15202
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para:   

Atividade - Um passeio pela natureza

Em uma ida ao jardim da instituição, as crianças irão observar e explorar, com diversos sentidos, elementos como a grama, as plantas e o céu.

Plano 01 de 5 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Atividade alinhada à BNCC: • POR: Fernanda Zanatta

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Se possível, escolha um espaço externo da escola onde as crianças já tenham tido contato em propostas anteriores . Providencie lupas e binóculos para usarem na investigação dos elementos da natureza. Solicite anteriormente às famílias o envio de rolos de papel toalha ou higiênico para utilizarem no momento da proposta. Faça isso por meio de bilhete, mural de entrada da sala ou outro meio de comunicação que use em sua escola.

Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Um passeio pela natureza 

Recolhendo elementos da natureza

Organizando coleções com elementos da natureza

Folhas, galhos, pedras e um pouco mais

Descobrir e relacionar novas coleções na natureza 

Materiais:

Binóculos, lupas, rolos de papel toalha ou higiênico. Estes materiais serão disponibilizados no espaço da proposta.

Espaços:

A proposta deve seer realizada no espaço externo, como pátio, jardim ou outro que possua em sua escola,onde haja variedade de elementos da natureza (folhas, galhos, pedras, flores, sementes). Disponibilize dentro de pequenas caixas os binóculos, lupas e rolinhos de papel toalha em alguns locais espalhados pelo espaço, possibilitando que tenham acesso a eles no momento da investigação e observação dos elementos naturais. Proponha focar o olhar do bebê durante suas pesquisas exploratórias.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 40 minutos

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como a atividade desafia as crianças a perceberem as diferenças e semelhanças durante a manipulação dos elementos naturais ali presentes? Como demonstram isso?

2. De que forma os bebês exploram o espaço e os elementos? Quais descobertas fazem?

3. Como expressam seus desejos e necessidades durante o passeio pela natureza (por meio de olhares, expressões, fala, balbucio)?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Garanta que todos possam estar em atividade conforme suas preferências, ritmos e habilidades. Assegure espaço suficiente para que os bebês menores explorem e façam suas pesquisas com os elementos ali disponibilizados com segurança e cuidado. Deixe disponível um cesto com brinquedos conhecidos das crianças para ser utilizado caso os bebês desejem.

O que fazer durante?

ilustracao

Proponha o passeio pela natureza e se encaminhem para o espaço externo, acompanhando aqueles que engatinham ou caminham com autonomia e auxiliando os menores que precisam de ajuda. Convide o grupo todo de bebês a observar os elementos naturais disponíveis. Aconchegue os bebês menores num espaço que tenha elementos da natureza ao alcance. Com entusiasmo, chame a atenção do grupo todo para o que há em volta: grama, galhos, folhas, árvores, terra, sol, nuvens no céu, vento, cheiro das flores e plantas presentes. Deixe que os bebês explorem o espaço de acordo com seus desejos e interesses. Apoie as iniciativas de exploração se colocando ao lado deles enquanto descobrem os elementos presentes no ambiente. Oportunize a todos o contato com os elementos naturais. Inicie os registros fotográficos e com vídeos, que serão usados posteriormente em documentações ou exposições na escola.

2

O professor convida as crianças a se aproximarem do jardim, despertando a curiosidade para os sons da natureza. Fique ao lado do bebê que observa as pedras, folhas e galhos que estão pelo chão. A partir da manipulação dos elementos por algum dos bebês, pegue alguns na mão e mostre para o bebê falando: “aqui temos pedras!”. Aponte para o chão: “essa é a folha que caiu da árvore, ela está seca e por isso caiu”. Aponte para cima:

“Lá em cima também tem muitas folhas, mas ainda estão verdes! Esses pauzinhos são galhos. Há muitos pelo chão, vamos pegá-los?”

Encoraje os bebês a pegar os elementos nas mãos e sentir suas características. Atente à forma como cada bebê individualmente interage com o ambiente. Observe quem, aos poucos, vai chegando mais perto do grupo, se pega elementos naturais e quais suas expressões e ações ao ter esse contato.

3

Aproxime-se de cada bebê ou das duplas e interaja de forma que contemplem os elementos presentes naquele espaço. Aos bebês menores que não sentam sozinhos, proponha deitá-los de barriga para cima com elementos próximos às suas mãos, oportunizando que eles os alcancem, observem e passem de uma mão para a outra. Quem já consegue virar-se com autonomia pode realizar esse movimento se desejar, ficando de bruços, observando e sentindo o que há no chão e adquirindo experiência sensorial. Vá próximo a uma flor e cheire-a, convidando os bebês a fazerem o mesmo. Passe sua mão sobre as plantas e flores, acariciando cada uma e convidando os bebês a fazerem também. Compartilhe das brincadeiras, sente-se ao lado dos bebês que sentam e engatinham e faça comentários que ampliem o olhar.

Possíveis ações da criança neste momento: Um bebê observa os elementos que estão no chão e pega alguns nas mãos. Logo pára ao lado de uma flor, sente seu perfume e passa a mão sobre ela, observando com atenção e admiração. Sorri para você como num convite para fazer o mesmo. Outro bebê se aproxima e coloca sua mão sobre a flor e acaricia, sorrindo. Em seguida, sente seu perfume e sorri.

4

Compartilhe em pequenos grupos o uso dos binóculos, lupas e rolos de papel. Observe como usam os materiais propostos para investigação, se olham pelo buraco dos rolos descobrindo a imagem do outro lado. Pegue um rolo de papel toalha, coloque na frente de seus olhos e investigue as plantas, mostrando como essa ação dá mais foco ao que está vendo. Assim faça com os elementos presentes no chão, propondo momentos de imitação a partir de sua ação. Use um binóculo para olhar as plantas mais altas do espaço, chamando atenção para o que há de diferente. Faça o mesmo com as lupas, colocando-as próximas às flores, plantas ou chão, focando o olhar para os detalhes. Faça comentários convidando as crianças a pesquisarem. Seja o menos diretivo possível, partindo das iniciativas das crianças e ampliando suas pesquisas através de ações junto à elas.

Possíveis falas do professor nesse momento: Lá em cima da árvore tem um passarinho! Você quer ver também? Nessa planta tem uma flor bem pequena, pegue a lupa para olhar!


Para finalizar:

Avise que em 5 minutos irão retornar a sala e fale para as crianças qual será a próxima situação da rotina. Convide-as a colocar os binóculos, rolos e lupas na caixa onde estavam guardados e acompanhe no retorno à sala. Organize esse espaço com livros infantis apreciados pelos bebês, para que possam explorar conforme forem chegando.

Desdobramentos

Ao longo da semana, proponha mais momentos como esses dentro da rotina. Faça a proposta em pequenos grupos, buscando usar outros espaços externos da escola. Proponha interação com outros agrupamentos, possibilitando que continuem suas descobertas junto com crianças maiores e mais experientes. Recolha os elementos naturais explorados na proposta e leve-os para a sala, deixando a disposição dos bebês para que ampliem suas pesquisas exploratórias.

Engajando as famílias

Proponha às famílias que recolham elementos naturais que encontram no caminho para a escola. Organize esses materiais em um canto na sala, juntamente com outros que você e os bebês podem recolher no espaço externo da escola. Junto com eles, disponibilize os binóculos, rolos de papel e lupas e convide os pais para brincar ao virem buscar o filho na escola. Ofereça a possibilidade de se organizarem conforme sua disponibilidade de tempo. Na parede próxima a esse canto, fixe imagens da realização da proposta oportunizando que as crianças ressignifiquem as vivências junto às famílias.


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS ATIVIDADES:

ATIVIDADES DE Bebês :

MAIS ATIVIDADES DE Educação Infantil :

Pré Escola / Educação Infantil / Crianças pequenas (4 anos a 6 anos e 2 meses)

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01ET03 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01ET05 da BNCC

Planos de aula para desenvolver a habilidade EI01EO04 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Educação Infantil

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano