13896
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Atividade - Preparando um recital de poesias

POR: Danielle Moreira de Oliveira 15/12/2018
Código: EDI2_23UND04

Creche / Educação Infantil

Atividade alinhada à BNCC:

(EI02ET07) Contar oralmente objetos, pessoas, livros etc., em contextos diversos.

(EI02EF09) Manusear diferentes instrumentos e suportes de escrita para desenhar, traçar letras e outros sinais gráficos.

(EI02CG01) Apropriar-se de gestos e movimentos de sua cultura no cuidado de si e nos jogos e brincadeiras.

Plano de atividade de Educação Infantil com atividades para Crianças bem pequenas sobre poesia

Resumo

ilustracao

As crianças selecionarão sua poesia favorita, vão registrá-la em papel da maneira como souberem e depois vão apresentá-la aos colegas.

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Para a realização dessa atividade, é necessário que as crianças conheçam bem as poesias que farão parte do repertório do recital. Este plano faz parte de uma sequência de cinco. São eles:

Conhecendo novas parlendas 

Leitura de poesias 

Brincando com rimas

Preparando um recital de poesias

Gravando um recital de poesias 

Materiais:

Escolha um ou mais vídeos de recitais que serão apresentados para crianças (algumas sugestões disponíveis: O menino Poeta ou a corujinha) e um outro bem conhecido por elas e que seja declamado por profissionais (ator, contador de história, músico). Separe o recurso que será utilizado para apresentá-lo: celular, televisão, computador, livros ou outros portadores com as poesias conhecidas pelas crianças e, se possível, que possuam boas imagens. Separe uma folha de papel 40 kg ou papel Kraft, filipetas de papel e canetinhas para o cartaz e para o momento da escolha da poesia. Separe massinha, papéis, materiais riscantes e livros para o manuseio em pequenos grupos e para atividade de transição.

Espaços:

Planeje um espaço onde a atividade começará em grande grupo com a conversa inicial e para assistir ao vídeo. Organize os equipamentos necessários na sala ou se dirija ao laboratório de informática ou sala de televisão, caso a escola disponha desses recursos. Essa atividade também pode ser realizada em ambiente externo, desde que bem planejado. Organize um espaço com massinha e outro com papéis e diferentes materiais riscantes para a exploração em pequenos grupos. Organize um canto com livros para manuseio durante a atividade de transição. O ambiente será organizado pelas crianças, com o apoio do professor, para o momento do recital.

Tempo sugerido:

Aproximadamente 1 hora e meia.

Perguntas para guiar suas observações:

Que estratégias as crianças utilizam para lembrar das poesias? Precisam do apoio das ilustrações? Recordam recitando sozinhos ou com auxílio do professor?

Como as crianças se colocam ao ajudar na organização do recital? Auxiliam nas tarefas de organização do ambiente e escolha do repertório? Como interagem umas com as outras nos momentos de recitação?

Como as crianças utilizam instrumentos e suportes de escrita? Usam com função para desenhar, traçar, ou escrever à sua maneira? Utilizam a escrita do professor como apoio para a própria escrita?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que uma criança ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender as necessidades e diferenças de cada criança ou do grupo. Observe as crianças mais acanhadas. Elas podem se sentir incomodadas ao estar em evidência durante à recitação. Acolha e respeite o tempo de cada uma e contribua para que a atividade seja vista como uma brincadeira e não um evento formal.

O que fazer durante?

1

Em roda com o grande grupo diga que hoje vocês irão preparar um recital de poesias. Apresente um dos vídeos escolhidos por você. A partir dele, faça perguntas sobre do que se trata um recital, se conhecem a poesia recitada e o que observaram. Escute suas contribuições e apresente outros vídeos. Perceba e converse sobre o que as crianças observaram no vídeo, como a poesia é declamada, a forma de colocar a voz e como as outras pessoas se comportam enquanto alguém recita. Ouça as observações feitas pelas crianças e, a partir delas, contribua com indicações sobre o que acontece nesse tipo de evento. Algumas crianças podem querer imitar a declamação que viram no vídeo. Respeite e acolha essas iniciativas. Tenha um caderninho em mãos para anotar as contribuições delas sobre aspectos do recital que serão retomados mais a frente. Se necessário, coloque o vídeo novamente.

Possíveis falas do professor neste momento: Vocês perceberam como as pessoas estavam no vídeo? Elas conversavam enquanto a outra recitava a poesias? Isso mesmo! Elas respeitavam a vez de cada uma e escutavam com atenção o colega. Isso é muito importante em um recital.


2

Leve para a roda os livros com as poesias conhecidas pelas crianças. Diga que precisam escolher o repertório do recital e que, para isso, elas vão indicar as poesias para você escrever num cartaz. Pergunte de quais poesias elas se lembram e quais gostariam derecitar. Caso necessário, ajude a relembrá-las mostrando nos livros as ilustrações e lendo para elas as poesias. Converse sobre o que estão visualizando nas imagens, por que essas são suas poesias prediletas e deixe que leiam ou recitem a sua maneira. Escreva no cartaz, em letra maiúscula, a lista das poesias preferidas ouvindo as indicações das crianças. Convide-as a ler os títulos em voz alta com você.


3

Diga para as crianças que agora elas desenharão ou escreverão a maneira delas a poesia preferida ou a que desejam declamar no recital. Para isso, disponibilize filipetas de papel e canetinhas. Observe quais estratégias elas utilizam para expressar sua opinião. Algumas crianças podem fazer bolinhas, rabiscos para representar sua poesia preferida, outras podem usar desenhos e outras buscar a escrita do professor para apoiar a própria.Acolha e incentive suas produções. Ao terminarem o desenho, combine que cada criança colocará sua filipeta no cartaz próximo a poesia que quer declamar, uma de cada vez. Dessa forma, as crianças serão divididas em pequenos grupos, conforme suas preferências, já se organizando para recitar as poesias. Convide-as a contarem com você quantas crianças escolheram determinada poesia, qual poesia terá mais crianças recitando e qual terá menos.


4

Converse novamente com o grande grupo sobre o vídeo lembrando os aspectos de um recital. Ouça suas contribuições e utilize as informações anotadas no caderninho para ajudá-las nessa conversa. Combine com elas que agora vocês brincarão de recitar poesias empequenos grupos e retome quais poesias escolheram. Diga que você será o apresentador e, enquanto um grupo estiver se apresentando, os outros serão a platéia. Elas podem recitar várias vezes em diferentes vozes e ritmos escolhidos pelo grupo. Respeite suas escolhas e o ritmo de cada uma e do grupo. Deixe que decidam o espaço da recitação como, por exemplo, onde ficará a platéia e onde ficará o grupo que estará declamando a poesia. Observe as crianças que não se sentem a vontade ao recitar, se brincam e se divertem ou ficam acanhadas quando estão em evidência. Procure deixá-las a vontade e não as obrigue a realizar a recitação. Algumas crianças podem se expressar por meio do corpo, como, por exemplo, realizando movimentos com os braços enquanto as outras recitam as poesias ou imitando a recitação observada nos vídeos. Respeite e acolha essas iniciativas. Considere o recital uma brincadeira de faz de conta e incentive a espontaneidade das crianças.


Para finalizar:

Ao perceber que algumas crianças não estão mais interessadas em participar da preparação do recital, disponibilize papéis e materiais riscantes para desenharem ou escreverem, a sua maneira, a poesia preferida delas, além dos livros para manuseio e das atividades de livre escolha, enquanto você continua com as outras na proposta de recitação em grupos. Ao terminar, deixe que as outras crianças também façam seus desenhos, mas não é preciso obrigá-las a isso. Essas produções podem compor um mural no dia do recital. Avise que, em cinco minutos, a atividade irá terminar. Passado os minutos, diga que a atividade terminou e cante uma música (sugestão: Arrumar a bagunceira, palavra cantada) para que todas ajudem na organização dos materiais e do ambiente.

Desdobramentos

É importante repetir essa atividade para que as crianças se apropriem do recital, brinquem e tenham novas experiências com poesias e com os grupos. Caso queira, você pode repetí-la em outros ambientes da escola, como, por exemplo, no auditório, recitando as poesias para outras turmas. Outra idéia é realizar o mesmo planejamento, utilizando outros tipos de textos como parlendas e quadrinhas.

Engajando as famílias

Construa com as crianças um convite para que as famílias venham a escola assistir ao recital. O professor será o escriba do texto coletivo. Estimule que as crianças escolham um título para o recital e envie o convite para as famílias.


Este plano de atividade foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor: Danielle Moreira de Oliveira Barroso

Mentora: Nilcileni Aparecida Ebani Brambilla

Especialista do subgrupo etário:Karina Rizek

Sugestão de idade: 3 anos a 3 anos e 11 meses

Campos de Experiência:  CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS;

ESCUTA, FALA, PENSAMENTOS E IMAGINAÇÃO;

ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES.

Objetivos e códigos da Base:

(EI02CG01) Apropriar-se de gestos e movimentos de sua cultura no cuidado de si e nos jogos e brincadeiras.

(EI02EF09) Manusear diferentes instrumentos e suportes de escrita para desenhar, traçar letras e outros sinais gráficos.

(EI02ET07) Contar oralmente objetos, pessoas, livros etc., em contextos diversos.

Abordagem didática:O trabalho com poesias e parlendas ajuda a sensibilizar as crianças em relação ao mundo cultural e suas diversas formas de expressão. É importante que os/as professores/as ofertem textos poéticos de maneira acolhedora e desafiadora, envolvendo as crianças na beleza das palavras e na estrutura desses tipos de textos. São várias as estratégias para desenvolver as atividades: trabalhar com títulos ou com partes dos textos, conversar para colocar as ideias em confronto e destacar rimas e aliterações, entre outras.

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

OUTRAS ATIVIDADES DESSA UNIDADE:

ATIVIDADES DESSA DISCIPLINA:

ATIVIDADES RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes