16466
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Geografia > 9º ano > Conexões e escalas

Plano de aula - Localização da Oceania e sua natureza

Plano de aula de Geografia com atividades para 9º ano do Fundamental sobre conhecer a localização da Oceania e seus impactos na vida da população desse continente.

Plano 05 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Lara D'Assunção Dos Santos

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09GE09 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. A habilidade que dialoga com esta é a EF09G04, pois visa relacionar diferenças de paisagens aos modos de viver de diferentes povos na Europa, Ásia e Oceania, valorizando identidades e interculturalidades regionais. Esse plano aborda características físicas da Oceania e seu impacto na biodiversidade, no clima e na ocupação humana do local.

Materiais necessários: Folha impressa com perguntas e respostas sobre a Oceania, papel 40 quilos, guache preto e pincel ou canetinha de traço grosso e símbolos da Austrália (canguru) e da Nova Zelândia (ave Kiwi) impressos. é necessário que alguns de cada símbolo seja envolto por contact transparente, pois eles serão a premiação final para os grupos que responderão as “perguntas-desafio” ao final da aula.

Material complementar: Figuras para imprimir e modelo de jogo da velha:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Perguntas e respostas sobre a Oceania para o Jogo da Velha: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/F6Cfkx52HUN7thYjUZJdtyaAK496qwQNuWkpUZy7wZ5CXtsMmryEK7cqEgx7/geo9-09und05-perguntas-e-respostas.pdf

Link para os mapas:

Mapa político da Oceania.

Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Mapa_oceania.svg. Acesso em: 11 mar 2019.

Mapa mundi com destaque para a Oceania.

Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/a0/LocationOceania.png. Acesso em: 11 mar. 2019

Imagem 1 (slide 5): Fonte: Primeira imagem composta da biosfera global. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Imagem 2 (slide 6): Fonte: Fronteiras entre as placas tectônicas. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Imagem 3 (slide 7): Tremor e pequeno tsunami causam destruição na Oceania. Revista Veja. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Alerta de tsunami é emitido após terremoto de 7,5 graus na Nova Caledônia. Estado de São Paulo. Disponível: https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,alerta-de-tsunami-e-emitido-apos-terremoto-de-7-5-graus-na-nova-caledonia,70002633661>. Acesso em: 9 jan. 2019.

Imagem da ave Kiwi e do canguru disponíveis em:

Fonte: New Zealand road sign - Kiwi (alternate). Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 8 jan. 2019.

Fonte: Kangaroo Sign. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 8 jan. 2019.

Para você saber mais:

A animação Procurando Nemo pode ser referência para que os alunos tenham contato com a natureza da Austrália. Ela conta a história de um peixe-palhaço que precisa achar seu filho chamado Nemo. No meio do caminho, ele foge de alguns predadores e conta com a ajuda de outros animais aquáticos típicos das Grandes Barreiras de corais australianas, uma das atrações naturais mais impressionantes do país e cenário do filme.

Outro filme famoso por suas indicações a diversos prêmio é “Austrália” (2008), que conta com a atuação de Nicole Kidman. Ele se passa entre 1939 e 1942 e tem como pano de fundo os acontecimentos no norte da Austrália, no momento, o bombardeio de Darwin, durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1942, Darwin tinha uma população oficial de 2.000 pessoas e era uma posição estratégica devido a um porto naval e uma base aérea lá colocados. No enredo, a personagem Lady Sarah Ashley viaja da Inglaterra para o norte da Austrália para impedir que seu marido venda sua estação de gado. O marido de Lady Sarah é assassinado pouco antes dela chegar e as autoridades lhe dizem que o assassino é um ancião aborígine, o "Rei George".

Matéria da Veja sobre o desaparecimento dos corais das Grandes Barreiras australianas:

Aquecimento global compromete a Grande Barreira de Corais. Revista Veja. Disponível em: <https://veja.abril.com.br/ciencia/aquecimento-global-compromete-a-grande-barreira-de-corais/>. Acesso em: 9 jan. 2019.

Fonte dos IDHs:

Human Development Indices and Indicators. UNDP. Disponível em: <http://hdr.undp.org/sites/default/files/2018_human_development_statistical_update.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2019.

Contextos prévios: Fusos horários para compreender a linha internacional de mudança de data que passa pela Oceania, terremotos, tsunamis e formação dos continentes (Gondwana, Laurásia, Pangéia). Também é necessário o conhecimento do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH).

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Nessa aula serão abordados aspectos naturais da Oceania que afetam diretamente o modo de vida dos habitantes desse continente, sobretudo no tocante à ocupação da Austrália e o estado de alerta em que vivem as ilhas que compõem esse continente.

Em seguida, eles jogarão um jogo da velha com símbolos das placas das estradas da Austrália e da Nova Zelândia, onde ganhará a dupla que responder corretamente às questões sobre a Oceania e formar a sequência de símbolos da sua equipe.

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Ambiente o aluno através da observação da imagem. Pergunte se eles imaginam como é a distribuição do território da Oceania. Peça para que compare a Oceania aos demais continentes. Peça para que percebam os microterritórios.

  • O que seriam esses microterritórios?
  • Quais linhas imaginárias passam por esse continente?

Aponte que o país com dimensões continentais é a Austrália e que abaixo dela, à direita, é a Nova Zelândia . Ambos são destaques econômicos da Oceania.

Já os microterritórios fazem parte dos três grandes grupos de ilhas em que a Oceania pode ser dividida: Micronésia, Polinésia e Melanésia (próximo slide).

Vale ressaltar o território da Indonésia e da Papua Nova Guiné (próximo slide)

Para você saber mais:

Mapa mundi com destaque para a Oceania.

Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/a0/LocationOceania.png. Acesso em: 11 mar. 2019

Contextualização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Pela Oceania passam as Linhas de Mudança de Data, linha do Equador e Trópico de Capricórnio. É banhado pelos Oceanos Índico a Oeste e Oceano Pacífico ao Leste. Seus habitantes costumam migrar de um arquipélago a outro a procura de melhores condições de trabalho. Austrália e Nova Zelândia são as únicas nações desenvolvidas localizadas no hemisfério Sul, sendo também os países de maior superfície e população deste continente.

Além do destaque econômico da Nova Zelândia e da Austrália, a Micronésia (ao Norte de Papua Nova Guiné), a Melanésia (extremo oeste do Oceano Pacífico e a nordeste da Austrália, que inclui os territórios das ilhas Molucas, Nova Guiné, ilhas Salomão, Vanuatu, Nova Caledónia e Fiji) e a Polinésia, que hoje vivem basicamente do turismo, foram alvos da cobiça imperialista e neocolonialista, principalmente dos países europeus e dos Estados Unidos. Essas ilhas serviram para o fornecimento de matérias-primas às metrópoles e também como bases militares para o domínio geopolítico do Pacífico (ADAS & ADAS, 2011, p. 257).

Escreva no quadro os seguintes dados para que os alunos percebam a discrepância dos territórios da Oceania (se quiser desenhar um gráfico pizza colorido pode ficar interessante)

OCEANIA: distribuição do território

Austrália: 90,1%

Papua Nova Guiné: 5,4%

Nova Zelândia: 3,2%

Arquipélagos e Ilhas restantes: 1,3%

Escreva também dos Índices de Desenvolvimento Humano (2017) desses mesmos lugares para que os alunos percebam que as dimensões do território não apresenta relação direta com o IDH. Faça com que eles percebam a discrepância de IDHs dentro de um mesmo continente e também avaliem que a Nova Zelândia e a Austrália possuem territórios de diferentes dimensões, mas IDHs elevadíssimos, haja vista que o máximo é 1.

Austrália: 0,939

Papua Nova Guiné: 0,544

Nova Zelândia: 0,917

Micronésia: 0,627

Para você saber mais:

ADAS, Melhem; ADAS, Sérgio. Expedições geográficas, 9º ano. 1ª ed. São Paulo: Moderna, 2011. p. 262

Mapa político da Oceania.

Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Mapa_oceania.svg. Acesso em: 11 mar 2019.

Fonte dos IDHs:

Human Development Indices and Indicators. UNDP. Disponível em: <http://hdr.undp.org/sites/default/files/2018_human_development_statistical_update.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Destaque que a Oceania é uma das áreas mais singulares do globo. Ela conta com climas e faunas variadas, desertos, arquipélagos paradisíacos, gêiseres, entre outros.

Em seguida, peça para que os alunos observem as imagens 1, 2 e 3 e peça para que eles discutam entre eles sobre como as características naturais da Oceania podem afetar no modo de vida das pessoas desse continente. Se não tiver projetor na sala, será necessário imprimir as imagens.

Nesse momento não importa se as respostas estejam certas ou erradas, pois o que vale é extrair todo o conhecimento que eles já dispõem sobre a região e também fazê-los falar sobre a relação homem-natureza.

Nessa primeira imagem, os alunos podem destacar a semelhança do deserto da Austrália com o Saara e o Atacama. É importante que eles apontem a dificuldade de habitação desses lugares, o que no caso da Austrália, levou à ocupação concentrada nas zonas litorâneas.

Explique que as áreas verdes escuras (florestas tropicais) apresentam o maior potencial de produção de clorofila. Os tons mais claros de verde destacam florestas tropicais e subtropicais, florestas temperadas e fazendas e algumas regiões mais secas, como savanas e pampas. As tonalidades amarelas no Meio-Oeste dos Estados Unidos mostram um potencial menor, enquanto o tom amarelo mais escuro das florestas do Hemisfério Norte e o Outback australiano seco estão em baixa. Desertos, altas montanhas e regiões árticas refletem condições estéreis. São áreas de vazio demográfico, portanto.

Diga que o Outback é considerado tudo aquilo que não está no litoral ou perto de grandes cidades. Na tradução ao pé da letra seria "tudo o que está para trás" o que deve ser entendido como no interior, em áreas rurais, áreas desértica. O Outback engloba 2/3 de todo o território australiano. Assim, a população australiana ocupa as regiões onde há maior umidade, especialmente nas porções leste e sudeste. Por conta dos outbacks, a densidade demográfica da Austrália varia de menos de 1 hab./km2 até mais de 50 hab./km2.

Sua formação deve-se à Cordilheira Australiana, localizada na costa Leste, que serve de obstáculo à penetração de massas de ar oceânicas (úmidas) e provocam chuvas de relevo ou orográficas nas planícies litorâneas. Quando as massas ultrapassam a cordilheira e atingem a porção mais interiorana do território, já estão secas.

Mapas e imagens para imprimir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Para você saber mais:

Fonte: Primeira imagem composta da biosfera global. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Destaque que a Oceania é uma das áreas mais singulares do globo. Ela conta com climas e faunas variadas, desertos, arquipélagos paradisíacos, gêiseres, entre outros.

Peça para que os alunos escrevam “Imagem 1”, “Imagem 2” e “Imagem 3”, dedicando cerca de 3 linhas para cada imagem.

Em seguida, mostre-as de maneira que eles tenham 1 minuto e meio para observá-las e escrever brevemente sobre como as características naturais da Oceania podem afetar no modo de vida das pessoas. Se não tiver projetor na sala, será necessário imprimir as imagens.

Nesse momento não importa se os textos estão certos ou errados, pois o que vale é extrair todo o conhecimento que eles já dispõem sobre a região e também fazê-los discorrer sobre a relação homem-natureza.

Nessa primeira imagem, os alunos podem destacar a semelhança do deserto da Austrália com o Saara e o Atacama. É importante que eles apontem a dificuldade de habitação desses lugares, o que no caso da Austrália, levou à ocupação concentrada nas zonas litorâneas.

Explique que as áreas verdes escuras (florestas tropicais) apresentam o maior potencial de produção de clorofila. Os tons mais claros de verde destacam florestas tropicais e subtropicais, florestas temperadas e fazendas e algumas regiões mais secas, como savanas e pampas. As tonalidades amarelas no Meio-Oeste dos Estados Unidos mostram um potencial menor, enquanto o tom amarelo mais escuro das florestas do Hemisfério Norte e o Outback australiano seco estão em baixa. Desertos, altas montanhas e regiões árticas refletem condições estéreis. São áreas de vazio demográfico, portanto.

Diga que o Outback é considerado tudo aquilo que não está no litoral ou perto de grandes cidades. Na tradução ao pé da letra seria "tudo o que está para trás" o que deve ser entendido como no interior, em áreas rurais, áreas desértica. O Outback engloba 2/3 de todo o território australiano. Assim, a população australiana ocupa as regiões onde há maior umidade, especialmente nas porções leste e sudeste. Por conta dos outbacks, a densidade demográfica da Austrália varia de menos de 1 hab./km2 até mais de 50 hab./km2.

Sua formação deve-se à Cordilheira Australiana, localizada na costa Leste, que serve de obstáculo à penetração de massas de ar oceânicas (úmidas) e provocam chuvas de relevo ou orográficas nas planícies litorâneas. Quando as massas ultrapassam a cordilheira e atingem a porção mais interiorana do território, já estão secas.

Mapas e imagens para imprimir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Para você saber mais:

Fonte: Primeira imagem composta da biosfera global. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Essa imagem vai direcionar o texto elaborado por eles a partir da figura 3. O mapa mostra os limites das placas tectônicas, vulcões e o círculo de fogo.

Os alunos podem dizer que os países próximos ao círculo de fogo do pacífico possuem dinâmicas diferentes. São lugares com construções preparadas para aguentar tremores que proporciona constantes movimentações das placas e desastres naturais como terremotos e tsunamis. Eles podem acrescentar que os países com maiores IDHs estão notoriamente melhores preparados para qualquer acidente natural que possa ocorrer. É o caso da Austrália e da Nova Zelândia, cujos IDHs, em 2017, eram, respectivamente, 0,939 e 0,917)

Cite uma curiosidade geológica interessante que justifica a evolução de certas espécies de animais nesse continente:

A Austrália era parte do supercontinente Gondwana, que incluía grande parte dos continentes do hemisfério Sul, incluindo a Oceania, a Nova Zelândia, Nova Guiné e Nova Caledônia.

Gondwana foi formado durante o período Jurássico Superior, há cerca de 200 milhões de anos, pela separação do Pangeia.

É justamente por conta desse momento geológico e, posterior a ele, (quando a Austrália se separou da Papua Nova Guiné e da Nova Caledônia) que a evolução de espécies de animais muito particulares, como o canguru, pôde ocorrer.

Mapas e imagens para imprimir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Para você saber mais:

Fronteiras entre as placas tectônicas. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Essa imagem é um recorte de reportagens sobre a Oceania.

As Ilhas Salomão e a Nova caledônia estão no “Anel de Fogo” ou “Círculo de Fogo do Pacífico”, uma zona de intensa atividade vulcânica e tectônica, mas com litorais deslumbrantes.

Os alunos podem ressaltar que se por um lado esses possíveis acidentes naturais tomam as manchetes, a natureza também aparece de maneira favorável aos habitantes da Oceania. Os locais com paisagens exuberantes são os mesmos com potencial de tsunamis.

Diga que o turismo é uma das principais atividades econômicas da Austrália e da Nova Zelândia.

A Austrália conta com praias paradisíacas, o Outback (que cobre boa parte do interior do país), a Grande Barreira de Coral.

A Nova Zelândia também possui uma paisagem exuberante que vai de florestas e montanhas a geleiras, rios e prais, Outro fator que atrai os turistas são os esportes radicais, como o bungee jump (salta com elástico, inventado no país) e o rafting (descida pelas corredeiras dos rios em barcos infláveis) (MARTINEZ, et al., 2015, p. 193).

O próximo slide e o material complementar contam com fotografias das belezas naturais da Oceania como forma de ilustrar as paisagens mencionadas (geleiras, rios, praias, a prática do bungee jump, desertos).

Você pode citar também que a presença humana resulta em alterações drásticas na paisagem.

A Grande Barreira de corais, na Austrália, está ameaçada pelo aquecimento global, pois o branqueamento dos corais é um indício de que as algas marinhas, que servem de alimento para eles, estão desaparecendo. A dinâmica é a seguinte: os corais expulsam as algas da sua estrutura quando elas passam a produzir substâncias tóxicas devido ao aumento da temperatura da água na região. Além da temperatura das águas, o coral também está sendo ameaçado pela qualidade da água, que está cada vez mais ácida devido à alta concentração de dióxido de carbono (CO2). Tudo isso é resultante da ocupação humana. (Aquecimento global compromete a Grande Barreira de Corais. Revista Veja, 10/04/17. Disponível em: <https://veja.abril.com.br/ciencia/aquecimento-global-compromete-a-grande-barreira-de-corais/>. Acesso em: 9 jan. 2019).

Mapas e imagens para imprimir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Para você saber mais:

Fonte Manchete 1: Tremor e pequeno tsunami causam destruição na Oceania. Revista Veja. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Fonte Manchete 2: Alerta de tsunami é emitido após terremoto de 7,5 graus na Nova Caledônia. Estado de São Paulo. Disponível: https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,alerta-de-tsunami-e-emitido-apos-terremoto-de-7-5-graus-na-nova-caledonia,70002633661>. Acesso em: 9 jan. 2019.

MARTINEZ, et al. Geografia espaço e vivência. 9º ano. 5ª edição. São Paulo: Saraiva, 2015.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Orientações: Essa imagem é uma seleção de fotografias de algumas belezas naturais da Oceania que atraem turistas de várias partes do mundo. Você pode mostrá-las aos alunos para que eles visualizem as paisagens locais e tracem semelhanças e diferenças com as paisagens que eles conhecem.

Fotografias disponíveis no material complementar: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Ação Propositiva select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 22 minutos

Orientações: Para otimizar tempo e elaborar essa atividade propositiva é importante que você já leve os papéis 40 quilos desenhados com o diagrama do jogo da velha e as cartas do Kiwi, do canguru e a folha com as perguntas e respostas. Se preferir, pode escrever a pergunta da rodada no quadro.

Divida a turma em grupos de 4 alunos e distribua um papel 40 quilos com o jogo da velha desenhado para cada grupo. Em seguida, distribua as figuras do canguru e da ave Kiwi para representar a Austrália e a Nova Zelândia, respectivamente.

Pergunte se eles conhecem essas representações. São placas de trânsito dos animais que podem ser encontrados nas estradas da Austrália e da Nova Zelândia.

Diga que canguru é o animal símbolo da Austrália. Eles possuem patas traseiras muito desenvolvidas e uma presença de uma bolsa (o marsúpio) presente apenas nas fêmeas, onde o filhote completa seu desenvolvimento. Seu habitat situa-se em planícies e sua alimentação baseia-se em vegetais e frutas.

Já o Kiwi é uma ave rara que apresenta hábitos noturnos, quando sai para se alimentar de invertebrados e algumas frutas. Essas aves apresentam uma grande capacidade de correr e nadar em rios, mas não voam, tal como os avestruzes.

Com os grupos divididos e os times da Austrália e da Nova Zelândia escolhidos, você vai ler a primeira pergunta.

Terá o direito de responder o time que colocar seu símbolo primeiro em algum quadrado do jogo da velha após a pergunta acabar de ser lida. Se preferir, você pode estabelecer que eles só podem colocar após o seu sinal, que pode ser um “agora!” ou “já!”.

Caso o time que preencheu o quadrado primeiro responda errado, o adversário ganha o direito de responder. Se ele acertar, poderá colocar o símbolo do seu país em algum quadrado. Se não, ninguém preenche o quadrado e passa para a próxima pergunta até que algum time complete com seus símbolos no sentido diagonal, vertical ou horizontal. Se nenhum dos times acertarem a resposta, não fale por enquanto qual é o gabarito, pois essas perguntas serão utilizadas na finalização da aula como “perguntas-desafio”.

Caso dê “Velha”, ou seja, o modo em que não há sequência horizontal, diagonal ou vertical de nenhum símbolo, começa tudo de novo.

Dessa forma, o tabuleiro será zerado e você vai ler outras perguntas para os times que resultaram em “Velha”. Se der “Velha” na segunda rodada de perguntas, declare empate para que possa passar para o final da aula.

O importante é terminar a atividade sabendo um pouco mais sobre a localização, a ocupação territorial, os IDHs, as espécies locais, a geomorfologia, dentre outros fatores.

Imagens e simulação do jogo da velha disponíveis no material complementar: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Perguntas e respostas sobre a Oceania para o Jogo da Velha: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/F6Cfkx52HUN7thYjUZJdtyaAK496qwQNuWkpUZy7wZ5CXtsMmryEK7cqEgx7/geo9-09und05-perguntas-e-respostas.pdf

Para você saber mais:

Fonte: New Zealand road sign - Kiwi (alternate). Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 8 jan. 2019.

Fonte: Kangaroo Sign. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 8 jan. 2019.

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações: Para finalizar a aula, você vai lançar perguntas com algumas curiosidades sobre a Oceania aos grupos que ganharam o jogo da velha. Os outros alunos podem ajudar nas respostas. Ao final, esses alunos que responderam as curiosidades ganharão um Kiwi ou canguru envolto em contact.

As perguntas estão no material complementar.

Link para as perguntas e respostas:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/F6Cfkx52HUN7thYjUZJdtyaAK496qwQNuWkpUZy7wZ5CXtsMmryEK7cqEgx7/geo9-09und05-perguntas-e-respostas.pdf

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre este plano: Ele está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF09GE09 de Geografia, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes. A habilidade que dialoga com esta é a EF09G04, pois visa relacionar diferenças de paisagens aos modos de viver de diferentes povos na Europa, Ásia e Oceania, valorizando identidades e interculturalidades regionais. Esse plano aborda características físicas da Oceania e seu impacto na biodiversidade, no clima e na ocupação humana do local.

Materiais necessários: Folha impressa com perguntas e respostas sobre a Oceania, papel 40 quilos, guache preto e pincel ou canetinha de traço grosso e símbolos da Austrália (canguru) e da Nova Zelândia (ave Kiwi) impressos. é necessário que alguns de cada símbolo seja envolto por contact transparente, pois eles serão a premiação final para os grupos que responderão as “perguntas-desafio” ao final da aula.

Material complementar: Figuras para imprimir e modelo de jogo da velha:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Perguntas e respostas sobre a Oceania para o Jogo da Velha: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/F6Cfkx52HUN7thYjUZJdtyaAK496qwQNuWkpUZy7wZ5CXtsMmryEK7cqEgx7/geo9-09und05-perguntas-e-respostas.pdf

Link para os mapas:

Mapa político da Oceania.

Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Mapa_oceania.svg. Acesso em: 11 mar 2019.

Mapa mundi com destaque para a Oceania.

Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/a0/LocationOceania.png. Acesso em: 11 mar. 2019

Imagem 1 (slide 5): Fonte: Primeira imagem composta da biosfera global. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Imagem 2 (slide 6): Fonte: Fronteiras entre as placas tectônicas. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Imagem 3 (slide 7): Tremor e pequeno tsunami causam destruição na Oceania. Revista Veja. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Alerta de tsunami é emitido após terremoto de 7,5 graus na Nova Caledônia. Estado de São Paulo. Disponível: https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,alerta-de-tsunami-e-emitido-apos-terremoto-de-7-5-graus-na-nova-caledonia,70002633661>. Acesso em: 9 jan. 2019.

Imagem da ave Kiwi e do canguru disponíveis em:

Fonte: New Zealand road sign - Kiwi (alternate). Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 8 jan. 2019.

Fonte: Kangaroo Sign. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 8 jan. 2019.

Para você saber mais:

A animação Procurando Nemo pode ser referência para que os alunos tenham contato com a natureza da Austrália. Ela conta a história de um peixe-palhaço que precisa achar seu filho chamado Nemo. No meio do caminho, ele foge de alguns predadores e conta com a ajuda de outros animais aquáticos típicos das Grandes Barreiras de corais australianas, uma das atrações naturais mais impressionantes do país e cenário do filme.

Outro filme famoso por suas indicações a diversos prêmio é “Austrália” (2008), que conta com a atuação de Nicole Kidman. Ele se passa entre 1939 e 1942 e tem como pano de fundo os acontecimentos no norte da Austrália, no momento, o bombardeio de Darwin, durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1942, Darwin tinha uma população oficial de 2.000 pessoas e era uma posição estratégica devido a um porto naval e uma base aérea lá colocados. No enredo, a personagem Lady Sarah Ashley viaja da Inglaterra para o norte da Austrália para impedir que seu marido venda sua estação de gado. O marido de Lady Sarah é assassinado pouco antes dela chegar e as autoridades lhe dizem que o assassino é um ancião aborígine, o "Rei George".

Matéria da Veja sobre o desaparecimento dos corais das Grandes Barreiras australianas:

Aquecimento global compromete a Grande Barreira de Corais. Revista Veja. Disponível em: <https://veja.abril.com.br/ciencia/aquecimento-global-compromete-a-grande-barreira-de-corais/>. Acesso em: 9 jan. 2019.

Fonte dos IDHs:

Human Development Indices and Indicators. UNDP. Disponível em: <http://hdr.undp.org/sites/default/files/2018_human_development_statistical_update.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2019.

Contextos prévios: Fusos horários para compreender a linha internacional de mudança de data que passa pela Oceania, terremotos, tsunamis e formação dos continentes (Gondwana, Laurásia, Pangéia). Também é necessário o conhecimento do Índice do Desenvolvimento Humano (IDH).

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 2 minutos

Orientações: Nessa aula serão abordados aspectos naturais da Oceania que afetam diretamente o modo de vida dos habitantes desse continente, sobretudo no tocante à ocupação da Austrália e o estado de alerta em que vivem as ilhas que compõem esse continente.

Em seguida, eles jogarão um jogo da velha com símbolos das placas das estradas da Austrália e da Nova Zelândia, onde ganhará a dupla que responder corretamente às questões sobre a Oceania e formar a sequência de símbolos da sua equipe.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 5 minutos

Orientações: Ambiente o aluno através da observação da imagem. Pergunte se eles imaginam como é a distribuição do território da Oceania. Peça para que compare a Oceania aos demais continentes. Peça para que percebam os microterritórios.

  • O que seriam esses microterritórios?
  • Quais linhas imaginárias passam por esse continente?

Aponte que o país com dimensões continentais é a Austrália e que abaixo dela, à direita, é a Nova Zelândia . Ambos são destaques econômicos da Oceania.

Já os microterritórios fazem parte dos três grandes grupos de ilhas em que a Oceania pode ser dividida: Micronésia, Polinésia e Melanésia (próximo slide).

Vale ressaltar o território da Indonésia e da Papua Nova Guiné (próximo slide)

Para você saber mais:

Mapa mundi com destaque para a Oceania.

Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/a0/LocationOceania.png. Acesso em: 11 mar. 2019

Slide Plano Aula

Orientações: Pela Oceania passam as Linhas de Mudança de Data, linha do Equador e Trópico de Capricórnio. É banhado pelos Oceanos Índico a Oeste e Oceano Pacífico ao Leste. Seus habitantes costumam migrar de um arquipélago a outro a procura de melhores condições de trabalho. Austrália e Nova Zelândia são as únicas nações desenvolvidas localizadas no hemisfério Sul, sendo também os países de maior superfície e população deste continente.

Além do destaque econômico da Nova Zelândia e da Austrália, a Micronésia (ao Norte de Papua Nova Guiné), a Melanésia (extremo oeste do Oceano Pacífico e a nordeste da Austrália, que inclui os territórios das ilhas Molucas, Nova Guiné, ilhas Salomão, Vanuatu, Nova Caledónia e Fiji) e a Polinésia, que hoje vivem basicamente do turismo, foram alvos da cobiça imperialista e neocolonialista, principalmente dos países europeus e dos Estados Unidos. Essas ilhas serviram para o fornecimento de matérias-primas às metrópoles e também como bases militares para o domínio geopolítico do Pacífico (ADAS & ADAS, 2011, p. 257).

Escreva no quadro os seguintes dados para que os alunos percebam a discrepância dos territórios da Oceania (se quiser desenhar um gráfico pizza colorido pode ficar interessante)

OCEANIA: distribuição do território

Austrália: 90,1%

Papua Nova Guiné: 5,4%

Nova Zelândia: 3,2%

Arquipélagos e Ilhas restantes: 1,3%

Escreva também dos Índices de Desenvolvimento Humano (2017) desses mesmos lugares para que os alunos percebam que as dimensões do território não apresenta relação direta com o IDH. Faça com que eles percebam a discrepância de IDHs dentro de um mesmo continente e também avaliem que a Nova Zelândia e a Austrália possuem territórios de diferentes dimensões, mas IDHs elevadíssimos, haja vista que o máximo é 1.

Austrália: 0,939

Papua Nova Guiné: 0,544

Nova Zelândia: 0,917

Micronésia: 0,627

Para você saber mais:

ADAS, Melhem; ADAS, Sérgio. Expedições geográficas, 9º ano. 1ª ed. São Paulo: Moderna, 2011. p. 262

Mapa político da Oceania.

Fonte: Wikimedia Commons. Disponível em: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Mapa_oceania.svg. Acesso em: 11 mar 2019.

Fonte dos IDHs:

Human Development Indices and Indicators. UNDP. Disponível em: <http://hdr.undp.org/sites/default/files/2018_human_development_statistical_update.pdf>. Acesso em: 20 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 13 minutos

Orientações: Destaque que a Oceania é uma das áreas mais singulares do globo. Ela conta com climas e faunas variadas, desertos, arquipélagos paradisíacos, gêiseres, entre outros.

Em seguida, peça para que os alunos observem as imagens 1, 2 e 3 e peça para que eles discutam entre eles sobre como as características naturais da Oceania podem afetar no modo de vida das pessoas desse continente. Se não tiver projetor na sala, será necessário imprimir as imagens.

Nesse momento não importa se as respostas estejam certas ou erradas, pois o que vale é extrair todo o conhecimento que eles já dispõem sobre a região e também fazê-los falar sobre a relação homem-natureza.

Nessa primeira imagem, os alunos podem destacar a semelhança do deserto da Austrália com o Saara e o Atacama. É importante que eles apontem a dificuldade de habitação desses lugares, o que no caso da Austrália, levou à ocupação concentrada nas zonas litorâneas.

Explique que as áreas verdes escuras (florestas tropicais) apresentam o maior potencial de produção de clorofila. Os tons mais claros de verde destacam florestas tropicais e subtropicais, florestas temperadas e fazendas e algumas regiões mais secas, como savanas e pampas. As tonalidades amarelas no Meio-Oeste dos Estados Unidos mostram um potencial menor, enquanto o tom amarelo mais escuro das florestas do Hemisfério Norte e o Outback australiano seco estão em baixa. Desertos, altas montanhas e regiões árticas refletem condições estéreis. São áreas de vazio demográfico, portanto.

Diga que o Outback é considerado tudo aquilo que não está no litoral ou perto de grandes cidades. Na tradução ao pé da letra seria "tudo o que está para trás" o que deve ser entendido como no interior, em áreas rurais, áreas desértica. O Outback engloba 2/3 de todo o território australiano. Assim, a população australiana ocupa as regiões onde há maior umidade, especialmente nas porções leste e sudeste. Por conta dos outbacks, a densidade demográfica da Austrália varia de menos de 1 hab./km2 até mais de 50 hab./km2.

Sua formação deve-se à Cordilheira Australiana, localizada na costa Leste, que serve de obstáculo à penetração de massas de ar oceânicas (úmidas) e provocam chuvas de relevo ou orográficas nas planícies litorâneas. Quando as massas ultrapassam a cordilheira e atingem a porção mais interiorana do território, já estão secas.

Mapas e imagens para imprimir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Para você saber mais:

Fonte: Primeira imagem composta da biosfera global. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Destaque que a Oceania é uma das áreas mais singulares do globo. Ela conta com climas e faunas variadas, desertos, arquipélagos paradisíacos, gêiseres, entre outros.

Peça para que os alunos escrevam “Imagem 1”, “Imagem 2” e “Imagem 3”, dedicando cerca de 3 linhas para cada imagem.

Em seguida, mostre-as de maneira que eles tenham 1 minuto e meio para observá-las e escrever brevemente sobre como as características naturais da Oceania podem afetar no modo de vida das pessoas. Se não tiver projetor na sala, será necessário imprimir as imagens.

Nesse momento não importa se os textos estão certos ou errados, pois o que vale é extrair todo o conhecimento que eles já dispõem sobre a região e também fazê-los discorrer sobre a relação homem-natureza.

Nessa primeira imagem, os alunos podem destacar a semelhança do deserto da Austrália com o Saara e o Atacama. É importante que eles apontem a dificuldade de habitação desses lugares, o que no caso da Austrália, levou à ocupação concentrada nas zonas litorâneas.

Explique que as áreas verdes escuras (florestas tropicais) apresentam o maior potencial de produção de clorofila. Os tons mais claros de verde destacam florestas tropicais e subtropicais, florestas temperadas e fazendas e algumas regiões mais secas, como savanas e pampas. As tonalidades amarelas no Meio-Oeste dos Estados Unidos mostram um potencial menor, enquanto o tom amarelo mais escuro das florestas do Hemisfério Norte e o Outback australiano seco estão em baixa. Desertos, altas montanhas e regiões árticas refletem condições estéreis. São áreas de vazio demográfico, portanto.

Diga que o Outback é considerado tudo aquilo que não está no litoral ou perto de grandes cidades. Na tradução ao pé da letra seria "tudo o que está para trás" o que deve ser entendido como no interior, em áreas rurais, áreas desértica. O Outback engloba 2/3 de todo o território australiano. Assim, a população australiana ocupa as regiões onde há maior umidade, especialmente nas porções leste e sudeste. Por conta dos outbacks, a densidade demográfica da Austrália varia de menos de 1 hab./km2 até mais de 50 hab./km2.

Sua formação deve-se à Cordilheira Australiana, localizada na costa Leste, que serve de obstáculo à penetração de massas de ar oceânicas (úmidas) e provocam chuvas de relevo ou orográficas nas planícies litorâneas. Quando as massas ultrapassam a cordilheira e atingem a porção mais interiorana do território, já estão secas.

Mapas e imagens para imprimir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Para você saber mais:

Fonte: Primeira imagem composta da biosfera global. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Essa imagem vai direcionar o texto elaborado por eles a partir da figura 3. O mapa mostra os limites das placas tectônicas, vulcões e o círculo de fogo.

Os alunos podem dizer que os países próximos ao círculo de fogo do pacífico possuem dinâmicas diferentes. São lugares com construções preparadas para aguentar tremores que proporciona constantes movimentações das placas e desastres naturais como terremotos e tsunamis. Eles podem acrescentar que os países com maiores IDHs estão notoriamente melhores preparados para qualquer acidente natural que possa ocorrer. É o caso da Austrália e da Nova Zelândia, cujos IDHs, em 2017, eram, respectivamente, 0,939 e 0,917)

Cite uma curiosidade geológica interessante que justifica a evolução de certas espécies de animais nesse continente:

A Austrália era parte do supercontinente Gondwana, que incluía grande parte dos continentes do hemisfério Sul, incluindo a Oceania, a Nova Zelândia, Nova Guiné e Nova Caledônia.

Gondwana foi formado durante o período Jurássico Superior, há cerca de 200 milhões de anos, pela separação do Pangeia.

É justamente por conta desse momento geológico e, posterior a ele, (quando a Austrália se separou da Papua Nova Guiné e da Nova Caledônia) que a evolução de espécies de animais muito particulares, como o canguru, pôde ocorrer.

Mapas e imagens para imprimir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Para você saber mais:

Fronteiras entre as placas tectônicas. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Orientações: Essa imagem é um recorte de reportagens sobre a Oceania.

As Ilhas Salomão e a Nova caledônia estão no “Anel de Fogo” ou “Círculo de Fogo do Pacífico”, uma zona de intensa atividade vulcânica e tectônica, mas com litorais deslumbrantes.

Os alunos podem ressaltar que se por um lado esses possíveis acidentes naturais tomam as manchetes, a natureza também aparece de maneira favorável aos habitantes da Oceania. Os locais com paisagens exuberantes são os mesmos com potencial de tsunamis.

Diga que o turismo é uma das principais atividades econômicas da Austrália e da Nova Zelândia.

A Austrália conta com praias paradisíacas, o Outback (que cobre boa parte do interior do país), a Grande Barreira de Coral.

A Nova Zelândia também possui uma paisagem exuberante que vai de florestas e montanhas a geleiras, rios e prais, Outro fator que atrai os turistas são os esportes radicais, como o bungee jump (salta com elástico, inventado no país) e o rafting (descida pelas corredeiras dos rios em barcos infláveis) (MARTINEZ, et al., 2015, p. 193).

O próximo slide e o material complementar contam com fotografias das belezas naturais da Oceania como forma de ilustrar as paisagens mencionadas (geleiras, rios, praias, a prática do bungee jump, desertos).

Você pode citar também que a presença humana resulta em alterações drásticas na paisagem.

A Grande Barreira de corais, na Austrália, está ameaçada pelo aquecimento global, pois o branqueamento dos corais é um indício de que as algas marinhas, que servem de alimento para eles, estão desaparecendo. A dinâmica é a seguinte: os corais expulsam as algas da sua estrutura quando elas passam a produzir substâncias tóxicas devido ao aumento da temperatura da água na região. Além da temperatura das águas, o coral também está sendo ameaçado pela qualidade da água, que está cada vez mais ácida devido à alta concentração de dióxido de carbono (CO2). Tudo isso é resultante da ocupação humana. (Aquecimento global compromete a Grande Barreira de Corais. Revista Veja, 10/04/17. Disponível em: <https://veja.abril.com.br/ciencia/aquecimento-global-compromete-a-grande-barreira-de-corais/>. Acesso em: 9 jan. 2019).

Mapas e imagens para imprimir: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Para você saber mais:

Fonte Manchete 1: Tremor e pequeno tsunami causam destruição na Oceania. Revista Veja. Disponível em: . Acesso em: 9 jan. 2019.

Fonte Manchete 2: Alerta de tsunami é emitido após terremoto de 7,5 graus na Nova Caledônia. Estado de São Paulo. Disponível: https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,alerta-de-tsunami-e-emitido-apos-terremoto-de-7-5-graus-na-nova-caledonia,70002633661>. Acesso em: 9 jan. 2019.

MARTINEZ, et al. Geografia espaço e vivência. 9º ano. 5ª edição. São Paulo: Saraiva, 2015.

Slide Plano Aula

Orientações: Essa imagem é uma seleção de fotografias de algumas belezas naturais da Oceania que atraem turistas de várias partes do mundo. Você pode mostrá-las aos alunos para que eles visualizem as paisagens locais e tracem semelhanças e diferenças com as paisagens que eles conhecem.

Fotografias disponíveis no material complementar: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 22 minutos

Orientações: Para otimizar tempo e elaborar essa atividade propositiva é importante que você já leve os papéis 40 quilos desenhados com o diagrama do jogo da velha e as cartas do Kiwi, do canguru e a folha com as perguntas e respostas. Se preferir, pode escrever a pergunta da rodada no quadro.

Divida a turma em grupos de 4 alunos e distribua um papel 40 quilos com o jogo da velha desenhado para cada grupo. Em seguida, distribua as figuras do canguru e da ave Kiwi para representar a Austrália e a Nova Zelândia, respectivamente.

Pergunte se eles conhecem essas representações. São placas de trânsito dos animais que podem ser encontrados nas estradas da Austrália e da Nova Zelândia.

Diga que canguru é o animal símbolo da Austrália. Eles possuem patas traseiras muito desenvolvidas e uma presença de uma bolsa (o marsúpio) presente apenas nas fêmeas, onde o filhote completa seu desenvolvimento. Seu habitat situa-se em planícies e sua alimentação baseia-se em vegetais e frutas.

Já o Kiwi é uma ave rara que apresenta hábitos noturnos, quando sai para se alimentar de invertebrados e algumas frutas. Essas aves apresentam uma grande capacidade de correr e nadar em rios, mas não voam, tal como os avestruzes.

Com os grupos divididos e os times da Austrália e da Nova Zelândia escolhidos, você vai ler a primeira pergunta.

Terá o direito de responder o time que colocar seu símbolo primeiro em algum quadrado do jogo da velha após a pergunta acabar de ser lida. Se preferir, você pode estabelecer que eles só podem colocar após o seu sinal, que pode ser um “agora!” ou “já!”.

Caso o time que preencheu o quadrado primeiro responda errado, o adversário ganha o direito de responder. Se ele acertar, poderá colocar o símbolo do seu país em algum quadrado. Se não, ninguém preenche o quadrado e passa para a próxima pergunta até que algum time complete com seus símbolos no sentido diagonal, vertical ou horizontal. Se nenhum dos times acertarem a resposta, não fale por enquanto qual é o gabarito, pois essas perguntas serão utilizadas na finalização da aula como “perguntas-desafio”.

Caso dê “Velha”, ou seja, o modo em que não há sequência horizontal, diagonal ou vertical de nenhum símbolo, começa tudo de novo.

Dessa forma, o tabuleiro será zerado e você vai ler outras perguntas para os times que resultaram em “Velha”. Se der “Velha” na segunda rodada de perguntas, declare empate para que possa passar para o final da aula.

O importante é terminar a atividade sabendo um pouco mais sobre a localização, a ocupação territorial, os IDHs, as espécies locais, a geomorfologia, dentre outros fatores.

Imagens e simulação do jogo da velha disponíveis no material complementar: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/FYdqqpkaPU8JWsRqS6NhKYaCAKrdauFGVy59YKRXFcXPh3EfHYwANSTnVdqz/geo9-09und05-mapas-e-imagens.pdf

Perguntas e respostas sobre a Oceania para o Jogo da Velha: https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/F6Cfkx52HUN7thYjUZJdtyaAK496qwQNuWkpUZy7wZ5CXtsMmryEK7cqEgx7/geo9-09und05-perguntas-e-respostas.pdf

Para você saber mais:

Fonte: New Zealand road sign - Kiwi (alternate). Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 8 jan. 2019.

Fonte: Kangaroo Sign. Wikimedia commons. Disponível em: . Acesso em: 8 jan. 2019.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 8 minutos

Orientações: Para finalizar a aula, você vai lançar perguntas com algumas curiosidades sobre a Oceania aos grupos que ganharam o jogo da velha. Os outros alunos podem ajudar nas respostas. Ao final, esses alunos que responderam as curiosidades ganharão um Kiwi ou canguru envolto em contact.

As perguntas estão no material complementar.

Link para as perguntas e respostas:

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/F6Cfkx52HUN7thYjUZJdtyaAK496qwQNuWkpUZy7wZ5CXtsMmryEK7cqEgx7/geo9-09und05-perguntas-e-respostas.pdf

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Conexões e escalas do 9º ano :

MAIS AULAS DE Geografia do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF09GE09 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Geografia

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano