16178
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > História > 4º ano > Circulação de pessoas, produtos e culturas

Plano de aula - Migração indígena no Brasil contemporâneo

Plano de aula de História com atividades para 4º ano do EF sobre Migração indígena no Brasil contemporâneo

Plano 02 de 10 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Fernanda Nicolau Nogueira Barbosa Nunes

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI09, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor digital, (ou quadro, tablet ou aparelho celular), materiais impressos, folhas de sulfite, tarjetas de papel (colorido de preferência), marcadores permanentes.

Material complementar:

Vídeo

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/HgasrjvYDzBuJmWde5FEwAgZ7QmvExaRvpevahWv3sZrQYfhteg6qYyuNpp4/his4-09und02-contexto.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Quantitativo de população indígena

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hp8deBvX46t297KB3xCG9rtZbkj9awuS2amu384pWa9weJVq8ttCW9DjBWX7/his4-09und02-problematizacao-quantitativo-de-populacao-indigena.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Por que migram os povos indígenas?

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/TGrsQ3uMmep4uWZYbM3gPchwxYyCnTFvkGe3uppRxre7vhHfdqm4Fhy6AYG7/his4-09und02-problematizacao-por-que-migram-os-povos-indigenas-.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Como estudam os povos indígenas?

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4vZfm3McJMsmyM87a9kWdrReRB6hZwnPpmEeS7Yv9P6jcuHWuJnBMju6dd7j/his4-09und02-problematizacao-como-estudam-os-povos-indigenas-.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Combate ao preconceito

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/gjdt79GAR4Ax3AXPXRA7CVeZ7gxdRaEjNjKKP9w96TtvvW4dgfWFZgKYvtGr/his4-09und02-problematizacao-combate-ao-preconceito.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Diversidade indígena no Brasil

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ds937sxYVzxdPYT7KxxD5kBv532SkxRBuDra67UJampxzkCjeYtMG5G9NNah/his4-09und02-problematizacao-diversidade-indigena-no-brasil.pdf

Para você saber mais:

http://funai.gov.br Acesso em: 08/02/2019

http://www.indioeduca.org/ Acesso em: 08/02/2019

https://mirim.org/ Acesso em: 08/02/2019

http://www.mpf.mp.br/pa/sala-de-imprensa/documentos/2017/material-didatico-de-combate-a-racismo-contra-indigenas/ Acesso em: 08/02/2019

O site da Funai traz informações a respeito da História Indígena no Brasil e da atualidade também. Além disso, o site engloba os dados do IBGE em documentos que são importantes fontes históricas para ser analisadas. Traz também notícias e galeria de fotos, vídeos e áudios.

O site mirim.org faz parte do Intituto Socioambiental e traz atividades, notícias, fotos, vídeos e outros materiais importantes para o trabalho em sala de aula em linguagem acessível aos alunos.

Já o último site listado traz a notícia do Ministério Público na íntegra e cujo print foi utilizado na Problematização.

Objetivo select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: Apresente o tema aos alunos, lendo em voz alta, ou pedindo para um aluno ler em voz alta, escrevendo no quadro ou fazendo uso de um projetor digital para leitura coletiva. Chame a atenção dos alunos para os assuntos que a aula irá contemplar: migração indígena, direitos, melhores condições de vida, combate ao preconceito. Esclareça termos desconhecidos caso seja necessário.

Para você saber mais:

https://mirim.org/o-que-e-ser-indio

https://mirim.org/quem-sao

Contexto select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Esta parte da aula será composta de uma discussão sobre a questão proposta no slide, a análise da imagem e de um vídeo do Instituto
Socioambiental. Primeiramente leia, projete ou escreva no quadro a questão para os alunos e apresente a imagem. Chame a atenção dos alunos para a imagem. Esta imagem traz de um lado uma aldeia indígena e do outro o mapa do Brasil no rosto de um cidadão indígena. O intuito é evidenciar que as populações indígenas não só fazem parte do Brasil como estão presentes em todo o território brasileiro.

A discussão nesta parte da aula deve ser organizada de maneira coletiva.

Peça para os alunos relacionarem a imagem com a questão: Como e onde vivem os cidadãos indígenas brasileiros atualmente?

É possível que levantem hipóteses relacionando a moradia dos indígenas somente à floresta e à Amazônia.

Um lado da imagem mostra uma aldeia indígena e o outro a presença dos povos indígenas em todo o Brasil. Ela pode ainda expressar dois tempos diferentes: o passado e o presente.

O objetivo não é levantar conhecimentos prévios, mas iniciar o assunto da aula, partindo da realidade indígena hoje.

Em escolas próximas à aldeias indígenas será possível uma discussão mais aprofundada, pois os alunos podem ter a oportunidade de conviver com brasileiros de etnias indígenas, ter um contato mais próximo e até um convívio mais estreito.

Em seguida, apresente o vídeo do Instituto Socioambiental: Menos preconceito, mais índio.

Após a exibição do vídeo, retome a questão do slide e relembre o objetivo da aula. Confronte as hipóteses apresentadas pelos alunos com a realidade apresentada no vídeo. Peça para os alunos apresentarem suas conclusões a respeito de como ocorreram todas estas mudanças na maneira de viver com o passar do tempo.

O vídeo ironiza estereótipos existentes na sociedade brasileira sobre as populações indígenas. É importante orientar os alunos a relacionar as falas com as imagens do vídeo. A contradição entre elas é que deve ser o foco da atenção.

Questione sobre o tipo de cocar que aparece no vídeo, o esporte praticado, o uso de tecnologias etc.

A pergunta final do vídeo traz um ponto importantíssimo a ser debatido. Por que a gente não pode mudar e continuar sendo índio?

É importante que os alunos percebam que as mudanças, o desenvolvimento tecnológico e a urbanização não fazem dos indígenas menos indígenas, assim como também não nos fazem mudar o que somos. Todos devemos ter direito e acesso ao desenvolvimento.

É possível que os alunos levantem perguntas como: Mas como tem internet na mata?

Perguntas como esta podem ser muito bem aproveitadas, pois são pertinentes à questão que explica o porquê da migração indígena no Brasil.

Infelizmente, no Brasil, muitos direitos só são oferecidos nas cidades, e muitas vezes nem nelas. Assim, os indígenas migram para as cidades, em busca de educação, tecnologia, saúde, enfim, em busca de direitos básicos. Chame a atenção também para os fatores históricos. Desde a colonização portuguesa a desapropriação dos indígenas de sua terra é uma constante. Atualmente, o alto índice de desmatamento e as invasões às terras indígenas fazem da migração uma possível solução.

Material complementar:

Link para o vídeo Menos preconceito mais índio

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/HgasrjvYDzBuJmWde5FEwAgZ7QmvExaRvpevahWv3sZrQYfhteg6qYyuNpp4/his4-09und02-contexto.pdf

Fonte da imagem:

Para conhecer mais sobre os povos indígenas brasileiros, leia o regulamento da Funai, disponível em:

http://www.funai.gov.br/ Acesso 14/02/2019.

Como adequar à sua realidade: Em escolas próximas à aldeias indígenas será possível uma discussão mais aprofundada, pois os alunos podem ser, descender ou ter a oportunidade de conviver com brasileiros de etnias indígenas.

Para você saber mais:

http://www.indioeduca.org/

O site indioeduca.org é muito interessante. Além de biblioteca, multimídias, mitos e verdades, história e atualidade, o site traz um espaço específico para ajudar o professor a trabalhar a temática indígena na escola e um canal para comunicação com os indígenas.

http://www.brasil.gov.br/noticias/meio-ambiente/2010/03/numero-de-indigenas-vivendo-em-cidades-e-cada-vez-maior-no-brasil

Esta notícia fala do aumento da migração indígena para as cidades, dos desafios enfrentados e o posicionamento da ONU sobre o assunto.

Problematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Divida a sala em cinco grupos. Projete a tabela de dados do IBGE, disponível na página da Funai, ou imprima uma para cada grupo.

Faça mediação de uma discussão propondo questões que possam permitir um olhar sobre o quantitativo de população fora das terras indígenas, destacando o quantitativo urbano.

Por exemplo:

  • Qual a data do censo?
  • Qual o quantitativo total da população indígena?
  • O que estes números podem estar dizendo para nós?
  • Como podemos interpretar estes números?
  • Qual o quantitativo de população indígena vivendo na cidade?
  • Da população indígena residente na zona urbana, qual o quantitativo em terras indígenas? Qual o quantitativo fora das terras indígenas?
  • Da população indígena residente na zona rural, qual o quantitativo em terras indígenas? Qual o quantitativo fora das terras indígenas?
  • A maior parte da população indígena vive em terras indígenas ou fora delas?
  • Você sabe como é a vida da população indígena nas terras indígenas na zona rural e na zona urbana?
  • O que muda para os povos indígenas que passam a viver na cidade? O que muda para os povos indígenas que vivem fora das terras indígenas?

É muito importante orientar os alunos para visualizar, por meio da Problematização, a presença dos povos indígenas em terras indígenas e fora delas.

As terras indígenas são de propriedade da União e são habitadas por um ou mais povos indígenas, com utilização para as suas atividades produtivas e preservação dos recursos ambientais.

Esta primeira análise é coletiva e não deve ultrapassar 7 minutos.

Em seguida, distribua o material impresso. Cada grupo ficará com um tema, receberá um material diferente e deverá levantar os dados solicitados nos documentos que serão analisados.

Fonte da imagem:

Para conhecer mais sobre o censo dos povos indígenas brasileiros, leia o regulamento da Funai, disponível em:

http://www.funai.gov.br/arquivos/conteudo/ascom/2013/img/12-Dez/pdf-brasil-ind.pdf Acesso em 14/02/2019.

PROBLEMATIZAÇÃO - Quantitativo de população indígena

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hp8deBvX46t297KB3xCG9rtZbkj9awuS2amu384pWa9weJVq8ttCW9DjBWX7/his4-09und02-problematizacao-quantitativo-de-populacao-indigena.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Por que migram os povos indígenas?

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/TGrsQ3uMmep4uWZYbM3gPchwxYyCnTFvkGe3uppRxre7vhHfdqm4Fhy6AYG7/his4-09und02-problematizacao-por-que-migram-os-povos-indigenas-.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Como estudam os povos indígenas?

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4vZfm3McJMsmyM87a9kWdrReRB6hZwnPpmEeS7Yv9P6jcuHWuJnBMju6dd7j/his4-09und02-problematizacao-como-estudam-os-povos-indigenas-.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Combate ao preconceito

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/gjdt79GAR4Ax3AXPXRA7CVeZ7gxdRaEjNjKKP9w96TtvvW4dgfWFZgKYvtGr/his4-09und02-problematizacao-combate-ao-preconceito.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Diversidade indígena no Brasil

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ds937sxYVzxdPYT7KxxD5kBv532SkxRBuDra67UJampxzkCjeYtMG5G9NNah/his4-09und02-problematizacao-diversidade-indigena-no-brasil.pdf

Oriente os alunos a responder com apenas uma frase as questões que estão nos materiais. Por exemplo para o material de diversidade indígena, uma resposta possível seria: no Censo do IBGE 2010, foram identificadas 305 etnias indígenas no Brasil, residindo a maior parte em terras indígenas e sendo as três maiores tikuna, guarani kaiowá e kaigang, tendo sido identificadas, também, 274 línguas indígenas.

Todos os grupos deverão responder as questões formando uma única frase e terão 13 minutos para realizar esta tarefa.

No final dos 13 minutos, cada grupo deve escrever sua frase em tarjetas que serão a base para a sistematização da aprendizagem.

MATERIAL COMPLEMENTAR:

Imagem: http://www.funai.gov.br/arquivos/conteudo/ascom/2013/img/12-Dez/encarte_censo_indigena_02%20B.pdf

Neste link estão as informações completas sobre o print da tabela do slide, que mostra apenas uma parte.

Para saber mais:

https://indigenas.ibge.gov.br/

O site acima é do IBGE e traz dados somente sobre os povos indígenas. Neste site encontram-se censos atuais e anteriores, dados sobre faixa etária, vídeos, material para download, mapas, gráficos, tabelas e galeria de fotos.

Dados complementares sobre o Censo do IBGE

https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/74638/IBGE-popula%C3%A7%C3%A3o-ind%C3%ADgena-no-Brasil-cresceu-205-em-20-anos-IBGE-Popula%C3%A7%C3%A3o-ind%C3%ADgena-Brasil-cresceu-205-20-anos.htm

No link acima, lê-se uma notícia com uma análise sobre os dados do censo do IBGE 2010.

Estes são links de acesso às notícias completas utilizadas no Material complementar sobre o combate ao preconceito.

http://www.funai.gov.br/index.php/comunicacao/noticias/4262-mpf-pa-disponibiliza-material-didatico-de-combate-ao-preconceito-contra-indigenas?highlight=WyJwcmVjb25jZWl0byJd

http://www.funai.gov.br/index.php/comunicacao/noticias/4185-em-chamado-aberto-contra-o-preconceito-funai-lanca-a-campanha-abril-indigena-2017?highlight=WyJwcmVjb25jZWl0byJd

Neste link encontra-se um material completo em PDF, de onde foram extraídas as fontes das etnias indígenas. É um material excelente e reúne todos os dados do Censo 2010 do IBGE.

https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/95/cd_2010_indigenas_universo.pdf

No link abaixo estão os dados utilizados no Material complementar sobre as escolas indígenas.

http://www.turminha.mpf.mp.br/nossa-cultura/dia-do-indio/escolas-indigena

http://axa.org.br/2015/04/dia-do-indio-10-sugestoes-de-atividades-para-escolas/

Sobre a migração indígena, os links abaixo trazem as fontes do Material complementar sobre o tema:

http://www.funai.gov.br/arquivos/conteudo/ascom/2013/img/12-Dez/pdf-brasil-ind.pdf

http://www.funai.gov.br/index.php/comunicacao/noticias/2072-numero-de-indigenas-vivendo-em-cidades-e-cada-vez-maior-no-brasil

http://www.brasil.gov.br/noticias/meio-ambiente/2010/03/numero-de-indigenas-vivendo-em-cidades-e-cada-vez-maior-no-brasil

As informações sobre o quantitativo de povos indígenas do Material complementar estão nos links:

http://www.funai.gov.br/index.php/indios-no-brasil/quem-sao?start=3#

http://www.funai.gov.br/index.php/indios-no-brasil/quem-sao#

Sobre as terras indígenas, sobre a legislação que regulariza as mesmas, sobre a distribuição destas terras por regiões, as informações encontram-se nos seguintes endereços:

http://www.funai.gov.br/index.php/nossas-acoes/demarcacao-de-terras-indigenas

https://terrasindigenas.org.br/

https://mirim.org/onde-estao

http://www.impactounesp.com.br/2016/06/aldeias-urbanas-resistencia-indigena-no.html

Sistematização select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 17 minutos.

Orientações:

Solicite que cada grupo apresente o resultado de seu estudo, a frase escrita na tarjeta, na seguinte sequência:

Quantitativo de população indígena.

Diversidade indígena no Brasil

Como estudam os povos indígenas?

Por que migram os povos indígenas?

Combate ao preconceito.

Cole as tarjetas no quadro ou em um painel visível para todos.

Sistematize o aprendizado com uma conversa propondo as questões do slide para iniciar e permita que os alunos coloquem outras questões que possam integrar as frases e ampliar a discussão.

É possível que os alunos lembrem a história da colonização, a questão da disputa por terras, como causas da migração, bem como falem sobre a questão das tecnologias, da diversidade de etnias e línguas. É um momento oportuno para tratar da questão dos povos indígenas como cidadãos, cujos direitos são iguais aos nossos e que, o tomar parte do desenvolvimento social ou tecnológico, também é parte do cotidiano dos povos indígenas, sem que por isso eles deixam de ser indígenas.

É o momento também para ampliar a questão sobre as escolas indígenas, mostrando que muitos professores estudam em universidades na cidade para lecionar na aldeia, que a questão não é apropriar-se da cultura do não indígena mas sim usufruir dos direitos que são garantidos a todos pela Constituição, sejam brancos, negros, indígenas, enfim, são direitos para os cidadãos brasileiros a que todos devem ter acesso. Ressalte que, infelizmente, no Brasil, muitos desses direitos não chegam à zona rural ou à floresta, tais como escolas, saneamento, tecnologia.

Outro aspecto importante a ressaltar nesta discussão é a questão da retirada de madeiras, minérios, disputas por terras indígenas que ainda colocam em risco o direito à vida dos cidadãos indígenas.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide em específico não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Este plano está previsto para ser realizado em uma aula de 50 minutos. Serão abordados aspectos que fazem parte do trabalho com a habilidade EF04HI09, de História, que consta na BNCC. Como a habilidade deve ser desenvolvida ao longo de todo o ano, você observará que ela não será contemplada em sua totalidade aqui e que as propostas podem ter continuidade em aulas subsequentes.

Materiais necessários: Projetor digital, (ou quadro, tablet ou aparelho celular), materiais impressos, folhas de sulfite, tarjetas de papel (colorido de preferência), marcadores permanentes.

Material complementar:

Vídeo

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/HgasrjvYDzBuJmWde5FEwAgZ7QmvExaRvpevahWv3sZrQYfhteg6qYyuNpp4/his4-09und02-contexto.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Quantitativo de população indígena

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hp8deBvX46t297KB3xCG9rtZbkj9awuS2amu384pWa9weJVq8ttCW9DjBWX7/his4-09und02-problematizacao-quantitativo-de-populacao-indigena.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Por que migram os povos indígenas?

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/TGrsQ3uMmep4uWZYbM3gPchwxYyCnTFvkGe3uppRxre7vhHfdqm4Fhy6AYG7/his4-09und02-problematizacao-por-que-migram-os-povos-indigenas-.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Como estudam os povos indígenas?

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4vZfm3McJMsmyM87a9kWdrReRB6hZwnPpmEeS7Yv9P6jcuHWuJnBMju6dd7j/his4-09und02-problematizacao-como-estudam-os-povos-indigenas-.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Combate ao preconceito

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/gjdt79GAR4Ax3AXPXRA7CVeZ7gxdRaEjNjKKP9w96TtvvW4dgfWFZgKYvtGr/his4-09und02-problematizacao-combate-ao-preconceito.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Diversidade indígena no Brasil

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ds937sxYVzxdPYT7KxxD5kBv532SkxRBuDra67UJampxzkCjeYtMG5G9NNah/his4-09und02-problematizacao-diversidade-indigena-no-brasil.pdf

Para você saber mais:

http://funai.gov.br Acesso em: 08/02/2019

http://www.indioeduca.org/ Acesso em: 08/02/2019

https://mirim.org/ Acesso em: 08/02/2019

http://www.mpf.mp.br/pa/sala-de-imprensa/documentos/2017/material-didatico-de-combate-a-racismo-contra-indigenas/ Acesso em: 08/02/2019

O site da Funai traz informações a respeito da História Indígena no Brasil e da atualidade também. Além disso, o site engloba os dados do IBGE em documentos que são importantes fontes históricas para ser analisadas. Traz também notícias e galeria de fotos, vídeos e áudios.

O site mirim.org faz parte do Intituto Socioambiental e traz atividades, notícias, fotos, vídeos e outros materiais importantes para o trabalho em sala de aula em linguagem acessível aos alunos.

Já o último site listado traz a notícia do Ministério Público na íntegra e cujo print foi utilizado na Problematização.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 3 minutos.

Orientações: Apresente o tema aos alunos, lendo em voz alta, ou pedindo para um aluno ler em voz alta, escrevendo no quadro ou fazendo uso de um projetor digital para leitura coletiva. Chame a atenção dos alunos para os assuntos que a aula irá contemplar: migração indígena, direitos, melhores condições de vida, combate ao preconceito. Esclareça termos desconhecidos caso seja necessário.

Para você saber mais:

https://mirim.org/o-que-e-ser-indio

https://mirim.org/quem-sao

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos.

Orientações: Esta parte da aula será composta de uma discussão sobre a questão proposta no slide, a análise da imagem e de um vídeo do Instituto
Socioambiental. Primeiramente leia, projete ou escreva no quadro a questão para os alunos e apresente a imagem. Chame a atenção dos alunos para a imagem. Esta imagem traz de um lado uma aldeia indígena e do outro o mapa do Brasil no rosto de um cidadão indígena. O intuito é evidenciar que as populações indígenas não só fazem parte do Brasil como estão presentes em todo o território brasileiro.

A discussão nesta parte da aula deve ser organizada de maneira coletiva.

Peça para os alunos relacionarem a imagem com a questão: Como e onde vivem os cidadãos indígenas brasileiros atualmente?

É possível que levantem hipóteses relacionando a moradia dos indígenas somente à floresta e à Amazônia.

Um lado da imagem mostra uma aldeia indígena e o outro a presença dos povos indígenas em todo o Brasil. Ela pode ainda expressar dois tempos diferentes: o passado e o presente.

O objetivo não é levantar conhecimentos prévios, mas iniciar o assunto da aula, partindo da realidade indígena hoje.

Em escolas próximas à aldeias indígenas será possível uma discussão mais aprofundada, pois os alunos podem ter a oportunidade de conviver com brasileiros de etnias indígenas, ter um contato mais próximo e até um convívio mais estreito.

Em seguida, apresente o vídeo do Instituto Socioambiental: Menos preconceito, mais índio.

Após a exibição do vídeo, retome a questão do slide e relembre o objetivo da aula. Confronte as hipóteses apresentadas pelos alunos com a realidade apresentada no vídeo. Peça para os alunos apresentarem suas conclusões a respeito de como ocorreram todas estas mudanças na maneira de viver com o passar do tempo.

O vídeo ironiza estereótipos existentes na sociedade brasileira sobre as populações indígenas. É importante orientar os alunos a relacionar as falas com as imagens do vídeo. A contradição entre elas é que deve ser o foco da atenção.

Questione sobre o tipo de cocar que aparece no vídeo, o esporte praticado, o uso de tecnologias etc.

A pergunta final do vídeo traz um ponto importantíssimo a ser debatido. Por que a gente não pode mudar e continuar sendo índio?

É importante que os alunos percebam que as mudanças, o desenvolvimento tecnológico e a urbanização não fazem dos indígenas menos indígenas, assim como também não nos fazem mudar o que somos. Todos devemos ter direito e acesso ao desenvolvimento.

É possível que os alunos levantem perguntas como: Mas como tem internet na mata?

Perguntas como esta podem ser muito bem aproveitadas, pois são pertinentes à questão que explica o porquê da migração indígena no Brasil.

Infelizmente, no Brasil, muitos direitos só são oferecidos nas cidades, e muitas vezes nem nelas. Assim, os indígenas migram para as cidades, em busca de educação, tecnologia, saúde, enfim, em busca de direitos básicos. Chame a atenção também para os fatores históricos. Desde a colonização portuguesa a desapropriação dos indígenas de sua terra é uma constante. Atualmente, o alto índice de desmatamento e as invasões às terras indígenas fazem da migração uma possível solução.

Material complementar:

Link para o vídeo Menos preconceito mais índio

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/HgasrjvYDzBuJmWde5FEwAgZ7QmvExaRvpevahWv3sZrQYfhteg6qYyuNpp4/his4-09und02-contexto.pdf

Fonte da imagem:

Para conhecer mais sobre os povos indígenas brasileiros, leia o regulamento da Funai, disponível em:

http://www.funai.gov.br/ Acesso 14/02/2019.

Como adequar à sua realidade: Em escolas próximas à aldeias indígenas será possível uma discussão mais aprofundada, pois os alunos podem ser, descender ou ter a oportunidade de conviver com brasileiros de etnias indígenas.

Para você saber mais:

http://www.indioeduca.org/

O site indioeduca.org é muito interessante. Além de biblioteca, multimídias, mitos e verdades, história e atualidade, o site traz um espaço específico para ajudar o professor a trabalhar a temática indígena na escola e um canal para comunicação com os indígenas.

http://www.brasil.gov.br/noticias/meio-ambiente/2010/03/numero-de-indigenas-vivendo-em-cidades-e-cada-vez-maior-no-brasil

Esta notícia fala do aumento da migração indígena para as cidades, dos desafios enfrentados e o posicionamento da ONU sobre o assunto.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 20 minutos.

Orientações:

Divida a sala em cinco grupos. Projete a tabela de dados do IBGE, disponível na página da Funai, ou imprima uma para cada grupo.

Faça mediação de uma discussão propondo questões que possam permitir um olhar sobre o quantitativo de população fora das terras indígenas, destacando o quantitativo urbano.

Por exemplo:

  • Qual a data do censo?
  • Qual o quantitativo total da população indígena?
  • O que estes números podem estar dizendo para nós?
  • Como podemos interpretar estes números?
  • Qual o quantitativo de população indígena vivendo na cidade?
  • Da população indígena residente na zona urbana, qual o quantitativo em terras indígenas? Qual o quantitativo fora das terras indígenas?
  • Da população indígena residente na zona rural, qual o quantitativo em terras indígenas? Qual o quantitativo fora das terras indígenas?
  • A maior parte da população indígena vive em terras indígenas ou fora delas?
  • Você sabe como é a vida da população indígena nas terras indígenas na zona rural e na zona urbana?
  • O que muda para os povos indígenas que passam a viver na cidade? O que muda para os povos indígenas que vivem fora das terras indígenas?

É muito importante orientar os alunos para visualizar, por meio da Problematização, a presença dos povos indígenas em terras indígenas e fora delas.

As terras indígenas são de propriedade da União e são habitadas por um ou mais povos indígenas, com utilização para as suas atividades produtivas e preservação dos recursos ambientais.

Esta primeira análise é coletiva e não deve ultrapassar 7 minutos.

Em seguida, distribua o material impresso. Cada grupo ficará com um tema, receberá um material diferente e deverá levantar os dados solicitados nos documentos que serão analisados.

Fonte da imagem:

Para conhecer mais sobre o censo dos povos indígenas brasileiros, leia o regulamento da Funai, disponível em:

http://www.funai.gov.br/arquivos/conteudo/ascom/2013/img/12-Dez/pdf-brasil-ind.pdf Acesso em 14/02/2019.

PROBLEMATIZAÇÃO - Quantitativo de população indígena

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/hp8deBvX46t297KB3xCG9rtZbkj9awuS2amu384pWa9weJVq8ttCW9DjBWX7/his4-09und02-problematizacao-quantitativo-de-populacao-indigena.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Por que migram os povos indígenas?

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/TGrsQ3uMmep4uWZYbM3gPchwxYyCnTFvkGe3uppRxre7vhHfdqm4Fhy6AYG7/his4-09und02-problematizacao-por-que-migram-os-povos-indigenas-.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Como estudam os povos indígenas?

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/4vZfm3McJMsmyM87a9kWdrReRB6hZwnPpmEeS7Yv9P6jcuHWuJnBMju6dd7j/his4-09und02-problematizacao-como-estudam-os-povos-indigenas-.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Combate ao preconceito

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/gjdt79GAR4Ax3AXPXRA7CVeZ7gxdRaEjNjKKP9w96TtvvW4dgfWFZgKYvtGr/his4-09und02-problematizacao-combate-ao-preconceito.pdf

PROBLEMATIZAÇÃO - Diversidade indígena no Brasil

https://nova-escola-producao.s3.amazonaws.com/ds937sxYVzxdPYT7KxxD5kBv532SkxRBuDra67UJampxzkCjeYtMG5G9NNah/his4-09und02-problematizacao-diversidade-indigena-no-brasil.pdf

Oriente os alunos a responder com apenas uma frase as questões que estão nos materiais. Por exemplo para o material de diversidade indígena, uma resposta possível seria: no Censo do IBGE 2010, foram identificadas 305 etnias indígenas no Brasil, residindo a maior parte em terras indígenas e sendo as três maiores tikuna, guarani kaiowá e kaigang, tendo sido identificadas, também, 274 línguas indígenas.

Todos os grupos deverão responder as questões formando uma única frase e terão 13 minutos para realizar esta tarefa.

No final dos 13 minutos, cada grupo deve escrever sua frase em tarjetas que serão a base para a sistematização da aprendizagem.

MATERIAL COMPLEMENTAR:

Imagem: http://www.funai.gov.br/arquivos/conteudo/ascom/2013/img/12-Dez/encarte_censo_indigena_02%20B.pdf

Neste link estão as informações completas sobre o print da tabela do slide, que mostra apenas uma parte.

Para saber mais:

https://indigenas.ibge.gov.br/

O site acima é do IBGE e traz dados somente sobre os povos indígenas. Neste site encontram-se censos atuais e anteriores, dados sobre faixa etária, vídeos, material para download, mapas, gráficos, tabelas e galeria de fotos.

Dados complementares sobre o Censo do IBGE

https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/74638/IBGE-popula%C3%A7%C3%A3o-ind%C3%ADgena-no-Brasil-cresceu-205-em-20-anos-IBGE-Popula%C3%A7%C3%A3o-ind%C3%ADgena-Brasil-cresceu-205-20-anos.htm

No link acima, lê-se uma notícia com uma análise sobre os dados do censo do IBGE 2010.

Estes são links de acesso às notícias completas utilizadas no Material complementar sobre o combate ao preconceito.

http://www.funai.gov.br/index.php/comunicacao/noticias/4262-mpf-pa-disponibiliza-material-didatico-de-combate-ao-preconceito-contra-indigenas?highlight=WyJwcmVjb25jZWl0byJd

http://www.funai.gov.br/index.php/comunicacao/noticias/4185-em-chamado-aberto-contra-o-preconceito-funai-lanca-a-campanha-abril-indigena-2017?highlight=WyJwcmVjb25jZWl0byJd

Neste link encontra-se um material completo em PDF, de onde foram extraídas as fontes das etnias indígenas. É um material excelente e reúne todos os dados do Censo 2010 do IBGE.

https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/95/cd_2010_indigenas_universo.pdf

No link abaixo estão os dados utilizados no Material complementar sobre as escolas indígenas.

http://www.turminha.mpf.mp.br/nossa-cultura/dia-do-indio/escolas-indigena

http://axa.org.br/2015/04/dia-do-indio-10-sugestoes-de-atividades-para-escolas/

Sobre a migração indígena, os links abaixo trazem as fontes do Material complementar sobre o tema:

http://www.funai.gov.br/arquivos/conteudo/ascom/2013/img/12-Dez/pdf-brasil-ind.pdf

http://www.funai.gov.br/index.php/comunicacao/noticias/2072-numero-de-indigenas-vivendo-em-cidades-e-cada-vez-maior-no-brasil

http://www.brasil.gov.br/noticias/meio-ambiente/2010/03/numero-de-indigenas-vivendo-em-cidades-e-cada-vez-maior-no-brasil

As informações sobre o quantitativo de povos indígenas do Material complementar estão nos links:

http://www.funai.gov.br/index.php/indios-no-brasil/quem-sao?start=3#

http://www.funai.gov.br/index.php/indios-no-brasil/quem-sao#

Sobre as terras indígenas, sobre a legislação que regulariza as mesmas, sobre a distribuição destas terras por regiões, as informações encontram-se nos seguintes endereços:

http://www.funai.gov.br/index.php/nossas-acoes/demarcacao-de-terras-indigenas

https://terrasindigenas.org.br/

https://mirim.org/onde-estao

http://www.impactounesp.com.br/2016/06/aldeias-urbanas-resistencia-indigena-no.html

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 17 minutos.

Orientações:

Solicite que cada grupo apresente o resultado de seu estudo, a frase escrita na tarjeta, na seguinte sequência:

Quantitativo de população indígena.

Diversidade indígena no Brasil

Como estudam os povos indígenas?

Por que migram os povos indígenas?

Combate ao preconceito.

Cole as tarjetas no quadro ou em um painel visível para todos.

Sistematize o aprendizado com uma conversa propondo as questões do slide para iniciar e permita que os alunos coloquem outras questões que possam integrar as frases e ampliar a discussão.

É possível que os alunos lembrem a história da colonização, a questão da disputa por terras, como causas da migração, bem como falem sobre a questão das tecnologias, da diversidade de etnias e línguas. É um momento oportuno para tratar da questão dos povos indígenas como cidadãos, cujos direitos são iguais aos nossos e que, o tomar parte do desenvolvimento social ou tecnológico, também é parte do cotidiano dos povos indígenas, sem que por isso eles deixam de ser indígenas.

É o momento também para ampliar a questão sobre as escolas indígenas, mostrando que muitos professores estudam em universidades na cidade para lecionar na aldeia, que a questão não é apropriar-se da cultura do não indígena mas sim usufruir dos direitos que são garantidos a todos pela Constituição, sejam brancos, negros, indígenas, enfim, são direitos para os cidadãos brasileiros a que todos devem ter acesso. Ressalte que, infelizmente, no Brasil, muitos desses direitos não chegam à zona rural ou à floresta, tais como escolas, saneamento, tecnologia.

Outro aspecto importante a ressaltar nesta discussão é a questão da retirada de madeiras, minérios, disputas por terras indígenas que ainda colocam em risco o direito à vida dos cidadãos indígenas.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Circulação de pessoas, produtos e culturas do 4º ano :

MAIS AULAS DE História do 4º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF04HI09 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de História

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano