13362
Ir ao conteúdo principal Ir ao menu Principal Ir ao menu de Guias

Atividade - Manipulação de massas de pães com bebês

POR: Nataly Gomes Ovando 16/11/2018
Código: EDI1_31UND01

1º ano / Educação Infantil

Atividade alinhada à BNCC:

(EI01ET01) Explorar e descobrir as propriedades de objetos e materiais (odor, cor, sabor, temperatura).

(EI01CG03) Imitar gestos e movimentos de outras crianças, adultos e animais.

(EI01EO05) Reconhecer seu corpo e expressar suas sensações em momentos de alimentação, higiene, brincadeira e descanso.

Plano de atividade de Educação Infantil com atividades para Bebês sobre Manipulação e conhecimento de novos materiais

Resumo

ilustracao

As crianças vão participar da elaboração de uma massa e observar a transformação dos ingredientes.

O que fazer antes?

Contextos prévios:

Esta proposta de atividade será mais interessante se realizada com os bebês maiores (entre um ano e um ano e sete meses). Prepare, em um espaço interno, um ambiente limpo e higienizado, para que a manipulação e a exploração dos ingredientes sejam realizadas com segurança pelos bebês. Cozinhe batata-doce e descasque-a previamente. Coloque em diversos vasilhames rasos polvilho doce, polvilho azedo e batata-doce (cozidas e sem casca). Deixe, em local de fácil acesso, uma xícara de azeite e um litro de água potável, uma vez que esses ingredientes serão necessários para a finalização da massa de pães. É necessário que outro adulto auxilie o professor durante toda a atividade.

Materiais:

Para a realização da atividade, você precisará de: vasilhames rasos de plástico ou alumínio, de preferência grandes, batatas-doce cozidas e descascadas, polvilho doce, polvilho azedo, um copo de azeite ou óleo e um copo de água.

Espaços:

Um ambiente interno, limpo e higienizado. No chão, sobre um plástico ou toalha,coloque vasilhames rasos, de preferência grandes, contendo separadamente batata-doce cozida e descascada, polvilho doce e polvilho azedo. Garanta que os ingredientes sejam suficientes para a exploração e a manipulação de todos os bebês. Para facilitar a manipulação, organize a turma em pequenos grupos. Assegure que cada grupo tenha acesso a todos os ingredientes necessários para a atividade. Disponibilize os ingredientes pelo espaço, de maneira que os bebês possam manuseá-los livremente. Deixe para você, em lugar de fácil acesso, o copo de água e o azeite ou óleo, para a transformação dos ingredientes em massa homogênea.

Tempo sugerido:

Entre 30 e 50 minutos.

Perguntas para guiar suas observações:

1. Como os bebês atuam diante dos ingredientes apresentados e, posteriormente, transformados? Que expressões são perceptíveis ao explorarem e manipularemos ingredientes?

2. Os bebês imitam uns aos outros e a ação dos adultos? Usam ações do colega como referências para suas próprias ações?

3.Que experimentações vivenciadas corporalmente é possível elencar diante da exploração e da manipulação dos ingredientes, massas e pães transformados, com os bebês?


Para incluir todos:

Identifique barreiras físicas, comunicacionais ou relacionais que podem impedir que um bebê ou o grupo participe e aprenda. Reflita e proponha apoios para atender às necessidades e às diferenças de cada bebê ou do grupo. Se, por algum motivo específico, um bebê não se sentir seguro ou confortável para a exploração, sente perto dele e convide-o a observar um colega. Quando sentir-se seguro, incentive-o a pegar a massa. Acomode os bebês que ainda não sentam em um colchonete próximo ao grupo. Garanta que tenham acesso aos ingredientes e à massa na posição em que se sentirem mais confortáveis para explorá-la, seja ela deitada ou de bruços.

O que fazer durante?

1

Em roda, ou da maneira mais confortável para os bebês, dialogue com o grupo sobre a proposta de atividade do dia. Apresente os ingredientes um a um e fale com precisão a respeito dos elementos que farão parte da brincadeira e das descobertas que a turma fará. No ambiente preparado, garanta que os bebês percebam os materiais disponibilizados, convidando-os a explorar os ingredientes apresentados por meio de falas, gestos, atitudes e expressões.


2

Incentive-os a tocar, cheirar, manipular e a amassar os materiais, respeitando sempre o tempo individual de cada bebê. Caso a turma seja numerosa, busque dividi-la em pequenos grupos de exploração. Observe atentamente as manifestações dos bebês no contato com os ingredientes e busque registrar com fotos e vídeos as expressões deles.Prepare uma cesta com vários saquinhos de algodão cru, contendo polvilho, que estejam bem amarrados para os bebês que não quiserem mais explorar diretamente os ingredientes propostos. Dessa forma eles poderão ter uma nova possibilidade de manipulação de objetos.Dialogue com os bebês sobre o nome dos ingredientes que estão sendo manipulados e diga que os ingredientes, juntos, podem se transformar em pães. Caso eles queiram explorá-los com a boca, certifique-se de que apenas os provem.


3

Para que a brincadeira se torne ainda mais divertida e desafiadora, participe da exploração. Proponha, através de falas, gestos e movimentos, a possibilidade de mistura dos ingredientes que se encontram separados em vasilhames individuais. Nesse momento, é importante participar junto aos bebês, misturando o polvilho doce, o polvilho azedo e a batata-doce, a fim de que essa mistura se transforme em massa. Assegure que a turma também participe dessa manipulação com o uso do corpo.

Possíveis falas do professor: vamos juntar nossos ingredientes e ver o que acontece? E agora, com as mãos na massa, teremos deliciosos pães! Cante com os bebês “Pão, pão, pão”, do Grupo Triii https://youtu.be/utWPg_RHnno


4

Acrescente a essa mistura um pouco de água e azeite, previamente separados, para que a massa se torne homogênea. Garanta que os bebês estejam atentos e envolvidos no processo, especialmente nos momentos em que você estiver transformando os ingredientes. Permita que eles visualizem sua participação no processo de transformação da massa.Com a massa pronta, convide-os a explorar a nova textura, cheirando, amassando, manipulando, tocando e sentindo. Certifique-se de que suas expressões estão sendo percebidas pelos bebês. Busque comunicar-se por gestos, olhares, sorrisos e expressões, ao amassar a massa. Garanta que eles sintam a importância da transformação dos ingredientes, antes separados, em algo único e homogêneo.

Possíveis falas do professor durante o processo de mistura dos ingredientes: o que acontece se misturarmos essa farinha à massa? Vamos fazer isso juntos? O que estamos fazendo? (aguardar as reações dos bebês).

Estamos transformando farinha com batata-doce em massa! Agora temos uma nova textura para brincar, sentir, cheirar e segurar. Logo, essa massa se transformará em pães deliciosos! Só falta a levarmos ao forno.


5

Com a mistura pronta, garanta aos bebês a oportunidade de brincar com ela, mexendo nela, amassando, sentindo o peso, o volume e as formas. Passe pelos grupos e observe gestos e ações. Atente-se para os detalhes de exploração e de manipulação de cada bebê. Grave vídeos de curta duração e faça fotos sequenciadas desse momento. Conforme perceber o interesse dos bebês por outros objetos, recolha as formas produzidas no decorrer da brincadeira e leve-as para o espaço da cozinha, onde a massa será assada. Garanta que a massa seja levada ao forno da maneira que foi retirada da brincadeira, priorizando as formas produzidas pelos bebês.


Para finalizar:

Asse a massa retirada da brincadeira em forno de 180 a 220 graus. Você pode contar com a parceria das cozinheiras e preparar os pães de batata-doce para degustação de todas as crianças da instituição. É uma receita fácil e indicada pelos nutricionistas. Apresente o pão assado para os bebês e provoque a exploração da nova textura apresentada. Permita que isso ocorra de maneira livre, de forma que eles possam perceber o cheiro, o gosto, a textura, o peso e o volume do alimento. Saboreie o pão com os bebês. Garanta que eles vivenciem as sensações gustativas, assim como o olfato, a visão, o tato e que escolham o modo como o experimentarão.

Desdobramentos

Convide outras crianças da instituição para uma partilha do pão em um espaço externo. Uma dica é colocar os pães assados em cestos e distribuí-los às crianças. Para que o momento se torne ainda mais significativo, conte ao grupo quais ingredientes foram utilizados e sobre a participação dos bebês na preparação da massa. Garanta que bebês e crianças compartilhem desse momento, saboreando os alimentos e trocando experiências.

Engajando as famílias

Conte às famílias, em uma roda de conversa, como foi a experiência de cada bebê na exploração, na preparação e na transformação da massa. Convide os pais para saborearem o pão assado junto às crianças. Exponha, na sequência dos acontecimentos, as fotos dos momentos de exploração dos bebês. Pergunte às famílias se existe alguma receita feita em casa das quais os bebês possam participar e incentive essa ação. Peça aos familiares que compartilhem experiências de culinária com os bebês, trazendo fotos e vídeos para a instituição.


Este plano de atividade foi elaborado pelo Time de Autores NOVA ESCOLA

Autor:  Nataly Gomes Ovando

Mentor: Elisiane Andreia Lippi

Especialista do subgrupo etário: Ana Tereza Gavião

Campos de Experiência:  O eu, o nós e o outro; corpo, gestos e movimentos; espaços, tempos, quantidades, relações e transformações

Objetivos e códigos da Base
Centrais:

(EI01ET01) Explorar e descobrir as propriedades de objetos e materiais (odor, cor, sabor, temperatura).
(EI01CG03) Imitar gestos e movimentos de outras crianc?as, adultos e animais.
Transversal:

(EI01EO05) Reconhecer seu corpo e expressar suas sensac?o?es em momentos de alimentac?a?o, higiene, brincadeira e descanso.

Abordagem didática: as massas e argilas são materiais interessantes para as crianças tocarem, explorarem, mexerem, amassarem, dividirem, juntarem, enrolarem...
É muito significativo que os bebês brinquem com materiais que se transformam a partir de sua manipulação, observando a própria capacidade de atuação sobre as coisas.
Ademais, as propostas com massas e argilas possibilitam que as crianças experimentem e brinquem com as noções de forma, volume e peso. As habilidades motoras (mexer, amassar, juntar etc) vivenciadas corporalmente podem contribuir para o desenvolvimento de atos mentais (como agrupar, seriar, associar).

Apoiador Técnico


Compartilhe este conteúdo:

pinterest-color Created with Sketch. whatsapp-color

ATIVIDADES DESSA UNIDADE:

ATIVIDADE 01

Manipulação de massas de pães com bebês

VOCÊ ESTÁ AQUI

ATIVIDADES DESSA DISCIPLINA:

ATIVIDADES RELACIONADAS:

APRENDA MAIS COM ESTE CURSO EXCLUSIVO

Competências Gerais na BNCC

O curso, ministrado por Anna Penido, tem o objetivo de apoiar redes de ensino, escolas e professores no planejamento de práticas pedagógicas que desenvolvam as competências gerais.

Ver mais detalhes