PD2YP4gyFsG2ZSVdG43yqWQk6b9PMq2DC8MgzCvkN/geo9-05und05-problematizacao.pdf

Fonte das imagens:

Imagem 01: Dinamarca proíbe véu islâmico em lugares públicos. G1. Disponível em: .

Acesso em: 14 jan. 2019.

Imagem 02: Proibição da burca segue sendo polêmica na França. Deutsch Welle. Disponível em: . Acesso em: 14 jan. 2019. Acesso em: 14 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Projete ou mostre uma cópia deste slide (providenciadas por você). Caso não seja possível nem projetar, nem mostrar cópia, leia o texto para os alunos ou copie no quadro.

Deixe claro que não é o momento de responder às questões e nem trocar, ainda, ideias com o grupo. Essa etapa é dedicada a reflexão individual, na qual os alunos devem considerar seu ponto de vista sobre a questão e ficarem instigados a já irem estabelecendo relações e projetar uma opinião sobre a problematização.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 37 minutos

Orientações: Projete ou mostre uma cópia deste slide (providenciadas por você). Caso não seja possível nem projetar, nem mostrar uma cópia, leia o texto para os alunos ou copie no quadro.

Fale para a sala sobre o tempo dedicado para a realização da ação propositiva, serão 10 minutos para articulação com o grupo e 27 minutos para socialização com a classe. Cada grupo deve ter um orador, peça para que escolham algum colega para a função.

No decorrer dos primeiros dez minutos os alunos, reunidos em grupos (a sugestão é que sejam formados quatro ou cinco dependendo do número de alunos da classe), deverão refletir sobre as considerações elencadas no slide, conversar com o grupo e se acharem necessário devem anotar no caderno ou em uma folha as principais considerações. Deixe claro que não é necessário responder as considerações, mas sim conversar sobre elas com o grupo. Durante esta etapa é importante que você circule pela sala e retire eventuais dúvidas. Incentive para que todos participem e emitam seus posicionamentos.

A divisão em grupos para realização do debate não considera o princípio de separá-los em equipes que tenham posicionamentos opostos. Essa dicotomização, devido a complexidade da temática, não seria pertinente. Como o objetivo é levá-los a analisar um caso real, discutir e refletir sobre a situação, além de propor uma solução, o ideal é que aconteça a princípio em pequenos grupos, mesmo que neles a opinião sejam divergentes.

O propósito de primeiro se articular e trocar ideias nesses pequenos grupos é dar oportunidade para que alunos mais tímidos, que tenham receio de falar, possam expor seus pensamentos e contribuir, de alguma forma, com o desenvolvimento do debate.

Os 27 minutos restantes devem ser dedicados a exposição das considerações. É necessário que o orador, ao expor as reflexões, mencione os posicionamentos dos membros de seu grupo. Após a primeira rodada é o momento de você instigá-los a argumentar. Se achar necessário dê mais dois minutos para que voltem a conversar com os membros da equipe antes de iniciarem a segunda rodada.

É significativo compreenderem que a situação é complexa e não acontece somente em decorrência de um fator, mas sim de uma junção deles (receio de atos terroristas, preconceito, intolerância com migrantes, Estado laico, dentre outros).

Em relação a existir um lado certo ou não, como o tema é controverso, é esperado que eles tenham uma opinião, mas deixe claro que não tem lado certo ou errado. O mesmo vale para ponderar sobre se é a lei do país ou a religiosidade que tem mais peso na decisão e quem deve ceder. Alunos mais religiosos podem crer que seja a religião, enquanto os outros apontam o Estado, prevalecendo portanto, as vivências e os valores.

Como o conflito não é resolvido nem mesmo por órgãos internacionais com essa função , como o caso da Organização da Nações Unidas (ONU), é quase impossível, ter uma solução a curto prazo para os conflitos e divergências.

É esperado que os alunos façam suas considerações de maneira ordenada e respeitosa. Deixe claro que é importante ouvir o posicionamento dos outros colegas para poder inferir sobre opiniões que divergem das deles. Mais importante do que ter um grupo ou pessoas mais certas, vale a prática de argumentação dos alunos.

Material complementar:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/J8YzWXXutnXKYs9JsPMjxCAG2NJDjPxSj2HMRxyNdZEufPBPHw296DeCtN8w/geo9-05und05-acao-propositiva.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Esta etapa é dedicada a exposição final das falas.

A reflexão sugerida visa avaliar sobre as relações culturais. O objetivo da aula é ter levado o aluno a desenvolver reflexões sobre o processo de mundialização que envolve também a migração. Em um processo como o atual, de tamanha interação devido ao meios de comunição e uso de tecnologias, o que eles têm a opinar sobre o assunto.

É esperado que eles argumentem que a integração cultural, apesar de acontecer de forma ampla, não é homogênea e muito menos harmônica; nesse processo é cada vez mais recorrente casos de não aceitação de práticas culturais.

Material complementar:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/wn8gxCWBdxXpwFFkJMQN26pkGexfB2wpsTj2s5QFJqxCBRvvz356BWXyvVzu/geo9-05und05-sistematizacao.pdf

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Conexões e escalas do 9º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09GE05 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano