14533
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Faltam para  

Plano de aula > Língua Portuguesa > 9º ano > Análise linguística/Semiótica

Plano de aula - Tempos verbais e a produção de sentidos no Artigo Científico

Plano de aula de Língua Portuguesa com atividades para 9º ano do EF sobre Tempos verbais e a produção de sentidos no Artigo Científico

Plano 06 de 15 • Clique aqui e veja todas as aulas desta sequência

Plano de aula alinhado à BNCC • POR: Daniel Loureiro Gomes

ESTE CONTEÚDO PODE SER USADO À DISTÂNCIA Ver Mais >
 

Sobre este plano select-down

Slide Plano Aula

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Artigo de Divulgação Científica e no campo de atuação das práticas de estudos e pesquisa. A aula faz parte do módulo de Análise linguística e semiótica

Materiais necessários: Cópias dos textos disponíveis em Materiais Complementares e, se possível, projetor de slides.

Informações sobre o gênero: O texto de divulgação científica é destinado à publicização do saber científico em uma linguagem mais didática e informativa. Agrega características tanto da esfera científica quanto jornalística. Da primeira, herda a impessoalidade, o uso de termos técnicos e a objetividade; já da segunda, carrega uma linguagem mais simples, elementos informacionais e didáticos, para se adequar a um público mais amplo e que não pertence à academia científica.

Dificuldades antecipadas: O aluno pode ter dificuldades em identificar os diferentes tempos verbais.

Referências sobre o assunto:

BRANDÃO, Helena Nagamine. Gêneros do discurso na escola: mito, conto, cordel, discurso político, divulgação científica. São Paulo: Cortez, 2000.

FURTADO, Viviane. Gênero artigo de divulgação científica. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/rir/article/view/37109>. Acesso em: 30 out. 2018.

GIERING, Maria Eduarda. Gênero artigo de divulgação científica para crianças. Disponível em: <https://periodicos.ufpe.br/revistas/index.php/INV/article/view/1456>. Acesso em: 30 out. 2018.

GRILLO, Sheila. Divulgação científica: linguagens, esferas e gêneros. Disponível em: <www.teses.usp.br/teses/disponiveis/.../8/tde.../2013_SheilaVieiraDeCamargoGrillo.pdf>. Acesso em: 30 out. 2018.

LEIBRUDER. Ana Paula. O discurso de divulgação científica. São PAulo: Cortez, 2000.

Tema da aula select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 6 minutos

Orientações:

  • Apresente a proposta da aula para os alunos perguntando a diferença entre “Gosto de estudar”, “Gostava de estudar” e “Gostarei de estudar”.
  • É fato que eles pontuarão a diferença no que diz respeito ao tempo em que as coisas acontecem, em virtude de marcas linguísticas presentes na ideia de “gostar”. Dessa forma, faça-os compreender que as nossas ações e impressões do mundo são transcritas pela língua ao usar tempos distintos, no caso do presente, do passado e do futuro.
  • Em seguida, pergunte se eles entendem alguma diferença entre “Eu trarei os livros” e “Eu traria os livros”.
  • A intenção é que digam algo no sentido da certeza observada em “trarei” e a incerteza observada em “traria”. Assim, mostre a eles que uma mudança no aspecto temporal do verbo é capaz de modificar efeitos de sentido carregadas por verbos.
  • Em seguida, passe ao slide seguinte e exemplifique isso em dois títulos de artigos de divulgação.

Introdução select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Apresente aos alunos esses títulos publicados em sites de Divulgação Científica, seja em projetor de slide ou em cópias.
  • Lance aos alunos as seguintes questões:
  • Em qual dos títulos o fato é visto como algo concreto e em qual é visto como algo possível?
  • Quais recursos linguísticos lhe permitem ter essa compreensão?
  • Dê a eles 3 minutos para pensar sobre as questões e em seguida, peça para que citem suas respostas.
  • Individualmente eles podem dar suas opiniões e, assim que finalizarem as sugestões, você deve apresentar a eles as considerações sobre as respostas.
  • As expectativas de respostas são as seguintes:
  • O título 1 indica um fato concreto e o título 2 um fato possível.
  • Os recursos linguísticos que permitem essa compreensão são os verbos presentes em cada enunciado. No caso do título 1, encontra-se o verbo “criará”, no tempo futuro do presente, indicando um fato futuro e que está marcado como um evento factível e real. Por outro lado, o uso de futuro do pretérito em “causaria” permite enxergar apenas uma possibilidade, uma vez que se coloca um evento dentro de uma não realidade factível.
  • Apresente aos alunos, então, a consideração de que suas respostas estejam alinhadas à expectativa das questões.
  • Indique a eles que anotem as duas funções discursivas compreendidas para os dois tempos verbais:
  • Futuro do presente: Marca um evento concreto, envolvido pela certeza;
  • Futuro do pretérito: Marca um evento possível, envolvido pela incerteza.

Materiais complementares:

Caso não haja disponibilidade de projetor de slide, clique aqui para ter acesso ao material impresso.

Desenvolvimento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações:

  • Nesse segundo momento da aula, o desafio proposto aos alunos é o de que consigam compreender os efeitos de sentido construídos por outras escolhas verbais.
  • Faça a leitura conjunta com os alunos do texto presente no slide, ou em cópias. Ao término da leitura, divida-os em duplas para a próxima atividade.
  • Recomende que releiam o texto e busquem destacar, escrevendo no caderno ou marcando nas suas cópias, trechos em que seja possível observar, a partir da escolha verbal do autor, os seguintes efeitos de sentido:
  • Um verbo no presente que indica uma ação permanente, com efeito atemporal;
  • Um verbo no presente com efeito de futuro;
  • Um verbo no presente que indica definição, com efeito atemporal;

Peça que os estudantes justifiquem suas escolhas.

A título de exemplo, apresente as eles as seguintes afirmações: I. A Terra gira em torno do sol; II. A Terra é um planeta do sistema solar. Em I, há uma ação da Terra que ocorre sem tempo marcado, pois é um evento permanente, sem momento específico, sendo assim marcado no presente. Em II, apresenta-se uma definição, uma informação sobre a Terra que, independente do momento histórico, tem seu valor de verdade, por isso é colocado como fato presente.

  • Destine a eles o tempo de 15 minutos para resolver as questões.
  • Ao fim do tempo, peça para que digam suas respostas e anote no quadro as possibilidades que surgirem.
  • Compare as respostas a fim de que haja a compreensão dos acertos.
  • Apresente oralmente as possibilidades de efeitos de sentidos presentes no texto de acordo com o que está disponível em Materiais Complementares.

Materiais complementares:

Clique aqui, para ter acesso a algumas expectativas de respostas.

Se não houver disponibilidade de projetor de slides ou mesmo preferir dar aos alunos o texto impresso, clique aqui.

Fechamento select-down

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 09 minutos

Orientações:

  • Dedique esse momento à organização das percepções dos alunos no que diz respeito à seleção temporal dos verbos.
  • Frise que não é apenas a forma estrutural do verbo que indica seu valor de sentido, mas a relação entre as ideias contidas no enunciado e as intencionalidades do autor.
  • No quadro, é possível escrever com o auxílio dos alunos uma síntese de respostas para os efeitos permitidos pelos tempos verbais.
  • Futuro do presente: Marca um evento concreto, envolvido pela certeza;
  • Futuro do pretérito: Marca um evento possível, envolvido pela incerteza.
  • Presente com efeito de ação permanente: Marca um evento que não acontece de forma pontual na linha do tempo, mas de forma contínua, ininterrupta, e por isso assume uma ideia de presente contínuo.
  • Verbo no presente com efeito de futuro: Marca evento de natureza concomitante a outro, seu efeito presente mostra a proximidade entre os fatos e o momento em que é dito. Nesse caso, colocar no futuro daria a impressão de distância temporal, quando na verdade se pretende a percepção de um evento próximo.
  • Verbo no presente que indica definição: Marca a atemporalidade de algo. Como forma de conceituação independe do tempo e assumo o valor de verdade a qualquer momento, por isso assume a forma do presente, para que o leitor reconheça a informação como verdade constante e inquestionável, independente do tempo.

Resumo da aula

download Baixar plano

Este slide não deve ser apresentado para os alunos, ele apenas resume o conteúdo da aula para que você, professor, possa se planejar.

Sobre esta aula: esta é a sexta aula de uma sequência de 15 planos de aula com foco no gênero Artigo de Divulgação Científica e no campo de atuação das práticas de estudos e pesquisa. A aula faz parte do módulo de Análise linguística e semiótica

Materiais necessários: Cópias dos textos disponíveis em Materiais Complementares e, se possível, projetor de slides.

Informações sobre o gênero: O texto de divulgação científica é destinado à publicização do saber científico em uma linguagem mais didática e informativa. Agrega características tanto da esfera científica quanto jornalística. Da primeira, herda a impessoalidade, o uso de termos técnicos e a objetividade; já da segunda, carrega uma linguagem mais simples, elementos informacionais e didáticos, para se adequar a um público mais amplo e que não pertence à academia científica.

Dificuldades antecipadas: O aluno pode ter dificuldades em identificar os diferentes tempos verbais.

Referências sobre o assunto:

BRANDÃO, Helena Nagamine. Gêneros do discurso na escola: mito, conto, cordel, discurso político, divulgação científica. São Paulo: Cortez, 2000.

FURTADO, Viviane. Gênero artigo de divulgação científica. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/rir/article/view/37109>. Acesso em: 30 out. 2018.

GIERING, Maria Eduarda. Gênero artigo de divulgação científica para crianças. Disponível em: <https://periodicos.ufpe.br/revistas/index.php/INV/article/view/1456>. Acesso em: 30 out. 2018.

GRILLO, Sheila. Divulgação científica: linguagens, esferas e gêneros. Disponível em: <www.teses.usp.br/teses/disponiveis/.../8/tde.../2013_SheilaVieiraDeCamargoGrillo.pdf>. Acesso em: 30 out. 2018.

LEIBRUDER. Ana Paula. O discurso de divulgação científica. São PAulo: Cortez, 2000.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 6 minutos

Orientações:

  • Apresente a proposta da aula para os alunos perguntando a diferença entre “Gosto de estudar”, “Gostava de estudar” e “Gostarei de estudar”.
  • É fato que eles pontuarão a diferença no que diz respeito ao tempo em que as coisas acontecem, em virtude de marcas linguísticas presentes na ideia de “gostar”. Dessa forma, faça-os compreender que as nossas ações e impressões do mundo são transcritas pela língua ao usar tempos distintos, no caso do presente, do passado e do futuro.
  • Em seguida, pergunte se eles entendem alguma diferença entre “Eu trarei os livros” e “Eu traria os livros”.
  • A intenção é que digam algo no sentido da certeza observada em “trarei” e a incerteza observada em “traria”. Assim, mostre a eles que uma mudança no aspecto temporal do verbo é capaz de modificar efeitos de sentido carregadas por verbos.
  • Em seguida, passe ao slide seguinte e exemplifique isso em dois títulos de artigos de divulgação.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 10 minutos

Orientações:

  • Apresente aos alunos esses títulos publicados em sites de Divulgação Científica, seja em projetor de slide ou em cópias.
  • Lance aos alunos as seguintes questões:
  • Em qual dos títulos o fato é visto como algo concreto e em qual é visto como algo possível?
  • Quais recursos linguísticos lhe permitem ter essa compreensão?
  • Dê a eles 3 minutos para pensar sobre as questões e em seguida, peça para que citem suas respostas.
  • Individualmente eles podem dar suas opiniões e, assim que finalizarem as sugestões, você deve apresentar a eles as considerações sobre as respostas.
  • As expectativas de respostas são as seguintes:
  • O título 1 indica um fato concreto e o título 2 um fato possível.
  • Os recursos linguísticos que permitem essa compreensão são os verbos presentes em cada enunciado. No caso do título 1, encontra-se o verbo “criará”, no tempo futuro do presente, indicando um fato futuro e que está marcado como um evento factível e real. Por outro lado, o uso de futuro do pretérito em “causaria” permite enxergar apenas uma possibilidade, uma vez que se coloca um evento dentro de uma não realidade factível.
  • Apresente aos alunos, então, a consideração de que suas respostas estejam alinhadas à expectativa das questões.
  • Indique a eles que anotem as duas funções discursivas compreendidas para os dois tempos verbais:
  • Futuro do presente: Marca um evento concreto, envolvido pela certeza;
  • Futuro do pretérito: Marca um evento possível, envolvido pela incerteza.

Materiais complementares:

Caso não haja disponibilidade de projetor de slide, clique aqui para ter acesso ao material impresso.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 25 minutos

Orientações:

  • Nesse segundo momento da aula, o desafio proposto aos alunos é o de que consigam compreender os efeitos de sentido construídos por outras escolhas verbais.
  • Faça a leitura conjunta com os alunos do texto presente no slide, ou em cópias. Ao término da leitura, divida-os em duplas para a próxima atividade.
  • Recomende que releiam o texto e busquem destacar, escrevendo no caderno ou marcando nas suas cópias, trechos em que seja possível observar, a partir da escolha verbal do autor, os seguintes efeitos de sentido:
  • Um verbo no presente que indica uma ação permanente, com efeito atemporal;
  • Um verbo no presente com efeito de futuro;
  • Um verbo no presente que indica definição, com efeito atemporal;

Peça que os estudantes justifiquem suas escolhas.

A título de exemplo, apresente as eles as seguintes afirmações: I. A Terra gira em torno do sol; II. A Terra é um planeta do sistema solar. Em I, há uma ação da Terra que ocorre sem tempo marcado, pois é um evento permanente, sem momento específico, sendo assim marcado no presente. Em II, apresenta-se uma definição, uma informação sobre a Terra que, independente do momento histórico, tem seu valor de verdade, por isso é colocado como fato presente.

  • Destine a eles o tempo de 15 minutos para resolver as questões.
  • Ao fim do tempo, peça para que digam suas respostas e anote no quadro as possibilidades que surgirem.
  • Compare as respostas a fim de que haja a compreensão dos acertos.
  • Apresente oralmente as possibilidades de efeitos de sentidos presentes no texto de acordo com o que está disponível em Materiais Complementares.

Materiais complementares:

Clique aqui, para ter acesso a algumas expectativas de respostas.

Se não houver disponibilidade de projetor de slides ou mesmo preferir dar aos alunos o texto impresso, clique aqui.

Slide Plano Aula

Tempo sugerido: 09 minutos

Orientações:

  • Dedique esse momento à organização das percepções dos alunos no que diz respeito à seleção temporal dos verbos.
  • Frise que não é apenas a forma estrutural do verbo que indica seu valor de sentido, mas a relação entre as ideias contidas no enunciado e as intencionalidades do autor.
  • No quadro, é possível escrever com o auxílio dos alunos uma síntese de respostas para os efeitos permitidos pelos tempos verbais.
  • Futuro do presente: Marca um evento concreto, envolvido pela certeza;
  • Futuro do pretérito: Marca um evento possível, envolvido pela incerteza.
  • Presente com efeito de ação permanente: Marca um evento que não acontece de forma pontual na linha do tempo, mas de forma contínua, ininterrupta, e por isso assume uma ideia de presente contínuo.
  • Verbo no presente com efeito de futuro: Marca evento de natureza concomitante a outro, seu efeito presente mostra a proximidade entre os fatos e o momento em que é dito. Nesse caso, colocar no futuro daria a impressão de distância temporal, quando na verdade se pretende a percepção de um evento próximo.
  • Verbo no presente que indica definição: Marca a atemporalidade de algo. Como forma de conceituação independe do tempo e assumo o valor de verdade a qualquer momento, por isso assume a forma do presente, para que o leitor reconheça a informação como verdade constante e inquestionável, independente do tempo.

Slide Plano Aula

Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

PRÓXIMAS AULAS:

AULAS DE Análise linguística/Semiótica do 9º ano :

MAIS AULAS DE Língua Portuguesa do 9º ano:

Planos de aula para desenvolver a habilidade EF69LP42 da BNCC

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes

Encontre outros planos de Língua Portuguesa

Encontre planos de aula para outras disciplinas

Baixar plano